Home page

20 de janeiro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


Transformação, Discernimento & Sagrado Feminino em 2018
Cláudio Carvalho
São três os Arcanos que regerão o ano de 2018: Luxúria, O Æon e A Sacerdotisa. A principal influência será do Arcano II – A Sacerdotisa – que atuará como uma espécie de interseção das outras duas influências que vão reger partes do ano que se inicia. A energia atuante do Arcano Regente do Ano em questão resulta do cálculo que envolve os dois Arcanos secundários, Luxúria e O Æon.
Por exemplo, 2 + 0 + 1 + 8 = 11, resulta no Arcano XI, a Luxúria, mas há também uma Influência Oculta quando somamos estes mesmos números diferentemente. Após o exemplo do cálculo tomado acima do lado “luminoso” do ano, agora se calcula sua “sombra”, 2 + 18 = 20. Esse último é o número do Arcano O Æon. Mas em 2018 será especial porque pela soma do método reducional de ambos os números 11 & 20, é gerado o 2, que será a energia regente de 2018.
Interessante constatar, que pelo método reducional, tanto o lado “claro” ou “luminoso” como “escuro” ou “sombra” (ambos representativos do consciente & inconsciente) resultam no princípio da Dualidade, e isso se reflete em todos os anos porque está intrínseco na espécie humana tal divisão.
No entanto, como foi visto acima, o 20 denota a “sombra” que deve ser trabalhada junto às influências claras ou conscientes do Arcano XI, neste caso proveniente da Luxúria. Contudo, A Sacerdotisa atuará de forma dinâmica e transformadora na energia de ambos os Arcanos secundários de 2018.
Thoth Tarot - Cláudio Carvalho
A resumir esse processo tarótico, haverá a combinação de poderes e energia no que concerne uma espécie de Trindade ou Energia Trina que atuará de maneira harmoniosa, que segundo a matemática Pitagórica, uma analogia a ser feita, seria a combinação entre os cinco sólidos de Platão, perfeito em sua Natureza.
A “sombra” com seus aspectos inconscientes possui uma dinâmica própria que exacerba o processo psíquico-emocional em lidar com desafios não só oriundos dos Arcanos XI e II, mas, principalmente dela mesma a fim de potencializar o processo de desenvolvimento humano durante o trabalho interno, que deverá ser realizado nos trezentos e sessenta e cinco dias (365) do ano. Obviamente esse trabalho interno deve ter quatro tipos de laboratórios para sua operação, isto quer dizer, os quatro níveis ou planos, são eles: material, mental, emocional & espiritual.
Toda abordagem dita acima, oriunda a partir das práxis anuais através das experiências com as células do Tarô de Crowley & Harris (TCH), foi concebida após anos de observação e metodologia não apenas científica, mas, principalmente pelos sintomas manifestados na psique e ações das pessoas como um todo. Sendo assim, é de minha total responsabilidade essa inclusão em minha Previsão no que concerne a origem do Arcano “sombra” para o ano vigente neste caso.
Apenas gostaria de frisar que a Ciência Tarótica não se prende a conceitos tradicionais de previsão, contudo, seu enfoque é direcionado ao desenvolvimento perene de modelos que abrangem outros níveis de entendimento. Como o conceito Pitagórico aplica: Todas as coisas são números
Todo Ciclo possui um período de transição, em que duas correntes de energia se encontram de modo que são filtradas para que cada uma ocupe o lugar que lhe é próprio naquele período de tempo. Não poderia ser diferente com os três Arcanos que tecnicamente lançaram os seus primeiros feixes de energia transformadora a partir do Solstício de Verão (21 de dezembro de 2017) ainda que influam “oficialmente” a partir do dia 1° de janeiro até o dia 31 de dezembro de 2018. As influências deles serão manifestadas mais intensamente a partir do Equinócio de Outono (21 de março de 2018). 
Voltando ao ano e sua previsão, é interessante frisar que os meses que iniciam 2018 estarão sob maior influência do Arcano XI, enquanto os meses que findam o mesmo ano, estarão sob maior influência do Arcano XX. Isso não quer dizer que ambos estarão somente influentes no início ou no final do ano, mas concomitantemente com A Sacerdotisa durante todo o período.
De qualquer forma, há um Arcano contínuo, que permeará com sua manifestação, os trezentos e sessenta e cinco (365) dias do ano.  Eis A Sacerdotisa [da Estrela de Prata]!
Luxúria
O Arcano Luminoso que atuará com maior ênfase nos seis primeiros meses do Ano: Luxúria - A Filha da Espada Flamejante.
Tendências básicas: Os aspectos centrais conferidos pela Luxúria são energia, iniciação e transformação.
Princípio Guia: A “domesticação” do Leão Interior. A correta percepção para Decifrá-Lo!
No Ano de 2018 o Arcano Luxúria irá trabalhar os aspectos de transformação & energia interior cujo movimento o levará no confronto com você mesmo. A partir de aí se deve trabalhar intensamente os aspectos ou as suas crenças pessoais (não falo aqui de religião, mas de aspectos psíquico-emocionais) que foram incutidos em todo seu desenvolvimento como ser humano.
Essas crenças são como se fossem elos de uma corrente, presas umas às outras e que não deixa você avançar no trabalho interior, dificultando propositalmente qualquer transformação desses elos, em outras palavras, na substituição dessas crenças por novas formas de percepção que não o prendam mais a conceitos que não fazem parte de sua Natureza.
Nos seis primeiros meses o momento será de expansão, ainda que a “sombra” atue em segundo plano, trazendo à tona as crenças mais obscuras que você carrega por décadas ou mesmo por várias vidas e que não consegue transformar.
Em 2018, a Luxúria vai trabalhar para integração dos seus medos, de suas mazelas pessoais com o intuito de unir ambas as forças, não importando quais conflitos que poderão advir dessa operação interna.  Não haverá mais possibilidade de empurrar suas crenças para debaixo do tapete, os monstrinhos já estão todos lá, e não há mais como controla-los, eles certamente escaparão.
Contudo, para que você possa enfrenta-los, deve-se ter coragem. Essa é a maior coragem que existe: o olhar para dentro e “ver” que seus medos e inseguranças simplesmente corroem de dentro para fora, suas possibilidades de sucesso nos quatro planos da existência. Por exemplo, não adianta você ter sucesso em sua carreira, se você emocionalmente não responde de forma madura a questões que possam envolver relacionamentos, principalmente os relacionamentos mais íntimos. Não adianta você prosseguir de maneira bem resolvida emocionalmente com seu parceiro se você vive numa inconstância tremenda financeira, sem poder mesmo conseguir pagar suas contas. E outros mais variados exemplos que você vê a sua volta, e que pode mesmo ocorrer com você, e que muitos acham que está tudo bem. Daí o famoso, “ah, vou levando” ou “deus é que sabe”...
A Luxúria tem o Sol como energia constante porque o Arcano é regido por Leão, o que poderá em certo sentido cegar muitas pessoas em questões que envolvam decisões de grande importância, sejam familiares ou de trabalho. Por isso, o Arcano pede que você se transforme, libere seus elos e seja mais consistente dentro de suas ações, mais estável em suas palavras, e principalmente, coerente em seus pensamentos. Somente assim, aqueles a sua volta terão plena segurança em confiar em suas palavras, sabendo desde já, que as mesmas repercutirão não apenas em sua vida, mas nas das pessoas que você convive de alguma forma.
Trabalhe a forma que você enxerga o mundo a sua volta, seja mais atento em 2018, crie novas perspectivas para que haja melhoras na sua qualidade de vida, crie estratégias para lidar com seus medos internos, não adianta fugir deles, eles estão aí.
Por outro lado, novos desafios em termos de trabalho, projetos, viagens, estarão a bater na sua porta e, ao perceber que há alguma chance de melhoria em sua vida, não desperdice a possibilidade de mudar para melhor. Como é dito, 2018 é um ano de transformações intensas.
O Æon
O Arcano "Sombra" que atuará com maior ênfase nos seis (6) últimos meses do Ano: O Æon.
O Espírito do Fogo Primal.
Tendências básicas: Os aspectos centrais conferidos pelo O Æon são Renovação, Despertar e Transformação.
Princípio Guia: Renovação Cósmica e nascimento do novo. Origem eterna do Entendimento.
O Æon será a grande “sombra” de 2018. Sua influência será persuasiva, uma vez que remete a uma falsa auto identificação que gera uma constante desilusão. As possibilidades que surgem da inconsciência de todo um processo de desenvolvimento da união dos seus opostos, é uma das principais características desse Arcano. O mesmo retrata muito a capacidade de tomar decisões com grande discernimento.
Não há mais condições de manter o velho em 2018. Continuar com estreitas correlações ou conhecimento, que não mais acrescentará alguma coisa em sua vida, poderá acarretar anos de atraso no seu autodesenvolvimento. Posicionamentos obsoletos não serão mais indicados, porque o fluxo de energia desse Arcano impulsiona a todos para novos conhecimentos e experiências que enfatizem os processos mais transcendentais possíveis, como por exemplo, a percepção de que tudo que é feito requer desprendimento, praticidade e organização. A atenção não é dada mais as partes individuais do todo, mas na intermediação entre as mesmas para que haja cooperação entre ambas, e assim as funções sejam harmoniosas.
A necessidade que o Arcano vai determinar para o ambiente não apenas individual, mas coletivo também, será o desafio em discernir o momento certo para tomadas de decisões, e ver todo o processo que envolve tal ação de maneira holística, diversificada e ao mesmo tempo, abrangente. A totalidade geralmente é compartimentada pelos diversos pontos de vista que existem ao se tentar julgar uma situação pessoal ou mesmo algo que envolva o planeta inteiro. Mas, esse compartimentar não será mais aceitável, porque a divisão vela muito do que é julgado.
Novas perspectivas e diretrizes se manifestarão de uma maneira intensa, e que pela sua força de mudança, não permitirá mais aspectos cristalizados ou fossilizados de ideias, opiniões, e ações que tentem ainda manter o status quo. Esses não terão mais chance em impor suas análises e perspectivas, porque são todas estéreis diante do movimento da lei da mudança.
Internamente, não haverá mais indolência com o velho, com aquelas questões que você perpetua por longos anos, ora por acomodação, ora por acreditar que elas são verdades absolutas para você mesmo. Não haverá mais chance de empurrar com a barriga tais atrasos, por isso, o Arcano que é a própria manifestação do Espírito, colocará por terra, qualquer prolongamento desses velhos conceitos e pré-conceitos. A polarização, por mais que esteja em evidência, está com seus dias contados...
A sombra de 2018 será implacável no confronto e os efeitos serão bem visíveis e algumas vezes, bem impactantes. Que saia o velho, e que venha o novo!
A Sacerdotisa
O Arcano Regente de 2018 em sua continuidade será A Sacerdotisa da Estrela de Prata.
Tendências básicas: Os aspectos centrais conferidos pela A Sacerdotisa são Mudança, Transformação e Intuição.
Princípio Guia: Alma Mater (Mãe das Almas), Matriz Espiritual e o Sagrado Feminino. O Poder Feminino como redenção da Alma do Mundo.
A Sacerdotisa será, de fato, o Arcano regente de 2018, já que ela é uma espécie de interseção entre os dois Arcanos citados acima. Sua função é emanar todo poder concentrado da energia Trina que envolverá esse ano de transformações.
Esse transformador Arcano é pura transmutação, mais do que apenas uma mudança, ela é a energia que envolve toda e qualquer transformação essencial daquilo que a espécie humana acredita ser. O “essencial é invisível aos olhos” como dizia O Pequeno Príncipe em sua sabedoria, e essa profunda sentença retrata muito bem o movimento perene de A Sacerdotisa. Muitas vezes a transformação vem de forma “invisível”, quase imperceptível, todavia, o poder do Arcano II geralmente acarreta conflitos, confusões e até mesmo sensação de revolta quando se depara com questões que são resistentes a mudança. No entanto, o que ela quer, é que você crie suas fundações de forma sólida ainda que flexível, e que sua forma de ver o mundo seja muito mais ampla e com alto grau de discernimento.
Contudo, não só de profundidade e percepção será o ano, mas tendências enormes para escapes da realidade, devaneios, dúvidas e mesmo crises existenciais serão a tônica de 2018. Qualquer possibilidade que permita escapar da dura realidade da vida, dos padrões equivocados que a sociedade mantém a qualquer custo, da inversão de valores e mesmo no contexto de polarização em termos sócio-político-religioso, estarão exacerbados para que ocorra a transmutação desses pesados-valores que estão em evidência no mundo. O momento que o ser humano atravessa sob o contexto civilizatório, é inevitavelmente drástico, porque isso faz parte da energia da Era que está nos seus estertores depois de 5.000 anos, a Kali Yuga.
Mais sobre a Kali Yuga, veja:
www.lamatroniko.wixsite.com.
René Guénon, A crise do mundo moderno.
Um dos aspectos mais interessantes do Arcano II, no Livro de Thoth, é o planeta que rege o mesmo, a Lua. Ela costumeiramente representa a expressão do subconsciente, dos arquétipos que estão incrustados no contexto coletivo do inconsciente e na pureza do Amor em sua totalidade. Como você pode ver, A Sacerdotisa interpenetra níveis de entendimento para se manifestar conscientemente naquelas pessoas aptas para receber sua energia de forma tão diversificada e ampla. Dessa forma, 2018 será o ano da diversificação, da pluralidade de ideias e da força feminina em sua plenitude.
A Força ou Energia Feminina será um dos pontos fortes do Arcano em 2018, formas e manifestações do Sagrado Feminino serão bem mais constantes e universais do que nos anos anteriores. As várias religiões com tendências ao contexto patriarcal, ou mesmo aquelas que foram usurpadas por essa visão mais política do que necessariamente religiosa, estarão recuperando os cultos antigos, ainda que sob outros nomes, nesse caso, levemente de acordo com os dogmas ou cânones impostos pelas religiões vigentes, veja como exemplo disso, o culto maronita dentro do Catolicismo. Para os conservadores será uma grande dor de cabeça conter essas correntes no seio de determinadas religiões seculares, e conflitos internos podem ocorrer por causa desse reerguimento que é inevitável.
No contexto social, manifestações desse poder estarão em escritos, pinturas, desenhos, dentro dos vários contextos artísticos, onde o Arcano tem grande influência devido à sensibilidade daqueles que produzem arte.
No âmbito político, mais legislações apoiando as mulheres, mais mulheres no campo político e aumento de formadoras de opiniões. Infelizmente haverá também os radicais de ambos os lados, mas A Sacerdotisa agirá de forma intuitiva para que essas truculentas batalhas através das redes sociais sejam percebidas como sem sentido e que não levam a caminho algum... Com o andar das energias que estão a caminho nesse epiciclo, que teve seu início em 2017, quando chegar ao seu final, daqui a 8 anos, muito dessa polarização estará diluída devido ao processo de compreensão das leis da oposição que a civilização já está a atravessar quase uma década.
Resumindo, 2018 será um ano especial pela sua constituição tripartida, e pela combinação delas poderá surgir um novo paradigma que ampliará na percepção diária, o modelo de como cada ser humano ver o universo, o seu universo pessoal.
Cláudio César de Carvalho – Cláudio di Thoth – é tarólogo,
articulista e membro de Le Tarot Associazione Culturale.
www.claudiocarvalho93.wordpress.com
www.facebook.com/Khresterion
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 9/01/2018
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2016 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil