Home page

17 de maio de 2022

Responsável: Constantino K. Riemma


  FÓRUM / LEITURAS E POEMAS / Busca de si < voltar  
Busca de si
Um caso para ajuda em auto conhecimento
Flávio Alberoni
  T.A.G. Homem, casado (em vias de separação), perdeu a empresa. Tem dois filhos. Procurou-me para avaliar seu estado atual, buscando compreensão do porque as coisas estão acontecendo com ele de maneira tão agressiva.  

A cartas tiradas em sequência 21, 16 e 10. Persona: 13; Benfeitor 20. Todas invertidas, à exceção da 16.

Graficamente:

           11

20        10        08
13        16        18
05        21        10
11                    09

É bom observar de imediato que as reduções das 3 colunas, nos levam a uma sequência incompleta 9, 11 e 11. Isto é interessante por sugerir algo predestinado e que as coisas em sua vida estão ocorrendo de uma maneira correta, onde 11 rege a essência e comanda o processo. O que é excelente, apesar da cizânia flagrante em sua vida. Existem vários pontos que devem ser availados na interpretação e possibilitar a visualização do símbolo - se esta é uma mete do tarólogo. Vejam que 13 como persona é oposto (na escala binária de Wirtz) ao 10, que aparecem duas vezes. Isso nos leva a pensar que mais que problemas interiores ou resposas a si mesmo, o que o preocupa de fato são suas metas, seus sonhos em queda.

Mas, todo o processo é destrutivo, pelo arcano 16, embora o 13 (persona) busque sempre mais uma transformação e ajudado pelo 18 (sombra). O clima é de pessimismo. Pessoa de hábitos mentais arraigados e orgulhosos, com tendência marcante à contestação  (13 e 16) e bastante cioso de sua capacidade de discernir, embora não consiga enfrentar devidamente suas sombras (18). Observe que  13 e 16 são números rajas, e 18 sattwa, o que dá à sombra uma extraordinária volatilidade, frente aos 2 primeiros), mas adquiriu um grande poder pelos 2 primeiros arcanos. Temperamento forte (10=ID), ajudado pela persona (13), que é justamente o arcano oposto, na escala binária de Wirtz, com condições de ditar seu destino e escolhas e com uma atitude (8 = s.ego) coerente frente as suas decisões e metas, mas com dificuldade de lidar com suas emoções de uma maneira clara. (18+10=28=10, aumentando a impaciência que provém de seus impulsos), o que determina impaciência, irritabilidade e ajudado por uma grande arrogância (16=ego). Muito intuitivo (21), mas não considera as intuições como algo aproveitável, pois sua atitude mental é fortemente crítica. O mesmo arcano lhe dá forças para criar e dominar. Uma necessidade de se analisar e se enfrentar com clareza e com ajuda de alguém. O que favorece o processo de compartilhar (11 e o próprio 20 - pois este (o protetor) garanteum processo de limpeza de seu corpo luminoso enfrentando seus bloqueios e a si mesmo. Isto estimula a humildade e diminui o seu poder  - ou sensação de poder - perante o mundo. Absoluta necessidade de expressar (5= benfeitor) com harmonia o que sente - mas se perdendo com frequência pelo excesso de exposição na luta de se conseguir algo. Pode-se disciplinar para isso, através de práticas não mentais. De preferência algo que mexa com o físico (13, 16 e 18) e com a intuição (5, 21, 10), pois os sonhos e o aspecto mental (20, 10 e 8) estão obscurecidos, pela necessidade de limpar o seu psiquismo (apanágio do 20-= protetor).

O símbolo de hoje (não da época em que foi tirado o tarô), é de uma criança irritada, buscando dar a mão a alguém que a estende. Isto é interessante, indicando que o processo de modidficação está mudando, pois está reconhecendo a ajuda de alguém maior, que, afinal, conseguiu se aproximar.

A esposa (12 - oposta ao 11), está presente apenas como imagem especular (21), sugerindo que o complemento real ainda não chegou.

A interpretação, reconhe-se, é bem incompleta. Falta analisar as outras reduções e sua importância, nas duas colunas da árvore, bem como a redução maior, que é a soma de todos os arcanos. Não me aventuro a interpretar tb os filhos, presentes nos arcanos 20 e 8. Deixemos as crianças onde estão. Protegidas.

Apesar do quadro tão cheio de confiltos, o símbolo é marcadamente otimista. Dizendo que uma modificação de seus hábitos em nível mental, fornece - pela sua força intrínseca - uma mudança para melhor de todo o contexto. Para que dizer mais? Respeitemos.

Impossível não completar a conclusão, impulsionado pelo arcano 19., do símbolo


Pode haver chuva ou sol
difícil distinguir um dia do outro,
pois tudo se obscurece
quando tento abrir os olhos para ver. 

Grassa, nos pés, uma grama verde,
e o guardião me fornece o que preciso
para respirar
(além de sua mão concreta
e de seu calor e toque magistral).

Leva-me acima das nuvens
Ver o mundo como águia
é o meu alento!

 
25/10/2009 16:17:02

Comentários

Zaida Guterres - 12/01/2010 16:15:37
FLÁVIO, pedi ajuda ao Constantino e ele respondeu que você poderia esclarecer melhor o meu sonho.
Anexo contato:(Zaida, acredito que quem melhor poderia responder sua questäo é o Flávio Alberoni, um grande colaborador do site. Tente copiar para ele a sua mensagem no Fórum: http://www.clubedotaro.com.br/site/forum/tema.asp?tema=5 Boa sorte Constantino Sun, 10 Jan 2010 11:42:00 -0200, escreveu: Nome: Zaida Guterres E-mail: zaida.guterres@farrapo.com.br Cidade/Estado: Caçapava do Sul/RS
Mensagem: Gostaria, se possível, saber o significado de um sonho.Eu estava jogando com outras pessoas e me dei conta que havia ”batido” pois eu tinha, sem saber, 21 cartas com estampa de cavaleiros. Coloridos.Bonitos. Acho que alguns eram cavaleiras. O sonho não me saiu do pensamento. Foi ontem à noite. Tenho 65 anos de idade. Descobri o site hoje, quando tentava entender meu sonho.Mui grata.MUITA LUZ PARA TODOS!Zaida )
Obrigada. Saudações cósmicas.Zaida

Flávio Alberoni - 12/01/2010 17:34:31
Zaira.
Gostei muito de seu sonho. E veio-me um símbolo de imediato que o explica, de certa maneira. Uma caverna, onde você deitada na nave central, observa o teto. Cada pedra é um espelho e em cada espelho uma imagem similar aos cavaleiros que você vê. Digo similar, mas cada um deles possui uma postura bem diferente e também vestimenta. Alguns são até agressivos.

O arcano forte não é o 21(21 cavaleiros!), mas é o 2 - A Papisa. Eu diria que você tem de estimular em si um processo de forte meditação, pois chegou a hora onde vai se observar com clareza. Cada uma das cartas é uma parte de si, que se revela. Aproveite o seu rítmo, sim?

Parabéns, eu diria.

Abs.

Alberoni

  Total: 2  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil