Home page

20 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Previsões e conselhos práticos
com o tarot para os meses de 2014
Kimon
 
Às vezes a sabedoria cansa. Por isso resolvi ser do contra. Não, não resolvi ser estúpido. A estupidez só aparentemente é o contrario da sabedoria. Porque, na verdade, o contrário da sabedoria é o lado prático da vida, o quotidiano, aquilo que nem nos aquece, nem nos arrefece; que nada nos dá e nada nos tira, o que é igual e, sim, banal.
E uma parte da banalidade é não ver o todo, não ver o horizonte, mas ver o decote da vizinha; e assim fiz eu hoje com as cartas. Ignorei tanto, tanto, tanto, e disse só o que me apeteceu dizer e ver; e sabem o melhor? Refresca imenso, liberta!
Portanto, sentei-me aqui na mesa, baralho à minha frente, e vou baralhar as cartas doze vezes, uma para cada mês. E vou só tirar quatro cartas para cada mês. Vamos, então, ver o que vai sair disso.
Antes de começar, mais uma coisa: existem doze meses, doze signos, não mais; portanto, é mesmo pouco. Sobretudo quando se pensa que existem por volta de 400 milhões de pessoas que falam o português e que poderiam entrar neste site, teoricamente. Mas, em todo caso, o que quero dizer é que obviamente não dá para dizer algo importante e chocantemente verdadeiro, ou milagrosamente certo para todos. Por isso deixei a superstição de lado, como também a minha alta expectativa (essas duas são irmãs), e resolvi simplesmente escrever aquilo que vejo e não dizer nada sobre aquilo que não vejo nessas quatro cartas. Ofereço, então, minhas sinceras desculpas por ignorar e deixar frustradas milhões de pessoas.
Janeiro
Saiu o Príncipe de Discos (utilizo o baralho Thoth de Crowley, no Waite é o Cavaleiro), o Oito de Paus, o Cinco de Copas e a Arte (Temperança). Vai ser um mês de inovações práticas para os Sagitarianos, talvez para os outros signos de fogo também, mas sobretudo para os de Sagitário.
Príncipe de Ouros   Oito de Paus   Cinco de Copas   Temperança
Príncipe de Discos, Oito de Paus, Quatro de Copas e Temperança no Thoth Tarot de Crowley
Haverá muito movimento, muita agitação mental e muitas ideias que virão rapidamente. E será um mês de inovações e de criatividade pessoal, de novos caminhos interiores que rapidamente se mostrarão também no exterior. Muitas pessoas não conseguirão seguir o passo acelerado e haverá frustrações por não se poder ser aquilo que se idealiza ser. Mas alguns dos signos de fogo, sobretudo os Sagitarianos, conseguirão.
Em geral, neste mês, é preferível fazer grandes viagens, de avião, e não pequenas, e muito menos de carro. Se não puder viajar longe pense em não viajar. Se tiver de viajar então pelo menos escolha o meio de transporte mais rápido e mais moderno. Os amores neste tempo transformam-se ou causam desilusões; pode escolher. Se precisar de conselhos: pergunte a um Sagitariano.
Fevereiro
As cartas que sairam para Fevereiro são exatamente as mesmas como aquelas que saíram para Janeiro, com a única excepção que em vez do Cinco de Copas agora saiu o Oito de Espadas. Até todas as posições são as mesmas.
Interpreto isso sem interpretação, pois o que é igual é igual e não vale a pena forçar grandes diferenças entre os dois meses. Não as há. A única diferença é que agora existem dois Oitos, o que sublinha a ideia de alguma força maior e o que começou como uma leve frustração pelas coisas não serem suficientemente rápidas, agora vai ser mesmo uma chatice objetiva que é imposta por fora. Acabou-se a psicologia em Fevereiro: criam-se fatos, põem-se os pontos nos "is" e quando há problemas, estes problemas vão ser por causa de outros mesmo. Agora, não esqueçamos o que foi falado em Janeiro: A fonte desses problemas fomos nós próprios com a nossa recusa de nos transformar, de criar e de voar.
Março
Para este mês saiu o Dois de Paus, a Justiça, a Estrela e a Torre, o que mostra que é um mês completamente virado para os signos de Ar.
Dois de Paus   Justiça   Estrela  Torre
Dois de Paus, Justiça, Estrela e Torre no Thoth Tarot de Crowley
E que ninguém se meta com eles neste tempo, porque como dois cães em briga atacam em união perfeita um terceiro que não tem nada a ver com eles, apenas por canalizarem suas agressões contra ele, assim também os Aquários e as Balanças terão imensos problemas a resolver neste tempo e estarão bastante enervados, se não irritados e irritadiços; e quem se meter no meio vai levar com a raiva toda. Isto é o conselho para 10 signos. O conselho específico para os Aquarianos e Librianos é o de tentar manter-se calmo e não perder os ideais de vista, embora quase com certeza seja algo que não vão conseguir... Por isso, aceitem as leis, as regras, as injustiças; não embirrem, não amuem, não bloqueiem não se oponham. Aguentem, porque vai passar. É um tempo em que coisas se resolvem a sério, a bem ou a mal, mas resolvem-se. E depois o mundo todo terá novamente um lindo e limpo céu azul.
Abril
Agora vale a pena, temos fogo em três de quatro cartas: o Imperador, Cinco de Paus e o Cavaleiro de Espadas crowleyiano. Os Carneiros terão o seu pedestal nisso, mas os Leões estarão, na verdade, melhores, por serem um pouco mais discretos.
Arianos cairão facilmente na armadilha da vaidade, venerando a si próprios no trono, esquecendo que estarão, na verdade, nada bem consigo mesmos. Haverá muita fachada, muita máscara. Quando lidar com um Ariano neste tempo tenha pena, mas não o mostre claro; e lembre-se da verdade que, quando mais precisamos de amor, menos o merecemos. Bons conselheiros neste tempo são mesmo os Leoninos. Mas se fôr um signo de Água, fuja a sete pés de tudo que cheira astrologicamente a fumo ou fogo, porque o coração, para aqueles que vivem dele, vai ser oprimido e maltratado e vai facilmente deprimir-se na companhia de outros tão desiguais. Apesar disso, se for mulher, pior ainda. Porque este mês é um tempo de macho. Tudo que é masculino, seja da forma que for, vai estar em alta e não vale a pena contrariar.
Maio
Soluções e caminhos: rapidamente e em sintonia com o ideal, ótimo. Temos Justiça e ela funciona, e o carma é algo lindo e apaziguador, não é? Faça uma pausa aqui e pense. É mesmo tão bonito? O carma e a justiça são tão lindos e perfeitos como nós próprios. A justiça lá no alto, sim, é linda, mas quando ela desce para ser minha vizinha, namorada, mãe ou madrasta, então só vai ser linda de vez em quando. Porque ela tem algo que detestamos: tem sempre razão.
Estrelq   Oito de Paus   O Carro   A Justiça
Estrela, Oito de Paus, Carro e Justiça no Thoth Tarot de Crowley
As cartas que sairam são a Estrela, o Oito de Paus, o Carro e a Justiça, o que nos diz que, sim, as coisas estão em movimentos harmónicos, certos, bonitos e frutíferos, e isso muito rapidamente. Aquele que jogou a primeira pedra, e que tinha o direito de o fazer, que jubile, porque todos os outros deveriam pensar bastante antes de chegar a conclusões. Os Caranguejos e os Aquários estão privilégiados neste sentido durante este tempo.
Junho
Saiu o Ás de Espadas, o Sete de Discos, o Eon (Julgamento) e o Ás de Copas; todas as cartas estranhamente impessoais. Fortes, sim, mas parecem estar acima, abaixo, atrás de nós, e não dentro e conosco.
Somente os Touros, coitados, parece que podem ter problemas materiais; logo eles, o que é injusto! Podem também ter problemas com justiça, contratos, coisas fixadas em documentos, ideologias, tudo que vem da mente, isso tudo vai dar problemas aos signos de Terra. Porém, tudo vai se resolver e não vai ser nada grave. Porque tudo isso, na verdade, não é importante e não é muito mais do que o último, curto trabalho de parto para então nascer o novo dia e a nova fase de vida.
As pessoas que têm no seu horóscopo muito Ar e/ou muita Água são favorecidas bastante, pois são mais ágeis do que aquelas de Terra, e acompanham o movimento de renovação que existe neste tempo. E as pessoas vinculadas ao Fogo, bem, essas vão mesmo ir à frente, não precisam ter medo nenhum de nada, pois o tempo é delas e para elas. Resumindo: se encontrar alguém de Fogo, tente seguí-lo, se conseguir; se encontrar alguém de Terra, tenha pena e ajude; se encontrar outros de Ar ou Água, ouça os conselhos que valem a pena ser seguidos.
Julho
O que nos diz o Dois de Discos, a Princesa (Valete) de Discos, a Arte (Temperança) e o Quatro de Copas? As mudanças do mês anterior, como vimos, foram grandes e pareciam fundamentais. E eram. Mas, mesmo assim, a maioria das pessoas já as conseguiu esquecer.
Dois de Ouros   Princesa de Ouros   Temperança   Quatro de Copas
Dois de Ouros, Princesa de Disco, Temperança e Quatro de Copas no Thoth Tarot de Crowley
Os signos de Terra, sobretudo os Capricórnios, ainda estarão em mudança, tentando adaptar o seu mundo à nova realidade. E fazem bem, só que estão a cair para trás, porque os outros já estão a viver felizes nesta nova realidade. Sobretudo os Sagitários, para os quais este mês é Ouro sobre Azul. Todos que têm Terra em si ou à sua volta deviam perceber que o mundo já deu duas voltas antes do primeiro café de manhã. Mas também devo dizer algo a favor, porque aqueles de Terra podem demorar, mas quando o fazem é algo que foi bem feito e dura. E é isso agora também. Só que agora colhe os frutos quem os vê primeiro e não quem os semeou. É um tempo extremo entre Fogo e Terra; o Ar e a Água, e os signos correspondentes, não tem muito a dizer agora, porque o assunto é entre os outros dois. É um mês de comer ou de calar.
Agosto
Isso agora é difícil. Posso puxar os rapazes ao lado e dizer algo cá entre nós, e posso pedir às senhoras meninas, à parte, para informar sobre algo que os rapazes não têm de ouvir? Não? Bem, então que o ouçam todos: os homens não são mesmo de confiança, é mesmo assim, pelo menos neste mês. E sobretudo os homens mais femininos, mais compreensivos, de Água e de Terra, esses são os piores. Os de Terra são teimosos até rachar, mas têm lá o seu plano de como se livrar de tudo e gozar a liberdade, e os de Água nem têm plano, porque quando se levantaram já tinham ido. "Fui!", como diz uma amiga minha quando decide ir embora.
Bem, e as mulheres, elas não os entendem nem um pouco. E os homens, esses também não entendem as mulheres nem um pouco. E nenhum dos dois faz a mínima força para mudar isso e entrar em qualquer tipo de diálogo. Elas, fechadas como as conchas, com fabulosos ideais, sonhos, fés e crenças e também com sabedoria, intuição e profundidade, observam tudo mais caladas do que mudas, e entendem, compreendem, mas não fazem absolutamente nada, nem para se explicar, nem para ajudar, nem para modificar, nem para se manifestar, seja para o que for, e nem que seja só para dizer "aqui estou". Não, este mês não é para relacionamentos. E todos nós o merecemos bem assim como ele é, o amor.
Setembro
Que mês maravilhoso! O Sol, a Princesa de Paus (vocês não me pensem coisas demais), o Louco e o Seis de Paus, todos esses falam de calor, de (sim, agora podem pensar) sexo (eu não disse erotismo porque não é) e de luz, de chama, de descoberta e de vitoriosamente perder a cabeça e ser feliz com isso. Viver a vida, a intensidade, o fluir da libido (parece uma doença nojenta, mas não é).
O Sol   Princesa de Paus   O Louco   Seis de Paus
Sol, Princesa de Paus, Louco e Seis de Paus no Thoth Tarot de Crowley
Todos os signos de Ar vão ser completamente parvos, incapazes de cumprir os mínimos compromissos, mas vão ter um charme arrasador. Existe, apesar disso, e só para dizer algo para fazer justiça aos rapazes do mês anterior, uma tendência de infidelidade feminina, muito pouco pensada, precipitada e imatura, mas em compensação muito bem vivida, impulsiva e saboreada. Os homens têm um jeito para serem tótós neste mês, quando se trata deste assunto. Mas no todo, deixando de lado os horrores que são os efeitos secundários do antes descrito, será um tempo intenso e bonito, sem abismos (que virão então depois) e com muita energia e muita luz, dentro e fora de nós.
Outubro
A vida é uma cabra. Tinha de vir a fatura; tem de vir sempre a fatura. Ok, mas falemos, em vez disso, de carma, de ciclos de evolução e dos baixos que são tão importantes como os baixos, obviamente e infelizmente. Esperam-nos, neste mês, o Eremita, o Sacerdote, o Nove de Espadas e o Quatro de Discos. Ponto, acabou a festa.
Sim, claro, é agora um tempo de introspeção, de espiritualidade, de compreender o presente que veio do passado, de assumir responsabilidades mesmo que doa imenso, e vai doer. Mas como somos adultos seguramos e mantemo-nos firmes e aguentamos a barra pesada que, afinal, é a viga mestra da nossa casa. Quem vai estar no auge da sua força vão ser os signos de Terra, sobretudo o Touro e em segundo lugar a Virgem; e em terceiro lugar, mas somente para as coisas práticas da vida, o Capricórnio. É, por três das quatro cartas estarem associadas à terra e aos três signos de Terra, um tempo de, adivinhe: Terra. E o que não é Terra basicamente é horrível.
Qualquer tentativa de solução, de análise, de conceito ou de plano que ignora a realidade material, as estruturas hierárquicas de autoridade e o lado prático da vida terá uma forte inclinação para o fracasso, e este será, infelizmente, com dores e mágoas. Portanto, é melhor pensar no chão antes de arriscar uma queda.
Novembro
Os signos de Ar, ou as pessoas com este elemento em posição de força no horóscopo, terão agora um tempo difícil e não deviam fazer nenhum plano. Qualquer tipo de estrutura, seja ela uma rede de venda de creme de baba de caracol ou de um matrimónio católico-apostólico-romano, vai cair de vez, acabar sem dó nem perdão, ou mostrar claramente onde existem as falhas fatais e aonde não vai de jeito algum continuar assim como esteve até agora.
A Sacerdotisa   Dez de Espadas   A Lua   Oito de Paus
Sacerdotisa, Dez de Espadas, Lua e Oito de Paus no Thoth Tarot de Crowley
As cartas que saíram são a Sacerdotisa, o Dez de Espadas, a Lua e o Oito de Paus. Quem sofre menos nesse tempo, por também estar já acostumado à penumbra e à luz obliqua, são os Peixes; e os Caranguejos fazem de conta que estão ótimos, e só mentem um bocado, não completamente. Todos os outros vão ser empurrados, por forças às vezes quase medonhas por serem tão fortes, mas ao mesmo tempo extremamente ocultas e incaptáveis, para algo melhor. E se não isso, então pelo menos para o próximo dia. É, para praticamente todos, um tempo em que podemos perceber, sentir, a misteriosa maneira como se mexe, lá em baixo, o carma.
Dezembro
A mais surpreendente previsão possível, e incrivelmente intuitiva, será esta: Haverá um Natal. Pois é. Claro que há. Mas como saiu a Princesa de Paus (no Waite o Valete), o Dependurado, o Dois de Paus e a Imperatriz, na verdade é muito isso; não só, mas muito.
Haverá um Natal. A fonte de tudo, mesmo ela sendo um pouco um bloqueio, é a mãe e o lar, o aquecer do coração, a família e o fornecimento de um chão seguro para podermos crescer. E desta fonte cresce e desta fonte vive e desta fonte morre o homem, que é o filho e o sacrifício da juventude, da mãe e da vida. E então, e só assim, vem a sabedoria, que existe só no cair, nunca no subir. Existe uma grande beleza na queda, uma beleza que não sobe, radiante, mas que desce, pousa, e que tem a eternidade da luz que brilha somente numa lágrima. E daí então, e só então, rompe a nova vida, a nova chama, jovem e ignorante, linda e imatura, através da velha crosta e se levanta, inconsciente ainda, para começar uma nova vida. E isto mostram as cartas para este mês: haverá, em 2014, realmente um Natal.
Contato com o autor:
Kimon - www.taroterapia.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – dezembro.2013
Revisão: Ivana Mihanovich
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil