Home page

23 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Amor! Eis a questão...
Mara Rúbia Ribeiro
 
Muitos dos nossos consulentes nos procuram em busca de orientações relacionadas às questões do coração.
“Amor”, “alma gêmea”, “príncipe encantado” ou qualquer outro nome dado, eis a busca constante e as vezes inconsciente do ser que visa uma forma de encontrar-se ou completar-se.
Estar sem amor é como faltar um pedaço de si. O amor para muitos é como um calmante que traz à vida de quem a vive no momento, alegria, prazer e vida.
Nove de Copas no Tarô Mitológico
É aqui que o bicho pega...
a confusão é geral
O Nove de Copas no Tarô Mitológico
 
“Caso do acaso
Bem marcado em cartas de tarot
Meu amor, esse amor
De cartas claras sobre a mesa
É assim
Signo do destino
Que surpresa ele nos preparou
Meu amor, nosso amor
Estava escrito nas estrelas
Tava, sim”
Canta Tete Espindola, composição de
Carlos Rennó e Arnaldo Block.
Várias vezes ao abrir as cartas sobre a mesa via que as pessoas se sentem sós apesar de estarem com alguém. E muitas vezes elas mesmas têm as respostas, mas no fundo querem e precisam de alguém que confirme o que já sabem: o não saber lidar com a solidão.
Também há as que realmente estão sozinhas física e emocionalmente. Para estas parecem-lhes faltar o brilho do sol, o cantar dos pássaros, neste sentido a busca para preencher este vazio se torna incessante.
Já em outros casos ao deitar as cartas sobre a mesa, enxergamos nitidamente o amor vivido em sua plenitude. Cartas como o Arcano Sol, Arcano Temperança e Arcano Enamorados bem posicionadas na casa 5 em um jogo de Mandala, mostra-nos momentos positivos relacionados as questões amorosas. Mas deve-se ter o cuidado de observar outras casas que fazem com esta casa uma correlação para certificar se tudo esta realmente bem.
Mas importa salientar que, estamos em constante rotatividade. Mesmo sem que percebamos, a roda da vida esta a girar. Algumas mais lentamente e outras mais rapidamente. O amor é um dos compartimentos que fazem parte desta roda, que também gira em uma engrenagem interligada.
No amor e “nas coisas do coração” também os acontecimentos, escolhas e atitudes vão surgindo, isto significa que, nada estará estagnado por muito tempo. Por isso dentro do Taro usamos constantemente o verbo “Estar” e não o “Ser”.
É também e não somente por isso, que as pessoas buscam a nós tarólogos, para podermos aconselhá-los nos vários momentos de sua vida. Alguns nos buscam, para que possamos ajudar a entender o momento ao qual estão passando. Assim tentarão fazer das situações uma aprendizagem buscando entender o sofrimento como algo que é passageiro. E assim segue a vida...
junho.10
Contato com o autora:
Mara Rúbia Ribeiro - www.tarotespiritualidade.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
APLICAÇÕES / Leituras & Previsões / Exemplos de Leituras < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil