Home page

25 de junho de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Perspectivas para 2016
Cris Muiños
Como primeira visão do que nos espera, apesar de impactante, vejo com otimismo o despertar da consciência individual e coletiva. E para cada um de nós o "despertador" adequado ao seu acordar... Quanto mais profundo o sono mais barulho será necessário, lembre-se disso.
Para achar o arcano do ano, somamos os números 2+0+1+6 e obtemos o número 9. No tarot o arcano nove é o Eremita ou Ermitão. Representado normalmente como um homem mais velho e solitário, a segurar uma lanterna que ilumina seu caminho na noite escura, este arcano simboliza o momento de recolhimento, a busca interna, o amadurecimento e também um certo isolamento, já que a prioridade não é interagir com o mundo, mas descobrir o mundo que há em si mesmo.
Tr~es cartas de Cris Muinos
Três cartas obtidas por combinações numéricas de 2016
Ilustração da autora
 Outro arcano a ser considerado na análise, será o 16, já que o usaremos nas abreviações das datas diariamente. Este corresponde ao arcano chamado A Torre ou a Casa de Deus. A Torre corresponde à quebra de estruturas, quedas, rompimentos e perda da estabilidade. Como a própria imagem sugere algo é destruído por uma intervenção "divina".
E para não deixar ninguém de fora, temos o arcano 20 (2016) O Julgamento, trazendo um despertar de consciência global, um "acordar" numa perspectiva ampla. Este é o arcano da renovação e das surpresas,do chamado a verdadeira vocação.
E o que poderemos esperar de 2016? Num âmbito individual, sair da zona de conforto, uma busca necessária e urgente por um entendimento de si mesmo. É como se o Eremita se visse obrigado a sair do recolhimento à força...a casa caiu e é preciso se expor,não há onde se esconder.
Estruturas emocionais se rompem, conceitos caem por terra, impossibilitando-nos de continuar no lugar confortável que conhecemos. Essa ruptura pode ser devastadora se não houver o centramento e a consciência necessária. É o sair da casinha, popularmente falando. Pessoas perdendo literalmente a sanidade por não serem capazes de administrar  grandes mudanças em seus paradigmas.
Em contrapartida, surge a oportunidade fantástica de curar-se, entendendo cura como transformação, uma oportunidade de refazer-se com a maturidade necessária, aceitando profundamente a humanidade e sua sombra.
Ao pensar no Eremita saindo da Torre que cai, avisado pela trombeta do anjo no Julgamento, não deixo de pensar na exposição do EU que tudo isso pode causar. Como uma invasão de privacidade, este ano trará a tona o melhor e o pior que estava oculto no ser humano, revelando facetas desconhecidas de nós mesmos, tanto para o positivo quanto para o negativo. São as máscaras que caem... O importante é a oportunidade de aprender com tudo isso, nos tornando mais íntegros e verdadeiros. Revendo valores e conceitos.
Considerando esta influência no país, a quantidade de escândalos que vimos em 2015 poderá ser superada facilmente, só que desta vez com uma diferença: a verdade vem à tona e sem maquiagem. A grande mídia responsável pela manipulação em massa sofre uma ruptura, onde perde o apoio velado de seus colaboradores. O país assim como os indivíduos, passará por uma grande reestruturação, onde acontecerá a exposição e investigação de pessoas importantes, antes intocáveis.
Na economia nosso selvagem capitalismo chega ao alto da Torre, e como todo mundo sabe quanto mais alto se está, maior o tombo. Por isso, as grandes indústrias deveriam começar a repensar seus modelos e reestruturar suas bases, pois não há como manter a sustentação da mesma forma.
A palavra "reforma" se torna mais que adequada na política, no financeiro, no indivíduo...  Este ano não há como se jogar a sujeira (ou a lama) para debaixo do tapete. É hora de mudar.
Mosaicos para 2016
Utilizando o Universal Transparent Tarot, criei pequenos mosaicos, onde associo cada arcano maior a um menor e uma figura da corte. Assim, teremos uma riqueza de informações que combinadas entre si podem nos orientar e quem sabe, preparar para o ano que virá. São mosaicos, peças que se juntam informações que se cruzam criando um novo cenário.
Julgamento, Ás de Paus e Rei de Ouros
Julgamento, Ás de Paus e Rei de Ouros
Ilustração da autora
Imaginem renascer uma força poderosa, como uma grande iniciação, trazendo a tona capacidades nossas perdidas ao longo dos tempos. Quem já reparou no movimento que começa, ainda que tímido, da valorização dos saberes das pessoas da terradas antigas sacerdotisas e benzedeiras, homens e mulheres do campo, das ervas, dos remédios naturais... reparou?
O espiritual e o material andam juntos, já falei disso, separamos, pois é mais didático para explicar. A prova disso é que este Rei de Ouros vem nos mostrar uma riqueza que esquecemos, mas que está na hora de recordar. E tudo isso num movimento de grandeza, refletindo no mundo todo. A ligação com a terra e a preocupação com o planeta traz uma nova forma de usar os recursos naturais.
Surgem também os grandes líderes religiosos trazendo propostas transformadoras, mudanças estruturais e iniciativas surpreendentes dentro de suas religiões. É como se estivesse surgindo uma nova consciência da espiritualidade. Revelações de descobertas históricas, dogmas que caem por terra, verdades do passado, tudo isso chacoalhando positivamente o ser humano para um encontro verdadeiro consigo mesmo. Toda a espiritualidade voltada para o renascimento de um ser consciente de seu potencial criador.
Se o Sagrado Feminino já está em seu processo de cura, cabe a 2016 anunciar a cura também ao Sagrado Masculino.
Torre, Seis de Paus e Rainha de Espadas
Ilustração da autora
Perder para ganhar...já escutaram isso? Essa Torre no emocional te diz: não se apegue a este lugar, não se apegue a esta imagem, não se apegue a estas coisas nem a essas pessoas... nada disso é Você. Quem estava sempre acostumado a ganhar ou mesmo a estar num lugar de destaque, pode ficar realmente incomodado ou até mais que isso: surtar! Lembram que falei do povo "fora da casinha"? É por aí mesmo. Afinal os parâmetros estão mudando radicalmente.
E lá vem nossa rainha da "sutileza” (ironia!!!) nos lembrar disso. A Rainha de Espadas aqui tem um papel fundamental no que se refere a manter a racionalidade diante dos obstáculos que possam surgir. Ela é prática e encontrará a melhor saída quando a casa (Torre) estiver caindo.
Alguém me questionou sobre a mudança vir com "dor" e pode ser que sim, tudo vai depender da sua resistência à verdade, afinal com uma casa caindo na sua cabeça ou você aceita e sai fora logo, ou fica até cair o primeiro tijolão no coco...
As "perdas" estão claras, mas cadê a parte vitoriosa, o Seis de Paus? A conquista ou vitória se dá quando finalmente seguimos em frente e percebemos que podemos e somos muito mais. É a hora de parar de se contentar com o mais ou menos, aquele padrão meia-boca que estávamos acostumados, arregaçar mangas e ir buscar, fazer o melhor. A queda da Torre praticamente nos obriga a isso, é o pontapé na bunda que te leva pra frente, dói mas dá um resultado... Enfim, sair da concha que nos impede de crescer, largar para trás a velha estrutura que não nos cabe mais... e se for preciso chutar o balde, vamos lá!
Eremita, Três de Ouros e Rainha de Paus
Eremita, Três de Ouros e Rainha de Paus
Ilustração da autora
Saber usar o dinheiro é mais do que apenas gastá-lo. Essa combinação revela um aprendizado na relação material, mostrando que a quantidade não é o objetivo, mas a alegria em como usufruir dos bens que possui.
O reconhecimento e o mérito, somados a humildade e modéstia do Eremita, conferem a esta Rainha de Paus um poder sem soberba, uma preocupação com o próximo, um "se importar com o outro”, valorizando ações em conjunto, valorizando a solidariedade e empatia.
Aprender a viver com menos, de forma criativa e feliz, observando que prosperidade nunca foi quantidade. Tudo isso vem ao encontro ao se trabalhar as perdas e a nova estrutura que surge.
Os estudos estarão muito favorecidos neste ano: pesquisas, descobertas, curas, novos remédios e tratamentos.
Impossível não pensar na nossa Rainha de Paus meio bruxa e no sábio Eremita juntos... quanta informação e transformação pode acontecer ao acessarmos um saber ancestral. A Medicina Antiga chamada "alternativa" ganhando mais e mais espaço, retomando sua importância. Xamãs, bruxas, rezadeiras... mulheres e homens sábios aparecendo de todos os cantos. É uma bela visão!
Os pequenos empresários ganham mais espaço, um novo comércio inovador e movimentado traz ameaças as grandes fábricas. O valor estará no artesanato, naquilo que é singular, feito com delicadeza e único. A forma como foi feito o produto também se torna importante.
Um consumo finalmente mais consciente, funcional e criativo, portanto pode ser que muitos produtos supérfluos desapareçam das prateleiras.
Do quê você realmente precisa pra ser feliz? Acho que será a frase do ano de 2016.
Cris Muiños, taróloga, atende e dá cursos em Belo Horizonte
crisdotarot.blogspot.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 12/12/2015
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil