Home page

23 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


O Tarô e o Tempo
Denise Fernandes
Quando fiz meu primeiro curso de tarô em 1987, e aprendi a forma de jogo de mandala, minha professora de tarô disse que o jogo de tarô durava seis meses. Já estava trabalhando com astrologia em 1987, comecei a atender com astrologia em 1986. Já tinha clientes, e logo que acabei o curso de tarô comecei a oferecer de forma gratuita consultas de tarô para meus clientes de astrologia. Foi depois de meses de bons retornos das consultas de tarô que comecei a cobrar por elas e também fazer apenas consultas de tarô.
Logo de início, no retorno que eu tive as consultas não demoravam seis meses. Algumas pessoas voltaram antes de seis meses dizendo que havia acontecido tudo que eu havia falado, ou outras me davam o retorno de que nada havia acontecido em seis meses. Comecei a observar como no meu próprio jogo algumas cartas se repetiam sem parar, e alguns "acontecimentos" que apareciam no tarô demoraram muito mais que seis meses para acontecerem. Outras vezes, o tarô trazia uma situação psicológica do presente com muita clareza. Tive a impressão de o tarô falar de vários níveis de tempo, de energia, da nossa compreensão, logo no início da minha prática.
O Carro, Ampulheta e Roda da Fortuna
Imagens do tempo que escoa
Quem me conhece um pouco sabe que gosto de estudar, tenho Júpiter na casa dos estudos na astrologia, talvez seja isso a explicação do prazer que tenho na atividade de estudar. Me dediquei bastante ao estudo do tarô, busquei respostas para mim. O que entendi por enquanto é isso:
O tarô é um oráculo e com isso a questão do tempo, como outras, precisa ser interpretada. Dentro da mitologia grega, onde na história dos heróis temos o contato deles com mensagem dos oráculos, essas mensagens recebidas pelos que consultavam os oráculos também tinham que ser interpretadas, e a questão do tempo chamava muito a atenção de todos. Em algumas histórias, foram interpretadas de forma errada por quem consultou o oráculo.
O próprio tarô, visto como um livro de conhecimentos, diz que o futuro ninguém sabe, na carta do Carro do tarô, o arcano 7, que é uma carta positiva no tarô. No tarô egípcio, essa carta chama-se "O Triunfo". Essa incerteza que o carro expressa nos faz progredir. O arcano 7 expressa a linguagem, as inúmeras possibilidades da razão e da inteligência humana, a evolução através da mente e da linguagem, através da curiosidade, incerteza. O que seria de nós, de nosso progresso, se soubéssemos tudo? O que nos faz progredir é o desejo de saber, mas também o reconhecimento da nossa ignorância, a incerteza do nosso futuro é importante para o nosso progresso, para o nosso evoluir. O arcano 7 expressa tudo isso.
Também saber o futuro ou saber eventos muito precisos em relação ao tempo com o tarô seria desprezar o livre-arbítrio, ensinamento que também o tarô diz ao contrário. O tarô considera muito o livre-arbítrio, a possibilidade do homem escolher caminhos, e essa escolha está expressa na figura do arcano 6, os Enamorados. Através do nosso livre-arbítrio, modificamos nossa história. Ela não é fruto do destino só, ou até só da vontade de Deus. Também a construção da felicidade, de nossa vida amorosa, depende muito de nós. Quase sempre temos na vida mais de uma opção de caminhos, encruzilhadas mesmo. De nossas escolhas nascem nossas interpretações, nossas atitudes com o tempo, de nossas escolhas nascem outras escolhas.
Outro aspecto que o tarô revela em suas cartas. Deus é superior e pode mudar tudo a qualquer momento. Há mistério na vida e não temos controle muitas vezes das mudanças em nossas vidas, das perdas, das mortes, de significados até. Toda essa transcendência que existe em nossa realidade, e que podemos chamar de Deus ou Deusa, em qualquer concepção que tenhamos da divindade, está expressa nas cartas da Morte (arcano 13), da Torre (arcano 16), da Justiça (arcano 8).
Pelo retorno que tenho tido dos meus clientes e dos meus jogos também nesses 29 anos de prática, acho que algumas cartas falam de tempo no tarô. São elas: O Julgamento (arcano 20), A Estrela (arcano 17) e A Força (arcano 11), que falam de situações que se resolvem e que vivemos num prazo de dois anos.
No restante das cartas, ou a questão do tempo depende muito de nossa ação e atitude, ou nos transcende. São os vários aspectos do Tempo, suas várias faces.
Tempo, tempo, tempo
Ilustração de www.br.pinterest.com
Lembrei da música "Oração ao Tempo", do Caetano Veloso. Acho uma das suas músicas mais bonitas, para mim traz a complexidade da questão do tempo em nossas vidas.
 
Oração ao Tempo
Caetano Veloso
 
 
És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo, tempo, tempo, tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo, tempo, tempo, tempo
Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo, tempo, tempo, tempo
Entro num acordo contigo
Tempo, tempo, tempo, tempo
Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo, tempo, tempo, tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo, tempo, tempo, tempo
Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo, tempo, tempo, tempo
Ouve bem o que te digo
Tempo, tempo, tempo, tempo
Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo, tempo, tempo, tempo
Quando o tempo for propício
Tempo, tempo, tempo, tempo
 
De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo, tempo, tempo, tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo, tempo, tempo, tempo
O que usaremos pra isso
Fica guardado em sigilo
Tempo, tempo, tempo, tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo, tempo, tempo, tempo
E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo, tempo, tempo, tempo
Não serei nem terás sido
Tempo, tempo, tempo, tempo
Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo, tempo, tempo, tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo, tempo, tempo, tempo
Portanto, peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo, tempo, tempo, tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo, tempo, tempo, tempo.
 
Denise Fernandes Marsiglia - taróloga e astróloga.
Psicóloga com especialização em psicossomática.
www.mitosesimbolosassessoria.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 22/12/2016
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil