Home page

18 de agosto de 2017

Responsável: Constantino K. Riemma


Técnicas elaboradas: com mais de 10 cartas
 
 
Apresentação das técnicas
 
  Nesta seção reunimos descrições de tiragens com a utilização de 10 ou mais cartas. No bloco inicial relacionamos artigos e comentários sobre as duas tiragens mais conhecidas: Cruz Celta e Mandala Astrológica. O bloco seguinte apresenta modelos de leitura adaptados ou criados pelos próprios tarólogos autores dos textos.  
- - - - - - - - - - -
 
CRUZ CELTA. Modelo bastante difundido que utiliza 10 cartas.
A Cruz Celta do Encantamento. Jaime E. Cannes considera a perspectiva mitológica
    do sistema de leitura da Cruz Celta
A Cruz Celta e o Petit Lenormand: possibilidades de interpretação. Fabrício Prado
    apresenta quatro exemplos de tiragens.
Por trás da Cruz Celta. Jaime E. Cannes comenta o símbolo e a técnica de tiragem.
As muitas faces da Cruz Celta comentadas por Jaime E. Cannes.
A Cruz Celta e o simbolismo da cruz, um estudo de Rogério Novo.
O Tarô terapêutico. Jaime E. Cannes adapta a Cruz Celta para novas leituras.
Mensagem da Primavera. Izabel Donalízio relata uma aplicação prática da Cruz Celta.
 
 
MANDALA ASTROLÓGICA, modelo apoiado no sistema de casas da Astrologia.
A descrição das doze casas astrológicas por Constantino K. Riemma
Desvendando a “Mandala Astrológica por Jaime E. Cannes
Reflexões sobre a tiragem “Mandala Astrológica por Geraldo Spacassassi
Etteilla e seu método divinatório por Elizabeth Hazel e James W. Revak. Um estudo
   didático e bem elaborado contendo: 1. Histórico , 2. O Método de Etteilla e 3. Exemplo
– Exemplos práticos:   1. José Roberval: Brasil 2010.   2. Flávia Castelar: Brasil 2009
 
- - - - - - - - - - -
  Método de tiragem do Legramonte. Evandro partilha sua técnica com treze cartas.  
  O Tarot de Marselha e os Pilares do Destino. Cláudia Ferrari aproxima fontes do esosterismo chines ao Taro e propõe uma nova tiragem.  
  Método da Mesa Real. Dênis Maapelli apresenta sua alternativa de leitura das 36 cartas do Petit Lenormand pela tiragem também conhecida por Grand Tableau.  
  Os animais do Inconsciente. André Francioli relata suas tiragens inspiradas nas indicações de Alejandro Jodorowsky.  
  Resposta ao Tempo. Ricardo Pereira comenta os desafios para a definição de prazos dos acontecimentos e explica o método que elaborou para a contagem do tempo com tarô.  
  Método dos Relacionamentos. Alexsander Lepletier oferece uma técnica de tiragem adaptável ao trabalho do próprio tarólogo. Acompanha um exemplo prático de leitura.  
  O Jogo do Louco ou do Bobo. Jaime E. Cannes mostra como utilizar esse sistema proposto por Hajo Banzhaf.
Era uma vez... O caminho do Louco contando uma história. Titi Vidal apresenta um exemplo de tiragem com as treze cartas do "Jogo do Louco"
 
  Ut Universi. Ricardo Pereira apresenta uma técnica de tiragem criada por ele e que é exemplificada com as Previsões para 2010.  
  Tabuleiro ou Labirinto ou Pirâmide Tarológica. Marcelo Bueno apresenta esse método e suas variações, que utiliza os 22 arcanos maiores ao mesmo tempo.  
  Oitavas superiores, técnica desenvolvida por Stephan Milanez com a utilização 9 cartas.  
  Cruz Solar, por Joana Trautvetter, modelo apoiado no Tetragrama (IHVH).  
  Leitura do coração. Teca Mendonça elucida os dois lados de uma questão afetiva.  
  O Mundo Pessoal, técnica de Anamaria Traldi com três rodadas de sete cartas.  
  O Jogo da Ferradura. Margareth Procópio explica como utilizar 56 cartas em um esquema montado com três ferraduras, cobrindo doze diferentes setores da vida.  
 
Cruz celta
    A tiragem com dez arcanos do Tarô, chamada Cruz Celta (ou Cruz Céltica), é útil quando se quer examinar uma questão mais a fundo. Ela permite considerar dez diferentes ângulos de um assunto e, com isso, ampliar a nossa compreensão do tema.
    As lâminas, poderão ser colocadas como no esquema ao lado, com a segunda carta cruzando a primeira.
    Com a prática, aprendemos a variar e a fazer adaptações nesse esquema. No entanto, tal como ocorre nas demais formas de tiragem, é muito importante definir com clareza a função que cada arcano vai desempenhar na leitura.
    Algumas sugestões de diferentes aspectos que podem ser exploradas com cada carta são dadas a seguir.
1 - A situação. A questão essencial. A atmosfera que o consulente está vivendo.
2 - Os obstáculos. As influências imediatas. As dificuldades da situação.
3 - As metas. As aspirações e ideais do consulente. O seu destino ou o que ele poderá realizar de melhor dentro das circunstâncias.
4 - As raízes. As bases do passado distante. As causas remotas que determinaram a condição presente.
5 - O passado recente. Acontecimentos que acabaram de ocorrer ou estão ainda ocorrendo.
6 - O futuro. As influências que tendem a se manifestar no futuro imediato.
7 - O consulente. A condição atual do consulente. O retrato fiel do consulente.
8 - A influência do ambiente. A influência do consulente sobre os outros, ou como ele está reagindo à atuação dos outros. A imagem que o consulente está passando.
9 - O conselho. O melhor caminho a ser adotado pelo consulente. O que lhe corresponde realizar ou tentar.
10 - O resultado final. A síntese. O desfecho. O que se pode esperar se o consulente fizer o que foi aconselhado.
  Acesse, no alto da página, links para estudos e variações sobre a Cruz Céltica e seus símbolos.  
Leitura do Coração – Teca Mendonça
    A professora de Mitologia e taróloga, Teca Mendonça, entre outras alternativas utiliza uma tiragem que serve para compreender como uma pessoa é, qual a sua personalidade, ou como ela se encontra no momento.
    O propósito é responder às perguntas que ajudam a situar a pessoa. Como ela é? Como está? Como ela me vê?
    A peculiaridade técnica desse modelo de tiragem é a utilização de arcanos maiores e menores em maços separados.
    As posições de 1 a 5 (com números em branco no esquema acima) são preenchidas com Arcanos Maiores e indicam:
1. como vê com a razão; lado consciente;
Tiragem
2. como vê com o coração; é a carta mais importante, mostra como é realmente, sem manipulação.
3. como age;
4. como era anteriormente;
5. como será no futuro.
    Para detalhar e complementar essas informações, são retiradas mais 10 cartas dos Arcanos Menores:
– as cartas 6, 8, 10, 12 e 14 (números em azul), à direita dos arcanos maiores, significam o que é mais positivo;
– as cartas 7, 9, 11, 13, e 15 (números em vermelho), à esquerda, indicam o que é mais negativo.
Contato com a autora: tecamendonca@uol.com.br
O Mundo Pessoal – Anamaria Traldi
    O sistema de tiragem do Tarô, desenvolvido por Anamaria Traldi, utiliza o conjunto completo dos 78 arcanos. Sua preferência é pelo The Rider Tarot Deck, também conhecido por Tarô de Waite.
    Sete cartas são retiradas do maço, pelo tarólogo, e colocadas na mesa de acordo com o esquema ao lado. Elas são lidas, inicialmente, na seqüência numérica. A seguir, são interpretadas em suas múltiplas combinações, como é o caso das diagonais 3-1-2, 6-1-4, 7-1-5 e vice-versa, bem como das linhas 6-5, 7-4 e vice-versa.
    Com essas primeiras cartas obtém-se uma visão do cliente e de seu mundo pessoal.
    Mais 7 cartas podem ser retiradas pelo próprio consulente, sempre com a mão esquerda, para indicar como ele vê a si mesmo no seu mundo
Tiragem Anamaria Dutra
particular. Essas cartas são colocadas ao lado das anteriores.
    Mais uma terceira rodada de sete cartas, retiradas pelo consulente, darão as previsões (possibilidades e probabilidades) referentes aos assuntos específicos de cada posição.
    A essa altura, 90% das questões estarão atendidas. No caso de perguntas adicionais, uma nova série de 7 lâminas poderá ser virada. Para encerrar, o consulente retirará uma carta para ser colocada na posição central, como mensagem ou conselho do Senhor do Tarô para o momento.
    A leitura interativa é possível em todas as direções e amplia os dados para leitura. Por exemplo, na seqüência 6-7 a carta na posição 6 indica a bagagem da infância e, na posição 7, como essa estrutura foi trabalhada até o momento presente.
    São as seguintes as principais atribuições de cada posição:
1 - o consulente, seu momento atual e aquilo que está buscando elucidar na leitura do Tarô (embora nem sempre tenha plena consciência do que seja).
2 - o passado recente, acontecimentos ou pessoas que vêm afetando o consulente e influenciando o momento presente.
3 - o futuro próximo, as possibilidades e probabilidades de ocorrências no futuro imediato, planejadas ou não pelo consulente.
4 - as relações íntimas, o casamento, cônjuge, filhos, parentes e amigos próximos.
5 - o plano material, o trabalho, negócios, dinheiro, propriedades, sociedades profissionais, finanças.
6 - a infância, a figura parental forte, os irmãos, o ambiente de criação, as influências que marcaram o processo de amadurecimento. É a carta que faz o verdadeiro contato com o cliente. Fala das fundações da sua personalidade e do seu mundo secreto.
7 - o psiquismo, as emoções e sentimentos presentes, as condições atuais do inconsciente, o grau de espiritualidade. Também indica a saúde do consulente.
Contato com a autora: anatraldi@yahoo.com
Atualizado: janeiro.16
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2016 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil