Home page

20 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Numerologia no Tarô
Danusa Tula
A relação da numerologia com as cartas de tarô é algo muito interessante. Na numerologia tradicional temos uma forma de calcular um nome no sistema (Pitagórico ou cabalista) de batismo de uma pessoa, de uma empresa, de um ano. Já a numerologia aplicada ao tarô, é o resultado da soma dos algarismos do nome de uma pessoa, empresa ou ano que vai apontar os arcanos regentes (os nomes de cartas regentes) e assim extraímos do significado de cada carta, informações para vida de uma pessoa, de um certo ano que começa, e etc. A organização do tarô é composta por número e seções o que dá condição a interpretação dos números de acordo com os arcanos correspondentes. Usamos o sistema numerológico pré-pitagórico que é o quantitativo de letras de um nome que corresponde ao arcano de tarô.
Numerologia do ano
Analisando o ano de 2016 poderíamos pegar o número 20 como exemplo e falar o que traz a carta O Julgamento, mas teremos 84 anos de vintes pela frente. Daí analisamos o número 16 e interpretamos pela carta A Torre que revela a crise. A soma de todos os números desse ano resulta em 9 que é a carta O Eremita e significa recuperação lenta. Outra maneira seria analisar o número 1 e o número 6 separadamente interpretando pelos arcanos O Mago e Os Amantes, significaria ano de recomeço e escolhas, melhorias.
A carta A Torre que se reporta ao número 16 mostra que a crise vai logicamente continuar, mas a soma total desse ano é 9, O Eremita, mostrando que lentamente a economia do nosso país vai reagir.
Numerologia de nomes
Vamos pegar um exemplo simples segundo o livro Tarô, Carma e Numerologia, de Nei Naiff. O nome João Velasco, poderá ser um jornalista (Velasco = 7 letras, portanto = Arcano 7), já que o arcano O Carro está ligado a jornalismo, marketing, propaganda, etc. Mas essa pessoa atuará com características do arcano 4 (João=4 letras, portanto = Arcano 4), que se refere ao arcano O Imperador, pessoa prática, ativa, trabalhando mais com matérias de política e economia do que com o caderno de artes de um jornal.
Outro exemplo com o nome Djane Silva Freire: a soma das letras dá o número 16, que é A Torre. Esta soma combina com a pessoa em questão, pois ela tinha uma disposição destrutiva, a casa dela e a rotina era uma loucura. Ela não cuidou da saúde dela e quando se arrependeu não teve para onde correr: morreu de um câncer. Claro que ela tinha um lado família, como mostra o primeiro nome com 5 letras que representa O Papa: gostava da família junto, era tradicional também nas comemorações. E o seu segundo nome, Silva, com cinco letras, também fala do Papa. Mas juntando o primeiro e segundo nome, a soma das letras dá 10, a Roda do Destino ou da Fortuna, que também indica uma pessoa ás vezes instável, emotiva. O total da soma das letras de todo o nome é 16. A Torre, ali onde estava muito dessa pessoa.
Os arcanos menores não são utilizados na interpretação de um nome pessoal dentro dessa numerologia, porque seus naipes não tem simbologia abundante como tem os arcanos maiores que mostram características humanas, personalidade, posição social, mudanças, temperamento, inclinações, prováveis ofícios, tudo isso e muito mais entram na simbologia dos arcanos maiores, daí só podemos tirar deles as informações para interpretar o nome de uma pessoa, seu temperamento, o que ela tem que aprender nesta vida, indícios de quem foi em vidas passadas, o que vai suceder em sua atual existência, suas melhores formas de terapias para ajuda psicológica, seus hobbys, seus feitos etc.
O nome de batismo de uma pessoa vem com indícios valiosos a serem estudados pela numerologia tradicional pitagórica ou cabalista ou como na numerologia do tarô onde é usado o sistema pré-pitagórico. É com o objetivo de saber o futuro e também ser um modo de autoconhecimento, do despertar para o que podemos melhorar nas nossas atitudes conosco e com os outros. Mudar uma letra de seu nome para mudar a sua vida é pura ilusão. A numerologia serve como luz para evitarmos erros maiores em nossas vidas, para tentarmos fazer as escolhas certas na nossa caminhada do que a gente pode mudar, porque o que a gente não pode mudar tentamos aceitar ou melhorar.
Danusa Freire (Tula) : www.tulamistica.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 29/03/2016
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil