Home page

12 de dezembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


  Resenha do livro | Galeria das cartas | Depoimento da ilustradora  
"Curso completo de Tarô" de Nei Naiff
Resenha de
 
  Constantino K. Riemma  
Impresso pela primeira vez em 2002, o livro Curso Completo de Tarô de Nei Naiff (Claudinei dos Santos), foi preparado a partir das apostilas elaboradas ao longo de sua experiência em cursos e palestras sobre o tarô.
Capa do livro de Nei Naiff
 
Um dos méritos desse trabalho está na distinção que faz entre a realidade histórica do tarô e as fantasias que foram se agregando ao longo dos últimos séculos. Essa justa discriminação entre o imaginário e o real dá seriedade ao conjunto das informações que apresenta.
O livro contém 25 capítulos ou "lições", incluindo a história das cartas e sua estrutura, informações simbólicas sobre cada arcano e técnicas de tiragens ou "metodologia", num total de 278 páginas na edição BestBolso e 298 páginas na edição da Nova Era. Apenas uma parte do volume é dedicado ao significado de cada carta, trazendo informações sucintas do ponto de vista geral ou da "tarologia" e da aplicação prática ou "taromancia".
Para facilitar um entendimento de conjunto, o autor propõe seis sub-grupos ou "caminhos" para os arcanos maiores: Vontade, Livre-Arbítrio, Prazer, Dor, Esperança e Evolução.
Quanto aos arcanos menores, considera cada naipe um "degrau": Ter, Ser, Estar e Ficar.
Entre outros recursos didáticos que Nei Naiff adota para estimulação do leitor estão as avaliações distribuídas ao longo do livro, no formato de testes de múltipla escolha.
As cartas
As duas publicações do livro vêm acompanhas de cartas. Veja na Galeria do Clube do Tarô algumas amostras. Na publicação pela editora Nova Era, o jogo de cartas, plastificado, vem
numa caixa própria no tamanho 8,5 x 13 cm. Nas edições BestBolso as cartas tamanho 5,6 x 9 cm, anexadas ao livro, dispensaram a plastificação, mas precisam ser destacadas e recortadas. Pelas seguidas reedições, o livro e as cartas constituem, no mercado editorial brasileiro, uma rara ocorrência de grande aceitação do público ligado ao tarô.
Com relação aos desenhos das cartas consta na página de créditos a informação: "tarô clássico ilustrado por Thais de Linhares sob orientação de Nei Naiff".
De fato, os arcanos maiores e as figuras da corte seguem o layout e a postura dos personagens do Tarô de Marselha. As variações mais evidentes estão na relativa diminuição do volume das representações humanas em relação ao tamanho da lâmina.
Quanto aos arcanos menores, em particular as cartas numeradas de 2 a 10 dos quatro naipes, os arranjos dos símbolos seguem outro padrão, sem vínculos direto com os chamados tarôs clássicos.
 
O Louco no Tarô de Nei Naiff e Thais Linhares
O Louco
Transcrevemos abaixo, a título de exemplo, a apresentação de um arcano maior (página 86).
Arcano 17. A Estrela
A Estrela no tarô de Nei Naiff
 
Tarologia: nos tarôs clássicos e modernos, revela uma mulher nua, símbolo de pureza e leveza. A figura se encontra integrada com a natureza (símbolo do bem-estar) mostrando sem pudor os seios (símbolo de nutrição da vida); tudo indica que a alma está em harmonia com o meio ambiente. Os jarros são os mesmos do arcano 14, mas agora a vida é exteriorizada, e a figura revela com muita humildade (na posição ajoelhada) o esplendor de toda a sua vivência – a alegria de um mundo melhor voltou.
As estrelas, símbolo de esperança, estão resplandecendo no céu, indicando que a vida é bela e inesgotável. Assim, temos o resultado da libertação do passado: o retorno à paz, na qual tudo é imberbe, puro, frágil, lírico e verdadeiro. Esse arcano sugere eterna esperança, fé, otimismo, benefícios, tranquilidade, alento, consolo. Tudo passa, tudo se renova, tudo acontece.
Para um melhor entendimento da potencialidade da Estrela, pesquise as seguintes palavras: esperança, idealismo, paz, ingenuidade.
Taromancia:
1) Material – realização, prosperidade, crescimento, promoção, caminhos abertos.
2) Mental/Verbal – inspiração, discernimento, certeza, idealismo, credulidade.
3) Sentimental – afeto, otimismo, esperança, paz, amizade, lealdade.
4) Espiritual – intuição, proteção, meditação, mediunidade.
Advertência para os 4 planos – continuar o que se pro­pôs a realizar e ser mais realista.
Em casa de conselho – manter a esperança e a dedicação, ter otimismo na vida.
Em casa negativa – desapontamento, mágoas, insatisfação.
Complemento desta lição:
Não esqueça de ir pesquisando as palavras do principal atributo de cada arcano:
Arcano 17, A Estrela – harmonizar.
 
Para conhecer outros trabalhos de Nei Naiff veja Manifesto para o futuro do tarô,
uma síntese da história das cartas. Conheça também o seu site: www.neinaiff.com
 
Revisado em fevereiro.12
Contato com o responsável pelo site:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  Resenha do livro | Galeria das cartas | Depoimento da ilustradora  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil