Home page

20 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


As cinzas do Carnaval e os 40 dias de Jesus nos deserto.
Karahayara
(Gilberto Aureliano da Silva)
 
 
"Naqueles dias Jesus veio de Nazaré da Galiléia,
e por João foi batizado no Jordão:
Logo ao sair da água, viu os céus abrirem-se 
e o Espírito como pomba descer sobre ele;
e ouviu-se uma voz dos céus:
Tu és o meu Filho dileto, em ti me agrado.
Imediatamente o Espírito o impeliu para o deserto.
Ali ficou quarenta dias..."
Evangelho segundo Marcos
 
Terminado o Carnaval nos despimos de todas as "fantasias" e retornamos a realidade, acabaram-se os dias de folia e o reinado de "Momo", cabendo a cada um de nós encararmos nossas vidas com seus prós e contras. A quarta-feira de cinzas desempenha este papel de "ressaca" e os católicos a tomam por base para iniciar a quaresma, periodo de 40 dias que antecede a páscoa, onde se comemora a ressurreição de Jesus.
Simbolicamente a quaresma relembra o periodo após o batismo de Jesus por João Batista, seu retiro no deserto por 40 dias e seu retorno para cumprir a grande missão que o aguardava.
A Ascensão de Cristo
Ascensão de Cristo
Pintura de Danny Hahlbohm
 
Os Evangelhos relatam as tentações que nosso grande mestre precisou vencer nesta etapa de sua vida terrena, o seu retorno mostrou sua vitória sobre seu lado "matéria" e sua entrega a sua "essência espiritual", uma grande lição que nos deixou é que o caminho para encontrarmos nossa essência superior passa por enfrentar e superar nossos limites.
Jesus e o deserto
"Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palava saída de Deus."
Jesus sabedor de todo o poder que detinha ve diante de si a possibilidade de transformar pedra em pão, podendo alimentar todo o povo da Judéia se transformando num lider querido e adorado por todos.
Se eliminasse a pobreza, a miséria e a fome e todos levariam uma vida farta, sem sofrer qualquer tipo de necessidade. Sem duvida o mundo dos sonhos de qualquer lider.
Mas será esse o uso que deveria dar a todos os "talentos" que recebeu para cumprir sua missão?
Não tentarás o Senhor teu Deus
Atirar-se do alto do templo e tocar o solo sem nada sofrer.
Jesus sabia que a ele era possivel fazer este ato e com certeza diante de um povo supersticioso e sedento de sinais, iria aclama-lo como novo Messias.
Seria aclamado pelas multidões e tratado como um Rei.
Teria diante de si um poder sem igual, todos se curvariam diante dele e cumpririam suas ordens à risca.
Mas é este o uso que deveria dar a dons tão preciosos, seria está a melhor forma de ser visto por todos?
Somente Deus deve ser adorado
Tornar-se um grande lider político, utilizar todos seus recursos de oratória e convencimento trazendo assim todos para seu lado.
Começando pela Judéia, mostraria aos judeus que eles seriam os donos do mundo. Empolgados e dispostos a tudo pelo seu lider, nada deteria este povo que dominaria o planeta e colocaria Jesus como seu governante máximo, um verdadeiro Deus, venerado por todos.
Mas, seria este o uso que deveria dar a sua autoridade, sua liderança?
Diante de tantos questionamentos Jesus se lembrou de toda sua preparação até aquele momento. Viu no céu as estrelas que lhe lembravam antigas lições que lhe foram passada por seus mestres.
Percebeu que só havia um caminho possivel que poderia ser seguido. Entregar-se a tarefa de mostrar a todos que só através do amor, da entrega absoluta e do serviço à Espiritualidade Superior é que poderíamos desencadear uma revolução interior,  um processo de mudança real que
 
Meu amado Filho
Meu amado Filho
Pintura de Danny Hahlbohm
levaria a todos terem contato com o que havia de mais belo dentro de seus corações.
Jesus, o Cristo, estava pronto para sair do deserto e cumprir sua missão na Terra. O Mestre enfim iria se revelar a todos.
Ás de Espadas
Ás de Espadas no Thoth Tarot
 
A Quaresma e o naipe de Espadas
No Tarô este maravilhoso momento de Jesus está eternizado no Naipe de Espadas. A Quaresma inaugura um período de profunda reflexão e preparação para a Páscoa, onde se comemora a ressurreição de Jesus.
É um momento de análise, uma oportunidade de entrega a espiritualidade. Sua relação com Espadas é total se levarmos em conta o propósito deste Naipe em transformar suas dez cartas em etapas por onde vamos abandonando velhos hábitos e nos entregando a Espiritualidade Superior, deixando de olhar a vida sobre o ponto de vista somente material.
A carta do Ás de Espadas nos lembra com sua espada ereta a grande vitória que aguarda aqueles que seguem esta jornada. Ao aproveitarmos este período da Quaresma com o coração aberto vamos nos dar a oportunidade de abrir portas em nossos corações e vislumbrarmos quem realmente somos, livres das pressões sociais e das imposições, vivendo a essência de Espadas e do Tarô que é conhecer a si mesmo e ser feliz, servindo de ponte para o amor em sua forma mais pura.
Este mesmo amor que Jesus sentiu em seu coração quando abraçou sua missão de Grande Mestre.
março.12
Contato com o autor:
Karahayara (Gilberto Aureliano da Silva)
utiliza o tarô como caminho para o auto-conhecimento.
Veja detalhes em: www.karahayaratarologo.weebly.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil