Home page

20 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  APLICAÇÕES / Leituras & Previsões / Painéis temáticos < voltar  
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
As cartas do amor, do trabalho, da sorte...
 
Dez tarólogos respondem à questão de Elizabeth Dias Sanches sobre “quais as cartas do tarô que simbolizam o amor, o trabalho, o financeiro, a sorte?”
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
Dois recados
  Constantino K. Riemma  
    Elizabeth,
    todas as 78 cartas podem ser aplicadas a todos os assuntos humanos. Ou seja, cada carta tem qualidades e atributos tão abrangentes, que podem dar sentido a qualquer tema. Assim sendo, a aplicação prática de cada carta vai depender do assunto tratado, da função que ela terá na técnica de tiragem adotada e, finalmente, do nível de compreensão de quem interpretará os arcanos.
 
Simbólicos x pragmáticos : música x receita
 
    Para tratar da interpretação das cartas e de seus vários estilos de leitura, podemos começar por uma analogia: a diferença entre as notas musicais e os medicamentos numa prateleira de farmácia.  São assuntos de mundos muito distintos,  mas que propõem,  cada
qual a seu modo, trazer ajuda às pessoas...
    Aqueles que lêem as cartas do tarô como notas musicais, não dividem os arcanos entre bons ou maus, entre materiais ou espirituais, entre saudáveis ou doentios. Consideram cada carta como representação de uma determinada qualidade que, no conjunto, faz parte de um todo maior, a oitava.
    Os arcanos maiores podem, literalmente, ser associados a um teclado de três oitavas, com suas 21 (3 x 7) cartas numeradas. Todas as notas são belas, agradáveis, e evocam diferentes qualidades na alma. Cada uma delas, em si, dispõe de múltiplas possibilidades de expressão e de combinações que geram, por sua vez, novas sonoridades.
    Do mesmo modo que diferentes combinações de sons – acordes de 2, 3 ou mais notas – vão provocar impactos mais ou menos suaves, mais ou menos enérgicos, mais ou menos dissonantes, assim também as cartas vão ganhar significações muito distintas em razão de suas incontáveis combinações e das posições para as quais foram tiradas.
 
Maschera Tarocchi Musica
Máscara “Tarocchi Musica
www.sanmarco-collection.com
 
    No  mundo  das  oitavas  musicais, a qualidade da composição sonora vai depender principalmente da habilidade do executante para lidar criativamente com as notas. Cada nota das oitavas é sempre a mesma, o instrumento pode ser o mesmo, mas o resultado verdadeiramente significativo está nas mãos do intérprete ou do compositor, de sua vocação voltada para as músicas festivas ou de deleites amorosos, para as composições sagradas ou de recolhimento espiritual.
 
Maschera Tarocchi
Tarocchi - máscaras com os arcanos
www.quirao.com
      De modo similar, podemos ver as cartas como expressão de virtudes fundamentais do mundo sutil, cuja concretização no plano prático, da manifestação, vai depender em grande parte das qualidades dos personagens envolvidos e da habilidade interpretativa do tarólogo ou do cartomante.
    Existem outros estilos de abordagem que lembram mais as elaborações em uma linha farmacêutica. Cada arcano pode ser visto como portador de uma energia e de uma função muito bem definidas. Nesse modo de olhar, acontece de algumas cartas serem consideradas benéficas e outras maléficas, exatamente como alguns medicamentos são recomendados para certos aspectos da saúde e outros são considerados venenosos ou com muitas contra-indicações.
    Essa linha de entendimento das cartas é bem prática, pragmática. O operador está mais às voltas com eventos imediatos, com queixas bem definidas – no
plano material, dinheiro, saúde, relações amorosas – para os quais os arcanos indicarão uma possível solução, o remédio. Isso explica porque nem sempre sabemos ao certo do que se trata quando algum profissional oferece consultas terapêuticas, se seriam elas de cunho psicológico ou de natureza prática.
    É claro que essas analogias constituem referências esquemáticas, talvez extremistas, mas que podem nos ajudar na apreciação do cenário coletivo da utilização das cartas. Na prática, vamos encontrar uma variada gama de combinações entre os significados sutis da herança tradicional e o pragmatismo do mundo moderno.
julho.09
Contato com o autor:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
A importância de se olhar o todo
  Luiz Felipe Pinheiro  
 
    Esta é, sem sombra de dúvidas, uma questão interessante sobre o tarô. Creio que todos, que têm algum contato com o tarô, já refletiram e divagaram um pouco ao redor da questão. Como se algum dos arcanos pudesse responder algo específico, e por vezes pode. Um bom exemplo seria um jogo de relacionamento afetivo e o surgimento de uma carta como
os enamorados como resposta. Ou mesmo, a Imperatriz lado a lado  com o Imperador, também como uma resposta.
    Em situações como esta, podemos dizer que existe uma coincidência significativa, pois de alguma forma temos uma pergunta específica e o surgimento de cartas que pelo seu tema, imagem ou situação podem ter um entendimento muito ligado em termos de seus sentidos.
    Até aqui, pensar as cartas como se cada uma dissesse algo específico funciona. Todos que já tiveram contato com o tarô, vão ter em algum nível esta experiência, em algum momento da vida. Mas eu diria que esta questão funciona até este ponto, pois como seria a vida de um tarólogo se ele dependesse da carta dos Enamorados para responder todas as perguntas de relacionamento? Ou ainda, como seria, diante de uma pergunta de relacionamento, encarar com o Eremita?
    Quando penso sobre a existência de cartas que respondem especificamente sobre um campo da vida, como trabalho, relacionamento, família e etc., a primeira resposta que me vem a mente é: sim. E num segundo momento surge, um sonoro:  mas não só.
    De alguma forma, devemos sempre nos lembrar que todas as cartas podem falar de absolutamente tudo, evocando, cada uma a sua maneira, as características necessárias de cada situação, do determinado momento e do próprio consulente em si.
 
Os Enamorados no Shadowscape Tarot de Stephanie Pui-Mun Law
Os Enamorados
no Shadowscape Tarot
Stephanie Pui-Mun Law
 
    Neste sentido o próprio tarô é um sistema complexo, sendo que, para termos entendimento desta complexidade, não podemos nos ligar aquilo que nos daria um leitura simplista. Devemos estar dispostos a entender suas múltiplas facetas através de um mergulho em todos os seus arcanos (maiores e menores), entendendo que todos dizem algo, independente de uma situação específica. É importante se olhar o todo, no tarô, como na vida.
julho.09
Contato com o autor:
Luiz Felipe Pinheiro: www.titividal.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
“Um baralho de representações”
  Bete Torii  
    Essa é uma pergunta que exprime muito bem a ânsia de sistematização destes nossos tempos modernos. Não tentarei dar uma resposta direta, porque acho que não existe; mas pode ser útil comentar a pergunta.
 
O Eremita no Gaian Tarot
O Eremita
www.gaiantarot.com
       Por trás dela, imagino ver a crença de que o tarô é usado para adivinhar coisas como: “que assunto está preocupando este consulente?” ou “em que campos da vida vão ocorrer fatos para este consulente?”. Nesse caso, supondo-se que eu soubesse quais Arcanos “simbolizam” cada um dos assuntos citados, eu seria capaz de dizer, numa tiragem, conforme aparecessem ou não as tais cartas, se está ou não presente cada um desses temas na vida do consulente. Mas que valor seria dado à carta?  Por exemplo, suponhamos que apareceu uma carta simbolizando o amor: significa felicidade ou infelicidade no amor? amor novo surgindo, ou existência de um amor sólido? E assim por diante.
     Estou querendo dizer que é a fórmula da tiragem que vai emoldurar e colorir o conteúdo simbólico trazido por cada carta. Sem dúvida existem cartas ou naipes que têm mais ou menos correlação com amor, trabalho, ganhos, etc., mas não é possível reduzi-los simplesmente a símbolos desses assuntos.
     Uma última observação: os 4 temas escolhidos pela leitora não me parecem equivalentes. Podemos admitir facilmente que amor, trabalho e situação financeira sejam campos da vida de qualquer pessoa. Mas a sorte
não é um campo da vida. E eu diria que não é um tema que possa ser considerado sozinho, por ser um aspecto ligado a áreas da vida como o amor, o trabalho, o dinheiro etc.
julho.09
Contato com o autor:
Bete Torii - btorii@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
O que é o que no Tarô
  Titi Vidal  
 
    Acredito que todos os arcanos podem falar sobre qualquer assunto, a respeito de qualquer questão ou área de nossa vida. Por exemplo, uma Imperatriz pode falar de uma fase próspera profissional, com realização de projetos e lucros materiais, ou pode falar de um momento afetivamente pleno, de gravidez, do despertar do feminino, entre muitas outras coisas. É como a questão do positivo no tarô. Vejo que todas as cartas podem ser ao mesmo tempo positivas e negativas, depende sempre da tiragem, da pergunta, do posicionamento do jogo, entre outros fatores. Assim é com a significação das cartas também. Depende muito da pergunta, da disposição das cartas, do jogo feito, da interpretação e intuição do tarólogo. Ainda assim, podemos pensar de forma ilustrativa que arcano fala de que assunto, mas lembrando que analisar somente desta forma é tornar mais pobre a interpretação e o conteúdo do tarô.
    No caso dos arcanos menores isto fica mais fácil, pois de maneira bem genérica, podemos pensar que copas estão sempre ligadas ao amor, aos relacionamentos, ao estado emocional e a afetividade. Ouros sempre estarão relacionados ao dinheiro, as questões materiais, ao trabalho e a prosperidade. Paus são arcanos sempre relacionados a vontade, ao entusiasmo, a ação e a iniciativa. E espadas estão ligadas ao racional, ao intelectual, ao conceitual e aos pensamentos de maneira geral. Isto porque representam, respectivamente, os elementos água, terra, fogo e ar. É uma forma de se entender o tarô. E a partir daí podemos pensar em cada arcano menor como algo parecido sempre e relacionado com o naipe em questão. Por exemplo, um ás tende a ser um início, algo novo, que está nascendo e tem potencial para começar. Se for um ás de copas, estamos diante de um novo relacionamento. Se de ouros, de um trabalho novo. Um cinco sempre tende a falar de perdas e dificuldades. Se de copas, possivelmente que afeta o emocional do consulente, se de ouros, o dinheiro e o trabalho. Um rei será uma concretização, uma conquista, do assunto correspondente ao seu naipe. Talvez seja mais fácil, portanto, quando pensamos nos arcanos menores. Porém, olhando para os maiores, a visão dos arcanos fica muito limitada se fecharmos cada um deles para um único significado e assunto que ele representa. O que podemos pensar é o que cada um significa em cada um dos assuntos.  
O Três de Copas no
Ás de Copas
no Shadowscape Tarot
Stephanie Pui-Mun Law
 
    Pensando novamente em exemplos, um imperador mostra algo que está conquistado, ou a necessidade de se ter mais estrutura, entre muitos outros significados. Mas pode estar relacionado ao trabalho, a saúde ou outro assunto qualquer. A roda da fortuna pode trazer mudanças bruscas, instabilidade, movimentação, e também pode ser em qualquer área ou assunto de nossa vida. Por estas razões entendo ser muito difícil qualificar arcanos maiores segundo assuntos, distribuindo-os por significados, fechando suas possibilidades. Acho que vale a pena entender o que cada um deles quer nos dizer em cada um dos assuntos e jogos que estão sendo analisados e interpretados pelo tarólogo.
julho.09
Contato com o autor:
Titi Vidal: www.titividal.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
Encaixotando o tarot
  Jaime E. Cannes  
 
    Chamo isso de encaixotar o tarot – como naquele terrível filme Encaixotando Helena de 1993, onde um homem (Julian Sands) obcecado pela beleza de uma mulher (Sherilyn Fenn) começa amputar seus membros para que ela não fuja. Evidentemente esse homem estava perdendo Helena, matando o seu objeto de desejo. O mesmo se dá com o tarot. Podemos dizer que certos arcanos tendem mais para certas características positivas como felicidade e sorte como O Sol e o Três de Copas. A questão é que os arcanos são flexíveis em seu simbolismo, mais ou menos como as escadas de Hogwarts, a escola de magia de Harry Potter – aproveitando minha inspiração cinematográfica para este texto – elas sempre levam aos quartos, mas sempre por caminhos diferentes, pois mudam de lugar o tempo todo!
 
Les Amants, pintura de René Magrite
Les Amants [Os Namorados]
René Magrite (1898-1967)
      Assim sendo uma situação de sorte e felicidade poderá ocorrer sem a presença dos referidos arcanos. Da mesma forma a presença do Três de Copas e O Sol podem surgir numa leitura refletindo um outro espectro de vivências que não as antes mencionadas. Não adianta querer cristalizar um significado único para cada arcano do tarot, eles mudam!
    O Três de Copas que significa celebração da vida, alegria e entusiasmo, pode, dentro do contexto de uma leitura, representar leviandade, prevaricação e até um triângulo amoroso! Mesmo O Sol que alude à consciência elevada e à felicidade duradoura, pode indicar uma consciência focada num interesse de modo exagerado. Ao fixar-se estritamente um único  significado  para  os arcanos estaremos
transformando o tarot em mais um baralho de cartomancia barata. O tarot possui uma linguagem mandálica, onde um arcano em interação com os outros transforma-se.
    Agora você deve estar pensando: “Como eu vou saber?” E eu digo: Conhecendo bem as cartas e usando de intuição sim! Se não fosse assim qualquer macaco poderia ser tarólogo, não é? Eu sei que é muito mais interessante comercialmente, para se vender livros e cursos, dizer que qualquer um pode jogar tarot. Eu acredito, porém, que uns tendem mais para certos oráculos do que para outros e que nem todo mundo tem uma intuição que possa ser aplicada em termos metafóricos ou simbólicos como o tarot ou qualquer outro oráculo.
    Considere as tendências positivas e negativas das cartas, mas não se esqueça de que elas dançam... Dance com elas! Não encaixote o tarot, senão você o perde.
julho.09
Contato com o autor:
Jaime E. Cannes - www.jaimeecannes.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
A leitura
  Giancarlo Kind Schmid  
 
    O tarô, como instrumento simbólico, necessita ter seus arcanos situados através dos planos das perguntas (físico, mental, emocional e espiritual) e métodos sugeridos para indicar algumas situações. No caso dos Arcanos Maiores essa dica passa a ter maior peso, pois mesmo que um arcano faça um apontamento simbólico de forma mais explícita para uma determinada área (como exemplo o arcano 06 “Os Enamorados” que expõe imageticamente uma situação amorosa ou de relacionamento), não está atrelado exclusivamente ao assunto, permitindo desdobrar-se em outros setores quando interpretado (voltando aos “Enamorados”, o arcano não se limitará a falar de amor lido em questões profissionais ou financeiras, por exemplo). É importante ressaltar tais informações, pois o tarô não é um código simbólico que se encerra em si, possui uma abrangência de interpretações e agrega informações diversas que ganham colorido de acordo com as combinações dos arcanos entre si, métodos e o tipo de pergunta.
    Podemos até estabelecer uma linha de interpretação, digamos, mais “condicionada” quando falamos dos Arcanos Menores. Necessário ressaltar que também me baseio num modelo de leitura oriunda da escola inglesa (Rider Waite) para realizar a decodificação. Diferente dos Maiores, esse grupo de arcanos obedece um modelo de interpretações mais fixado, pois os naipes estão em correspondência com um plano (Ouros = físico ou material; Espadas = mental ou racional; Copas = emocional ou sentimental; Paus = espiritual ou intuitivo). Isso também não significa que o arcano X sempre dirá respeito a um tipo de situação. Ele se desdobrará também de acordo com a questão enunciada (plano da pergunta), método e combinações.
    De forma geral, no grupo dos Maiores, alguns arcanos tem um peso especial em determinados assuntos. No tema “amor” os arcanos “A Imperatriz” (afetividade), “Os Enamorados” (intimidade), “A Força” (atração), “ O Diabo” (paixão), “O Sol” (sintonia) e “O Mundo” (integração) podem simbolizar níveis diferentes dentro do relacionamento a dois. Claro, outros arcanos farão apontamentos diversos,
 
Cartas do Tarot de Waite
www.corbis.com
 
levando também em consideração a durabilidade, intensidade e grau de envolvimento entre as partes.
    No caso dos Menores, a temática do amor é acompanhada através do naipe de Copas, indicando os sucessos e fracassos amorosos nossos. Apenas dando um exemplo, o “Ás de Copas” indica amor sincero, o “2 de Copas” representa vinculamento afetivo e o “10 de Copas”, estabelecimento familiar.
    Quanto ao tema “trabalho”, é um pouco mais complexo. Pela indicação simbólica, os arcanos “O Mago” (atividade), “O Imperador” (administração)  e “a Morte” (laboriosidade) por exemplo, podem representar produtividade no plano material. Mas, não para por aí: como dito acima, de acordo com as combinações com outros arcanos e métodos utilizados, os Maiores ganham uma dimensão de significados, há arcanos voltados mais para trabalhos físicos, outros mais mentais (intelectuais). Há ainda as relações de atividades profissionais com cada arcano em si. E a qualidade profissional, tempo de serviço e remuneração podem também ser devidamente acompanhadas através das lâminas. O mesmo vale para o campo financeiro: o “Imperador” é um arcano muito material, mas não podemos deixar de lado as várias leituras possíveis através dos outros arcanos (a citar, “A Sacerdotisa” e “O Eremita” indicam economia e reservas financeiras; “O Mago” indica negócios e investimentos; “O Pendurado” prejuízos ou renúncias materiais, tudo lido de acordo com a pergunta, as casas dos métodos, combinações e natureza dos arcanos). O naipe de Ouros, no caso dos Menores, está mais de acordo com as questões materiais. O “03 de Ouros” (trabalho em equipe) e o “08 de Ouros” (trabalho independente) se apresentam como indicadores profissionais mais explícitos. Já o “Ás de Ouros” assim como o “10 de Ouros” são símbolos de bonança material, opondo-se ao “05 de Ouros”, indicador de escassez.
    Já o tema “sorte” é um tanto quanto abstrato. A “Roda da Fortuna” é conhecida por sua natureza instável, cuja figura originalmente fazia apontamento para o assunto (a deusa romana “Fortuna” que presidia o destino e a sorte humana). Também é um pouco mais complicado, pois “sorte” está vinculada à idéia de casualidade. Desta forma, podemos até adentrar em assuntos como “merecimento espiritual”, “carma” e “auto confiança”. Sou um pouco relutante ao tratar do assunto, pois não creio em sorte, assim como não creio que há arcanos inteiramente positivos ou negativos.
    Aqueles que me conhecem, sabem que dou mais importância ao uso do tarô como instrumento para o autoconhecimento e a superação pessoal. Deste modo, vejo os arcanos nos vários setores de vida como indicadores, como sinalizadores de tendências, nunca efetivamente como informações estáticas. O tarô é plural em sua natureza e é impossível estabelecermos interpretações definitivas, uma vez que o universo simbólico se expande e atribuímos novos significados às lâminas todos os dias.
julho.09
Contato com o autor:
Giancarlo Kind Schmid: www.taroterapia.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
 
Amor e sexo no relacionamento
  Valéria Fernandes  
 
Foi editorado à parte por incluir ilustrações de todos os arcanos maiores.
Para ler, clique: Amor e sexo no relacionamento
  O Carro no Lovers Path Tarot  
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
  A Imperatriz no Tarot Egipcio da Kier  
El Tarot Egipcio y los asuntos cotidianos
  Renato Portal  
 
Por ser uma apresentação com com muitas ilustrações, foi editorado à parte.
Para ler esse texto em castelhano clique: El Tarot cotidiano
 
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
O exemplo da Força
  Clara Sousa Silva  
    Uma das cartas mais lindas do Taro, o arcano 11 a Força (arcano maior das 22 cartas do Taro) retrata o amor de forma incondicional e nas suas mais belas formas. Ela fala do amor natural entre uma pessoa humana e um animal. Esse amor é intenso, os dois se  relacionam com um carinho muito forte e com muita sensualidade.
    A mulher sente-se feliz ao dominar esse leão que também esta muito tranqüilo com o seu afago.
    A figura demonstra um amor fraterno, sem egoísmo, onde um concorda com o outro sem muito esforço e dentro de suas próprias naturezas.
    A carta ainda demonstra o amor em equilíbrio entre a razão e a emoção, mas, com  muito desejo e com uma intensidade. Este arcano faz uma alusão com o 2 de Copas (arcano menor) que é a carta do amor puro, onde dois seres aparecem felizes e completos.
 
A Força no desenho de Alan Muskat
A Força
Tarot de Alan Muskat
julho.09
Clara Sousa Silva
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô : Autores
 
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
Os naipes e as cartas no Amor
  Mara Rúbia Ribeiro  
 
    O Homem vive em busca de ser feliz e certamente pra quem vive em sociedade este é um dos princípios do relacionamento tanto consigo mesmo quanto em relação ao outro.
    Questões de Amor sempre mexem com nosso eu. Fazem parte do nosso ser. Desperta geralmente curiosidade direcionada ao desenrolar da relação.
    Dentro do Tarô como também em outros segmentos das Ciências Ocultas, existe o tema amor representado. Nas Cartas do Tarô o naipe que está ligado às emoções, sentimentos, relacionamentos e desejos é o Naipe de Copas. Não que os demais naipes não expressem afetividade, mais o naipe de copas nos fala do tema sentimento mais diretamente e os demais naipes tornam-se complementos importantes.
 
Os naipes
Arquivo da autora.
      Não irei abordar aqui os  significados de cada carta dos Arcanos Menores do naipe de copas, pois variam  dependendo da metodologia e da escola que se segue.    Mas sabemos que existem algumas coisas que são senso comum às leituras em geral das cartas e uma delas, é a importância dos  Arcanos Menores que sempre  nos darão  subsídios e detalhes mais precisos quanto à situação em uma leitura,.
    Associando-se os naipes aos elementos e as forças da natureza teremos:
Terra: Ouros – Direcionado a questões materiais, aquisições, etc.
Água: Copas – Associado às questões de relacionamento, amor, etc.
Fogo: Paus – Associado às questões de trabalho, realizações, etc.
Ar: Espadas – Associado às questões mentais, lutas, conquistas, etc.
    Falar de Amor é especial falar a linguagem do Naipe de Copas que possui a habilidade da água, ela preenche espaços, contorna obstáculos, molda e muda conforme as circunstâncias.
    A água tem o dom de refletir como um espelho as imagens e a alma real das  pessoas  ou  emoções,  além  de reger assuntos do coração,
amor, sexo, emoção, casamento, crianças, relacionamento familiar, sentimentos em geral.
Cartas do Tarô que simbolizam o amor
    Consultar as cartas do tarô pode ser percebido como um dos canais de comunicação com nosso universo interior. Mas as buscas são infinitas e os temas abordados também.  Inúmeras são as pessoas que buscam no tarô respostas para os desafios da vida, decidir impasses, escolher caminhos. E baseando nesta linha de compreensão as imagens surgem como uma bússola também nas questões do amor que será o tema ao qual iremos abordar neste momento.
    Nos Arcanos Maiores as figuras nos ajudam mais a trabalhar a questão do amor, são ricas em suas simbologias e informações. As cartas que nos dão mais elementos diretos das questões de afetividade são os Arcanos Sol e Arcano Enamorados especialmente.
    É fundamental observar os detalhes da carta e deixar fluir sua mensagem. Os Arcanos menores complementam e enriquecem as informações.
    Um Arcano que podemos exemplificar aqui ligado a questão afetiva é o Arcano Enamorados. Este Arcano que por muitos autores e tarólogos é um presságio de namoro, casamento, é associado também a um símbolo de relacionamentos em geral, amor, romantismo, mas também a escolhas de mais de uma possibilidade amorosa, pois a pessoa pode estar analisando dois amores caso seja um jogo direcionado a afetos ou mesmo duas oportunidades, caminhos a seguir em outras abordagens como trabalho, saúde, etc.
    O Arcano Sol também nos mostra um contato direto entre as figuras ali apresentadas, mostra afetividade, uma realização de união, amizade forte entre outros aspectos. Parece haver uma cumplicidade entre as figuras. A luz do sol irradiante e as cores vibrantes nos deixam transparecer: alegria, brilho, felicidade, realização de união, amizade forte. As Gotículas que saem do sol energizam as figuras ali representadas. Nosso inconsciente absorve a imagem de uma carta de bons presságios. Mas, a interpretação da carta vai depender do contexto em que ela esteja inserida.
    Suponhamos que ela esteja invertida para quem jogue usando essa metodologia ou mesmo que ela esteja cercada por outras cartas que podem ser arcanos maiores ou menores. Essas cartas que a circundam num jogo é que irão complementar ou detalhar essas informações e assim ela pode vir a nos passar uma mensagem mais clara tanto com aspectos Yang ou aspectos Ying.
    Sabemos então que existe uma simbologia universal construída já em nosso inconsciente e que o estudo símbolos é um dos pontos fundamentais na leitura das cartas do Taro. Não existe o bem e o mal dentro desta simbologia. É a forma como as cartas vão apresentar-se no jogo, o diálogo que ela faz com nosso inconsciente e com a situação em si, que nos dará um significado real.
    Elucidemos com um exemplo para facilitar o entendimento:
  O Sol no Tarô de Marselha Jodorowsky-Camoin   A Torre no Tarô de Marselha Jodorowsky-Camoin   O Ás de Espadas no Tarô de Marselha Jodorowsky-Camoin  
19. O Sol, 16. A Torre e o Ás de Espadas
Tarot de Marselha Jodorwsky-Camoin
    Uma possível leitura relacionada às questões Amorosas neste exemplo e em poucas palavras mostra que a relação que viviam de cumplicidade, afeto, alegria, brilho e troca, vive atualmente uma quebra de estruturas, problemas sérios, decepções ou mesmo uma possível separação e como desdobramento mais adiante a confirmação de possível discussão, tristeza, lágrimas, conflitos podendo talvez chegar mesmo ao término desta relação, que ofuscada pelo brilho do sol e pelo entusiasmo pelos belos momentos extasiastes, não permitiu ver mais além.
julho.09
Contato com o autor:
Mara Rúbia Ribeiro - www.tarotespiritualidade.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Para conhecer outros tópicos do mesmo tema clique nas opções abaixo:
  1. CKR | 2. Felipe | 3. Bete | 4. Titi | 5. Jaime | 6. Gian | 7. Valeria | 8. Portal | 9. Clara | 10. Mara  
APLICAÇÕES / Leituras & Previsões / Painéis temáticos < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil