Home page

23 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Uma reflexão sobre o Naipe de Espadas: Instinto
Ivan Mir
 
Na nossa Escola, a Antiga Escola do Tarô, explanamos que os Naipes dos Arcanos Menores: Ouros, Copas, Espadas e Bastões estão ligados aos quatro elementos: terra, água, ar e fogo (originados do primeiro elemento: o éter), aos quatro temperamentos: fleumático, melancólico, colérico, sanguíneo, às quatro naturezas, ou seja, características da matéria: seco (terra), úmido (água), frio (ar), quente (radiante).
As de Espadas no Della Rocca
Ás de Espadas
Dellarocca Tarocchi ou
Ancient Tarot (1810)
 
No que tange ao Naipe de Espadas, percebemos uma ligação com o nível instintivo, observando o objeto em questão: Espada é um instrumento, uma arma, dura, fria, usada pelo guerreiro para atacar ou defender-se de algum perigo que venha contra si, jamais desembainhada sem algum propósito, está ligada à preservação da vida, à sobrevivência no plano material. É o instinto básico que qualquer ser humano traz consigo. O desejo de lutar pela vida.
Para discorrermos sobre a ligação Naipe de Espadas – Instinto, podemos trazer à tona o que a Tradição Oriental, principalmente a Tradição Dravidiana Matriarcal Tântrica, nos diz sobre a mente. O plano instintivo é bem diferente do plano mental.
Segundo o conceito oriental: a mente é uma função que assimila o que vem do exterior e envia imediatamente os dados, as informações para outras instâncias. É como se a mente fosse a UCLA, a Unidade de Controle Lógica e Aritmética do computador e a Consciência, a placa-mãe.
A mente é o PABX, o pombo-correio que tem de ser rápida para transmitir as mensagens de maneira eficaz. Mas, ela sozinha não possui valor algum, precisa estar ligada a uma intricada rede. Essa rede, na mesma tradição, é apresentada como composta de nove corpos, desde os mais sutis até o mais denso: o Espírito, o Corpo Akáshico, o Corpo Causal, o Corpo Psíquico, o Corpo Mental, o Corpo Astral, Corpo Energético, o Corpo Vital e o Corpo Físico.
É possível correlacionar os Arcanos Maiores com todos os Corpos Sutis, mas no caso dos Arcanos Menores  essa ligação fica restrita ao esquema abaixo:
Naipes OUROS COPAS ESPADAS BASTÕES
Significados Caráter Emoção Instinto Inteligência
Corpos Corpo Causal Corpo Astral Corpo Vital Corpo Psíquico
Temperamentos Fleumático Melancólico Colérico Sanguíneo
Natureza Seco Úmido Frio Quente
Estados Sólido Líquido Gasoso Radiante
Assim, não se vê o corpo mental apresentado no naipe de bastões, nem ligada à inteligência, pois quem pensa é a Consciência, não a mente. Entretanto, corpo ou a instância mental é um dos mais importantes, é ele que vai fazer a ligação das várias instâncias, para que a comunicação seja plena de percepção. Mas, ele faz parte de um todo, não age isoladamente, funciona como instrumento de comunicação, de ligação, de intermediação, de ponte entre os outros corpos sutis. Isolado, não tem sentido algum de ele existir.  A mente age com o ego, é condicionada a fazer tal tarefa, não tem iniciativa, nem criatividade.
Essa composição é que dá forma a tudo o que existe na matéria. Por isso, dizemos que os Arcanos Menores é que dão sustentação no plano físico aos Arcanos Maiores; sem eles, o Tarot, ou seja, O Caminho do Louco seria insustentável, impossível de ser realizado!
Para elucidar a ligação do Naipe de Espadas ao instinto, podemos observar, por exemplo, o nascimento de uma criança: quando ocorre o primeiro hausto de vida, a primeira inalação, a reação é o choro, pois este é o indicador de que ela está respirando: o ar entra pelas narinas, passa pelas fossas nasais, pela laringe, passando pela traquéia, pelos pulmões até a chegada à região ventral, localização do Manipura Chakra, setor ligado ao instinto. Isso se torna visivelmente claro também quando imaginamos certa situação: um motorista, numa autoestrada, em velocidade avançada, virando o volante do carro para entrar em uma curva e tem de fazer uma manobra radical, pois percebe que em sua direção vem um caminhão. A parte do corpo humano que diz que há algum perigo iminente não é a mente, mas o instinto: é o frio na barriga pelo susto, causado pela surpresa ao encontrar um obstáculo que poderia destruir sua vida em segundos!  Um
 
Chakra Manipura
Manipura Chakra
Fonte: www.artflakes.com
alarme que tem de agir rapidamente em situações adversas. A mente nunca daria conta disso!
No Oriente, diz-se sobre os Vrittis que são oscilações mentais e continuamente nos afetam, mas eles são movidos pelos desejos, pelos instintos. Oscilações em nível instintivo provocam oscilações em nível físico, emocional, mental, em nível do temperamento, nossas necessidades primárias obstruem a mente, gerando essas perturbações. Algumas escolas colocam o Naipe de Espadas ligado à mente. Na nossa perspectiva, são os instintos que, ao serem acionados, provocam perturbações na mente e não o contrário. Eles cumprem a sua função primeva: a sobrevivência. O elemento ar está ligado a esse Naipe, demonstrando, no caso do temperamento colérico, uma certa volubilidade, inconstância, preocupação; toma atitudes rápidas, que se dependesse da mente, estaria arriscando sua própria vida.  Talvez, a dificuldade de aceitação dessa associação, seja a dificuldade que o ser humano tem de encarar os próprios instintos, visualizando-os somente como uma instância ruim, negativa. Eles cumprem a sua função, tem a sua importância e, sem eles, não teríamos uma permanência longa nesse plano físico.
Contato com o autor:
Ivan Mir atende pessoalmente em Belo Horizonte.
Contato: preskau@yahoo.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores

Edição: ckr – junho.13
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil