Home page

21 de abril de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Os próximos três anos
Betôh Simonsen
Antes de comentar sobre as cartas que abri, gostaria de fazer algumas considerações. Começarei de uma maneira bem escatológica. Participei há alguns anos de um workshop com um reichiano fascinante, Al Bauman, e quando alguém comentou que estava tudo uma merda, ele retrucou que merda é um excelente fertilizante quando tratada adequadamente.
Refletindo sobre isto, se de um lado as crises em si não garantem que se encontrarão as alternativas adequadas, de outro lado pelo menos pressionam fortemente para que sejam feitas mudanças de rumo e que surjam novas ideias.
A corrupção sem dúvida tem sido um fator importante nesta crise, mas do meu ponto de vista não é o único nem o mais importante. Em primeiro lugar, poderíamos apontar as mudanças de rumo em nossa política macroeconômica, como o descomprometimento com o superávit primário.
Em segundo lugar políticas amadoras em setores fundamentais, como por exemplo, o desmantelando do setor de energia através de mudanças no que antes estava bem encaminhado, adiando os processos de concessões, reestabelecendo o retrógrado controle de preços, e perdendo uma oportunidade fantástica de melhorar muito nossa infraestrutura e diminuir consideravelmente o custo Brasil. Isto sem falar na política internacional infantil.
Em terceiro lugar, toda nossa estrutura de poder não está funcionando. A relação entre os poderes Legislativo, Executivo, partidos e empresas públicas está em um nível de promiscuidade nunca antes visto. O Legislativo tem muito mais partidos do que seria minimamente operacional. Não entendo, além disto, porque o executivo tem que entregar cargos para políticos. Está chegando o momento em que não aguentaremos mais tanto empreguismo e aparelhamento de estado. O Executivo teria que executar, e o Legislativo legislar. E simplificar os processos da Justiça.
Bom, esta é minha breve visão da situação em que estamos inseridos.
Fiz a seguinte pergunta ao Tarot: Quais as perspectivas socioeconômicas para o Brasil nos próximos três anos?
Tiragem de Betoh Simonsen para o Cenário Brasileiro Primavera 2015
O Diabo, Cinco de Paus, Dez de Ouros, Três de Ouros e Pajem de Copas
Veja a Galeria do Balbi Tarot
Preciso confessar que a resposta me surpreendeu, mas por lealdade ao Tarot irei compartilhar as cartas retiradas.
1. A situação que estamos vivendo: O Diabo. Esta carta me parece clara e mostra todas as negatividades em que estamos envolvidos.
2. O caminho que iremos percorrer: Cinco de Paus. No sistema de interpretação que desenvolvi (veja Curso - arcanos menores) esta carta está diretamente relacionada com a energia do signo de Leão, o que parece apontar para o surpreendente aparecimento de uma liderança ou de um indivíduo ou de um grupo que terá a oportunidade de conduzir o processo dentro de um ritmo solar.
3. Resposta: Dez de Ouros. Uma carta que de modo surpreendente indica um processo de realização definitivamente positivo.
4. Energias que precisarão ser trabalhadas: Três de Ouros. Indica resistência e bloqueio àquilo que não deve ser aceito.
5. Elementos que poderemos ter a nosso favor: Pajem de Copas. Teremos neste processo pessoas de boa vontade que poderão prestar um bom serviço nestes tempos.
Bons anos a todos!
Contato com o autor:
Betôh Simonsen - betohsimonsen@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 13/09/2015
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil