Home page

05 de junho de 2020

Responsável: Constantino K. Riemma


Cruz Celta sobre a pandemia do coronavírus no Brasil.
Pettrus
Realizei tiragem com dez cartas para a análise dos desdobramentos da situação atual a médio e longo prazo em nosso país.
Na posição 1 e 2, que seriam o âmago da questão e o que a bloqueia ou protege, surge carta Dois de Paus, que mostra uma situação de impasse, que pode ser superada, mas que está bloqueada pela carta do Cavaleiro de Copas, ou seja, uma empolgação gerada pela inocência, trazendo precipitação, que pode ofuscar a solução real, que seria a prevenção e o cuidado. Então, trata-se de um momento em que é necessário calma e cuidado.
Tiragem Cruz Celta para o caronovavirus no Brasil - Pettrus
Tiragem Cruz Celta sobre a pandemia do coronavirus no Brasil
Imagens do Tarô Mitológico
A carta do Dois de Espadas, no consciente, mostra um momento onde existem muitos conflitos e que indica mesmo a polarização no momento inadequado. Discussões, agitação, pânico geral e conflito de ideias, ao invés do diálogo construtivo. O Quatro de Copas, no inconsciente, indica coisas ocultas ou que não estão sendo percebidas, no caso, o quatro de copas representando fofocas, neste caso simboliza as próprias fake news. Portanto, é o momento em que se deve ter cuidado com o que se ouve e as ideias que são propagandas. Por que é uma imagem que mostra confusões, ideias equivocadas.
A carta do Cavaleiro de Paus, no passado, mostra aí um momento de entusiasmo e superação, até indicando começo de uma melhoria dentro da economia ou até mesmo aquela euforia pós-carnaval, em que todos acreditamos que as coisas vão engrenar finalmente. A pandemia foi como um balde de água fria em todos estes planos otimistas.
Para o futuro próximo, a carta da Lua, indica um pouco de confusão, notícias que podem ser ocultadas, dados manipulados e onde pode haver um pouco de medo na população com relação ao destino do país. Mas este arcano também indica uma necessidade de olhar para a sombra, para coisas que não estávamos enxergando. Sugere uma volta ao emocional, ao olhar mais humano, a necessidade de encarar de uma forma menos materialista para a situação.
Oito de Espadas, representando o povo, mostra o momento de estagnação, de conflitos e até mesmo de impotência diante da situação, sentindo-se desprotegido ou até mesmo se arrependendo das escolhas que foram feitas, com a sensação de ter caído em uma armadilha.
O Nove de Paus, como ambiente, é propício; é uma carta auspiciosa, porque mostra um esforço coordenado, com cautela, mas mostra que o país irá se recuperar dessa situação de uma forma madura, com algum sacrifício, mas que trará amadurecimento geral.
O Cavaleiro de Ouros, nos medos e esperanças, mostra um conselho de praticidade, de economia. Este arcano está muito ligado à estratégia, planejamento minucioso. Então, o caminho é ter cuidado, calma; sem precipitação, buscar economizar, ir aos poucos se reestruturando. Por isso, o momento realmente até uma certa frieza para seguir adiante, mas não desumanidade, é a ação individual para o bem comum.
Finalmente, o Ás de Copas, na realização, representa a felicidade, a tranquilidade. Indica que não só economicamente, mas emocionalmente, socialmente, teremos uma celebração. A perspectiva a longo prazo, para o segundo semestre de 2020 é muito auspiciosa, é a própria vitória através da superação.
Na análise geral do padrão desta leitura, vemos que a predominância é do naipe de Copas e de Paus, cada um deles com três cartas. Mostra que na questão do coronavirus estão presentes de forma marcante a emoção e a superação.
O naipe de Espadas aparece com duas cartas, mostrando alguns conflitos que seriam até inevitáveis neste momento alarmante. O naipe de Copas aparece com um único arcano exatamente no caminho, carta de medos e esperanças, indicando que devemos ter praticidade sem alarme e sem egoísmo.
Aparecendo apenas um arcano maior, a Lua no futuro próximo, podemos entender que toda esta situação que ocorre em nosso plano físico, humano, é superável e que até pode ser benéfica se olharmos para o que estava oculto ou obscuro política e socialmente.
Em resumo, serão momentos de apreensão para os próximos meses, mas que mostram um resultado positivo após a turbulência e incerteza. Não é momento de ingenuidade e nem de alarme, pois é necessário sermos realistas, o meio termo entre o otimismo e o pessimismo, ou como alguns preferem chamar, o caminho do meio, a neutralidade.
Um grande abraço a todos e sigamos devagar e sempre!
Pettrus (Petronio Tales), utiliza tarô, baralho cigano,
numerologia, radiestesia, florais e aromaterapia :
Instagram: @pettrustalles - Facebook: @pettrustalles
Whatsapp: (11) 993950602 -www.pettrus.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 1/04/2020
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil