Home page

20 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


As Sete Virtudes cristãs e o Tarô
Texto inicial de
Constantino K. Riemma
e comentários de vários tarólogos
Entre os cristãos, a virtude consiste num hábito sobrenatural que facilita ao homem o conhecimento e a prática do bem. As principais virtudes são sete, três delas denominadas teologais (referentes à relação do homem com Deus) e quatro cardeais (que norteiam a conduta na vida). As virtudes teologais são a , a Esperança e a Caridade; as cardeais: Prudência, Justiça, Temperança e Fortaleza.
As Virtudes Cardeais e os Arcanos Maiores
No caso das virtudes cardeais existe uma relativa facilidade de estabelecer nexos com os arcanos maiores, pois existe até similaridade de nomes.
A Fortaleza e o arcano XI
11. A Força - Taro de Marselha - Kris Hadar
[Tarot Kris Hadar]
 
Na linguagem religiosa "A fortaleza é a virtude que no meio das dificuldades assegura a firmeza e a constância para praticar o bem".
A Força é a personificação da valentia, da coragem. Aparece com freqüência representada com os atributos da clava, da espada, do escudo, da bandeira da vitória e do leão.
A 11ª lâmina do Tarô, simboliza a Força de Vontade dirigida para a realização de valores morais, da retidão. Aplicada no sentido de purificação, constitui base e sustentação de todo arrebatamento místico, oculto e mágico. A Força, no Tarô, é símbolo da pureza moral, da inocência perfeita que, justamente nesse estado, encontra as energias para o combate.
O Leão domado por uma Virgem, representa a força moral, a bravura que domina a adversidade, a liberdade de ação e a confiança em si mesmo; a subjugação das paixões, o êxito. Trata-se de uma virtude que não nega os poderes terrestres e animais, mas os integram de modo reto, vertical, com suavidade.
A Justiça e o arcano VIII
Nos ensinamentos religiosos, "A justiça é a virtude que nos inclina a dar a Deus e ao próximo o que lhes é devido, tanto individual como socialmente".
A Justiça é representada em geral com os atributos de balança, espada, venda nos olhos e o livro das leis; referindo-se à execução da lei de modo imparcial e, muitas vezes, implacável. Ela chega a aparecer com uma cabeça degolada no colo.
Já oitavo arcano maior do Tarô, segundo Wirth, abre o segundo setenário, aquele que diz respeito à alma, posta assim entre o Espírito (lâminas 1 a 7) e o Corpo (lâminas 15 a 21). A Justiça, ou Têmis ou a Balança representa a vida eterna, o equilíbrio das forças desencadeadas, as correntes antagonistas, a conseqüência dos atos, a lei, a disciplina.
A Justiça, cujo número simbólico é o oito, representa a nossa consciência no sentido mais elevado. Para aqueles que fizeram mau uso de seus poderes só cabe a espada e a condenação; para os verdadeiros iniciados, a balança mantém o equilíbrio entre o Papa (5) e
 
8. A Justiça - Tarot Kris Hadar
A Força
Tarot de Kris Hadar
a Força (11), esse equilíbrio rigoroso que é a lei da organização do caos no mundo e em nós mesmos.
A Prudência e o arcano IX
"A prudência é a virtude que dispõe a razão prática para discernir – em toda as circunstâncias – nosso verdadeiro bem, escolhendo os meios justos para realiza-lo" – assim ensinam os textos religiosos.
9. O Eremita
O Eremita
Tarot de Kris Hadar
 
A Prudência é com freqüência associada à inteligência e à atenção e aparece muitas vezes representada com os atributos da serpente, bem como o espelho, a peneira e o archote.
O Eremita, o nono arcano maior do Tarô, o velho sábio, um tanto curvado, apoia-se num bastão, que simboliza simultaneamente sua longa peregrinação e a arma contra a injustiça e os erros.
Sua lanterna associa-se, para muitos, a de Diógenes, que buscava à luz do dia um verdadeiro homem em Atenas, mas simboliza também, como a lâmpada de Hermes Trimegisto, a luz velada da sabedoria, que o Eremita cobre com o seu manto. A iluminação deve permanecer interior, é inútil cegar ou ofuscar aquele a quem não se destina.
Sua atitude é a do peregrino, atento ao que se passa ao redor, que faz sua caminhada sem provocar reações por onde passa.
A vida o Sábio é a da Prudência, sem pricipitações, desligado das paixões, em que trabalha no invisível para condicionar o futuro que se encontra em gestação.
A Temperança e o arcano XIV
"A temperança é a virtude que refreia o apetite dos prazeres sensíveis e impõe a moderação no uso dos bens criados", dizem os ensinamentos cristãos.
Temperança significa da moderação e comedimento. É representada de diferentes modos e com diversos atributos: o leão, o camelo, a pomba, o elefante, a caveira, a ampulheta, o compasso ou o ato de embainhar uma espada.
A 14ª lâmina do Tarô, a Temperança, simboliza a junção do ativo e do passivo, o mistério da criação, invisível, secreto. Sua origem está na Força (11) e seu complemento é a Justiça (8).
Muitas vezes considerada como símbolo da Alquimia, representa a destilação, a purificação, a evolução da matéria. É a entrada do espírito na matéria, o símbolo de todas as transfusões espirituais, propiciando o vivo equilíbrio entre as forças celestes e terrestres.
O gênio alado realiza e encarna sobre o plano material as obras da Justiça. Na simbologia grega clássica o ato de derramar de um vaso em outro é tomado como sinônimo de metempsicose ou transmigração das almas.
 
14. A Temperança - Tarot Kris Hadar
[Tarot Kris Hadar]
Entre a Morte (13) e o Diabo (15), a Temperança alada nos faz lembrar a grande lei da eterna circulação dos fluidos vitais, no plano cósmico, e, no plano psicológico, a necessidade do difícil equilíbrio interior que devemos manter entre os dois pólos do nosso ser, o terrestre e o celeste.
As Virtudes Teologais e os Arcanos Maiores
Na Ética religiosa, essas três virtudes são chamadas de teologais, porque não são elas produtos de um hábito, pois o homem não as adquire através do seu próprio esforço. Alguns textos ensinam que "Elas são essencialmente sobrenaturais, pois, além de serem dons divinos, elas se dirigem a Deus nos seus atos."
No caso das virtudes teologais os nexos com os arcanos maiores, nem sempre são muito evidentes.
A Fé e o arcano XII
A não pode ser adquirida pela simples vontadedo homem: "Não podemos crer, ou seja, praticar atos de Fé, sem a graça de Deus. A fé é uma virtude sobrenatural pela qual – apoiados na autoridade de Deus – cremos nas verdades que foram reveladas".
12. O Pendurado - Tarot Kris Hadar
[Tarot Kris Hadar]
 
A carta do Enforcado, se for tida como representação de alguém castigado por faltas cometidas, estará longe de simbolizar o dom da fé. No entanto, se for entendida como submissão à uma prova, de modo voluntário, tranqüilo e confiante, poderá então se aproximar do significado da primeira virtude teologal.
Alguns autores destacam o sentido sutil da postura do personagem, um ser que se deixa sustentar por uma força oposta à gravidade terrestre, que tocou um centro de gravidade superior.
Há menções de que a lâmina do Pendurado retrata uma prova iniciática de cavalaria medieval, na qual se procedia a uma drástica reversão do corpo, o que em alguns casos provocava ferimentos irreversíveis. No entanto, essa mesma prova dá testemunho da absoluta confiança que um homem poderia ter na qualidade da escola à qual se candidatava. Tinha fé de que qualquer sacrifício valeria a pena para se tornar um iniciado.
A Esperança e o arcano XVII
A Esperança, como o próprio nome diz, é um ato de aguardar e não de tomar providências e manipular.  "A esperança é uma virtude sobrenatural pela qual confiamos em que Deus nos
dará a glória mediante sua graça e nossa correspondência a ela."
O arcano 17, a Estrela, dá uma forte ênfase ao plano celeste, com uma Estrela Guia, central, e sete estrelas menores (os sete planetas tradicionais). Numa acepção astrológica, indica todas as disposições celestes que estimulam e desafiam a vida dos homens.
 Essa mulher é a única personagem do Tarô que se encontra inteiramente despida e que se apoia diretamente sobre o solo. Indica que ela se mantem intimamente ligada ao plano terrestre mas totalmente despojada, permeável às determinações celestes.
A sua atitude de despejar o líquido dos cântaros (iguais aos da Temperança) traduz a atitude de abertura e fluidez, que nada retém para si. Abrir mão, deixar correr, indica uma disposição de absoluta confiança no futuro, que não é fabricada pelo homem, mas sim um dom celeste.
Esse casamento entre a presença celeste e o deixar fluir na terra, garante a exuberância de vida: é também a única carta com árvores e pássaro.
 
17. A Estrela - Tarot Kris Hadar
A Estrela
Tarot Kris Hadar
A Caridade e o arcano...
Dizem os textos cristãos: "A caridade é uma virtude sobrenatural pela qual amamos a Deus sobre todas as coisas – por quem Ele é – e ao próximo por amor a Deus". É tida como a virtude primordial, a maior de todas.
Qual dos 16 arcanos maiores até agora não mencionados que melhor representaria a virtude da Caridade? O Papa (5) ou o Sol (19)? O Julgamento (20) ou o Mundo (21)? Ou seria possível considerar a Papisa (2) e a Imperatriz (3)? E os Enamorados (6)?
Sugestões dos tarólogos
A questão acima foi tratada por tarólogos interessados nos signficados simbólicos e suas observações são reproduzidas abaixo, na ordem em que nos chegaram. Constitui um exemplo significativo do pensamento simbólico em aberto: uma determinada realidade pode ser entendida sobre vários ângulos e em suas múltiplas facetas. Nesse sentido, diferentes arcanos falam de diferentes aspectos de um ser ou de um princípio. É o mesmo processo que podemos ver na linguagem astrológica, quando diferentes signos e planetas podem ser invocados para caracterizar algum ente ou qualidade especial.
Continua em aberto o convite para novos co-autores ajudarem a arrematar este texto...
Anamaria Traldi:
2. A Papisa - Tarot Kris Hadar
 
Definitivamente voto na Papisa com representante da caridade. Ela é em si mesma o sobrenatural, as forças em nós que desconhecemos objetivamente, mas que sabemos instintivamente que estão lá, no fundo de nossas almas e espíritos.
Parodiando Gilberto Gil "se eu quiser falar com Deus" no nivel mais sutil e sublime de meu ser, vou me dirigir à Deusa que é a Grande Doadora de todas as respostas e é a chave para a verdade que foge à nossa compreensão lógica. Ela detem todo o conhecimento sobre o bem e o mal e não o nega a quem sabe ouvir suas respostas.
"Se eu quiser falar com Deus" num nível dogmatico, religioso e terreno vou me dirigir ao Papa. Considero portanto que a Papisa representa, nesse sentido, a verdadeira caridade.
Flávio Alberoni:
Não consigo ler no Arcano 12 a fé, como a conhecemos. Vejo nesse arcano mais uma fé devocional  e  isso  implica  em perdê-la, se o objeto de devoção se perde. Eu colocaria a
no arcano 17, pela sua abrangência, pela sua entrega à fonte da vida – às estrelas. Uma fé scalma, sem força, sem gritos. Sinônimo de esperança. Não há fé sem esperança e vice-versa. Portanto e esperança seriam para o arcano 17.
Por outro lado, o 17 bem dominado é justo, equilibrado e desapegado (arcano 8 = 1 + 7 ) e sem conflitos (arcano 6, resultante do oposto ao 17, ou seja 15 –> 1 + 5 = 6).
A caridade eu colocaria mais no arcano 12, pela sua entrega, pela quebra da própria personalidade para ajudar os outros.
Falta ao 12 a capacidade de abrangência, o tino para ajudar sem sacrifício. (Até pode, mas aí seriam outros valores, como o 3 e o 21 embutidos). Ele não se quebra justamente pois o 11, A Fortaleza, não deixa. Mas, precisa demais do 2 (11 = 1 + 1), para poder contemplar o seu trabalho e lhe dar um valor universal, conseguindo deste maneira chegar ao 21 – oposto ao 2 e imagem especular do 12.
 
O Pendurado - Tarot Minchiate Etruria
A Estrela
[Tarocchi Minchiate]
 
19. O Sol - Tarot Kris Hadar
 
Ana Maria Correa:
O Sol (XIX) é o arcano que fala mais perto do meu ouvido intuitivo, pois a caridade no meu entender é um estado de irradiação de luz, aconchego, calor, vitalidade, eixo (aceitação), liderança no poder, etc.
São atributos que penso caberem no signo solar e que representam o sentido da caridade.
 
Leonardo Chioda:
A virtude da caridade, imagem e conceito presente no antigo Minchiate (figura à esquerda), pode ser vista nos baralhos posteriores na figura do Hierofante.
Caridade - Tarot Minchiate Etruria  
Se analisarmos o quinto arcano marselhês (figura à direita), temos uma mão estendida ao santificado. De quem é essa mão? O nome da carta muitas vezes é O Pontífice – a ponte, a pessoa que serve de intermediária entre o mundo material, a pobreza, os pecados e o mundo divino, a luz de Deus, a transcendência.
Por meio da caridade a pessoa ascende espiritualmente. A mão é anônima, o que reforça a atitude de "fazer o bem sem olhar a quem". Os dois indivíduos à sua frente, provavelmente ajoelhados, estão pedindo ajuda ou, então, agradecendo pelo auxílio recebido.  Eles  reconhecem que a
  5. O Papa - Taro Kris Hadar
figura sentada diante deles é um exemplo de bondade, de religiosidade e de caridade, obviamente. É o representante dos necessitados, sem alusão ao verdadeiro Papa do Vaticano. Ele ouve, atende e abençoa.
Valéria Fernandes:
Resolvi consultar o tarô para obter um direcionamento sobre a carta em questão. Entre os 22 arcanos maiores devidamente embaralhados e dispostos em leque, retirei O Papa.  Porém,
pela forma como interpreto as cartas, julgo O Enforcado ser um bom representante, isso por enxergar neste arcano a abnegação inerente na caridade.
Sendo o caminho agora interpretar O Papa como imagem desta virtude, imediatamente me indaguei: que características da caridade têm neste arcano que o Tarô quer me falar? 
A virtude da caridade em si é sobrenatural, como afirmam os teólogos; não é fortalecida apenas pelo hábito, ou temos ou não temos, não se adquire racionalmente. Pois bem, O Papa é aquele que escolheu servir a Deus e ao próximo por amor maior e sobrenatural, e tal opção requer benevolência aqui na terra, ou não teria sentido de existir.
Visto que Deus fez o homem a sua imagem e semelhança, é considerável que a partir deste ponto, todas e quaisquer ações caridosas devam ser direcionadas ao homem pelo homem, sendo Deus a razão suprema que justifica cada ato, logo, a figura do Papa representa o praticante de tais ações.
 
05-Hierophant-KalevalaTarot
O Hierofante
[Kalevala Tarot]
Ele é o elo entre céu e terra e também o detentor das qualidades e dos meios para fazer evocar e perpetuar a caridade entre os homens.
Betoh Simonsen:
  
 
Existem três atributos que para mim podem compor a caridade: a compaixão, a generosidade e a possibilidade de sacrifício voluntário.
No meu entender, a compaixão está simbolizada pelo arcano A Sacerdotisa, a generosidade pelo arcano O Sol e o sacrifício pelo arcano O Enforcado.
Da mesma maneira, considero que existem três atributos que podem ser significadores de : a entrega ou confiança radical, o foco no propósito e a conexão com as dimensões superiores.
Estas qualidades estão presentes no Louco, no Mago e na Estrela.
[Tarot Balbi]
 
  
 
21 O Mundo - Tarot Kris Hadar
 
Geraldo Pereira:
A caridade é a mãe de todas as virtudes, diziam os antigos. Engloba com poder a si mesma, os outros e o infinito.
Ela é a bondade suprema:  supera a natureza humana.
Domínio da matéria pela evolução dos quatro elementos, só pode ser O Mundo, o arcano XXI.
Bete Torii:
Concordo com a Ana Correa na indicação do arcano 19, O Sol, como correspondente à virtude da caridade – virtude que alguns textos chamam de Amor.
Além dos motivos já citados pela Ana, aponto outros:
• Os textos que falam da caridade, como por exemplo a Epístola de São Paulo aos Coríntios (1 Coríntios, 13), descrevem uma virtude benigna, plena, necessária e eterna – qualidades que, no mundo habitado pelo homem, pertencem ao Sol, a estrela infalível que nos dá vida, luz e calor “todo santo dia”.
• A caridade é a maior das virtudes – e, se empregamos a redução numérica, a carta 19 é a “maior” do tarô. É a única que chega a 10 (1 + 9 = 10), isto é, que passa a um outro nível, outra casa numérica, e retorna à unidade (pois 1 + 0 = 1).
• O tarô de Marselha mostra, nessa carta, duas crianças que se aproximam com afeto; imagem que pode ser representativa do “ama ao próximo como a ti mesmo”.
 
19. O Sol no Tarot de Robert Place
O Sol (Cristo)
[R. Place Tarot]
• Robert Place, autor que desenhou um muito bem fundamentado Tarô dos Santos, coloca na carta 19 nada menos que o Cristo – e não é Ele a encarnação da caridade e do amor?
Corrrespondências gerais
Como ocorre com qualquer sistema setenário, cada virtude pode ser associada a um símbolo planetário. Não existe, porém, um consenso absoluto sobre as correspondências entre planetas e virtudes. Apresentamos, abaixo, três alternativas mais comumente encontradas:
Sol
Lua
Mercúrio
Vênus
Marte
Júpiter
Saturno
Glifo do Sol
Glifo da Lua
Glifo de Mercúrio
glifo de Vênus
glifo de Marte
glifo de Júpiter
glifo de Saturno
Caridade
Temperança
Justiça
Fortaleza
Fortaleza
Prudência
Fortaleza
Prudência
Esperança
Caridade
Justiça
Temperança
Esperança
Prudência
Temperança
Caridade
Fortaleza
Justiça
Se considerarmos apenas o conjunto das quatro virtudes cardeais, as referências simbólicas imediatas serão os quatro elementos, os quatro mundos da Kabbalah, os quatro naipes e as quatro figuras da Corte dos arcanos menores doTarô.
Elementos Fogo Terra Ar Água
Signos glifo de Áries  glifo de Leão  glifo de Sagitário glifo de Touro  glifo de Virgem  glifo de Capricórnio glifo de Gêmeos  glifo de Libra  glifo de Aquário glifo de Câncer  glifo de Escorpião  glifo de Peixes
Virtudes Fortaleza Prudência Justiça Temperança
Tarô: Naipes
e Figuras
Paus
Rei
Ouros
Valete
Espadas
Cavaleiro
Copas
Dama
Função Intuição/Inspiração Sensação Pensamento Sentimento
Temperamentos Colérico Melancólico Sangüíneo Fleumático
Estados da
matéria
Irradiante Sólido Gasoso Líquido
Mundos
da Kabbalah - 1
1º Atziluth
Emanação
4º Assiah
Ação
2º Beriah
Criação
3º Yetzirah
Formação
Mundos
da Kabbalah - 2
2º Beriah
Criação
4º Assiah
Ação
1º Atziluth
Emanação
3º Yetzirah
Formação
Planos Espiritual Físico Mental Astral
Evangelistas Marcos Lucas Mateus João
Essas correspondências das quadruplicidades em diferentes linguagens simbólicas não são absolutas e podem ser refeitas sob vários pontos de vista. Devem ser consideradas como sugestões para nossa reflexão e não como arranjos ou nexos definitivos.
maio.08
Reeditorado em dez.11
Contato com o responsável pelo site:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil