Home page

21 de março de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Possível correspondência Tarô- Astrologia
Bete Torii
 
Numa recente viagem para o Interior em que eu não estava dirigindo e, portanto, podia olhar calmamente a paisagem e “viajar” em assuntos do Tarô que andavam me ocupando a cabeça, de repente fui esboçando a hipótese de que o conjunto dos Arcanos Maiores pode ser um retrato do mundo segundo a Astrologia:
12 cartas falam do mundo do homem encarnado: os 12 tipos humanos ou signos;
8 cartas (ou 7+1) falam do mundo supra-humano;
uma carta - a sem nome - separa esses dois mundos; e
uma carta - a sem número - os "costura"
Os arcanos maiores numa comparação com a Astrologia
As cartas 1 a 12 e os 12 signos do zodíaco
Se você conhece um pouco de Astrologia, contemple cada carta e veja as correspondências possíveis com o signo ou mesmo com a casa que corresponde ao signo. Às vezes a correspondência é bem óbvia; em outros casos, parece que há uma troca de posição com a carta vizinha ou a do pólo oposto.
    
 
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
 
  O Mago e seu paralelo com Áries   A Papisa e seu paralelo com Touro   A Imperatriz e seu paralelo com Gêmeos   O Imperador e seu paralelo com com Câncer   O Papa e seu paralelo com Leão   O Enamorado e seu paralelo com Virgem  
    
 
Peixes
Aquário
Capricórnio
Sagitário
Escorpião
Libra
 
  O Pendurado e seu paralelo com Peixes.   A Força e seu paralelo com Aquário   A Roda da Fortuna e seu paralelo com Capricórnio   O Eremita e seu paralelo com Sagitário   A Justiça e seu paralelo com Escorpião   O Carro e seu paralelo com Libra  
 
Vejamos os pares de cartas que correspondem aos eixos de oposições:
1º Eixo: signos cardinais de elementos masculinos (fogo e ar)
  O Mago e seu paralelo com Áries  
1. O Mago - Áries
Áries: impulso inicial, intuição, ação, o primeiro.
Eu como centro
da atenção
 
7. O Carro - Libra
Libra: tenta equilibrar dois
lados (os dois cavalos).
É o primeiro signo “do outro
lado”/ outro hemisfério
(o traço vermelho que
divide a carta no meio).
O outro é o foco de atenção
(o príncipe contempla mais
do que é contemplado)
  O Carro e seu paralelo com Libra  
Observar as outras semelhanças das duas cartas. Uma delas é que os pés da mesa do Mago parecem ter “subido” para formar o palanquim do Carro. E ambas são realmente cardinais e masculinas.
2º Eixo: signos fixos de elementos femininos (terra e água)
  A Papisa e seu paralelo com Touro  
2. A Papisa
Touro
Touro: assentamento,
fixidez, bens, conforto.
 
 
8. A Justiça
Escorpião
Escorpião: exame,
peso, implacabilidade.
 
  A Justiça e seu paralelo com Escorpião  
Observar como as cartas de certa maneira se parecem, e representam bem essas energias fixas e femininas.
 
3º Eixo: signos mutáveis de elementos masculinos: ar e fogo
  A Imperatriz e seu paralelo com Gêmeos  
3. A Imperatriz
Gêmeos
Gêmeos: comunicação,
leveza, habilidade
 
 
9. O Eremita
Sagitário
Sagitário: a busca da luz,
do transcendente.
O Mestre
 
  O Eremita e seu paralelo com Sagitário  
Essas duas cartas não se parecem muito, as figuras não são sequer do mesmo sexo... Mas ambos seguram na mão esquerda um símbolo masculino/fálico de sua posição (cetro, cajado), e na mão direita um símbolo do elemento do respectivo signo: na carta da Imperatriz, a águia fala do elemento ar; na carta do Eremita, a lanterna carrega o elemento fogo.
 
4º Eixo: signos cardinais de elementos femininos: água e terra
  O Imperador e seu paralelo com com Câncer  
4. O Imperador
Câncer
Câncer: provedor. Ou Capricórnio: pai, autoridade
 
 
10. Roda da Fortuna
Capricórnio
Capricórnio: Cronos, autoridade e senhor do tempo. Ou Câncer: mutável
 
  A Roda da Fortuna e seu paralelo com Capricórnio  
Essas cartas poderiam talvez estar em posição trocada.
 
5º Eixo: signos fixos de elementos masculinos: fogo e ar
  O Papa e seu paralelo com Leão  
5. O Papa
Leão
Leão: a figura central, primus inter pares
 
 
11. A Força
Aquário
Aquário: coloca o Leão no seu lugar
 
  A Força e seu paralelo com Aquário  
Mais um par entre um homem idoso e uma mulher jovem, estando um entronado e outro em pé (como o par Imperatriz-Eremita). Aqui também, um eixo possível de significado: o Papa-Leão faz uma ponte entre dois planos (o homem e Deus, o profano e o sagrado), enquanto a Força-Aquário faz uma integração interna (instinto e intelecto, ou animal e homem).
 
6º Eixo: signos mutáveis de elementos femininos: terra e água
  O Enamorado e seu paralelo com Virgem  
6. O Enamorado
Virgem
Virgem: discriminação, serviço, exigência
 
 
12. O Pendurado
Peixes
Peixes: dissolução, doação, prova
 
  O Pendurado e seu paralelo com Peixes.  
Este último eixo nos reapresenta o mesmo jovem do primeiro eixo, agora em situações diferentes – ao mesmo tempo de menor exposição e maior exigência. É o eixo do livre-arbítrio oposto à inação (impossibilidade de controle). Em Virgem, discriminar e assumir responsabilidade pelas próprias escolhas; em Peixes, doar-se e não agir.
A passagem
O Arcano sem Nome (A Morte) no Tarot de Marselha-Camoin   O Arcano sem número, o Louco, no Tarot de Marselha-Camoin  
Daí vem o corte, a separação, a Morte...que às vezes “se veste” de o Louco (veja como as duas figuras se parecem).
Esse número zero tem passagem livre entre os dois níveis. Segue como peregrino, estágio após estágio, ou volta, como o Filho Pródigo.
Para lá dessa passagem está o mundo de “depois” ou de outra dimensão, que é constituído de camadas na estrutura 3-4-1.
 
A outra dimensão
 
As cartas 14, 15 e 16 são as 3 esferas imediatas, que podem ser ainda representações das 3 forças:
A Temperança: representa o mundo angélico; força de ligação, neutralizante ou mutável.
O Diabo: mundo demoníaco; força passiva ou fixa (que também pode ser entendida como “ativa” no plano físico, inferior).
A Torre: mundo do "céu" mais próximo (do Deus de ira, destruição, liberação); força ativa ou cardinal.
 
 
 
14. A Temperança no Tarot de Marselha-Camoin
 
 
 
16. A Torre no Tarot de Marrselha-Camoin
 
 
As quatro esferas divinas
 
17.
A Estrela
Deus eterno
Ar
Aquário 
  17. A Estrela no Tarot de Marselha-Camoin   20. O Julgamento no Tarot de Marselha-Camoin  
20.
O Julgamento
Deus justo
Água
Escorpião
 
 
18.
A Lua

Deus protetor
Terra
Touro

  18. A Lua no Tarot de Marselha-Camoin   19. O Sol no Tarot de Marselha-Camoin  
19.
O Sol
Deus de amor
Fogo
Leão
 
Por fim, a reunião dessas sete últimas lâminas na coroação final: 21. O Mundo do Homem (com H maiúsculo).
21. O Mundo e sua mandorla.
Uma figura humana (mutável, de duas naturezas) na intersecção dos campos de ação de duas naturezas ou forças, ladeada/guardada pelos 4 elementos ou pelos quatro signos fixos.
Contato com o autor:
Bete Torii trabalha com pesquisa qualitativa,
faz atendimentos com o tarô e escreve sobre simbologia.
Para contato, veja seu perfil no Guia de Tarólogos: Bete
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: setembro.2008
junho.2014
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil