Home page

23 de setembro de 2017

Responsável: Constantino K. Riemma


A hora da Estrela
Denise Fernandes Marsiglia
 
Tem o filme chamado "A hora da estrela" e o romance da Clarice Lispector com esse nome. O filme da Suzana Amaral é inspirado no livro da Clarice. Me sinto no meio de quase tudo nessa história: um pouco Macabéa, um pouco cartomante, um pouco quem escreve e com isso se coloca a pensar mais profundamente. A estrela é a carta 17, a que possibilita o tarô. É a carta que representa a comunicação, a linguagem, a reflexão sobre a prática que altera o viver. No tarô egípcio essa carta 17 chama-se "A Eperança". A esperança é que move o tarô: a curiosidade, as perguntas sem fim, a possibilidade de melhoras.
Estrela - livrom, filme e carta
Estrela: capa do livro de Clarisse Lispector, cartaz do filme de Suzana Amaral e a carta no Old Path Tarot
Mas como saber quando nos enganamos e quando não saber que estamos enganados para que possamos no embalo do sonho viver mais um dia, fazer outra consulta, procurar outro sentido.
Lembro de V. que tinha previsão de grande sucesso como músico. Teve um AVC que o imobilizou. O grandioso sucesso era o sucesso que ele já tinha, será que algum anjo contou essa novidade para ele? A vida é cheia de interpretações e re-interpretações. Lembro de “Efeito Borboleta”, o filme. É preciso acreditar num bom roteiro para a própria vida. Acho que sou a mulher dessa carta, fácil ser. Esperança, mas quem sabe faz a hora não espera acontecer. A mulher da carta da Estrela está fazendo a hora, não está esperando que as coisas aconteçam, ela está construindo, plantando, agindo de forma positiva. Nas boas previsões dessa carta, a proximidade da realidade com a vida espiritual, porque o espírito constrói o real.
O Inseto Esperança
O Inseto-Esperança
Ilustração de www.wikipedia.org
 
Muitas pessoas sem entender muito bem o que é o tarô gostam da carta, percebem o desenho como positivo. Penso também no inseto Esperança. Tão estranho quanto o Louva-deus, esses insetos me trazem um sentimento de respeito, como se fossem mesmo emissários de instâncias superiores espiritualmente. Faz tempo que não vejo o inseto verde e agradável que chamamos Esperança. Será que também a esperança sentimento diminuiu? Melhor arrumar a máquina de escrever velha que está aqui em casa. Melhor acreditar. O morango está com brotos novos. A gata continua se sentindo a dona da casa.
No sofá tem uma fábrica de sono e de pesadelos. Sou carente precisando de abraços. Tenho vontade de andar, andar e andar: a cidade é uma trilha. A cidade benéfica é a carta 17, a Estrela. Estamos aqui e é bom estar aqui. O verde das plantas, o amor ao verde.” O menino do dedo verde”. Nós cheios de esperança, esperança verde, esperança nada recheado de palavras e imagens, esperanças do além sempre, germinações. O desenho do jardim e o jardim. A saudade do inseto Esperança e a luz dessa saudade. Volver los 17, Violeta Parra sem suicídio. Volver los 17, nações livres e prosperidade para todos. Deu a carta 17 no tarô do Mundo...
abril.13
Contato com a autora:
Denise Fernandes Marsiglia - taróloga e astróloga.
Psicóloga com especialização em psicossomática.
www.mitosesimbolosassessoria.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2016 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil