Home page

23 de setembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


O que acontecerá com cada candidato?
Bete Torii
No final do mês de março eu fiz uma tiragem, por mera inquietação pessoal do momento sobre as Eleições de 2018 e ela me pareceu muito curiosa, pictoricamente falando. Tanto, que a fotografei e coloquei a foto num arquivo Word com apontamentos iniciais. Se no momento era curiosa ao nível do incrível, a tiragem depois foi me parecendo cada vez mais “mágica”, e vem se realizando há mais de 4 meses.
Ideia ou pergunta da tiragem:  Simplesmente resolvi tirar uma carta para cada um dos personagens que, em abril, estavam se mostrando como dispostos a disputar a eleição presidencial; uma carta que mostrasse “o resumo do que acontecerá ao candidato até as eleições.
Execução da tiragem: Eu coloquei post-its na mesa, marcando o lugar de cada carta com a inicial do nome do candidato. Apenas para não me confundir, já que seriam vários nomes. Foi só por isso que coloquei as cartas “aos pares”: para se alinharem com a letra dos post-its. E o ABCD surgiu sem querer, pois fui pensando nos nomes na ordem de “recall” em que foram me aparecendo na cabeça. Obs.: resolvi colocar o Dória no fim da fila, porque ou ele seria candidato a governador, ou talvez até a presidente, no lugar do Alckmin.
Eleicoes 2018 Brasil: o que vai acontecer com os candidatos
As cartas para os candidatos
Imagens do Tarô de Marselha
A primeira “mágica” é que as cartas, cuja disposição na mesa tinha sido inteiramente casual, formam perfeitos pares pictóricos, introduzindo/revelando aspectos que eu nem tinha pensado.  Nos meus apontamentos feitos na hora, eu fui colocando minhas associações imediatas, que seguem abaixo. Acresceitei, no ítem "agosto", as observações que estes últimos 4 meses permitiram.
Eleicoes 2018 Brasil: o que vai acontecer comn Lula, Temer-Meireles
A Força para Lula  —  O Mago para Temer-Meireles
No par de cartas: chapéu lemniscata; manipulação. Centrais
Lula
março: Força; domínio da situação; pegando o touro à unha; clareza mental; “espinha reta”. Carta central do baralho.
 
Temer/Meireles
março: Continua nº 1, mexendo os pauzinhos, lidando com todos os recursos, enganando. É a sua primeira vez?
agosto: Tudo confere. E ainda com duas leituras possíveis:
– Ele mantém a Força serena e inteligente com a qual se mantém a salvo de ser trucidado pelo golpe, ainda que fique “preso” a essa tarefa hercúlea.
– A Força imensa do golpe tenta subjugá-lo e impedi-lo de falar, mas ele continua sendo o leão e o centro da cena.
 
agosto: Tudo confere para Temer, e vejo mais ainda: Meirelles é seu substituto de fachada, mas ele na verdade “é” Alckmin, brandindo na mão esquerda a varinha mágica da impunidade judicial e na mão direita o dinheiro com que compra o Congresso. Tentando enganar o público, de olho na carta de Lula.
Eleicoes 2018 Brasil: o que vai acontecer com Alckmin e Bolsonaro
O Mundo para Alckmin  —  O Sol para Bolsonaro
No par de cartas: nudez, exposição, algo de imaturo
Alckmin
março: Protegido e sustentado no seu mundinho limpo e cheiroso – mas restrito e delimitado. Nu e frágil? Chegou ao limite? (última carta)
 
Bolsonaro
março: Em grande exposição e com parceria de alguém – ou com iguais. Posto a nu? Reduzido à sua infantilidade?
agosto: Tudo confere!  E mais: aquele ser-lombriga-Alckmin ali no meio é o próprio chuchu sem cor, sem carisma e sem votos, no “Centrão” que protege e coíbe. O cara é gestado por todos os cavaleiros do apocalipse, mas não tem força própria para sair ao mundo.
 
agosto: Confere! A atualização da carta, agora, é que ele encontrou um parceiro-vice igual. E tudo indica que não crescerá seu desempenho, que vem igualzinho há meses (olhe o muro em volta das figuras), e o par vai se desidratar com a exposição do período de campanha.
55-Eleicoes 2018 Brasil: o que vai acontecer com Ciro e Doria.jpg
O Papa para Ciro  —  O Eremita para Dória
No par de cartas: Guias. Velhos. Muito “vestidos”.
Ciro
março: Dando uma de superior, de professor, de quem faz a ligação com um mundo melhor.
 
Dória
março: Desgastado, imagem envelhecida, perde energia e fica isolado.
agosto: Bingo! Resta saber se depois de meses querendo se enfiar pela goela de metade dos cidadãos como “a única salvação possível”, e não ter conseguido tantos adeptos ou votos assim, ele vai manter a púrpura e o arminho até o fim, ou vai adotar a humildade que pode levar à grandeza que ele pode ter.
 
agosto: Acredito que confere também! Eu passo semanas sem sequer ouvir falar desse mister Dólar, ops, Dória.
Bete Torii - trabalha com pesquisa qualitativa,
faz atendimentos com o astrologia e tarô, presencial e online.
Para contato, veja seu perfil no Guia de Tarólogos: Bete
btorii@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 23/08/2018
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil