Home page

20 de outubro de 2021

Responsável: Constantino K. Riemma


2021: Ano 5, do caos à ordem
Lilia Palmeira
Mais uma vez chegamos ao meio de um epiciclo. O Ano Universal mostra o tema geral do ano que afeta a todos. E dentro do atual epiciclo de nove anos (2017-2025) que tem como diretiva o arithmo 9, chegamos ao ponto de virada ― o 5º Ano Universal.
O ano de 2021 representa o ponto de articulação. Com uma vibração altamente imprevisível e surpreendente, se existe uma palavra única que resuma um Ano 5, esta é mudança.
2021 – Ano 5: do Caos à Ordem
Regente do Ano Universal dentro do Grande Ciclo
Todas as imagens foram copiadas pela autora de bancos disponíveis na web
Felizmente ou infelizmente, este ano promete trazer essa realidade de volta para o primeiro plano de nossa consciência coletiva. Fato é que se em 2012 iniciamos um despertar espiritual mais profundo e abrangente, agora em 2021 veremos que não há mais como negar ou ignorar isso.
Essa vibração (5) terá um efeito sobre todos em algum nível e é possível perceber vidas a serem mudadas/alteradas em algum tipo de caminho até o final de 2021.
Quer as pessoas vejam isto ou não, o futuro nos reserva uma grande mudança de paradigmas. No entanto, antes que o mundo possa ver e reconhecer estas mudanças, temos que atravessar um cruzamento e é sobre isso que este epiciclo de nove anos tem a ver – e especialmente o ano de 2021.
O choque da covid-19 na economia/sociedade mundial tem sido não apenas mais rápido, mas também mais grave do que na crise global de 2008, porém será de duração mais curta se as pessoas e governos se conscientizarem das mudanças necessárias, que é preciso romper com padrões estabelecidos de economia, sociedade e crenças, para responder aos desafios trazidos pela pandemia do novo coronavírus.
Entendam. Não estou a dizer que o Sars-CoV-2, causador da atual pandemia de covid-19, vai desaparecer. A crise social e econômica pode ser debelada se, e o SE aqui é o mais importante, as pessoas tomarem consciência da necessidade de mudança.
"Uma grande mudança" é uma frase bem associada com o número cinco.
2021 será particularmente um ano em que toda a humanidade deveria abraçar e olhar de frente a mudança para a liberdade que deve unir a todos mais à frente. Mas com cuidado, pois o 5 traz consigo a tendência a dispersar energia em todas as direções.
Em 2021 deverá haver mudança, mudança e mais mudança, cobrindo tudo debaixo do sol: a economia, a política, o ambiental, o social, incluindo o alarmante aumento de problemas de saúde em todo o mundo e não só pelo novo coronavírus que já não será tão novo assim. Questões relacionadas com a alimentação, tanto literal quanto figurativamente se tornam mais visíveis, e qualquer outra coisa que você possa pensar.
Nada mais será como o esperado.
Após um ano árduo como 2020 foi para a maioria, devemos sentir que as energias começam a se expandir um pouco mais e nos levar para território desconhecido, onde até mesmo em um nível pessoal parece que há muitas mudanças e surpresas a esperar.
A inovação social reside na forma de como fazer o processo de transformação acontecer, evidentemente incluindo componentes novos.
Este é um momento de sentir-se solto e livre para se afastar de velhos hábitos de uma forma construtiva. Se você se atolou durante 2020, agora é a hora de procurar novos rumos. É um ano de entusiasmo, por isso a necessidade de disciplina é tão marcante.
A vibração de 2021 se manifestou lentamente desde setembro de 2020. É o que chamamos período semente ou de transição.
2020 foi um ano politicamente carregado. A vibração foi difícil de trabalhar. A maioria de nós pode ter sentido esta vibração pesada e o ano cinco traz uma grande esperança que as "dificuldades" do quatro sejam flexibilizadas e nos dê uma pausa!
 
2021 é um momento de separação e clareza cada vez maior — de quem realmente ganha e quem perde muito, quem cresce e quem é diminuído. Um pedaço considerável da população mundial vai ver esperança em todas essas mudanças, e com razão. Essas transformações são devidas, ou então elas não aconteceriam. É uma espécie de limpeza que suaviza a estrada à frente — a cura está dentro, por assim dizer.
Infelizmente, aqueles que preferem manter o rumo para a destruição se tornarão ainda mais teimosos e propensos a conflitos, pois a crescente polarização da humanidade que vemos não irá diminuir. Pelo contrário.
Cabo de Guerra
O mundo está em um "cabo de guerra" existencial:  ignorância X consciência, ganância X justiça, medo X fé, apatia X esperança, egoísmo X generosidade. Não é exagero, nem drama. Apenas o tempo em que vivemos, crítico em diversos aspectos.
Desastres naturais são comuns em anos assim; terremotos e inundações, incêndios e furacões são apenas a ponta do iceberg. O clima se torna mais bizarro, um tanto descontroladamente imprevisível.
Tomando por base eventos que ocorreram nos últimos anos 5 universais podemos 'esperar o inesperado' ser despejado em nós pela Mãe Natureza. Tornados e furacões são geralmente maiores, tempestades e inundações são mais intensas, terremotos e erupções vulcânicas são mais constantes, incêndios que, provavelmente, continuarão a ser de grandes proporções...
Há apenas uma preparação quanto ao que pode ser feito e nunca sabemos onde o próximo evento vai ocorrer, pois o número cinco pode ser uma energia muito imprevisível, instável e, especialmente parece mostrar-se sobre as coisas que não temos controle e até mesmo aquelas coisas que nós sentimos que temos controle, historicamente, muitas vezes resultando em desastres naturais devastadores.
Veículos
 
O ano 5 também influencia viagens, transportes e tudo o que está relacionado a esses assuntos incluindo autoestradas, metrôs, pontes, barcos, trens, aviões, etc... transportes coletivos de um modo geral, incluindo aeroportos, estações, depósitos, estacionamentos. Sem esquecer inovações, novas ideias, novas aberturas, novas estradas, novos caminhos.
O 2021 traz novidades importantes quando se trata de Poder – há um pouco de jogo de palavras aqui: figurativa e literalmente questões de poder são comuns. Incluindo grandes cortes de poder também de líderes políticos, especialmente renúncias e afastamentos. A arena política continua a ser sugada mais profundamente na areia movediça nos lugares que se negam a mudar. O sentido figurado é mais comum nas vibrações 4 e 5, e podemos ver nos jornais o que ocorreu em 2020.
O Poder Econômico desliza em um vai e vem sem definição onde os governantes e a sociedade se recusam a ter uma visão mais multidisciplinar do assunto.
Infelizmente, pelas projeções que se faz para a economia de 2021, a tendência é que a crise será muito severa e prolongada, diferente do que eu disse mais acima. Justamente porque as pessoas não absorveram completamente essa noção na macroeconomia. A microeconomia avançou um pouco mais. Juntou-se com a psicologia comportamental para explicar como pessoas fazem escolhas. A macroeconomia é outra história. De muitas formas, parou no tempo. As maiores economias do mundo são reféns de sua própria ganância. Será necessário pensar numa nova economia voltada para o bem-estar social de todos e não apenas para enriquecer uns poucos, como ocorre na atualidade.
Como já estão dizendo alguns líderes globais, o mundo deverá colocar no centro das atenções o mea-culpa pelos desacertos sociais ao longo dos anos, uma vez que, se não tivessem demasiadamente desprezado as questões sociais, as consequências da referida crise seriam menores. Por isso alguns dos governantes passaram a reconhecer que o maior valor global não é apenas a economia e que será preciso mesmo um novo olhar para o estado de bem-estar social, um Estado social como forma de organização política, econômica e sociocultural.
Além disso, há uma grande tendência de explosões neste tipo de ano universal e nem sempre são relacionadas apenas a questões políticas ou religiosas. Podem ocorrer um aumento de explosões propositais, mas também tendência a explosões relacionadas com avarias, acidentes ou atentados.
A vibrante, rebelde, e não convencional energia 5 invade e "explode" cada aspecto da vida de todos em 2021, e aqueles que têm dificuldade em aceitar a mudança terão de enfrentar um caminho mais difícil.
A crise da pandemia do novo coronavírus certamente deixará lições para todos os seres humanos que habitam o planeta terra. Depois dela o mundo não será mais o mesmo, espera-se que, passada essa grave crise, com muitas mortes, aumento do desemprego, da pobreza e de exclusões sociais, o mundo volte suas políticas mais para o ser humano e a natureza.
Não esquecendo que o epiciclo atual é um Ciclo Diretivo 9 que só terminará no final de 2025. A esse respeito, veja Epiciclo 2017-2025: O Revolver do Lodo
Os números de 2021
Muito semelhante aos indivíduos que recebem nomes abreviados ou apelidos, que também têm influência, ano será muitas vezes assinalado como 21. Quando calculamos 2 + 1 o resultado é a vibração 3 presente na parte positiva do gráfico.
Vinte e um
O três nos fala da expansão e da comunicação e os 9 anos do epiciclo se concentram em comunicação e informação que estão a iluminar as questões ao redor do mundo de maneiras positivas e negativas.
Em 2019 (ano 3 deste epiciclo) o arithmo 5 se manifestou no topo do gráfico, mostrando, já naquela ocasião, que não deveríamos subestimar as mudanças tão necessárias "para nos levar adiante e nos tornarmos o que aspiramos a ser".
Assim, para 2021, temos a maior influência do número cinco e isso faz com que o ano oficialmente um de cinco anos universal, mas também temos a influência de outros arithmos associados que oferecem uma imagem bem diferente dos anos 5 habituais.
Neste pequeno gráfico temos todas as influências mais visíveis:
Arithmos
Os números no triângulo superior refletem uma influência positiva, aqueles que favorecem o crescimento, enquanto aqueles que estão no triângulo inferior revelam os desafios.
O 9 no topo é a força motriz por detrás da dinâmica do 5 e podemos esperar a manifestação de seus atributos mais positivos a guiar a maioria em busca de ideais mais elevados, pois representa a consciência global.
 
O ano 5 também influencia viagens, transportes e tudo o que está relacionado a esses assuntos incluindo autoestradas, metrôs, pontes, barcos, trens, aviões, etc... transportes coletivos de um modo geral, incluindo aeroportos, estações, depósitos, estacionamentos. Sem esquecer inovações, novas ideias, novas aberturas, novas estradas, novos caminhos.
Como bem disse Decoz sobre isso: "O 9 tem empatia e compaixão pelas pessoas em geral, é altruísta e dedicado à melhoria de todos. Não é frequentemente encontrado no topo de uma pirâmide, mas quando o é, está cheio de promessas."
Esperemos que ele esteja certo. Eu sou um pouco mais cética e vejo a presença do 9 no topo como uma intensificação do expurgo. Como foi dito então:
 
"É como se multiplicássemos a energia 9 de 2016 por 10 anos. Isso significa que nos próximos nove anos a energia de limpeza continuará. O expurgo é uma das principais transformações trazidas pelo 9. Esta transformação afeta o bem-estar material, mental, emocional e, principalmente, espiritual da Humanidade."
Sim. Isso é positivo.
Os arithmos que dão suporte ao 9 manifestam, principalmente, seus atributos positivos. Sobre eles já foi falado o suficiente desde o ano passado.
O 1 do triângulo inferior recebe o apoio dos atributos negativos de seus pares, a saber, do 2, do 0 e do próprio 1.
Chama a atenção o fato de o arithmo 2 dar suporte tanto para o 9 no topo, quanto para o 1 no fundo, demonstrando como os atributos positivos e negativos podem ser expressos.
Os 2 positivos que apoiam os 9 proporcionam diplomacia, sensibilidade e apoio emocional, enquanto que os 2 negativos que apoiam o 1 são astuciosos, sorrateiros, insinceros, e prosperam com mentiras e desinformação. E lá vem mais Fake News.
Os vários arithmos 1 no triângulo inferior (negativo) é preocupante, pois tende a influenciar negativamente os indivíduos à medida que representa a agressividade, a dominação e o ego descontrolado.
Assim, podemos esperar uma luta entre o 1 e o 9 que poderá se refletir em confrontos violentos.
Mais uma vez devo citar H. Decoz:
 
"A realidade joga em diferentes níveis. Na superfície estão os acontecimentos e as circunstâncias em mudança que definem o lado visível e material do nosso mundo. Logo abaixo disso, obscurecidas pelas sombras do mundo material, estão as forças e correntes subterrâneas que o moldam – a evolução da consciência levada por ondas de realizações espirituais e um sentido de unicidade.
Haverá dias em que tudo o que podemos ver é o caos no mundo que nos rodeia. Outros, quando temos razões para ter esperança, com um claro sentido de que estamos a avançar na direção certa."
Por isso não custa lembrar os números que empurram as coisas para além e para fora.
O dois rege o milênio (2000 a 2999) trazendo a Estabilidade e a Mudança. Propício para se alcançar o equilíbrio tanto interno quanto externo.
O zero é a Corrente Energética do Século (2000 a 2099) que direciona o planeta para o DOIS inicial...
O um é o número da Ativação Criativa que anuncia o conflito virtual residente no exceder, o ir além.
 
"Assim, enquanto as óbvias forças políticas, militares e religiosas continuam a trazer conflito e separação, há realmente uma evolução subjacente ocorrendo em um nível mais profundo e mais humano, carregando-nos para uma existência mais harmoniosa, enquanto as alterações que jogam para fora na superfície parecem estar empurrando-nos para o nosso fim último".
Lília Palmeira,
trabalha com consultoria e aconselhamento a distância
www.khresterion93.wixsite.com/liliapalmeira
www.facebook.com/Khresterion
khresterion93@gmail.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR 22/01/2021
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil