Home page

12 de dezembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  FÓRUM / ANALOGIAS E COTIDIANO / Arcanos Invertidos < voltar  
Arcanos Invertidos
Quando o lado sombra se torna luz
Ricardo Pereira
 

Esse é um caso prático aonde se constatam as sutilizas dos arcanos ao expressarem, invertidos, o seu lado luz.

 

Relacionar ou associar o Tarô aos diversos e abrangentes conhecimentos, além de desafiador é deveras compensador pela riqueza de informações simbólicas e de significados resultantes, os quais podemos passar aos nossos curiosos consulentes. E, quando tudo isso é vinculado aos assuntos da vida cotidiana, tem-se a possibilidade de se ampliar cada vez mais o leque de conhecimentos construídos e as mensagens absorvidas pelo tarólogo através das imagens arcânicas em prol do encontro de soluções para os problemas e de orientações para o desenvolvimento do outro. Esse, caro leitor, é o sagrado e gratificante papel do profissional tarólogo ... Ricardo Pereira, Tarólogo. Fortaleza-CE, em um dia de sublime inspiração à luz do O Sol.

O Caso

O mês era de abril, e ano era o de 2001, período de muitas chuvas torrenciais aqui em Fortaleza, daquelas de deixar a cidade toda alagada, dificultando o trânsito e o acesso a qualquer lugar.

Em pleno meio dia de um desses dias chuvosos, recebo uma ligação de uma amiga me contando que o seu irmão, Roberto, grande amigo meu de infância, havia sido colocado em uma ambulância, rumo a nossa capital, gravemente ferido e em coma. Fora agredido em sua região da cabeça , violenta e covardemente, quando estava dormindo, por uma pessoa de seu convívio. Motivo da agressão: roubo!

Chegou aqui em Fortaleza desenganado e correndo risco de morte. A sua irmã, desconsolada me procurou e me pediu para ver no Tarô o futuro em curto prazo, de Roberto, após esse ato violento, após ter sido atendido, com politraumatismo craniano, pelo corpo médico de um hospital famoso e referência aqui em Fortaleza.

Após o atendimento, e quase 10 horas de cirurgia, ele ficara em observação na UTI, desenganado pelos médicos, de tão grave que fora o seu caso, os quais afirmaram, para a irmã dele, que dificilmente ele resistiria ao impacto do pilão de madeira de 8 kg que rompeu as ligações entre o seu cérebro, esmagou parte dele e o osso do crânio e abriu-lhe uma galeria no lado direito de sua cabeça. Dentro de 24 horas ele poderia desencarnar. Na verdade, ela queria saber se ele iria resistir ou não a essas 24 horas.

Para atender o seu pedido, fiz pra ela um PELADAN. Utilizei o método europeu, ou seja, a disposição de um arcano maior e outro menor por casa do método. Embaralhei os arcanos maiores e menores sem a precupação em colocá-los em suas posições normais, não invertidos. Como o Peladan é um método que exige que se determine um tempo para as ocorrência de fatos, foi o escolhido não só por esse motivo, mas, também por sua real efetividade em dar respostas para questões bem elaboradas, objetivas. A tiragem revelou, à época, as sutilezas peculiares dos arcanos invertidos, como segue:

Caso Analisado com o método Peladan

QUESTÃO: Roberto irá resistir nessas 24 horas pós-cirurgia?

CASA 1 - Positivo - O que está favorável no presente

A Morte (invertido) + 10 de Paus

Roberto irá resistir à cirurgia em 24 horas, escapando da morte, mas, poderá permenecer em coma por mais algum tempo, lutando para sobreviver.

CASA 2 - Negativo - O que está desfavorável no presente

O Papa + 4 de Espadas

Esse conjunto de arcanos revelam o seu submetimento a procedimentos médicos efetivos, mas, que o seu caso e estado convalescente ainda merece cuidados, ou seja, o seu estado de saúde está indefinido.

CASA 3 - Caminho - Direção que a questão irá tomar

O Sol (invertido) + 5 de Copas (invertido)

Alguma complicação clínica poderá ainda ser, em breve, diagnosticada, pondo em risco a vida de Roberto, que poderá ter que se submeter a mais algum tipo de intervenção cirúrgica a fim de se corrigir algum defeito ou erro da primeira cirurgia. O erro será corrigido.



CASA 4 - Resultado - Como será o produto final

A Torre (invertida) + 10 de Ouros

A cirurgia será um sucesso, fazendo Roberto cumprir esse ciclo, mas, sairá dessa intervenção ainda com alguma sequela neurológica, voltando, em médio prazo, para junto dos seus familiares.

CASA 5 - Síntese - Como o cliente se encontra ou sua visão perante a questão

Os Enamorados + 4 de Copas

O estado de espírito da consulente (irmã de Roberto) é de incerteza, de grande preocupação com o futuro de seu irmão.

Conclusão


De fato, Roberto sobreviveu após as 24 horas da cirurgia, como destacado pelo arcano maior A Morte, invertido, refletindo sutilmente o seu lado luz, na casa 1. Posteriormente, teve que se submeter a uma segunda cirurgia de correção, - como foi destacado pelo maior O Sol, invertido, a transmitir o seu lado sombra, nada auspicioso -, pois foi esquecido um pedaço do osso do crânio junto ao cérebro, dificultando a circulação cerebral.

Os médicos uns três dias depois abriram novamente a sua cabeça e retiraram essa parte do osso do crânio. Tal procedimento aliviou a pressão dentro da cabeça, fazendo com que o sangue no cérebro voltasse a circular com menos dificuldade, conforme a mensagem transmitida pelo menor 5 de Copas, invertido, na casa 3 e confirmado pelo maior A Torre, invertido, na casa 4 a emanar a sua "meia-luz" nessa tiragem, pois ainda prognosticou algo negativo como resultado pós-cirurgia.

Ele passou dois meses na UTI e ao fim do terceiro mês recebeu alta, mas com sequelas presentes do lado direito do cérebro, o qual é responsável pela parte criativa e habilidades manuais e visuais humanas, as quais ficaram, nele, realmente, comprometidas, impedindo-lhe de retomar a promissora profissão de cabelereiro, que há tempos vinha construindo em sua cidade...

Esse é apenas um dos exemplos práticos na minha experiência com o uso da técnica de arcanos invertidos, a qual tem se mostrado plenamente efetiva e eficaz durante muitos anos ...

 
13/09/2009 00:07:40

Comentários

Ricardo Pereira - 15/10/2009 21:36:39
Oi Marilene,

É isso mesmo, o Tarô é uma excelente bússola, a qual nos orienta a seguir, sempre, os melhores caminhos.

Grato por seu comentário e participação! Volte sempre!

Ricardo

Gisele - 22/10/2009 23:27:11
Somente agradecendo por compartilhar seu conhecimento,
aprendemos muito e a leitura é muito agradável,
muito obrigada
Gisele

Ricardo Pereira - 27/10/2009 14:04:18
Oi Gisele!

Eu que lhe agradeço por sua simpatia!

Bjo,

Ricardo

flavia castellar - 09/12/2009 01:11:22
Muito bom esse artigo, altamente esclarecedor.

Ricardo Pereira - 09/12/2009 23:02:03
Oi Flavia,

Fico muito satisfeito em saber que pude escrever algo que pode agregar aos estudos e práticas de profissionais e iniciantes na arte do Tarô.

Muito grato por sua visita! Volte sempre!

Abraço,

Ricardo

Emanuel J Santos - 28/01/2010 18:49:25
Grande leitura. Por vezes tento usar os invertidos, mas não sempre, nem com qualquer baralho. Uso sobretudo com o Adivinhatório.
Um abraço, parabéns.

Ricardo Pereira - 06/02/2010 16:50:06
Olá Emanuel Santos,

É uma honra ter um comentário seu em meu artigo, fiquei muito lisonjeado, pois gosto muito da forma como escreve sobre o Tarô.

Pois é, quanto ao uso dos arcanos invertidos, devo ratificar-lhe que sou fã dessa técnica, embora a use esporadicamente, sempre dependendo do que vou analisar.

Se o método possui casas de reversibilidade (obstáculos, negativas etc) ai não preciso usar esta técnica, mas, quando o método não tem e quero ver se existe possibilidades de obstáculos pelo caminho de um evento, ai, sim, utilizo, pois considero fundamental nesses casos.

Na verdade não vejo dificuldades em usar os invertidos em taromancia e acho até que as análises das tiragens ficam mais dinâmicas, ricas com o uso desta técnica, é isso!

Grato por sua participação e se quiser trocar idéias sobre Tarô, passe-me um e-mail ou me adicione no Orkut. Meu e-mail: riccardo_pereira@yahoo.com.br

Abraço,

Ricardo

Maria Elisa - 27/02/2010 15:09:48
Completamente elucidativas as explicações sobre cartas invertidas. Mas me fica uma pergunta, elas surgem quando se mistura as cartas ou quando o consulente nos entrega a carta de maneira tal, que nós abrimos de maneira invertida? Eu sempre embaralho as cartas e ainda não me aconteceu de surgir alguma invertida. Coincidência ou jeito de mexer com as cartas? Sou fá de carteirinha das suas aulas virtuais. Obrigadíssima pelas oportunidades enriquecedoras de aprendizagem. Um abraço

Ricardo Pereira - 05/03/2010 19:02:28
Olá Mª Elisa,

Gostei dessa indagação, a qual buscarei respondê-la de forma objetiva.

Segundo a experiência "cartas invertidas" podem surgir de variadas maneiras:

1) Pela forma como são acondicionadas/guardadas as cartas do Tarô, ou seja, quando são colocadas na caixa ou no saquinho sem o cuidado de serem dispostas em posição normal ou de "cabeça" para cima, o que pode fazer, naturalmente, durante o processo de embaralhamento, se não as dispusermos em posição normal, surgirem, numa tiragem, os arcanos invertidos;

2)Na passagem de mão dos arcanos, pelo consulente, ao tarólogo. Aqui, não os considero e os coloco em posição normal, pois anteriormente convenciono e organizo o Tarô para que não surjam invertidos, mas, claro, isso não significa, dependendo do método de tiragem que não possam surgir e serem interpretados de forma reversa (negativo, obstáculo, discordante, dissonante,contrariedade, "sombra"), na qual, em muitos casos, é efetivada a leitura como se o arcano estivesse invertido;

3) Por descuido do Tarólogo no momento de deitar as cartas à mesa de leitura (aqui, se ele não tiver convencionado o uso de arcanos invertidos, poderá desvirá-los sem prejuízo algum à leitura ou à consulta);

4)Dependendo do método/técnica de tiragem, quando o mesmo apresenta casas de reversibilidade, como por exemplo em algumas das formas esquemáticas do "Peladan" e de tantos outros métodos de tiragens com esta característica, "dispensando", por assim dizer, o uso dessa técnica de leitura. Isso, claro, conforme pensam e defendem outros tarólogos. Particularmente, não penso dessa forma, pois o Tarô é flexível e segue de forma eficaz aquilo que lhe foi convencionado antes do exercício taromântico propriamente dito;

5) Outras formas possíveis, inclusive existe a possibilidade de eles surgirem invertidos em casas de reversibilidade de dados métodos de tiragens.

Espero ter elucidado suas dúvidas. Quaisquer outras, contate-me.

Grato e um abraço,

Ricardo

Maria Elisa Fernandes - 06/04/2010 00:25:48
Muito interessante essa sua leitura, tenho visto muita gente interpretar as cartas invertidas apenas pelo lado sombra o que pode modificar completamente a interpretação. Nesse exemplo dado, outro tarólogo poderia ter interpretado como uma desgraça total? como saber se o tarólogo usará o lado de sombra ou de luz dos Arcanos? Ou é regra que o Arcano invertido deve ter a leitura contrária (luz) à posição que ele aparece no jogo? Mais uma rica informação para mim, obrigada.

  < Anterior Total: 29 Próxima >  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil