Home page

23 de julho de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Este Painel apresenta diferentes técnicas de tiragens do Tarô como
oportunidade em aberto para trocas de experiências entre praticantes e estudantes.
Inclui também exemplos com astrologia, numerologia, I Ching, radiestesia e sensitivos.
@ Permitida a reprodução. Basta manter o nome do Autor e indicar a fonte: site Clube do Tarô
 
Eleições Presidenciais de 2014
Abelard Gregorian : Marina está com força
   Um segundo turno equilibrado entre Dilma e Marina
   + Avaliação das previsões
Bete Torii : Temperar, colher e prosseguir
   Previsão global com o tarô e aplicações numéricas
   + Avaliação das previsões
Cínthia C. Doula: Disputa Dilma-Aécio
   Leituras iniciadas antes do acidente de Ed. Campos
   + Avaliação das previsões
Cláudia Boechat: A situação dos 3 candidatos
   + Às vésperas: 3 outubro
    O momento da campanha em 12 + 3 cartas
Constantino K. Riemma : Após a conclusão
   O I Ching alerta para as precauções a serem tomadas
   + Avaliação das previsões
Denis Maapelli : A corrida final
   + Disputa acirrada no 2º turno
   Previsões com baralho cigano e radiestesia
Rui Sá S. Barros : Júpiter sobre Vênus natal -
   duas mulheres na final?
Crônica de setembro.
   Crônica da Torre de Babel em agosto: Que tristeza!
   + Avaliação das previsões: novembro
Victor Souza : Dama do PT continua no trono
   + A numerologia para o 2º turno
   Previsões com numerologia kármica
 
 
Marina está com força para ganhar a corrida
  Abelard Gregorian  
 
Auto avaliação após os resultados:
Só depois de ter enviado a previsão para as eleições de 2014 é que fui surpreendido pela constatação de que nas minhas tiragens para as eleições presidenciais de 2010 havia saído igualmente o Carro como indicação para Marina Silva! Nos dois casos, ela manteve uma atitude de correção e força, mas sem "mão nas rédeas" para garantir a direção rumo à possível vitoria.
Na prática, o Valete de Ouros foi mais forte para Aécio do que o Carro para a Marina. Teve ganhos crescentes de imagem e aceitação popular, mas insuficientes para vencer a Presidente.
O Sol brilhou para Dilma. Trouxe também à luz do dia os desafios econômicos para o futuro imediato e as notícias dos descaminhos e roubos em diferentes áreas do governo. No entanto, como entendi na leitura inicial, tais fatos não afetaram a sua imagem para a maioria dos eleitores com votos válidos.
O Mago, ou o Mágico com seus artifícios de encenação, foi a carta que saiu para traduzir o clima para as eleições presidenciais de 2014. Ou seja, estarão em uso todos os recursos de propaganda para encantar o público.
O Mágico
O Mágico
Wirth Tarot
 
Retirei três cartas para os principais candidatos: (+) para indicar o que está a favor, (-) para o que é desfavorável e, a terceira, como prognóstico de resultado para a campanha.
Para Dilma Rousseff, o seu apelo emocional — Cavaleiro de Copas — tem um papel mobilizador que continurá forte durante a campanha. Contra ela atuam as forças cíclicas que renovam os cenários e contra as quais não há o que fazer: a Estrela. Ou seja, o momento atual não é tão favorável para ela como ocorreu anteriormente. O Sol como prognóstico dá a entender que sua imagem como presidente continuará a brilhar e que ela atravessará o processo eleitoral sem maiores contratempos.
O resultado das eleições tende a ser mais modesto para Aécio Neves: o Valete de Ouros — "o jovem aprendiz" — sugerindo que colherá experiências concretas para futuras disputas. A favor dele está o fato de ser um homem vigoroso e mais jovem que as concorrentes: Rei de Paus.
Pesa contra Aécio a sombra da Lua: ocorrências do passado que vem à tona e a falta do tom emocional, de imagem, que melhor tocaria o grande público brasileiro.
  O Sol  
Cavaleiro de Copas A Estrela
(+) (-)
Dilma
  Valete de Ouros  
Rei de Paus Lua
(+) (-)
Aécio
  O Carro  
A Froça O Louco
(+) (-)
Marina
A candidata Marina Silva, que disputa a presidência em razão do falecimento de Eduardo Campos, tem a seu favor a Força, carta do poder de lidar com as coisas de modo direto e reto. Contra ela pesa a figura não conformista e pouco convencional do Louco, que dificulta suas alianças políticas. No entanto, ter o Carro como prognóstico é sinônimo de conquista, de luta vitoriosa.
Tudo indica um segundo turno equilibrado entre o brilho solar para Dilma e a postura de força da Marina, com prognósticos de conquistas mais favoráveis para Marina Silva.
Contato com o autor:
Abelard Gregorian - gregorian.abelard@gmail.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 25/08/2014
 
Temperar, colher e prosseguir
  Bete Torii  
 
Auto avaliação após os resultados:
Estou muito contente com o resultado das eleições e com o acerto das minhas previsões. Vejamos o que acertei, com os possíveis acertos ou acréscimos:
O clima da campanha foi mesmo o da total exposição dos candidatos, com alguns acordos, muitos confrontos acalorados e oposições bem declaradas (O Sol).
O clima agora, reconhecido e declarado pela vencedora Dilma Rousseff no seu discurso desta noite de domingo, é de triunfo agradecido e de conclamação ao diálogo, ao trabalho conjunto numa direção que interessa a todos – bem como a carta O Carro dizia.
As descrições do comportamento dos 3 candidatos (do 1º turno) foram muito adequadas, isto é, os fatos as confirmaram. A única coisa que me ocorre acrescentar – para Marina – é que, como o ‘diabolus’, ela provocou cisão nos dois partidos que a conduziram à oportunidade de disputar a eleição (a Rede e o PSB).
O resultado final foi preciso: deu 13, Dilma. Mas posso agregar mais comentários aqui: além de ter o número do PT, a carta 13 aponta para os significados de trabalho, ação incisiva e até cortante quando necessário, seriedade e intransigência – tudo aquilo de que Dilma se mostra capaz.
Em primeiro lugar, tirei duas cartas para indicar o panorama político (e social) brasileiro antes e depois das eleições:
O Sol
O Sol
Campanha
 
O Carro
O Carro
Após
 
O Sol durante as eleições. Óbvio: muitos holofotes, muita exposição, grande difusão popular; ambiente para vaidades e exibição de belas fachadas, que podem ser dissimuladoras de um interior mais pobre. É bom saber que no geral as coisas se processarão às claras, propiciando clareza de discernimento para quem abrir os olhos.
Ambiente acalorado, mas predominam os acordos e as parcerias, ou, pelo menos, as oposições bem declaradas. Pode haver também um clima de igualdade entre os postulantes – iguais sob o sol.
É divertido observar que no tarô clássico de Marselha os raios solares têm 3 cores (vermelho, azul e amarelo), que são as cores dos partidos em disputa pela presidência.
O Carro após as eleições. Sentimentos naturais de triunfo e realização por uma vitória legítima. Momento de contemplação, mas não pausa para descanso: o caminho está visualizado e planejado, e começa o avanço por ele. Segue a marcha e com vitalidade, ainda que seja preciso conciliar divergências e mesmo antagonismos para garantir o progresso. Uma acepção muito oportuna da carta é: “tato para governar, diplomacia, direção competente”.
Obs.: optei por ver o lado positivo e luminoso da carta, embora a rigor possa ser exatamente o contrário disso tudo.
A seguir, tirei cartas para retratarem o desempenho, no pleito, de cada um dos 3 candidatos principais à Presidência da República:
14 - A Temperança
14. Temperança
Dilma
 
11. A Força
11. Força
Aécio
 
15. O Diabo
15. Diabo
Marina
 
Dilma - Temperança. Comportamento sereno, equilibrado, educado; espírito de conciliação. Renovação, adaptação aos fatos e momentos; talvez tenha disposição para fazer limonada dos limões encontrados. Pesa prós e contras dos compromissos.
A Temperança também é considerada indicadora de continuidade, adiamento, prorrogação – o que pode significar extensão do mandato, com a reeleição.
Aécio - A Força. A candidatura do senador mineiro ainda tem força: ou ele tem coragem e inteligência para vencer obstáculos e fazer boas avaliações do
que lhe pode ser útil na campanha, ou passará a uma guerra aberta e veemente. Pode ser vítima de forças superiores. Pictoricamente, a carta também me sugere que ele tentará subjugar e amordaçar quem possa atacá-lo “pela boca” (a imprensa, a internet)
Marina - O Diabo. A candidatura oximorática que “busca em todas as direções para atrair tudo”, ou que nega tudo e afirma coisas inconciliáveis entre si. Tem a proteção de poderes
ocultos (ou nem tanto) e exerce poderosa influência por meio de sedução. Sem a menor preocupação com o próximo. A carta fala de pluralidade, diversidade, avidez, inconstância. Sucessos efêmeros.
Obs.: não inventei, esses são atributos usuais da carta.
Por fim, como as cartas acima não me pareceram contundentemente satisfatórias quanto ao resultado, já que a Temperança, embora indicando continuidade, parece menos forte do que as outras duas, tirei uma carta para retratar o vencedor das eleições.
Adivinhem... !!!
Saiu a carta 13! Meu amigo tarô precisaria ser mais explícito? Dilma (candidata do PT, 13), sem abusar da força nem de diabruras, mata no peito; ou melhor, colhe os frutos do que plantou por este país nos últimos 4 anos.
Abraços a todos!
 
A Morte
13. A Morte
O Vencedor
Contato com o autor:
Bete Torii - btorii@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do TarôAutores
Edição: CKR – 25/08/2014
Cnthia Doula
Os três candidatos a presidente em meio à campanha
 
Cnthia Doula
Apesar de Marina, a Disputa será entre Dilma e Aécio
 
 
O I Ching alerta: momento de desafios e de cautela
  Constantino K. Riemma  
 
Auto avaliação após os resultados:
Quais fatos comprovariam a situação de declínio coletivo indicada pelo I Ching? Pelo que alcanço na observação dos fatos ocorridos durante o processo eleitoral, dois pontos foram muito marcantes.
O clima emocional intensificado pela forte propaganda ganhou o perfil de torcida de futebol, em que pesam mais as cores do clube do que suas qualidades reais. O peso dado à propaganda para desqulificar os adversários, fez pesarem mais as artimanhas e desempenho teatral, em prejuízo da oportunidade para aprofundar o exame dos grandes problemas sociais e educacionais do país.
Um exemplo claro desse quadro desviante, foram as disputas em torno da "bolsa família": aumentar, diminuir... No entanto, a revisão do processo de educação e formação profissional, de orientação para o trabalho individual e grupal que qualificariam a população desfavorecida, não foi realmente colocada em pauta.
A bem da verdade, deve ser reconhecido que a decadênciada da qualidade do ensino público elementar e médio, não se deve a um ou outro partido político. A degradação é gritante e contínua no correr das últimas seis décadas, em todos os estados da Federação.
Para entendermos o significado da disputa eleitoral de 2014 pela Presidência da República, o I Ching ofereceu como prognóstico e conselho o hexagrama 63 - Após a conclusão:
Após a Conclusão. Sucesso em pequenas coisas. 
A perseverança no curso correto traz recompensas.
Boa sorte no começo, desordem no final.
"Quando um empreendimento é concluído com sucesso e se encontra no auge, começam os desafios para sustentar a ascensão. Nenhuma plenitude, porém, pode ser mantida indefinidamente: no auge do verão já se instala o germe do inverno; a partir do meio-dia o Sol se dirige para o inevitável ocaso. É por essa razão que um progresso maior só pode ser obtido nos detalhes, em pequenas coisas"
Podemos entender desse oráculo que na sequencia não teremos grandes realizações, pois:
"Após um longo empenho para alcançar as metas, numa época em que aparentemente tudo está em ordem, os homens tendem a relaxar o esforço, deixando que as coisas sigam seu próprio movimento. Aí reside a raiz da decadência que apressa a desordem final."
Existem, no entanto, espaço para esperanças, pois como o Livro indica:
"A desordem, porém, não é uma fatalidade. Aquele que conhece as leis da alternância dos ciclos de prosperidade e de declínio, pode administrar os efeitos da inércia e prolongar, graças à perseverança correta, as épocas de prosperidade."
O conselho do Livro não deixa dúvidas para aqueles que procuram a conduta correta:
O homem nobre reflete sobre o infortúnio e se previne de antemão contra ele.
O oráculo deixa claro o alerta para não esperarmos situações fáceis após as eleições. Podemos entender que os indicadores da decadência coletiva — a desatenção aos processos educacionais, o imediatismo, a passividade, a corrupção — continuarão com forte peso, como seria mesmo de se esperar a essa altura do Kali Yuga (idade de ferro, ciclo materialista).
O conselho para o 'homem nobre' é que encontre e pratique o caminho correto, embora não consiga reverter o processo global.
 
Acelaração dos tempos
Como reafirmam os diferentes ensinamentos primordiais, a preservação dos valores não depende da quantidade mas, sim, da qualidade daqueles que, de modo individual ou em pequenos grupos, se dedicam à conduta e aos valores que cabem aos homens de bem.
Acesse o texto completo: 63 - Após a conclusão. As indicações das seis linhas móveis podem ser vistas como etapas sucessivas no desenrolar do processo eleitoral e como detalhamento dos desafios que teremos em continuidade.
Contato com o autor:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 27/08/2014
 
A corrida final
  Denis Maapelli  
O que o baralho cigano mostra em 21 de outubro sobre a corrida final nas eleições 2014:
Dilma X Aécio
Na última semana para a disputa presidencial chegou a hora do tudo ou nada. Ficará evidente nestes próximos dias um desgaste um pouco considerável do candidato Aécio Neves. Este buscará novas alianças e não nos espantemos se nos próximos capítulos de suas propagandas surjam apoiadores de peso, pessoas públicas, políticos, clamando nosso voto por ele. O candidato vai mudar o seu discurso também, ele aparece mais reservado, mas calmo, uma fala mais mansa se comparada a tudo o que vimos até agora nesta campanha, me parece que agora irá trabalhar com sua imagem de bom moço para quantificar melhor seu resultado.
Dilam e Aércio
 
Porém, a candidata Dilma fortalecerá seu crescimento nestes últimos dias, ela vem com uma solidez de votos muito maior que o adversário, um crescimento que será percebido nesta reta final. Deste mesmo modo ela sairá de sua estabilidade de votos ou intenções de votos, indicando uma ascensão pela corrida presidencial, mas alguns empecilhos serão colocados em seu caminho.
Num resumo disso tudo: uma disputa apertada e acirrada até o último momento.
Os dois candidatos aparecem em movimento, tentando de todas as formas mobilizarem seus aliados para a luta final desta semana. A campanha não terá limites, Dilma aparecerá de uma forma mais dura, incisiva nos erros do PSDB e do candidato oponente e este se apresentará mais tranquilo, sereno, em paz e usará isso como arma (candidata apavorada com a perda X candidato tranquilo) Por fim neste jogo de movimentos: Aécio surge como um cavaleiro, e está sujeito a dar uma arrancada a partir de sexta-feira. Dilma movimenta-se mais lentamente e, se não estou errado, está se encaminhando para um novo porto, afastando-se do sonho da reeleição.
Tarso X Sartori
O candidato Tarso Genro que concorre a reeleição colherá aquilo que plantou durante esses 4 anos, agora, fica evidente no seu jogo a colheita, o resultado das urnas mostrará isso. Ele aparece durante esta última semana buscando votos em diferentes locais e principalmente naqueles que foi derrotado no primeiro turno, ele estará em diversos eventos públicos nesta semana. Reforçará ainda mais a sua presença nas ruas, comícios, encontro com a população.
Tarso e Sartori
 
O maior desafio de Tarso está em controlar suas palavras durante estes encontros, poderá o feitiço virar contra o feiticeiro, será uma semana de confusões, intrigas, brigas internas e entre os candidatos que colocarão Tarso Genro em isolamento, me parece que adotarão uma estratégia para derrubar o oponente mas não acontecerá o esperado, ou pior, colará no candidato Tarso uma imagem não muito boa. Tarso, ao final das contas aparece estagnado, preso neste seu isolamento.
Já Sartori tem ao seu lado a carta do Sol, a força, a energia, o sucesso brilhando para ele. Mas não será uma semana nada tranquila, muita instabilidade, muita confusão nos discursos e o candidato deve tomar cuidado para não se perder nisso também. Assim como o sol está ao seu lado está o cavaleiro, novamente o candidato está em disparada deixando o outro para trás. E lembrem, que no jogo realizado sobre o primeiro turno Sartori vinha acompanhado do mesmo cavalo colocando o candidato a frente de todos.
Muitas energias e pensamentos confusos nesta semana. Sexta-feira farei novo jogo, assim poderemos ter uma visão mais apurada do que acontecerá.
Muitas energias e pensamentos confusos nesta semana. Sexta-feira farei novo jogo, assim poderemos ter uma visão mais apurada do que acontecerá.
Nova leitura em 21/10/2014
 
Disputa acirrada no 2º turno
  Denis Maapelli  
Utilizando as cartas do baralho cigano e técnicas de radiestesia, os prognósticos para o resultado do primeiro turno das eleições de 2014 que acontecem no domingo, cinco de outubro, são os seguintes:
Disputa no Rio Grande do Sul
Ana Amélia: diferente dos prognósticos anteriores, a candidata aparece agora com dificuldades em seu caminho. Ela vem representada pela carta 29 – Dama e na sequência suas cartas são Trevos (2) e Caminhos (22). Pode-se notar, então, que as dificuldades estão mais presentes no seu caminho neste momento. Aquela disparada nas intenções de voto vista no início de campanha ficou ofuscada e diminuída com o passar do tempo.
Tarso Genro, Ana amélia e Sartori
 
Tarso Genro: o candidato a reeleição, Tarso Genro, representado pela carta 15 – Urso, traz em sua sequencia as cartas Caixão (8) e Nuvens (6). Nota-se um novo ciclo para este candidato, que pode ser explicado pelo aumento nas intenções de votos comparado ao início do pleito. Seu caminho e momento, porém, não estão dos melhores: mesmo tendo iniciado uma nova caminhada para um possível segundo turno, está num momento nebuloso. Não obterá a vitória no primeiro turno e poderá ocorrer instabilidades na equipe de campanha com o resultado de domingo.
Sartori: Sartori – Cavalheiro (28), é o candidato que aparece com uma posição mais agressiva de mudança de rumo, assim como o candidato Tarso Genro ele sai neste momento de um isolamento e distanciamento para alcançar o ingresso no segundo turno, em seu prognóstico surgem as cartas Torre (19) e Navio (3), indicando a saída, o movimento, o deslocamento de seu isolamento. Há grandes chances de entrar num segundo turno.
Segundo turno: Para um segundo turno os prognósticos através do baralho cigano, em conjunto com a radiestesia, demonstram uma virada, uma surpresa: uma briga muito acirrada de votos entre Ana Amélia e Sartori pelo segundo turno. As probabilidades (hoje!!!) são: Tarso Genro com aproximadamente 37% dos votos válidos, Sartori com 32% dos votos válidos e Ana Amélia com 26% dos votos válidos.
Será uma possível virada de Sartori para um segundo turno?
Disputa pela Presidência da República
Dilma: A candidata a reeleição vem com todas as forças para a disputa no segundo turno, está enfrentando um pleito sofrido, sacrificante e muito diferente daquilo que era esperado por sua equipe. Traz as cartas Cruz (36) e Chicote (11). Aponta a vitória sofrida, o empenho em sair desta situação sacrificante e difícil, entra num segundo turno com uma probabilidade de 40 – 41% dos votos válidos.
Aécio: antes a estrela que brilhava para Dilma, apontando sua disparada nas intenções de votos, agora brilha para Aécio. O candidato vem acompanhado das cartas Casa (4) e Estrela (16), seu discurso regrado, o equilíbrio de sua campanha, demonstram hoje o sucesso e ascensão no resultado do primeiro turno. Dentre os três candidatos que disputam uma vaga para o segundo turno ele é quem tem a grande chance de disputar com Dilma a vaga para presidente. Tem uma probabilidade de 26% dos votos válidos no primeiro turno.
 
Dilma, Aécio e Marina
Marina: aparece com as cartas Caminhos (22) e Carta (27): no seu caminho, o voto indeciso ou até mesmo muitos eleitores que pensavam e diziam que esta era sua candidata, tendem a migrar para outro candidato. Disputa uma vaga no segundo turno com Aécio, porém, sua probabilidade de votos fica em torno de 24%. Tudo indica que não alcançará o segundo turno por uma pequena quantidade de votos.
Agora, vamos ver o resultado disso tudo no domingo.
Contato com o autor:
Dênis Maapelli - www.baralhodacigana.blogspot.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 3/10/2014
Torre de Ababel
Crônicas na Torre de Babel
Rui Sá Silva Barros: Que Tristeza (crônica de agosto)
 
 
Um segundo turno melhor para o Aécio
  Victor Souza  
Primeiramente gostaria de esclarecer alguns pontos antes de dar meu prognóstico: o primeiro levantamento numerológico que fiz em agosto foi anterior a toda a mudança que houve após a morte do Eduardo Campos; Marina não estava como concorrente e naquela primeira previsão afirmei que teríamos Aécio e Dilma no segundo turno com a reeleição da Dilma. Porém, com a entrada da Marina diretamente na disputa (independente dela não ter ganho para o segundo turno) os cálculos mudam sobre nosso próximo presidente.
Dilma e Aécio possuem numerologicamente o mesmo número e seus anos pessoais estão muito parecidos, o que naturalmente irá encaminhar uma disputa acirrada. Só consigo localizar uma diferença energética para o ano da posse (2015), quando Aécio se encontra mais positivo e ligado a números de direcionamento, enquanto Dilma terá em um ano pessoal mais pesado. Em suma, apesar de uma mínima diferença entre os dois, acredito que teremos como nosso futuro presidente Aécio Neves.
Lembro a todos que obviamente posso errar, porém, devo ser sincero com o que os números neste momento me mostram.
Nova leitura em 13/10/2014
A Dama do PT continua em seu trono
  Victor Souza  
De acordo com a Numerologia Kármica, a Dilma será reeleita.
Grande chances de segundo turno entre Aécio e Dilma, porém, continuamos com nossa Presidenta no poder.
Tanto Aécio quanto Dilma passam por problemas de saúde ou mantém algum tratamento médico e isso se estende durante o ano de 2014.
Contato com o autor:
Victor Souza é tarólogo e numerólogo kármico
www.facebook.com/numerologiakarmicaparavidamelhor
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 18/08/2014
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil