Home page

08 de dezembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Mitos sobre o tarot que muitas pessoas acreditam
Joana Faria
São cinco os mitos sobre o tarot que ouvimos com maior frequência.
Mito 1: Existem cartas muito negativas que representam o mal
Algumas cartas como A Morte, A Torre, O Diabo e O Pendurado assustam muitas pessoas, pois elas acreditam que essas cartas são prefácio de algo muito ruim que irá acontecer. A carta por si própria tem um significado, mas em uma leitura ela sempre terá interpretações variadas.
É importante entender que o contexto a que essas cartas pertencem pode mudar todo o significado final.
Cinco mitos sobre o tarô que muitas pessoas acreditam
Ilustração incluida pela Autora
Os arcanos podem, sim, significar conflitos ou desafios em determinados momentos, mas nem sempre, pois a combinação de cartas é que traz o contexto correto.
É importante ter em mente que como são arcanos maiores, sua interpretação é muito vasta e ampla. Por exemplo: se a pessoa vive um relacionamento amoroso ruim e aparece a carta “O Pendurado” no jogo, isso significa que a relação vai continuar insatisfatória.
Mas, se neste mesmo jogo aparece a carta “A Torre”, é bem possível que este relacionamento acabe – o que neste caso pode ser algo satisfatório e positivo, já que o casal está insatisfeito e o vínculo tende a se dissolver. Por isso, é importante lembrar que apenas uma carta não irá trazer o recado de todo um jogo.
Mito 2: Existem naipes bons e naipes ruins
Existem 4 naipes que formam os arcanos menores: Paus, Copas, Espadas e Ouros. Esses naipes são associados aos quatro elementos do esoterismo ocidental:
– O naipe de Paus é simbolizado pelo elemento fogo e está relacionado à força, harmonia, espiritualidade, calor humano e motivação;
– O naipe de Copas é simbolizado pelo elemento água e está relacionado aos sentimentos e emoções: amor, ódio, ansiedade, entre outros;
– O naipe de Espadas é simbolizado pelo elemento ar e está relacionado à comunicação e intenções: a forma de falar, se expressar, argumentar, posicionamento mental e intelecto;
– O naipe de Ouros é simbolizado pelo elemento terra e está relacionado às coisas materiais e sólidas em nossa vida, como: posses, vida familiar, vida social e vida profissional.
Alguns naipes podem acelerar ou retardar o resultado de uma situação.
As pessoas costumam associar o naipe de Copas a resultados positivos, mas na verdade ele sugere expectativas exageradas, tendência a se iludir e possivelmente se decepcionar.
Já o naipe de Espadas, por exemplo, traz o significado de que tudo dependerá da boa reflexão das situações e intenções.
Cada naipe deve ser analisado com cuidado e interpretado de acordo com o contexto geral do jogo.
Mito 3: Jogar Tarot pela internet é diferente de jogar Tarot pessoalmente
Muitas pessoas tendem a acreditar que jogos de Tarot pela internet não tem a mesma credibilidade de jogos feitos pessoalmente.
Tanto jogos feitos em consulta presencial (com cartas de papel sobre a mesa) como leituras online (por meio de chat ou videoconferência), as cartas funcionam do mesmo jeito.
Existe a crença de que jogos feitos pela internet não possuem a mesma energia de presenciais, já que o cliente não pode tocar nas cartas.
Mas, a verdade é que ninguém deveria se prender a essa crença que tantas vezes se mostra infundada, pois a energia está em todos os lugares.
A prioridade do Tarot é a informação que as cartas trazem, e não necessariamente o formato dessas cartas. A energia das informações que você precisa receber dará um jeito de chegarem até você, seja por uma consulta feita pela internet como presencialmente em um escritório.
Mito 4: É possível fazer outro jogo de Tarot caso não goste do resultado
É muito comum que algumas pessoas joguem Tarot e não gostem da mensagem que as cartas apresentam.
Ou até mesmo, algumas pessoas acreditam que não se concentraram o suficiente no momento do jogo e gostariam de tirar novas cartas. Porém, o Tarot analisa a sua vida real e não a que você deseja.
Alguns resultados podem ser considerados difíceis e duros, mas isso não é motivo para fazer outro jogo apenas porque você gostaria de receber boas notícias.
Mesmo não havendo muita concentração de sua parte, a resposta que você precisava ouvir foi apresentada a você pelas cartas.
É preciso aceitar os arcanos que saíram e refletir sobre o significado da mensagem. Resultados insatisfatórios podem salvar você de circunstâncias negativas que acontecem por expectativas equivocadas.
Além disso, é uma ótima forma de se preparar para o futuro que está por vir, independente do que for.
Mito 5: É possível fazer um jogo de Tarot no lugar de outra pessoa
Algumas pessoas possuem receio de jogar Tarot e pedem para terceiros fazerem o jogo por elas. Porém, essa é uma armadilha perigosa.
Jogar com o intuito de saber previsões para uma pessoa conhecida não é aconselhável. Esse oráculo oferece informações pessoais sobre quem o consulta, pois é você quem está emanando a sua energia para as cartas.
Não é possível emanar a sua energia e receber recados para terceiros.
Encoraje seu amigo que tem medo de Tarot a se permitir conhecê-lo e deixar que as cartas apontem sugestões sobre o futuro. Não há o que temer, pois o Tarot pode ser um grande aliado do dia-a-dia.
Joana Faria é astróloga e redatora
do site https://banhospoderosos.info
ajoaninhafaria@gmail.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 11/02/2019
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil