Home page

28 de junho de 2017

Responsável: Constantino K. Riemma


A Cabala e o Tarô
 
Apresentação de
 
  Constantino K. Riemma  
 
"A Cabalá é uma antiga tradição judaica que ensina as mais profundas percepções sobre a essência de D’us, Sua interação com o mundo, e o propósito da Criação", escreve o Rabi Yitschac Luria. "Freqüentemente mencionada como a 'alma' da Torá, a Cabalá ensina a cosmologia judaica essencial, integrante de todas as outras disciplinas da Torá".
"Às vezes chamada de 'Torá Interior' ou 'A Sabedoria da Verdade', ela oferece uma estrutura geral abrangente e um projeto para o universo, bem como a compreensão detalhada de nossa vida."
"O estudante de Cabalá se torna consciente do processo de retificação pessoal, bem como do coletivo, e é encorajado a desempenhar um papel ativo nele".
(Citações retiradas de www.chabad.org.br/tora/index.html)
A palavra Cabalá significa tradição, aquilo que é recebido, que não pode ser conhecido apenas através da ciência ou da busca intelectual. Nesse sentido, deve ser considerado como um conhecimento interior que tem sido passado de sábio para aluno desde a aurora dos tempos. Encerra uma disciplina voltada para despertar a consciência sobre a essência das coisas.
Na prática, contudo, os estudos existentes sobre as relações entre Tarô e Cabala não chegam tão longe quanto as definições que acabamos de citar.
De modo geral, as aproximações das cartas do Tarô com o que poderia ser considerado 'estudos cabalísticos', são feitas numa área muito delimitada, se levarmos em conta
 
O Portal de Luz
Joseph ben Abraham Gikatilla.
Augsburg, Johann Miller, 1516
[www.ritmanlibrary.nl]
o conjunto dos ensinamentos da tradição judaica. No entanto, essa "fronteira" existe e é de certo modo preenchida com a aplicação do esquema da Árvore da Vida (ilustração abaixo).
  A Árvore da Vida  
Esse diagrama — composto por 10 sefirot (dez círculos, que representam dez atributos divinos) e 22 caminhos (as ligações entre os sefirot) — oferece alguns paralelos surpreendentes com o conjunto das lâminas do Tarô.
As 22 letras do alfabeto hebraico, vinculadas aos 22 caminhos da Árvore, são associadas aos 22 arcanos maiores. Daí aparecer em alguns baralhos a reprodução de uma das letras do alfabeto hebraico em cada lâmina dos arcanos maiores. Mas tratam-se de associações nem sempre coerentes entre seus diferentes autores.
Parece cabível, igualmente, estabelecer paralelos entre as 10 sefirot e a seqüência as 10 cartas numeradas dos arcanos menores.
Na Árvore da Vida estão reproduzidos quatro níveis do universo ou quatro mundos: três mundos superiores, representados pelas três tríades de sefirot, mais o quarto mundo simbolizado por Malkhut, a sefira dez.
Esses quatro mundos são, com freqüência, colocados em paralelo com os quatro naipes e às quatro figuras dos arcanos menores.
E, mais uma vez, nos encontramos frente a questões de coerência e de verdadeira correspondência de sentidos entre os componentes e figuras das diferentes linhas de linguagens simbólicas.
O material para estudo que o Clube do Tarô oferece, está listado abaixo. Constitui diferentes portas de aproximação dessa antiga tradição com o Tarot.
Cabala e Tarô: estudos e paralelos
  Tarô e Qabbalah, por Rui Sá Silva Barros, mestre em História e estudioso da Cabala. Discute aspectos críticos na aproximação entre o Tarô e a Cabala. Leitura indispensável para quem deseja compreender os nexos possíveis entre diferentes linguagens simbólicas e evitar equívocos ou reduções estéreis: Qabbalah
 
  Árvore da Vida, apresentada por Constantino K. Riemma. Uma breve introdução ao esquema considerado como uma síntese dos ensinamentos cabalísticos: Árvore  
  Notas sobre IHVH, o Tetragrama, Rui Sá Silva Barros. Comenta as comparações usuais do Tretragrammaton (o nome de D'us) com os quaternários nos estudos simbólicos e oferece indicações específicas da pesquisa cabalística: IHVH
 
  O Tetragrammaton. A partir do IHVH, o Tetragrama da Cabala, Joana Trautvetter estabelece referências com aspectos equivalentes de outras linguagens simbólicas: Tetragrammaton  
  Etapas da iniciação, por Z'ev ben Shimon Halevi. Os desafios de cada sefirah no caminho ascendente. Um esquema simples e estimulador: Etapas  
Alfabeto, Árvore da Vida e Arcanos Maiores do Tarô
  O alfabeto hebraico, quadro resumo das letras e de suas associações mais comuns aos arcanos maiores: Alfabeto
 
  O simbolismo do alfabeto hebreu por J. Iglesias Janeiro. As propriedades e significados das 22 letras. Texto extraído de La Arcana de los Números, Editorial Kier, para dar referências diretas aos arcanos (maiores, menores e consultas online) do Tarot Egício Kier: As letras
 
  Os Caminhos e os Arcanos Maiores, por Constantino K. Riemma. O significado dos caminhos da Árvore e suas relações usuais com os trunfos: Caminhos
 
  Cabala, Caminhos da Árvore da Vida, Letras do alfabeto hebraico e Arcanos Maiores, por Joaquim A. R. Barreira. Reprodução do capítulo 6 do livro Teoria Astral em que se apresenta uma correlação entre os caminhos da Árvore e suas correspondências com as letras do alfabeto hebraico, os símbolos astrológicos e os arcanos maiores: Arcanos Maiores e Menores  
 
A Árvore da Vida, os Arcanos Maiores e G. O. Mebes. Mauro Franco estabelece diferentes correlações entre o tarô e o símbolo da Árvore da Vida cabalística em uma série de artigos:
- Apresentação das correlações: Os Redemoinhos ocultos nos Arcanos Maiores
- O agrupamento básico: O Mapa Estático dos Arcanos Maiores do Tarot
- Os arcanos e seus níveis: O Inter-relacionamento dos Três Mundos do Mapa Estático
- A sefira Daat, suas incógnitas e possíveis associações com os arcanos: O Abismo
- Novas correlações dos arcanos do tarô: O Mapa Estático como Holoprograma
 
  Hermetic Kabbalah Tarot, jogo criado por Marcelo Del Debbio e Rodrigo Grola. Resenha de Constantino K. Riemma com exemplos das cartas e elementos: Arcanos Maiores e Menores  
  A Sacerdotisa Cabalistica de Arthur Edward Waite: uma interpretação iconográfica. O tarólogo Emanuel José dos Santos tece correlações entre o Arcano II e os símbolos da Árvore da Vida da tradição cabalista: O caminho 13  
  O alimento para a Lua, por João Cláudio Fontes. Estabelece correlações do arcano XVIII com o caminho 28 da Árvore da Vida e com os ensinamentos de Gurdjieff: Da Lua para o Sol  
Árvore da Vida e Arcanos Menores do Tarô
  Os Arcanos Menores e a Kabbalah, por Pedro Henrique. Estabelece correlações entre os quatro naipes do tarô e o Tetragrama da Cabala, bem com entre as cartas numeradas de cada naipe e as emanações da Árvore da Vida: Tetragrama, Árvore da Vida e arcanos menores  
  Arcanos menores: naipes, figuras e cartas numeradas, por G. O. Mebes. A relação dos quatro naipes com as letras do tetragrama. O arranjo das 16 figuras. As cartas numeradas e as sefirot da Árvore da Vida: Arcanos menores  
  Hermetic Kabbalah Tarot, jogo criado por Marcelo Del Debbio e Rodrigo Grola. Resenha de Constantino K. Riemma com exemplos das cartas e elementos: Arcanos Maiores e Menores  
  Tarot e Cabala: arcanos menores, por Jaime E. Cannes. Correlações simples e práticas dos arcanos menores com as sephiroth: Arcanos menores
 
Diagramas e esquemas básicos
  Árvore da vida; esquema enxuto com os nomes das sefirot. Num bom formato para imprimir e facilitar os estudos na tela: Árvore  
  Árvore da vida e os caminhos; esquema com os nomes das sefirots e numeração dos caminhos: Árv. caminhos
 
  Árvore da vida, caminhos e letras; esquema com os nomes das sefirots, numeração dos caminhos e as letras usualmente associadas: Árvore e letras  
  Árvore e arcanos, ilustração da árvore da vida com a colagem dos arcanos maiores do Rider-Waite Tarot: Árvore Waite
 
Religião  &  História  &  Arte
  Espanha judaica, por Walterson Sardenberg Sº. A convivência entre cristãos, judeus e muçulmanos, na Espanha, no período em que surge o Tarô: História  
  Um poema e reflexões, por Rodrigo Araês. Embora não proponha estabelecer nexos diretos com o Tarô ajuda o olhar de quem busca compreender os símbolos: Kaballah  
Raquel e o mau-olhado ou olho-gordo. Laer Passerini recolhe na tradição judaica indicações para lidar com o Mau-olhado ou Olho gordo pela mediação da matriarca Raquel: Proteção
 
Livros consultados
 
Anônimo (Valentim Tomberg), Meditações sobre os arcanos maiores. Ed. Paulus.
David Zumerkorn, Numerologia Judaica e seus Mistérios. Ed. Maayanot
Dion Fortune, A Cabala mística. Ed. Pensamento
Éliphas Lévi, Os Mistérios da Cabala. Ed. Pensamento
Gareth Knight, Guide Pratique du Symbolisme de la Qabal, tomes I et II. Ediru, France.
W. G. Gray, Concepts of Qabalah. S. Waiser
Marie-Louise Labiste, Traité de la connaissance ou la Kabbale retrouvé. Ed. Universitaires.
Z'ev ben Shimon Halevi, Árvore da vida. Ed. Siciliano
    ”. Cabala e psicologia. Ed. Siciliano.
    ”. O Caminho da Kabbalah. Ed. Siciliano.
    ”. Escola de Kabbalah. Ed. Siciliano.
    ”. O Trabalho do kabbalista. Ed. Imago.
    ”. Universo kabbalístico. Ed. Siciliano.
    ”. (W. Kenton). Astrologia cabalística. Pensamento
Stephan A. Hoeller, Os arcanos maiores do Tarô e a Cabala. Ed. Pensamento
Maela Paul, Simbolismo dos números e Cabala. Ed. Ágape
G.O. Mebes, Os arcanos maiores do Tarô. Ed. Pensamento
    ”. Os arcanos menores do Tarô. Ed. Pensamento
P. D. Ouspenky, Un nuevo modelo del universo. Ed. Kier
Oswald Wirth. Le Tarot des imagiers du Moyen Age. Tchou
Papus, O Tarô dos Boêmios. Ed. Pensamento
Patrick Paul, Do corpo físico ao corpo de luz. Ed. Ágape.
    ”. Os sete degraus do ser. Os centros sutis na iniciação ocidental. Ed. Ágape
    ”. Os diferentes níveis de realidade. O paradoxo do nada. Ed. Polar.
Jean-Louis Tripon, Sur le chemin d’Adam. Traité de cabale opérative. Ed. Cohérence
M. F. Turpaud. Le Tarot de Marseille. Solar - France
 
Atualização: fevereiro.14
Contato com o responsável pelo site:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2016 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil