Home page

15 de dezembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


Tarots, Baralhos, Sibilas e Oráculos - Diferenças Estruturais
Cláudia Ferrari
Tudo é energia. Inclusive a matéria possui sua vibração energética: as pessoas, os animais, as pedras, os objetos, os mares, os rios... Enfim, tudo neste planeta Terra vibra. E toda vibração está associada a um tipo de energia.
Do mesmo modo, os sentimentos e as situações da vida também vibram e também estão associados às energias. Mas como representar essas energias de modo palpável? Como representá-las visualmente para que as pessoas possam entendê-las e trabalha-las? Ainda que as pessoas saibam o que é sentir amor, raiva, saudade; ainda que compreendam o que é uma situação de mudança, uma situação estagnada, uma perda ou um ganho; ainda que exista uma convergência humana na compreensão lógica do que se tratam sentimentos e situações, na hora que vários sentimentos e várias situações começam a conversar, as pessoas podem se sentir confusas e perder a linha do raciocínio e consequentemente do entendimento. Dizem que o que os olhos não vêem o coração não sente. E só aquilo que é compreendido é que pode ser sentido profundamente. Mas se os sentimentos e as situações são energias não palpáveis, como elas poderiam ser representadas para que todas as pessoas pudessem compreendê-las? Aqui entram os nossos oráculos.
Sibilas
Sibilas e Oráculos
Tecnicamente um oráculo é todo instrumento usado no mundo material para representar energias e sentimentos tanto para o entendimento e crescimento pessoal quanto para o lado divinatório. Aqui cabem até as vísceras de animais que foram usadas nas artes divinatórias num tempo remoto da Antiguidade. Hoje em dia isso pode parecer bastante absurdo mas existe um porque para isto. Se usarmos um dito popular da língua inglesa "trust your guts" quer dizer "confie em seus instintos" onde guts está associado ao instinto e ao pé da letra poder ser traduzido como intestino. O frio na barriga diante de uma situação de perigo é o intestino e a intuição nos avisando e nos dando uma antecipação do futuro imediato. Além disso o intestino do ponto de vista da Geometria Sagrada representa o ciclo da lua onde o cólon ascendente é a lua crescente, o cólon transversal é a lua cheia e o cólon descendente é a lua minguante e isto confere ao intestino uma energia cíclica. Assim como a vida.
Então dentro da denominação oráculo cabem todas as formas divinatórias. Desde o tarot e as diversas cartas de baralho existentes até os búzios, runas, bolas de cristal, geomancia, astrologia, I-Ching entre outras e até as tripas dos animais. Aqui cabe tudo.
Para outras referências sobre a Geometria Sagrada, veja aqui mesmo no Clube do Tarô meu ensaio Impressões sobre o tarot, a cabala e a vida.
O Tarot
O tarot é um jogo de baralho que difere do jogo de baralho comum por ser bastante específico e possuir 22 cartas a mais denomindas Arcanos Maiores além das 56 cartas do baralho comum e que são denominadas na nomenclatura do tarot como Arcanos Menores e que representam os 4 elementos: Paus: Fogo, Copas: Água, Ouros: Terra e Espadas: Ar.
A princípio as cartas dos Arcanos Menores não eram ilustradas como o Antigo Tarot de Marselha, o Visconti Sforza e outros medievais (com exceção do Sola Busca que já era ilustrado). Porém, em 1909, Pamela Colman Smith em parceria com Arthur Edward Waite criam um tarot no qual os Arcanos Menores são ilustrados (do Tarot Sola Busca Pamela tirou idéias para algumas cartas de seu tarot). Nascia então o Rider Waite Smith Tarot. Anos depois em 1944, Frieda Harris e Aleister Crowley publicam o Tarot de Thoth também ilustrando os Arcanos Menores e ainda acrescentando elementos astrológicos e cabalisticos.
Apartir de então o jogo que foi recriado infinitamente por artistas da atualidade em modelos temáticos, mitológicos, religiosos, com mais associações astrológicas, rúnicas entre outros. Porém todos os jogos criados que levam o nome Tarot seguem o molde estrutural dos 22 Arcanos Maiores e dos 56 Arcanos Menores.
Os arcanos menores do Tarot de Marselha
Arcanos Menores do tradicional Tarot de Marselha
O Tarot de Etteilla e o Tarot Sola Busca apresentam os Arcanos Maiores de maneira bastante diferenciada. No Etteilla temos nos Arcanos Maiores cartas como "Plantas e Pássaros", "Força Maior", "Luz" e "Caos. Enquanto isso o Sola Busca usa os Arcanos Maiores para representar heróis romanos da Antiguidade como: "Venturio", "Tulio", "Panfilio", "Nabucodonosor" entre outros. Como já foi dito anteriormente as cartas são usadas para representar energias. No caso do Sola Busca pode-se usar o símbolo das energias tradicionais dos Arcanos Maiores guiando-se pelo número das cartas ou interpretá-las à luz do feito de seus personagens. Por exemplo, a carta de "Alexandre Magno" pode significar para o consulente uma imensa conquista. Ou a carta de "Olympia" mãe de Alexandre Magno significar uma grande criação, ou uma criação que prejudicará terceiros dependendo das outras cartas, há milhões de possibilidades interpretativas. (Mas para esta linha de interpretação há que se ter um básico conhecimento da história romana.)
Arcanos maiores do Tarot Visconti Sforza
Arcanos Maiores do tradicional Tarot Visconti Sforza
O Tarot de Mantegna que foi criado na Itália por volta de 1460, é um jogo bastante específico que apesar de levar o nome Tarot, não segue os moldes de 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Este tarot possui apenas 48 cartas que estão dividias em cinco grupos: Condições Humanas, Apolo e as Musas, Artes e Ciências, Princípios e Virtudes, Planetas e Esferas Celestiais. Obviamente para ler um tarot tendo como elementos virtudes cardinais e teológicas, condições humanas, musas e princípios há que se ter um conhecimento pessoal mais aprofundado destes temas para que se possam ser feitas associações energéticas atualizadas que se encaixem na vida do consulente. É um tarot que funciona muito bem para uma leitura mais filosófica da vida mas não para questões do dia-a-dia.
O Minchiate Tarot, também criado na Itália na Idade Média, é outro que apresenta uma estrutura diferenciada. Possui 97 cartas e inclui em seus Arcanos Maiores as Virtudes, os 12 signos Astrológicos e os 4 elementos. As outras cartas seguem o modelo tradicional. O Minchiate é um tarot que permite uma leitura para o dia-a-dia com os mesmos toques filosóficos que nos dá oTarot de Mantegna.
O Tarot Egípicio Kier
Este tarot é um dos vários modelos de Tarot Egípcio lançados no mercado. Foi lançado na Argentina pela Editora Kier, daí o seu nome. Ficou muito famoso por ter uma configuração também diferenciada dos demais tarots além de possuir cada carta dividida em três níveis o que dá a este baralho uma infinidade de interpretações.
Padrão das cartas no Tarot Egipcio Kier
Os três planos das cartas do Tarot Egípcio Kier
A fama do baralho foi intensificada pelo dantesco e minucioso estudo feito por J. Iglesias Janeiro no livro La Cabala de Prediccion. Veja no Clube do Tarô a Galeria das Cartas: www.clubedotaro.com.br/site/galerias/Kier_maiores.asp; e a síntese do significado de cada carta: www.clubedotaro.com.br/site/m31_0Kier.asp. O original completo em castelhano está disponível em PDF pela internet: www.dominicci.net/La_Cabala_de_Prediccion.pdf
Este baralho além das cartas diferentes, possui suas configurações também astrológias bastante diferenciadas dos demais. Não basta saber ler um tarot tradicional para ler o Tarot Egípcio de Kier. Este baralho requer um estudo bastante específico que serve somente para ele.
Lenormand e Kipper
Dois oráculos irmãos. O Lenormand conhecido no Brasil como Baralho Cigano e muitas vezes confundido com o Tarot, nasceu na França e foi batizado em homenagem a Marie-Anne Lenormand (a famosa sibilla de Paris que atendia a imperatriz Josephine e previu a queda de Napoleão). Históricamente não é comprovado que Mlle Lenormand usava o baralho cigano para atender seus clientes, há vertentes históricas que acreditam que ela trabalhava com o Petit Etteilla. Mas de qualquer maneira existe uma áura mágica e mítica criada pelas pessoas que ligam o baralho Lenormand à Mlle Lenormand o que dá a ele uma grande fama mundial. No livro The Whites and The Blues Alexandre Dumas dedica um capítulo inteiro para descrever em detalhes como foi que a sibilla de Paris, Mlle Lenormand, previu que Josephine se tornaria imperatriz da França.
Lenormand e o Grand Tableau
Mlle Lenormand e um exemplo da jogada 'Grand Tableau', na qual a leitura é
direcionada a partir da posição em que o consulente (a Dama ou o Cavalheiro) sai no jogo.
Quem quiser ler capítulo em inglês do texto de Alexandre Dumas, poderá acessar minhas notas do Facebook em modo público: www.facebook.com/notes/claudia-ferrari/the-whites-and-the-blues-by-alexandre-dumas/10153204385532807
Baralho de Kipper
Cartas do Baralho Kipper
O não tão famoso mas extremamente preciso, o Baralho Kipper foi criado na Alemanha e é considerado irmão do Lenormand por também possuir 36 cartas de fácil associação. Apesar das imagens do Lenormand e do Kipper serem totalmente diferentes ambos podem ser jogados da mesma maneria usando o método Grand Tableu que é extremamente eficaz para visualizar o momento geral do consulente e apartir dai desenvolver as questões específicas.
Oráculo de Bellini
Este oráculo foi criado pelo Bruxo Edmond sobre o qual não existem muitas referências a respeito. Sabe-se que ele previu o exílio de Victor Hugo com este oráculo. Tempos depois o clarividente Belline encontrou este oráculo que estava perdido e percebendo sua precisão de detalhes e sua importância para o mundo místico, resolveu publicá-lo com o seu nome.
Cartas do Oráculo de Belline
Oráculo de Belline
Atualmente não existem muitas versões publicadas deste oráculo e ele também é pouco conhecido no Brasil. O Oráculo de Belline também apresenta referências astrológicas e requer bem mais estudo para ser usado do que o Lenormand e o Kipper que são de bem mais fácil associações. É um oráculo extremanente preciso e de grande valia para a cartomancia.
Petit Etteilla
Este é o oráculo que Mlle Lenormand pode ter usado. O jogo consiste num baralho comum porém as cartas usadas são só as do 7 ao Às. Possui poucas referências astrológias mas é muito bom para descrever pessoas e dar um panorama preciso para questões imediatas.
Baralho de Etteilla
Cartas do baralho Petit Etteilla
Gráfico Petit Etteilla
Gráfico para quem quiser criar seu próprio oráculo Petit Etteilla
desenhando nas cartas, usando um jogo de baralho comum.
Symbolon
O Symbolon, pouco conhecido no Brasil e muito confundido com o Tarot por também possuir 78 cartas, é tecnicamente um oráculo. Suas imagens são totalmente únicas e este jogo possui associações astrológicas que também são feitas de maneira única. As cartas possuem duas ou quatro associações astrológicas cada uma que podem ser interpretadas também em termos astrológicos e formar por exemplo uma quadratura ou uma oposição entre duas cartas.
Oráculo Symbilon
Oráculo Symbolon
O uso do symbolon em sua parte astrológica requer muito estudo e dedicação, porém o trabalho feito apenas com as imagens completam de maneira muito precisa a leitura do tarot. Enquanto o tarot está mostrando um ponto de vista de uma situação, o symbolon pode mostrar outro e as duas informações se completarem. Para quem trabalha com oráculos este é indispensável na minha opinião.
Sibilas italianas
Sibila é o nome dado às videntes em geral. Sibila é também a Antiga Pitonisa do Oráculo de Apolo em Delfos na Grécia Antiga. Há referência histórica a várias sibillas porém a mais famosa, que foi pintada por Michelangelo, citada por Olvídio em Metamorfosis e citada por Virgílio na Eneida é a Sibilla de Cumaean. Na Eneida, ela desce aos infernos junto com Eneas mostrando-lhe o caminho e ajudando-o a reencontrar seu pai.
Pintura de Michelangelo no teto da Capela Sistina
Sibila Délfica e Sibila de Cumas pintadas por Michelangelo no teto da Capela Sistina.
Devido à fama das sibillas, alguns oráculos não somente italianos ganharam seu nome. As sibillas tem um padrão de cor, em geral: branca, azul, vermelha e possuem a carta do cupido como padrão. O número de cartas varia de uma para outra embora grande parte delas possua 52 cartas.
Sibillas semelhantes:
Vera Sibilla Italiana - original. 52 cartas;
Sibilla della Zingara - recriação da Vera Sibilla, 52 cartas.
Outras Sibilas:
Sibilla Indovina - cópia italiana da antiga sibila dos salões franceses. Totalmente diferente da Vera e da Zingara. 52 cartas.
Sibilla del Cuore - Oráculo renascentista recriado e publicado recentemente por Giordano Berti. Aconselhavel para temas do coração. 40 cartas.
Antica Sibilla - Um oráculo mais negativo, as cartas são mais pesadas e este oráculo é indicado para ver problemas. É mais limitada que as outras porque só possui 32 cartas.
Sibilla Hungara - Similar ao baralho Lenormand. 36 cartas.
Sibilla Russa - Diferente de todas as outras sibillas. 72 cartas.
Existe no mercado uma enorme variação de sibillas. Trabalhar com todos estes oráculos é impossível. Para quem gosta de sibillas é interesante escolher umas duas ou três para aprofundar os estudos e apenas saber da existência das outras.
Russian Gypsy Fortune Telling Cards
De Svetlana Alexandrovna Touchkoff, este é um oráculo interessantíssimo e diferente de tudo que existe no mercado. As figuras são baseadas em temas do folclore russo. Possui apenas 25 cartas mas cada carta é formada por 4 pedacinhos de uma figura. À medida que se vai deitando as cartas e as cartas acima, à esquerda, à direita ou abaixo podem formar uma figura, há que se girar a carta. Formando a figura, esta será a carta da leitura.
Russian Gypsy Fortune Telling Cards
Russian Gypsy Fortune Telling Cards - um oráculo pra quem gosta de
temas russos e de coisas diferentes. Como eu que amo os temas russos
e os baralhos diferentes, simplesmente amo este oráculo!
Deste modo as 25 cartas do jogo formam ao todo 50 figuras. Cada uma destas figuras podem ser formadas em 4 posições uma vez que girando as cartas pra formar a figura elas podem aparecer de pé, caídas para a direita, para a esquerda ou invertidas. E cada uma destas 4 possibilidades tem um significado gerando oráculo com um total de 200 significados. Na figura abaixo vemos o exemplo: A carta 1 e 2 deitadas para a direita, a carta 3 invertida e a carta 4 deitada para a esquerda.
Oráculos Da Modernidade
Oráculos modernos são criados todos os dias. Aqui não existem regras. Alguns deles seguem os moldes das sibillas italianas quanto ao número de cartas tudo vai muito ao gosto de quem está criando. Destes, gosto muito do trabalho da Colette Baron Reid que criou vários oráculos modernos. Dou enfase à precisão do The Map e do Wisdom of the Oracle que são meus preferidos e ultra eficazes. Vão direto nas questões que pensamos e parecem estar lendo nossos pensamentos. Também merecem referência os oráculos da Doreen Virtue por serem super otimistas e muito eficazes para mentalizações e meditações. Estes não servem para direcionamento porque de tão otimistas que são acaba faltando informações no conjunto - mesmo porque a vida de ninguém é apenas um mar de rosas.
Talisman e Hilarion
A carta Talismã do Oráculo 'The Map' de Colette Baron Reid
e a carta Hilarion do Oráculo 'Ascended Masters' de Doreen Virtue.
Encerro com dois axiomas famosos.
Da Grécia Antiga:
 
Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o Universo e os Deuses.
 
Dos alquimistas:
 
Viaja ao centro da Terra, retificando-te, encontrarás a pedra filosofal.
Nos conhecermos é a razão dos oráculos.
Entender é necessário para amar.
E o amor rege todas as energias que pairam no Universo.
O caminho do oráculo é um caminho do auto conhecimento em primeiro lugar.
E este caminho não tem limites e pode levar às estrelas.
 
Cláudia Ferrari, licenciada em Língua e Literatura Portuguesa e Brasileira - USP,
é autora do romance American Bar publicado pela Ed. América Literária, em 2006,
e da peça Take Me With You, escrita em parceria com o dramaturgo italiano
Mario Fratti, publicada nos EUA pela S.S.Literary Agency em 2011.
www.clauferrari2003.wix.com/clauferrari#!gallery
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 3/05/2016
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil