Home page

23 de janeiro de 2022

Responsável: Constantino K. Riemma


2022: O Mundo emergirá?
Giancarlo Kind Schmid
No término de 2021 a humanidade parece se perguntar sobre as perspectivas globais após um ano e meio de total letargia, fruto de uma pandemia que ainda não nos deixou. O que podemos esperar de 2022? Traço, aqui, algumas perspectivas simbólicas que delinearão os rumos do novo ano.
Pela numerologia teremos um ano 6. A exigência envolve as responsabilidades pessoais/sociais e um balanço dos últimos 5 anos, trazendo a possibilidade de realizar acertos. Por outro lado, o ano exige envolvimento e a necessidade de colocar o coração à frente da vida.
Já pelo tarô, valendo-me da corrente que desmembra o milhar do ano em dois decimais, teremos a junção 20 - O Julgamento com 22 - O Louco. De forma suscinta, significa "perder-se para achar-se": um ano conturbado, de situações extremas que desafiam os limites, prestaremos contas pelo desleixo ou descaso com nossas questões não resolvidas.
Arcanos para 2022
20. O Julgamento, 22. O Louco e 6. Os Namorados
Tarot Card Notebook by The Ghoulish Garb (2019, Trade Paperback)
Pela corrente que soma o milhar do ano, teremos o arcano 6 - Os Enamorados, resultante de 2+0+2+2, e sua representação evoca a importância de laços, vínculos e alianças. De alguma forma a coletividade terá que ser mais atenciosa com as inter-relações, e a forma como nos ligamos aos outros. E não se restringe somente a isso. No mundo, os testes serão entre acordos políticos e discussões sociais. Traições entre nações, partidos ou instituições podem ocorrer. Nenhum movimento é unilateral, tudo o que acontecer envolverá grupos.
Trago, aqui, alguns indicadores possíveis que serão significadores para o ano:
1) Uma significativa queda da pandemia. Mas, novas variantes do Coronavírus ainda podem surgir. Avanço de outras duas doenças em países menos desenvolvidos sem caráter pandêmico;
2) O novo chanceler alemão enfrentará muitos problemas internos em seu país, tendendo a se perder e criar problemas sociopolíticos com outros países europeus;
3) Enfraquecimento dos blocos econômicos no mundo como o Europeu, NAFTA e Mercosul. Disparo do valor das criptomoedas. Instabilidade crítica dos mercados financeiros;
4) Saúde crítica da Rainha Elizabeth com riscos de sua passagem;
5) Biden perdido na administração americana. EUA provocado por 2 países no Oriente (China? Rússia?);
6) Novo conflito no Afeganistão com o Talibã. Acusações por atos terroristas;
7) Brasil "patinando" por forte inflação. Bolsonaro perde nas urnas. Sabotagens políticas e ameaças. Problemas com a saúde do atual presidente;
8)  Muitas enchentes em vários locais no mundo;
9) Copa do Mundo com campeão inusitado. Problemas locais no país-sede;
10) Várias conturbações sociais. Greves. Protestos. Disputas territoriais;
11) Novas descobertas científicas que promoverão maior qualidade de vida para países mais pobres;
12) Movimentos artísticos em protestos. Renovações socioculturais;
13) Não é um ano de guerras propriamente, mas de conflitos ideológicos.
Esse é um pequeno resumo. Algumas divagações, insights e reflexões nascidas da observação do simbolismo das cartas e dos astros. 2022 não será de todo fácil, mas, certamente, o mundo procurará reagir e se reorganizar sistematicamente.

Giancarlo Kind Schmid
é tarólogo, astrólogo, numerólogo e terapeuta, pós-graduado em
Psicologia Analítica e Filosofia, formado em Psicanálise e em Letras
www.taroterapia.com.br  e  www.facebook.com/taroeterapia
Outros trabalhos seus no Clube do TarôAutores

Edição: CKR - dezembro/2021
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil