Home page

17 de maio de 2022

Responsável: Constantino K. Riemma


2022, os Enamorados e a Predestinação
Helene Bianconi
Segundo o sistema que utilizamos, o arcano 6, Os Enamorados, é o regente de 2022, o que nos traz uma série de provocações no quesito predestinação. Na iconografia da carta a posição de Eros, O Cupido, está na parte superior central, atirando suas flechas envenenadas com amor e prazer na direção dos casais ou trio representado na carta, dependendo da edição impressa.
Enamorados e Predestinação - Arcano dos Enamorados
Arcano 6, Os Enamorados, no Tarô de Marselha por Camoin-Jodorowsky.
Na mitologia, Eros é representado como um Deus brincalhão. Inclusive, em um trecho de O Banquete, escrito por Platão, podemos ler:
"Eros está sempre à espreita dos belos de corpo e de alma, com sagazes ardis. É corajoso, audaz e constante. Eros é um caçador temível, astucioso, sempre armando intrigas. Gosta de invenções e é cheio de expediente para consegui-las. É filósofo o tempo todo, encantador poderoso, fazedor de filtros, sofista."
Ou seja, um deus que brinca com os corações dos reles mortais e bastará saber se terá a sorte ou o azar de que seu amor seja recíproco.
Nas iconografias mais antigas que o tarô, inclusive seja uma herança artística deste costume que foi impresso nas cartas, é comum que os casais fossem retratados com a presença de Eros na parte superior central da arte, simbolizando que o ato de atirar suas flechas envenenadas com amor e paixão, no caso daquele casal, tenha sido uma benção e não uma maldição como para outros casais. Um exemplo são os Lebes Nupciais ou Lebetes Gamikoi, que são vasos que mostravam a típica procissão de casamento, acompanhada pela tradição única das carruagens trazendo Helena e Menelau, bem como os irmãos da noiva e Eros abençoando o matrimônio. [Conf:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Lebes_nupcial]
Veja a semelhança do Lebes com a lâmina 6 do baralho Visconti-Sforza:
Enamorados e Predestinação - Eros e Lebes
Lebe Nupcial de meados de 500 a.c. e arcano 6, Os Enamorados, Visconti-Sforza.
Logo, vem uma série de indagações em mente, que coloca à prova um dos títulos adotados para este arcano, que são "As Escolhas".
Me questiono sobre quais escolhas os mortais têm diante daqueles que estão acima deles? Qual poder de escolha que temos quando nosso livre-arbítrio é castrado?
Realmente faz sentido que tenhamos passado por um Imperador em 2020, um Hierofante em 2021, que são arcanos ditatoriais e que tenham regido os anos anteriores num momento pandêmico nos quais ficamos enclausurados e com o convívio social limitado.
Diante de tais fatos, não acredito que tenhamos um ano 100% diferente, porém, de modo parcial, pois, ainda estamos nos adaptando ao "novo normal", ainda estaremos sendo direcionados por forças maiores, porém, com uma outra visão no que tange às convenções sociais e ainda no "desmame" do enclausuramento necessário para que não haja uma nova proliferação do vírus e suas variantes.
Um ano perfeito para expressar as artes, seja através da dança, pintura, música e todo ofício que possa emergir as paixões pessoais para a superfície. Importante salientar que por se tratar de um ano em que as emoções falaram mais alto, um ano que para os brasileiros será de embate político, precisamos dosar muito bem nossas atitudes para fins de equilíbrio no coletivo.
Que 2022 seja pleno, com muita saúde e paz para todos.
Helene Bianconi é estudante de história,
atende com tarô, sibilla e radiestesia
e ministra curso de Vera Sibilla Italiana
www.helenebianconi.com
Outros trabalhos seus no Clube do TarôAutores
Edição: CKR - 4.janeiro.2022
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil