Home page

16 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  Em meio à companha: 19.setembro | Às vesperas: 3.outubro 
Os três candidatos a presidente do Brasil
em meio à campanha
Cláudia Boechat
 
Com a proximidade das eleições, resolvi avaliar o panorama político por meio das cartas do Tarot. Uma experiência. Como a campanha esquenta e as coisas mudam, mais perto da votação jogo de novo. Aprendi ter esse cuidado com o mestre Nei Naiff. Ele me ensinou que era um excelente exercício jogar Tarot para ver o que ia dar nos paredões do Big Brother Brasil, já que o resultado vem rápido. Me recomendou, contudo, que jogasse pouco antes do paredão porque nos dias anteriores havia sempre a possibilidade de mudança do “eleitorado” conforme os acontecimentos na “casa”.
Tiragem de 4 cartas para cada candidato
Quatro cartas para cada candidato: Dilma, Aécio e Marina
Cartas do Tarocchi di Luigi Scapini (1984)
Usei o mesmo critério ao abrir as cartas para as eleições. Fiz um jogo agora e farei outro mais próximo da votação para ver se o quadro mudou. Depois, vou analisar as cartas em relação ao resultado da eleição. Querem acompanhar comigo? Vou mostrar o que me disseram as cartas nesse primeiro jogo.
A representação dos candidatos
Presidencial_CB_Scapini_02   556-14_Presidencial_CB_Scapini_13   556-14_Presidencial_CB_Scapini_21
A Papisa para Dilma; A Morte para Aécio; O Mundo para Marina
Dilma Roussef é representada nessa campanha eleitoral pela Papisa. De cara, podemos dizer que ela é prudente e não diz tudo o que pensa. Tem analisado os fatos cuidadosamente antes de se manifestar publicamente. Ainda não fez tudo o que deveria ­– ou melhor, o que se espera dela nessa campanha. Guarda segredos, faz boa análise dos fatos, é confiável. Contudo, nessa campanha deixa a desejar. Falta mais ação. Mas, ela prefere ir com cuidado. Só vai dar tudo de si quando sentir que alcançou a segurança necessária para isso. Não agora. O momento, na sua visão, é de cautela e reflexão e não de uma ação mais agressiva.
Aécio Neves está representado pela Morte ou o Ceifador como a carta também é chamada. Significa o rompimento com o passado. Seu objetivo é fazer uma mudança radical em relação aos 12 anos de governo do PT. Não está sendo fácil para ele. Apesar de acreditar que essa mudança é necessária, às vezes duvida de sua força para concretizá-la e sabe que será um processo difícil e doloroso.  Mas quer encarar.
Marina Silva está representada pela carta O Mundo. Ela acredita que um ciclo chegou ao final e que outro pode se iniciar com diversas possibilidades novas, o que também implica em um caminho bastante diferente para o país. Nessa campanha, representa a abertura para variadas linhas de ação que antes não se apresentavam. Várias e diferenciadas forças convergem em sua direção. Ela quer mais, muito mais. Se sente capaz de representar essas forças e de realmente traçar políticas novas para o Brasil em várias áreas. É assim que se posiciona na campanha.
Então, vemos agora como o Tarot mostra a posição pessoal dos 3 candidatos na campanha eleitoral, nesse momento.
Dilma é uma mulher que fez menos do que se esperava, porém é confiável e séria. Aécio é a mudança, uma renovação necessária, porém difícil e que deve ser promovida essencialmente por ele. Nesse caso, o partido ajuda pouco. Marina é o futuro abrindo novas vias. Também pode representar mudança, porém não tão dolorosa e radical quanto a de Aécio. Sua imagem está associada à transformação pelo desgaste do que está aí, à evolução junto com forças variadas. Marina e Aécio representam mudança, final de um ciclo e começo de outro.
Os aspectos negativos e positivos na campanha de cada um
Na sequência, vamos observar o que o tarot nos mostra dos aspectos negativos e positivos na campanha de cada um.
556-14_Presidencial_CB_Scapini_00     556-14_Presidencial_CB_Scapini_09
Dilma : o Louco para o aspecto negativo e o Eremita para o aspecto positivo
Dilma traz O Louco como fator que prejudica sua campanha. Significa que a candidata é vista como um pouco irresponsável, que decide sem pesar consequências, que se arrisca muito e não tem medo de nada. Faz o que quer, o que lhe dá na telha. Olha para frente e vai sem olhar para trás, sem analisar o caminho que segue ou se preocupar com o abismo que está ali, bem pertinho. Representa ainda a pessoa que faz a transição entre o velho e o novo. É curioso porque é esse aspecto que se contrasta muito com a imagem pessoal dela de mulher que reflete muito antes de agir e que nada tem de impulsiva. Pode ser que haja um desajuste na campanha que a está atrapalhando muito.
Como ponto positivo de sua campanha temos de novo um contraste. O Eremita, que pode ser analisado como o oposto do Louco. Representa a experiência, a maturidade, a sabedoria. Vai devagar, mas a passos sólidos. Ou seja: o progresso vem devagar, porém no caminho certo, do jeito certo de fazer. O Eremita jamais se arriscaria a dar um passo em falso. O Louco está prestes a fazer isso. O Eremita é também o cara que trava uma luta solitária, não tem ajuda de ninguém. Voltando à campanha eleitoral, significa que o melhor para Dilma nessa campanha é não colocar o partido em evidência e evitar muitas alianças. Quando isso é feito, quando a campanha se centra exclusivamente nela, vai bem, agrada os eleitores.
556-14_Presidencial_CB_Scapini_17     556-14_Presidencial_CB_Scapini_07
Aécio : a Estrela para o aspecto negativo e o Carro para o aspecto positivo
No caso de Aécio, sua campanha tem como fator negativo A Estrela. Falta confiança nele, fé em suas possíveis realizações como presidente, falta credibilidade. Sua campanha peca por isso. Ponto positivo de sua campanha: O Carro. Ele pode trazer o progresso. Quando sua campanha mostra que com ele o país pode crescer, acerta. Esse é o ponto que deveria ser mais explorado. E teriam de dar um jeito de fazer os eleitores acreditarem em sua capacidade e alimentarem a esperança de um futuro melhor, o que, definitivamente, não está acontecendo.
556-14_Presidencial_CB_Scapini_15     556-14_Presidencial_CB_Scapini_18
Marina : o Diabo para o aspecto negativo e Lua para o aspecto positivo
Marina Silva tem como fator negativo de sua campanha O Diabo. Engraçado, né? Afinal a candidata é evangélica. Mas o que a carta nos diz nada tem a ver com o capeta. Mostra que em sua campanha ela tem se mostrado como uma pessoa ambiciosa, manipuladora, que deseja muito o poder. Eleitores a vêm como mandona e até um pouco sem escrúpulos, que faria de tudo para alcançar seus objetivos e impor as suas ideias. Essa carta também mostra uma candidata suscetível a tentações e o poder é uma bem grande... O ponto positivo é a Lua, carta que pode ser interpretada como o inconsciente coletivo. Sob essa ótica, a espiritualidade ajuda muito a campanha de Marina. Traduzindo: o fato dela ser religiosa, evangélica, é o que mais lhe traz votos.
Avaliação do resultado
Finalmente, vamos avaliar o resultado dessa campanha para cada um desses 3 candidatos se a eleição acontecesse já. 
Presidencial_CB_Scapini_08  556-14_Presidencial_CB_Scapini_05  556-14_Presidencial_CB_Scapini_14
Resultados: a Justiça para Dilma, o Papa para Aécio e a Temperança para Marina
Dilma Roussef tem a carta Justiça. Vai colher o que plantou. Vai ter o que merece. Nem mais nem menos.
Aécio Neves tem o Papa. É o poder da conveniência social, no sentido do que a sociedade acredita ser formalmente correto. É o que manda o figurino.
Marina Silva é a Temperança. Ainda busca o equilíbrio e as coisas demoram a acontecer.
Palpites
Quem arrisca um palpite sobre o vencedor? As cartas estão na mesa para cada um de vocês avaliar.
O meu é Dilma, ao menos por enquanto. Faço essa avaliação apesar da sua campanha estar confusa. Me baseio no fato de que se mostra uma pessoa confiável e tem como consequência disso uma vitória justa. Acho que Aécio está sofrendo muito como candidato e apesar de ser socialmente aceitável ter falta de credibilidade em suas ações futuras acabará por derrubá-lo. Ressalto minha estranheza dele estar com níveis baixos nas pesquisas. Deveria estar melhor posicionado...
Marina me parece uma opção para o futuro. Ela traz o novo consigo, a evolução, mas ainda não chegou a sua hora. Precisa equilibrar mais as forças distintas ao seu redor.
Mais para frente pretendo jogar de novo e ver se fatores externos e internos mudaram esse quadro.
Edição: CKR – 19/09/2014
 
Previsões às vésperas das eleições: 3.outubro
Quem é mais forte: O Mundo, O Diabo ou O Sol?
Voltando ao assunto eleições, abri novo jogo. Desta vez, são apenas 3 cartas, uma para cada candidato: Dilma Roussef, Aécio Neves e Marina Silva. A pergunta é: “Como cada um dos três candidatos se sairá no primeiro turno das eleições?”
556-14_Presidencial_CB_Scapini_21     556-14_Presidencial_CB_Scapini_15     O Sol no Scapini Tarot
Sairam: O Mundo para Dilma; O Diabo para Aécio; O Sol para Marina
Cartas do Tarocchi di Luigi Scapini (1984)
E agora José? Qual dessas é mais forte?
O Mundo é a consagração. O Sol, sem dúvida, é sucesso. E O Diabo combina muito bem com política e poder.
Me parece que Dilma e Marina vão para o segundo turno, caso Aécio não invente nenhuma “diabice poderosa” de última hora.
Gostaria muito que vocês, tarólogos, analisassem também.
Edição: CKR – 19/09/2014
Contato com a autora:
Cláudia Boechat, jornalista e cronista, responde pelo blog
www.champanhecomtorresmo.blogspot.com
Contato por e-mail: taroresponde@gmail.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil