Home page

22 de agosto de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  ARCANOS MAIORES / O conjunto - estudos / Os arcanos místicos < voltar  
Os Arcanos Maiores Místicos
 
Valéria Fernandes
 
 
    Algumas cartas do Tarô nos permitem identificar e acessar de modo mais específico o universo místico e esotérico, seja través das simbologias que evocam, seja pelo potencial a ser desenvolvido por meio de suas energias.
    Reduzir o Misticismo a experiências puramente sobrenaturais e ocultas, ou apenas às práticas religiosas, seria uma forma de anular parte de seu significado, coisa que não tenho nenhum intuito de fazer, portanto, não entrarei neste mérito, deixando a critério pessoal o venha a ser Misticismo.
    Acredito que podemos associar o conteúdo de cunho místico, muitas vezes ritualístico, a 7 cartas dentre as 22 dos arcanos maiores do tarô.
 
 1. O Mago ou "O Druida" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich 2. A Sacertodisa ou "A Alta Sacerdotisa" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich 5. O Hierofante ou "O Guia" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich 9. O Eremita ou "O Homem Sagrado" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich
1. O Mago, 2. A Sacerdotisa, 5. O Hierofante e 9. O Eremita
Faery Wicca Tarot por Kisma Stepanich e Renee Christine Yates, 1998 - Llewellyn Publications
 
    O Mago - É o arcano da magia, seja branca ou negra, pois tem acesso e domínio aos Quatro Elementos da Natureza e manipula estas energias, seja para o bem ou para o mal. Pode representar as artes divinatórias em geral, qualquer profissional ligado ao tarô e literalmente os magos, os feiticeiros e os bruxos. Não necessariamente iniciados em alguma ordem, podendo atuar por conta própria.
    A Sacerdotisa - É a representante da clarividência, das forças ocultas e inconscientes. Atua como a curandeira e a rezadeira que ajuda a vizinhança, bem como exerce seu papel iniciático no sacerdócio. Seus dons místicos tanto podem ser usados para feitiços sedutores, de caráter vingativo e maldoso, como para fins de caráter elevado como, por exemplo, os Esbat’s Wiccanos. Remete às bruxas da Idade Média, mulheres com algumas “qualidades sensíveis”, caçadas e acusadas de satanismo.
    O Hierofante - É o Sumo Sacerdote do mundo espiritual, o iniciado supremo dos segredos esotéricos, como o papel de unir e direcionar não só os seus seguidores, mas a humanidade no todo. Tem domínio absoluto das práticas ocultas e divinatórias, assim como habilidade e conhecimento para fazer uso das mesmas e transmiti-las para perpetuação. Seu empenho é pela a união direta com a divindade. Podemos vê-lo como um “acadêmico” do mundo espiritual que chegou ao “doutorado”.
    O Eremita - É o velho homem sábio, aquele que tem a força espiritual para curar a si e aos outros, é o buscador da luz interior. Como o próprio nome diz, atua no ermo, na solidão. Sua busca é pela essência verdadeira, faz uso da consciência para discernir o que seja de ordem natural ou sobrenatural, e assim desvendar os mistérios entre céus e terra e conciliá-los.
 
A Temperança ou "As Águas Sagradas" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich    15. O Diabo ou "O Velho" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich    18. A Lua ou "O Morro da Lua da Velha Feiticeira" no Faery Wicca Tarot de Kisma Stepanich
14. A Temperança, 15. O Diabo e 18. A Lua
Faery Wicca Tarot por Kisma Stepanich e Renee Christine Yates, 1998 - Llewellyn
 
    A Temperança – É o arcano da alquimia e das experiências transcendentais. Suas experimentações se dão no nível físico e espiritual, no entanto, o possível alcance da Perfeição Espiritual é bastante salientado, tendo como objetivo a Pedra Filosofal, substância essencialmente mística. A transmutação das capacidades inferiores para superiores e a procura do Elixir da Longa Vida fazem parte deste universo.
     O Diabo - É o arcano das profundezas da escuridão e da magia-negra. Tem o poder das forças instintivas e seu âmbito de trabalho é no plano material, como a concretização dos desejos carnais, a ambição e o poder. Na maioria dos casos atua em rituais religiosos ou ocultos, através de pessoas previamente preparadas para lidar com sua energia, seja para o bem ou para o mal. Os conceitos de “bem e mal” devem ser ponderados, devido o que venha a ser mal para uma pessoa poder ser considerado bem para outra.
    A Lua - É o arcano do mundo das sombras e da opacidade da luz. As experiências místicas se dão na noite e são trabalhadas pelas brechas inconscientes e espirituais, através dos abismos da alma. Muitas das práticas ritualísticas iniciadas pelo Mago, pela Sacerdotisa e pelo Diabo, têm a Lua como apoio, respeitando suas fases e energias para fazer vingar seus propósitos.
    Há quem considere a carta A Estrela dentro deste conjunto, particularmente não interpreto desta forma. Vejo esta lâmina no campo astrológico.
 
novembro.08
Contato com a autora:
Valéria Fernandes - www.taroetaro.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
ARCANOS MAIORES / O conjunto - estudos / Os arcanos místicos < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil