Home page

27 de novembro de 2014

Responsável: Constantino K. Riemma


  SIMBOLOGIA / Numerologia < voltar  
Entre a matéria e o espírito
O enigma dos números 8 e 9
Gilberto Gonçalves
 
A numerologia, talvez por propiciar uma enganosa simplicidade, vem ganhando uma crescente popularidade. Mas sua aparente facilidade acaba por desviar a atenção da verdadeira essência da ciência numerológica.
Pitágoras
Pitágoras e Numerologia
www.numerologyvip.files.wordpress.com
 
Aqueles que praticam a numerologia com uma visão materialista e desprovida dos conhecimentos filosófico e espiritual, inerentes aos ensinamentos de Pitágoras, acabam cometendo um sério desserviço à numerologia, por distorcer os verdadeiros significados dos números mestres, dos números kármicos e dos números simples 8 e 9. Por exemplo, por desconhecerem o legítimo sentido que Pitágoras dava ao progresso e à ambição humana, muitos pretensos curadores das fraquezas humanas divulgam, por folhetins e livretos, que, se pendurar um número 8 no pescoço, todo mundo ficará rico.
Além de uma interpretação equivocada sobre o verdadeiro sentido do que seja ambição e progresso, representados pelo número 8, tal atitude promove uma falsa crença de que se acrescentarmos a um nome, letras ou números relacionados ao número 8, atrai-se fortunas e poderes.
Interpretações equivocadas, como essa, banalizam a linguagem sagrada dos números e acabam por se tornar um instrumento de engodo para ludibriar os ingênuos que sonham em ganhar dinheiro fácil, sem trabalhar.
A realidade sutil
A realidade é que não são os números que podem transformar o homem, mas o homem é que pode transformar os seus números. Os números não são os agentes das mudanças, mas diagnosticadores dessas mudanças. Ninguém muda de um dia para o outro, pelo fato de mudar o nome. O nome e a data de nascimento são etiquetas que identificam as virtudes e defeitos da raça humana. De nada adianta rasgar as etiquetas e colocar outras no lugar, pois o produto continua o mesmo.
Muitos daqueles que procuram estudar os números, mas ignoram as leis espirituais, ao se arvorarem em conselheiros e solucionadores de problemas, costumam confundir ambição com ganância. Desconhecem como harmonizar o sucesso material com o progresso espiritual.  Imaginar que tudo se resume em mudar uma letra no nome ou adicionar um número na placa da residência ou do carro, tanto pode ser ingenuidade, quanto má fé.
As pessoas que ficam cegas diante do sonho de ganhar sem trabalhar ou de se tornar famosas sem possuir qualquer talento tornam-se presas fáceis dos falsos profetas, que prometem resolver todos os problemas a peso de ouro. Mas, seria possível resolver os problemas sem esforço pessoal e mudança de atitudes? Uma grande parte desses problemas resulta dos efeitos cármicos de más ações cometidas noutras vidas. Poucos questionam se questionam sobre isso. A ganância, sem dúvida, supera o bom senso.
Os números 8 e 9
Voltemos à interpretação do número 8, com o seu verdadeiro significado de acordo com as leis pitagóricas. A humanidade, dentro do seu processo de evolução, já conseguiu incorporar, ainda que muitas vezes de forma inconsciente, os significados dos números de 1 a 7, mas os números 8 e 9 ainda permanecem como enigmas para a grande maioria.
Acontece que, por serem números que transcendem a matéria, já que são os responsáveis pela conexão entre os planos físico e espiritual, esses números não podem ser interpretados de uma forma lógica e racional. Eles estão acima da razão humana e no limiar do despertar da sua consciência espiritual.
O numerólogo corretamente qualificado não faz interpretações retilíneas e cartesianas dos números, sem levar em conta as posições que ocupam nos mapas. Conforme estejam na Alma, na Personalidade ou na Missão, os significados dos números irão variar, e da mesma forma quando vierem a ocupar posições diversas no estudo da data de nascimento.
Se o número 8 está na Alma significa que essa alma traz de  outras  vidas  ambição e egoísmo, e que se
 
Números
Os números e o progresso espiritual
www.tarot.com
descuidou da sua evolução espiritual, prendendo-se a ganhos materiais e sucesso financeiro. Diante disso, pode-se afirmar que essas Almas são excelentes no trato com o dinheiro, na administração das finanças e na política de investimentos, mas que isso não deve ser visto como virtudes a serem exaltadas e comemoradas, porém como excessivos e condenáveis apegos ao mundo material, e fatores de retardos no seu processo de evolução.
Na visão de um numerólogo focado em ganhos e conquistas materiais, que despreze ou desconheça o progresso espiritual, as pessoas com Almas 8 estariam num estágio ideal para serem felizes e sadias. E, da mesma forma, as pessoas que trouxerem o número 8 na Personalidade teriam a garantia de muito dinheiro e felicidade.
Conciliação do material e do espiritual
O numerólogo consciente do significado espiritual dos números e conhecedor da doutrina pitagórica saberá muito bem que as Almas 8 precisarão aprender a conciliar, de forma harmoniosa e equilibrada, os ganhos financeiros com o progresso espiritual. Se assim não for, não haverá fortuna que faça essa alma feliz. É assim que se deve interpretar a presença do número 8, quando ele está na regência da Missão.
Número 8
O número 8
www.idiva.com
 
A atitude correta, segundo Pitágoras, é que se trabalhe visando atingir o pleno sucesso econômico. Sendo, porém, seres espirituais em permanente processo de evolução, tudo que for feito durante cada encarnação terá de atender a dois aspectos, não só o material, mas também o espiritual.
A missão do n° 8 é, por essa razão, um misto de expansão de negócios com lucratividade e expansão do nível de consciência espiritual. Com isso, os empreendimentos lucrativos resultariam em benefícios para muitos, e não restritos somente aos interesses pessoais de alguns poucos. 
Aquele que não souber lidar, ao mesmo tempo, com a riqueza e a caridade, com o poder e a humildade e com o  sucesso  e a  espiritualidade
não estará pronto para o grande salto evolutivo da raça humana, permanecendo aprisionado à matéria, e sofrendo os efeitos da frustração, estresses e depressão, com uma amarga sensação de fracasso, mesmo que cheio de dinheiro no bolso.
A mensagem numerológica do número 8 é que, depois de percorrer os sete primeiros números, e atingindo o sétimo degrau na escala da evolução, a raça humana terá de se libertar da ganância e do egoísmo para assumir de modo convicto a realização de obras humanitárias, mediante atitudes de generosidade, amorosidade e caridade. As pessoas terão de aprender a lutar pelo desenvolvimento e progresso constante, respeitando os direitos e valores alheios – isto é o que Pitágoras considerava a saudável ambição. Quando as pessoas só pensam nelas, lutando com todas as armas para superar os demais, passando por cima de valores éticos e morais, ganhando mais, sempre mais – isto é a nefasta ganância.
O número 8 está intimamente ligado a esses exageros de ambição e poder, e, infelizmente, assim continuará sendo, enquanto a humanidade não corrigir a forma distorcida de se relacionar com a ambição e o progresso econômico.
O nível superior de consciência
Quando a humanidade atingir um nível superior de consciência, o número 9 passará então a  reger a vida dos habitantes da Terra. A essa altura, a criatura humana já não estará tão preocupada com riquezas e poderes, mas voltada para o bem estar da sua coletividade e pronta para se dedicar a servir a todos, sem se preocupar muito consigo mesma.
É a absoluta falta de consciência espiritual que leva a sociedade a atribuir ao número 8 a denominação de número da sorte, porque proporcionaria riquezas e poderes. O número 9, pelas mesmas razões de desconhecimento, é considerado o número do azar, por não atrair riquezas, nem poder e nem sorte no jogo.
As distorções ficam por conta da miopia dos praticantes da numerologia que, volto a insistir, aprenderam a calcular, mas desconhecem o segredo místico dos números. Esses são os cegos que tentam guiar outros cegos. Apontam caminhos que desviam o peregrino do seu destino. Confundem problemas com soluções, e desconhecem o que está por trás do mistério da numerologia.
 
O número 9
O número 9
www.idiva.com
A humanidade, presa aos valores materiais e mergulhada num mundo sombrio, do qual pouco, ou quase nada, sabe, vive a se debater em busca de ser feliz, enquanto paga caro por suas desmedidas ambições e incontrolável egoísmo. Esse é o preço que está pagando pela interpretação incorreta das ações simbolizadas pelos números 8 e 9, e por insistir nas ações que separam matéria e espírito.
O sentido da numerologia 
A numerologia não é um pó mágico que se joga na cabeça de um pobre coitado, e transforma o pobre no rico, o ignorante num sábio e um fracassado numa pessoa de sucesso. Existem méritos herdados de outras vidas, revelados pelos números mestres. Existem os fracassos e as culpas herdadas das encarnações passadas, e que são revelados pelos números kármicos.
Entre o espírito e a matéria, a raça humana se debate. A matéria é o número 4, o espírito é o número 7.
As Religiões e a Bíblia mencionam a excelência do número 7, chegando a representá-lo como
Número 7
O número 7
www.idiva.com
 
sinônimo de infinito, no ato de se perdoar 7 vezes ou setenta vezes 7; nos 7 pecados capitais e nas 7 profecias. Outros livros e tradições populares valorizam o número 7, como em Branca de Neve e os 7 anões, As 7 Colinas de Roma, Os 7 Samurais e muitos outros mais, a perder de vista. A literatura esotérica fala dos segredos do número 7, nas 7 cores do arco-íris, nas 7 notas musicais, nos 7 dias da semana, nos 7 chakras, nos 7 Planos, nos 7 Raios, nas 7 Iniciações e nas 7 Cidades Sagradas.
Nada, ou muito pouco, se lia ou ouvia a respeito dos números 8 e 9. Mas, isto está mudando. O místico, introspectivo e contemplativo número 7 está sendo impelido à ação, através do ambicioso, instigador e progressista número 8.
Estamos vivendo, hoje em dia, momentos de grandes transformações em que esses dois números, o 8 e o 9, terão de ser, mais do que entendidos, praticados e ensinados. A criatura humana terá de aprender a viver com os pés no chão e a cabeça nos céus. Todos terão de praticar como São Francisco, o lema “é dando que se recebe”, no qual está inserida a grande mensagem do número 9. Mas, que não se confunda esse pensamento com o cruzar dos braços ou a ojeriza ao trabalho e ao dinheiro, pois nessa frase está contido o grande significado do número 8 – justiça, honestidade e trabalho.
O enigma existe, mas está prestes a ser decifrado. Decifra-me ou devoro-te, desafiam-nos os dois números, enquanto a humanidade desesperada reclama da vida, do dinheiro, do trabalho e das doenças. A solução é dada por esses dois números, pois só através deles a humanidade se libertará.
O ensinamento do número 8 indica que o sucesso material precisa caminhar junto do progresso espiritual. A mensagem final fica por conta do número 9, quando afirma que é preciso pensar mais nos outros do que em si mesmo, agir de forma generosa e caridosa e construir obras que favoreçam a todos, e não somente a uns poucos amigos e parentes. Entre o espírito e a matéria, a criatura humana sendo desafiada a decifrar e praticar o grande enigma dos números 8 e 9.
junho.10
Contato com o autor:
Gilberto Gonçalves - www.brasilan.blogspot.com / Alma Mater
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
SIMBOLOGIA / Numerologia < voltar  
  Orientação
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Baralho Cigano
  O Momento
  I Ching
 
⇓    Publicidade do Google    ⇓
 
Todos os direitos reservados © 2005-2014 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil