Home page

21 de outubro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


Possibilidades e escolhas: o início e final das eleições
Samantha Godoy Collares
Publicação: 4/10/2018
Começo esse texto apresentando as tiragens do tarot que fiz sobre as eleições, com ressalvas: minha opinião pessoal e política sobre os candidatos foi completamente neutralizada a fim de interpretar de forma clara e sem interrupções por gostos pessoais. As três tiragens que fiz foram executadas com o baralho Rider Waite - Smith, e em cada uma das tiragens não existe uma posição demarcada para o que significa cada carta, com exceção das cartas sobre o governo dos candidatos. Escolhi Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Fernando Haddad como análise juntamente com o tarot, pois são os candidatos que estatisticamente tem mais chances de se elegerem.
Como será a reta final dessa eleição?
Eleições 2018 : Possibilidades e escolhas - inicio e final
Tiragem para a reta final: Hierofante, Cinco de Copas, Lua e Ás de Copas
Um teor de memórias está forte no ambiente da construção das eleições do Brasil. Existe uma comparação, um paralelo, de lado as memórias de como gostariam que fossem o Brasil com base em governos mais voltados para o centro-direita, de outro as memórias de como gostariam que fosse o governo com base em um período mais voltado para a esquerda, ou pelo menos o centro. Essas memórias, que vivem em cada um dos brasileiros, transitam por entre decisões que buscam o estável, a estrutura.
O Tarot aponta que o período do final das eleições, desde o primeiro turno até um possível segundo, será marcado por uma volta ao tradicionalismo, conservadorismo e fortes raízes do que já passou. O desejo de voltar a um tempo – que já não existe mais nos parâmetros brasileiros, e do mundo também – permeia boa parte da população, que busca o conservadorismo, ou seja, conservar aquilo que já conhecem pelo simples medo do desconhecido. Uma onda religiosa se faz presente nos próximos dias, ao mesmo tempo em que muitas pessoas usam máscaras para cooptar seguidores, mas nem sempre agem conforme o que pregam. Haverá mais manifestações.
Os brasileiros (as) olhando a todo momento para o passado sem conseguir olhar para o futuro, com o sentimento de que tudo está perdido, de todos os lados possíveis. Por trás de todas essas situações, empresas, figuras públicas e economias de outros países se beneficiam com a instabilidade do Brasil, e de certo modo se regozijam em meio a uma situação em que a democracia é cada vez mais questionada. Um caminho tortuoso se estende em meio as eleições, nos dias das eleições, forte manifestação das pessoas e provavelmente notícias de caos, tumulto e até mesmo violência. Os caminhos nesses dias estarão difíceis para serem percorridos, literalmente. Porém, pela grande e provável possibilidade de segundo turno, existe uma ‘’luz no fim do túnel’’, que indica a cura de muitos problemas e a amenização das emoções agitadas.
Como será o governo de Jair Bolsonaro, Fernando Haddad e Ciro Gomes, caso um deles for eleito?
Jair Bolsonaro
As cartas para Jair Bolsonaro: Pajem de Ouros, O Imperador e Sete de Copas
As cartas para Jair Bolsonaro: Pajem de Ouros, O Imperador e Sete de Copas
Primeiramente, Bolsonaro vai se deparar com muitos aprendizados a serem absorvidos e que ainda não tinham amadurecido em sua mente, apesar de estar a mais de vinte anos na vida política. Vai estar frente a frente com questões do âmbito financeiro nacional, em que vai se sentir perdido e imaturo perante a esses conhecimentos. Vai pedir ajuda para seus assessores e pessoas com formação em economia – principalmente economia política – para poder realizar e estruturar melhor os planos que tem para seu governo.
Todo seu governo será voltado para um amplo tradicionalismo, nada flexível, rígido em suas ideias sem abrir espaço para a opinião pública ou a reflexão sobre diversas realidades sociais no Brasil e ao mesmo tempo, reagindo de forma agressiva a essas realidades, quando se deparar com elas. Jair Bolsonaro vai gostar e usar do poder, e frente a ele assumirá posição de egocentrismo e literalmente – ao mesmo tempo figurativamente como o próprio tarot aponta – uma posição de Imperador – muito embora o sistema de governo do Brasil é a democracia (algo a se refletir). Conduzirá o governo com dificuldades em se comunicar com o congresso, e conforme o tempo passar frente a seu cargo, perceberá algumas ilusões e fantasias que ele acumulou nesse período das eleições.
Tinha ideias a seu próprio modo de como estruturar um governo, mas se ocupar o cargo de presidente do Brasil, não saberá escolher frente a muitas opções. Vai fazer escolhas ruins, mas ao mesmo tempo vai conseguir aprender algumas questões cruciais frente ao desenvolvimento de uma sociedade – mesmo que por um viés tradicional. Apesar do seu posto rígido e pé no chão, sua mentalidade é instável, causando receio, pois a sociedade nunca saberá qual será a sua próxima atitude. Tudo pode se esperar do governo do Bolsonaro, e ao mesmo tempo, nada.
Fernando Haddad
Eleições 2018: posssibilidades e escolhas - Fernando-Haddad
As cartas para Fernando Haddad: O Julgamento, Dez de Copas e Três de Ouros
Primeiramente, se Haddad for eleito, terá dificuldades em começar sua governança, primeiro pela opinião pública, depois pelo próprio congresso. Haddad passará por uma situação de cobrança e dificuldade jurídica, apontando que sofrerá denúncias e exposição de sua vida privada. Isso tudo pode acontecer se Fernando Haddad assumir a presidência do Brasil. Após os primeiros meses ocupando o cargo, o governo de Haddad começa a melhor se estruturar, tendo um alcance enorme frente as questões sociais – em que seu partido, PT, se baseia – e terá reconhecimento público de seu trabalho.
Isso tudo se mescla, ao fato de que se Haddad for eleito, toda a sua presidência terá os olhares minuciosos de grande parte dos brasileiros (as) – algo que raramente acontece – mas ele, caso eleito, sempre será observado pela população e por outros representantes políticos do congresso. Seu governo terá muitas barreiras, e como mencionado anteriormente, haverá algum problema que surgirá logo que ele alcance o cargo como presidente. Não está preparado para o poder político como presidente, mas terá apoio de sua família e de aliados de partido. Existe um tom emocional que mescla a candidatura de Haddad, muito mais que um tom político.
Ciro Gomes
Ciro Gomes
Cartas para Ciro Gomes:   A Temperança, Três de Paus e O Hierofante
Se for eleito, a primeira questão a ser observada em seu governo, vai ser o equilíbrio. Ciro mescla dois eixos em seu modo de trabalhar: o tom emocional que muitas vezes é impulsivo e ao mesmo tempo, todo seu conhecimento teórico e prático frente a economia política e outros aprendizados que construiu ao redor da sua vida. Os brasileiros(as) irão ver toda sua construção acadêmica frente as suas posições e atitudes políticas na presidência, algo que nem sempre significou algo de positivo frente a governos anteriores (o fato de ter conhecimento acadêmico, como por exemplo o governo do F.H.C.) mas que nas mãos de Ciro, pode ser que haja uma melhor desenvoltura.
Ciro continuara a assumir a posição de equilíbrio frente a diversas alianças, e veremos no governo de Ciro, algumas realizações que chegam lentamente, mas os planos que ele tanto exemplifica se consolidam, aos poucos. A presidência desse candidato, indicará apostas em setores e planejamentos arriscados, mas que surtirão efeito conforme o futuro se segue. Ciro assumirá uma posição neutra em muitas questões sociais, e nem sempre suas atitudes condizem com o que pensa.
Quem tem maior possibilidade de ganhar essa eleição?
Entre Jair Bolsonaro, Fernando Haddad e Ciro Gomes, Bolsonaro é o que mais tem chances de ganhar o cargo para presidente do Brasil. Ele conta com um forte e fiel apoio de grande parte dos brasileiros (as), ganha força e com isso tem coragem para legitimar suas posições frente a sua campanha. A corrente política da qual Bolsonaro se inclui, também popularmente se mescla com as correntes políticas de diversos presidentes de outros países, como se fosse uma tendência política mundial.
As possibilidades de Bolsonaro
Possibilidades de Bolsonaro: A Força e O Mundo
Ao mesmo tempo, há possibilidade de Ciro Gomes ir com ele para o segundo turno, e também de ganhar, mas não tanto quanto o primeiro. Ciro pode mudar seu curso nessas decisões, porque ele é a cura e o conforto emocional que muitos brasileiros (as) procuram – de acordo com seus posicionamentos e programa de governo – porém sua exposição não é tão acentuada para que a população o note nessa trajetória de campanha eleitoral, mas isso pode mudar, pois ele pode se beneficiar justamente pela antecipação de vitória que o próprio Jair Bolsonaro pensa já ter conquistado.
As possibilidades de Ciro
Possibilidades de Ciro Gomes: Ás de Copas e Dez de Paus
Haddad, assim como os outros dois, tem chances, mas sua posição é estagnada e sem atitude política e firme, somado a falta de poder carismático frente a população. Lembrando que as leituras foram lidas com base no presente, lidando sempre com o potencial para o futuro. Ainda é um momento de grandes decisões vindas dos (as) brasileiros (as).
As possibilidades de Haddad
Possibilidades de Fernando Haddad: Oito de Espadas e Rainha de Copas
Fiz essa consulta ao tarot com total empenho e abordagem enquanto taróloga. Essa tiragem tem um intuito de trazer a reflexão que o próprio Tarot proporciona, e mesclei meus conhecimentos enquanto graduanda em Ciências Sociais para aprimorar e agregar a possíveis nomenclaturas próprias de uma tiragem sobre as eleições.
Boa eleição para todos brasileiros(as)!
Samantha Godoy Collares,
Graduanda em Ciências Sociais pela
Universidade Federal de Pelotas - UFPEL
www.samanthagodoy80.wixsite.com/olhardadeusatarot
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil