Home page

17 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  SIMBOLOGIA / Multidisciplinar / Tarô & Cia < voltar  
Multidimensionalidade
  Betoh Simonsen  
Nossa realidade pode ser entendida como um conjunto de freqüências e vibrações. Estamos dentro de um campo paradigmático de percepção, mas muitos estão descobrindo que inúmeras outras realidades, muitas de outras dimensões, não apenas existem, mas muitas vezes interagem com nossa realidade sem que tenhamos oportunidade de reconhecê-las (até agora). Um dos motivos pelos quais estou voltando a esta informação é que nestes novos tempos aquarianos muitos se darão conta deste fato.
Para facilitar a compreensão, poderemos iniciar com um exemplo bem simples: vamos imaginar que estamos passeando a pé, porém com um problema que não nos sai da cabeça. Estamos fixados nele, e para nós ocupa todo nosso espaço consciencial (um neologismo para “de consciência”). Mas sabemos que neste mesmo espaço e tempo inúmeras outras experiências estão ocorrendo, como por exemplo se tentamos nos abrir para a sensação do
Multidimencionalidade
Múltiplas energias nos atravessam
Ilustração em www.eerie7.livejournal.com
 
vento, passaremos por outra serie de impressões; se percebemos um pássaro ou uma árvore, poderemos sentir que estão vivendo outra história; ainda, onde estará a atenção daquela criança? Sem falar de todas as informações que estarão atravessando pelas ondas de rádio e todas as informações eletro-magnéticas, os raios cósmicos, etc. Tudo isto apenas para o que já sabemos, mas não tenham dúvida que existe muito, muito, muito mais.
Se de um lado as crenças e paradigmas sustentam e apóiam nossa realidade, fornecendo uma sensação de coerência e estabilidade, de outro lado filtram, limitam e condicionam nossa percepção. Poderá ser interessante forçamos um pouco o contato às novas vibrações.
Alguns de nós começam a perceber que
existe possibilidade de uma grande conectividade com forças sutis, em uma espécie de internet cósmica, bastando para isto começarmos a permitir e nos disponibilizar para esta abertura, fazermos contato.  Algumas vezes estas aberturas ocorrem espontaneamente. Se começarem a prestar atenção no que alguns filmes de ficção estão falando, como “Avatar” e “Guerra nas Estrelas”, se pesquisarem um pouco sobre as mensagens psicografadas e canalizadas, se entrarem no Google e procurarem por “portal”, talvez comecem a entender sobre o que estou sinalizando aqui. Como em tudo na vida, existem as coisas boas e as outras, mas sempre vale à pena conhecer um pouco mais, pesquisar um pouco mais, para dar suporte às nossas novas experiências que começarão a se manifestar, quer queiramos ou não.
As linguagens simbólicas, dentre as quais o Tarot se encaixa também podem servir de canal para a abertura para mundos sutis.
Especificamente dentro do Tarot, vamos procurar imaginar como os arcanos específicos podem se relacionar com a multidimensionalidade. No eixo Mago-Louco temos no Mago o símbolo do infinito em cima de sua cabeça, que por si só pode representar uma conexão com Tudo-Que-É, enquanto o Louco  pode representar o desprendimento e entrega ao Todo; o eixo grande Sacerdotisa-Mundo ao poder co-criativo ligado à força da Mãe; ao eixo Imperatriz-Julgamento, ao processo de elevação de freqüências até atingir um padrão de ressonância adequado; ao eixo Imperador-Sol, sobre a estruturação do Reino dentro de princípios superiores; ao eixo Hierofante-Lua, ao processo alquímico e principalmente no trato das forças elementais e subconcientes, conectando com uma consciência maior; ao eixo Enamorados-Estrela, com o uso da intuição em nossas escolhas, ao eixo Carro-Torre ao processo de liberação de nossas prisões por forças superiores e ao processo de re-criação; A Justiça e o Diabo, à manifestação do Eon Justiça-Verdade perante as forças desde mundo, o verdadeiro julgamento; o Eremita-Temperança ao trato e equilíbrio das leis dos ciclos; no eixo Roda da Fortuna e a Morte, ao encerramento de um ciclo, da força do vazio, da passagem e do silêncio do espírito, dentro do Eon do Profundo; e finalmente o eixo Força-Enforcado sobre o poder do sacrifício dentro de nossas possibilidades, o sagrado-oficio, o que também se aplica às hierarquias superiores que estão neste mundo. 
Deliberadamente, para não induzir este ou aquele caminho, não quero entrar em muitos detalhes, mas apenas lembrá-los que existe algo aparentemente novo no ar, espero que aproveitem a oportunidade, confiem, peçam auxílio aos seus guias e não tenham medo. Boa viagem. 
abril.10
Contato com o autor:
Betoh Simonsen - betohsimonsen@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
SIMBOLOGIA / Multidisciplinar / Tarô & Cia < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil