Home page

12 de dezembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


   Resenha do livro | Galeria dos arcanos maiores  | Galeria dos menores   
 
O Tarô do Graal - a visão dos templários
de John Matthews e Giovanni Caselli
Prefácio de
Helena Gerenstadt  
O Tarô do Santo Graal nos leva a uma Viagem, a uma Peregrinação, a um dialogo sem palavras. Sua linguagem é simbólica. As imagens plasmadas, os arquétipos universais e o tema do Santo Graal formam um patrimônio comum da Humanidade em nível inconsciente. Essa linguagem é antiga e simbólica, mas estimula o subconsciente, desperta a intuição, pois faz parte do Conhecimento Coletivo, da Memória Passada, do Presente e do Futuro de todos os seres vivos. Cada lâmina representa uma parte desse Conhecimento Universal, um terreno que devemos cultivar em nossas vidas cotidianas, pois é um novo aprendizado e uma nova oportunidade para avançar e crescer. Confira em: Galeria dos arcanos
Capa de O Tarô do Graal
Capa do livro
Editora Madras, 2011
 
O questionamento é fundamental na Busca! O que conduz tua jornada? A linguagem, os sinais, as respostas são metafóricos. O Peregrino deve estar muito atento e vigilante, pois as respostas são sutis e podem desviar do caminho aquele que não esteja atento.
Podemos aprender com os arquétipos da Mitologia Templária sobre ética e moral; é possível entender que são espelhos de nossa sociedade até os dias atuais, assim como os arquétipos, representando a necessidade de enfrentar as provas do Caminho, por meio da Busca de Conhecimentos Superiores.
Esses arquétipos nos ajudam a entender os sinais de nossa Busca, que trazem Conhecimentos e Iluminação. O estado espiritual, por meio da disciplina e da perseverança, faz com que se inicie uma Alquimia, na qual o ser humano aprende sobre si mesmo.
O Santo Graal é um símbolo de poder, com várias descrições, sempre junto a objetos sagrados, desde as mais antigas civilizações. Mas merecer o Graal significa muito mais do que a Busca, pois sua principal virtude é a Luz do Conhecimento.
A imagem do Santo Graal nos fala universalmente do alimento e da plenitude. O Mito do Graal, que trata da Busca de um Cavaleiro por um objeto misterioso, provou ser um dos mitos mais estáveis de todos os tempos. Sua força vem da atração humana pela Busca, pelos desafios da Jornada.
O livro O Tarô do Graal - a visão templária com o jogo completo de 78 cartas pode ser
adquirido na loja virtual especializada em tarô e parceira do Clube do Tarô: www.simbolica.com.br
O mito do Santo Graal se mantém como impulso na alma e no consciente humano, de modo a restaurar um paraíso na Terra. Buscar um objeto misterioso, um talismã, um elixir, torna-se um desvio de nossa consciência, transformando o objeto como meta, mas é a própria Jornada que nos levará aos Graus de Luzes, a uma Iluminação, que é o nosso Caminho Iniciático.
No Tarô do Santo Graal, os significados tradicionais das lâminas são reforçados por arquétipos profundos, iniciando-se pelo Candidato do Santo Graal, que inicia sua Busca, sua Peregrinação, em que procurará Vencer a Si Mesmo, pois esse é o Caminho da Iniciação, para poder ser aceito. 
Não é necessário acreditar na capacidade profética do tarô para apreciar as lâminas, mas, quem estiver mais sintonizado com sua intuição, será capaz de entender muito melhor sua leitura. Com paciência e prática, todos podemos aprender a ler as lâminas e, dessa forma, desenvolvermos nossas capacidades psíquicas.
Cada arcano possui uma mensagem oculta, e ao aprofundarmos nos conhecimentos, entenderemos os sinais da Vida, compreendendo qual nosso momento, a etapa de evolução que já conquistamos, o que necessitamos trabalhar para superar as provas com mais facilidade.
O Tarô do Santo Graal é como um guia interno, que por meio dos seus símbolos e arquétipos nos envia sinais, ajudando em nosso crescimento pessoal. Os arcanos representam uma parcela de nossa vida; cada um, pela energia que movemos, tem características prioritárias, dependendo de nosso momento. Para isso, é necessário que tenhamos claro nosso objetivo.
 
Ás de Copas no Tarô do Graal
O Ás de Copas
The Grail Tarot / Matthews-Caselli Tarot
Edição original, em inglês, de 2007
A ilustração acima veio de www.albideuter.de
O primeiro passo é familiarizar-se com as imagens das lâminas, contemplando-as lentamente, e ao longo dos dias, anotando as impressões e interpretações pessoais e comparar com a interpretação original do livro, para que a intuição possa servir de guia. As figuras do Tarô do Santo Graal podem nos ajudar a entender e a recordar o significado de cada carta. O número da lâmina também é significativo. Por exemplo, o número um faz referência ao princípio, enquanto o número dez faz alusão a um novo momento.
O livro O Tarô do Graal - a visão templária com o jogo completo de 78 cartas pode ser
adquirido na loja virtual especializada em tarô e parceira do Clube do Tarô: www.simbolica.com.br
fevereiro.12
Contato com a autora da resenha:
Helena Gerenstadt, palestrante e terapeuta holística, atua com várias linguagens
simbólicas e recursos terapêuticos. Autora dos livros Avalon e o Graal, e outros
Mistérios Arturianos
e O Jogo Inicático da Oca, Editora Madras.
 www.agarta.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do TarôAutores
Para apreciar a Galeria das cartas, clique nas opções abaixo:
  Resenha do livro | Galeria dos arcanos maiores  | Galeria dos menores   
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil