Home page

11 de dezembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


Aos brasileiros de boa vontade
Orientação do I Ching para o ano de 2018
Consulta feita por
Constantino K. Riemma
Pedimos ao I Ching, ao invés de previsões, que nos desse uma orientação para fazer face ao cenário sócio-econômico-político em que nos encontramos. Qual a conduta que os homens e mulheres de boa vontade devem buscar para servir ao bem comum?
Para obter uma indicação do Livro milenar frente o quadro sofrido em que nos encontramos, fizemos uma consulta com moedas. A resposta foi dada pelos hexagramas 5. A Espera — com linhas mutáveis na 1ª e 6ª posições — e 57. Suavidade.
Hexagrama 5 - A Espera
O 5. A Espera ensina que a sinceridade é fonte de clareza e consciência. Indica também que perseverança é indispensável à consolidação da força necessária para – quando chegar o momento oportuno – “atravessar a grande água”, ou seja seguir em frente na realização de nossas metas.
O oráculo revela ainda que nos encontramos diante de um perigo que deve ser superado com força interior e paciência. Só o forte pode enfrentar seu destino, graças à sua segurança interior. Essa força se revela numa sinceridade inflexível. O homem capaz de ver as coisas tais como são na realidade, sem ilusões nem enganos em relação a si mesmo, recebe a luz que permite reconhecer o caminho para o êxito.
O conselho do I Ching, hexagrama 5. A Espera, para essa primeira fase do ano de 2018 é, literalmente:
O homem nobre come e bebe, permanece alegre e de bom humor.
Essa mensagem indica que a boa disposição falará mais alto do que a agressividade, pois esta, como a experiência nos confirma no mundo moderno, gera mais furor e violência.
As linhas mutáveis indicadas no sorteio, apontam fatores relevantes no processo. A linha na primeira posição nos diz:
A espera na planície. É favorável esperar no duradouro. Nenhuma culpa.
O perigo ainda está longe, mas já podemos pressentir o que se aproxima. Em tais circunstâncias devemos manter a vida em seu ritmo regular enquanto for possível. Só assim se evitaremos um desperdício prematuro de forças e escaparemos de erros e culpas que mais tarde nos enfraqueceriam.
A sexta linha móvel do hexagrama da Espera revela:
Alguém cai no buraco. Chegam três hóspedes que não foram convidados. Honra-os, e ao final virá boa fortuna.
Essa revelação oracular evidencia que teremos, no correr de 2018, uma situação muito difícil de ser resolvida e mostra que os perigos são inevitáveis. Chegará um momento em que todo esforço parecerá ter sido em vão. Porém justamente nesse momento extremo ocorrerá uma imprevista mudança. Sem qualquer movimento de nossa parte, ocorrerá uma intervenção externa. Ao início não se sabe se tal intervenção visa à salvação ou à destruição. Em tais circunstâncias deve-se manter a mente alerta para acolher a nova alternativa. Desta maneira sairemos afinal do perigo e tudo irá bem. O destino com frequência traz felizes reviravoltas em formas que ao início parecem estranhas.
O hexagrama 57. Suavidade lembra que para cumprir a vontade do céu é preciso completa humildade e submissão. A suave penetração produz efeitos graduais, quase imperceptíveis; são porém os mais consistentes e duradouros.
Está prometido um bom andamento, não porém mediante a imposição da própria vontade, mas pela receptividade que se deixa tocar pelas circunstâncias e pelas necessidades dos que se encontram ao nosso redor. Nos momentos difíceis da vida, a humildade diante das forças que nos ultrapassam constitui a virtude que nos ajuda a encontrar o apoio dos outros e um novo rumo.
A orientação do oráculo, para mantermos um objetivo e procurarmos o grande homem, indica que mesmo uma pequena força poderá obter grandes resultados se estiver sob orientação de alguém sábio e verdadeiramente capaz.
O conselho do hexagrama 57, A Suavidade, é o seguinte:
O homem nobre transmite suas ordens a todos e executa suas tarefas de acordo com a vontade do céu.
Isso sugere que devemos assumir as medidas que estejam ao nosso alcance e orientar aqueles que estejam sob nossa responsabildiade. O Livro ressalta que o líder orienta e explica com clareza os propósito almejados; se ele estiver a serviço de metas superiores terá o poder de executar suas obrigações com perfeição.
Em suma:
Teremos um ano com limitações e desafios que ultrapassam nossas forças. No entanto, os desígníos celestres poderão inspirar nossas pequenas ações, sempre que realizarmos com seriedade e bom ânimo o que estiver ao nosso alcance e estimularmos os que se encontram à nossa volta.
Os textos originais dos hexagramas podem ser vistos no site
dedicado exclusivamente ao Oráculo Chinês: www.iching.com.br
Constantino K. Riemma,
responsável pelo Clube do Tarô.
ckr@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 29/12/2017
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil