Home page

15 de junho de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


As Testemunhas no Petit Lenormand:
um estudo das cartas 28 e 29
Emanuel J Santos
O que são as Cartas Testemunhas? No baralho conhecido como Petit Lenormand, duas de suas trinta e seis cartas representam única e exclusivamente pessoas – as cartas 28 (o homem) e 29 (a mulher). Não se depreende dessas duas cartas nenhum conselho, senão por alegoria; são cartas neutras e completamente influenciáveis por quaisquer das 34 cartas restantes – são elas que adjetivarão a presença dessas duas cartas no jogo.
Cartas 28 e 29 do Petit Lenormand
Cartas 28 e 29 do Petit Lenormand
Ilustrações do French Cartomancy
Essa não é uma característica exclusiva do Petit Lenormand; pelo contrário, encontramos em diversos outros baralhos a Carta Testemunha, direta ou indiretamente relacionada, como no caso do Grand Jeu Lenormand, que possui duas cartas extras ao conjunto de 52 cartas do baralho comum ao qual é relacionado; Kipper Karten, cujas cartas 01 e 02 são o Consultante e a Consultante; Sibilla, que possui o Amado e a Amada; entre outros.
Na cartomancia com as cartas comuns de jogar, as Cartas Testemunhas tanto podem ser fixas – normalmente, em Copas – como dinâmicas (escolhidas pela etnia ou características psicológicas).
No Tarô, existem várias possibilidades. O método de Etteilla propõe o Mago como o consulente e a Sacerdotisa como a consulente; entretanto, particularmente acho que tirar dois Arcanos Maiores com todo o seu escopo interpretativo da leitura é uma grande perda simbólica. A Golden Dawn e seus seguidores propuseram encontrar a Carta Testemunha entre os dezesseis membros da Corte, também por meio ou da etnia ou permutações astrológicas (o naipe corresponderia ao primeiro elemento forte do mapa, e a hierarquia ao segundo). Ainda há quem referencie o cliente pela casa na qual a carta cai, como adjetivo à sua natureza e comportamento no momento do jogo.
Cartas Testemunhas na Mesa Real
As cartas testemunhas absorvem todos os significados das cartas com as quais fazem aspecto. Os adjetivos que permitem entender a qualidade e os prognósticos partem das Cartas Testemunhas, da distância entre as cartas significadoras e elas e entre elas mesmas. A esse método dá-se o nome de método da distância, considerado o mais tradicional em uso.
Além disso, não importa a ordem em que sai o par da Carta Testemunha; a carta que a acompanhar será, na maioria dos casos, adjetivadora, ou seja, dará o tom e as características, qualidades, defeitos e expectativas da Testemunha que acompanha.
Atendendo clientes “não-cis”
A Cartomancia está tradicionalmente ligada aos padrões “cis” de comportamento, ou seja, homens e mulheres que correspondem tanto biologicamente quanto psíquica e afetivamente ao seu próprio gênero. Atender os demais padrões (transexual, por exemplo) pede ao Cartomante um cuidado extremo e uma delicadeza ímpar em adaptar o baralho ao cliente sem perder seu aparato simbólico.
Nesse sentido, particularmente não concordo com o uso de dois homens ou duas mulheres no baralho, quando o cliente se assume homossexual. Não existem dois ases de copas, nem dois ases de espadas; trocar uma carta por outra de valor diferenciado, no meu ver, torna o oráculo diferente da sua proposta original.
Nesse sentido, eu resolvo a questão da seguinte forma: o consulente é identificado pela carta mais próxima à sua identidade de gênero; o par de um homem homossexual é representado pela a carta 04 (Casa, Rei de Copas) e o par de uma mulher homossexual é representado pela carta 09 (Ramalhete, Rainha de Espadas). Dessa forma, não interfiro na estrutura original, e mantenho a possibilidade de interpretação intocada.
Espero que com esse artigo você possa refletir sobre o uso das cartas 28 e 29 e, assim, utilizá-las com maior propriedade em suas leituras. O entendimento dos meandros e a reflexão sobre o potencial contemporâneo de leitura é que permitem que o oráculo permaneça ativo e eficaz em suas mãos.
*    *    *
Este texto foi desenvolvido para a entrevista concedida pelo autor ao Canal Sorte Lenormand, do YouTube.
*    *    *
EMANUEL J SANTOS - Mestrando em Letras (UNINCOR), Licenciado e Bacharel em
História (UFOP), Técnico em Conservação e Restauro de Bens Culturais (FAOP), cartomante
e escritor de Cartomancia. Autor dos livros Conversas Cartomânticas, Baralho Cigano: as
cartas de Madame Lenormand
(co-autoria de Laura Tuan) e Sibilla Della Zingara (AGBook).
Autor dos livretos que acompanham o Baralho para Ver a Sorte (Copag);
Petit Lenormand (Alfabeto); Esmeralda Lenormand (Karla Souza).
Responsável pelo blog www.conversascartomanticas.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 28/09/2016
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil