Home page

14 de agosto de 2022

Responsável: Constantino K. Riemma


O Céu do Momento
  27.abril.2022
Stellium pisciano
Tereza Kawall
No dia 25 fiz referência ao "céu exuberante", um belo stellium no signo de Peixes agora presentes numa foto do amanhecer, com a presença ( de baixo para cima) de Júpiter, Vênus, Netuno ( não visível a olho nú ), Marte e Saturno ( que está em Aquário).
Céu do Momento - Stellium psiciano - abril-2022
Foto da praia de Itamambuca - Ubatuba, via Eco Resort.
Podemos desfrutar mais dessa a sintonia "pisciana" desses dias; a Lua hoje já caminha para Áries e em seguida, vai se unir ao nosso astro-rei no signo de Touro, que marcará o eclipse solar do dia 30 próximo.
Nessa frequência vamos seguindo no bom exercício da empatia e do amor ao próximo, com mais suavidade, onde sentimentos mais refinados podem ser a bússola para ações mais justas e generosas.
Deixemos as tristezas do planeta de lado, pois sempre há muita beleza para ser admirada. Especialmente quando levamos os nossos olhos para o céu estrelado e erguemos nossos corações para perceber e sentir a longevidade das estrelas e a infinita dimensão das milhares de galáxias que nos rodeiam.
Afinal, somos poeira cósmica!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  25.abril.2022
O melhor lugar do mundo
Tereza Kawall
O céu estelar continua exuberante com cinco planetas em Peixes, e em breve teremos a auspiciosa conjunção exata de Jupiter e Vênus abem abraçadinhos.
Esse continuum pisciano tem muito a nos ensinar, uma vez que esse arquétipo nos predispõe a sentimentos mais elevados de empatia, amor ao próximo, a comunhão universal com todos os seres. Essa " simpatia cósmica", essa conexão com planos mais sutis de percepção da vida e a importância da qualidade de nossas relações é a matéria prima, o combustível essencial para uma existência mais feliz.
Ceu do Momento - O melhor lugar do mundo - 25.abril.2022
Deveríamos nos lembrar mais disso e cultivar essa frequência de Netuno ou pisciana, afinal, dizem alguns, o amor é um estado de espírito, e fica fácil de entender esse pressuposto quando estamos apaixonados!
Mercúrio em Touro faz sextil com Júpiter e Netuno, facilitando essa percepção, essa sensação de unidade com tudo e todos, e se quiser colaborar com esse processo, fique mais atendo ao silêncio, aos movimentos da sua respiração e aos estados meditativos, buscando a sintonia fina com aquilo que eleva seu espírito e pacifica sua mente e seu coração.
Permita-se a imaginar mais o que deseja para sua vida, optando por agradecer o que já conquistou ou recebeu dela, criando em torno de si mesmo a energia adequada para materializar o que pretende. Preste mais atenção a sua intuição, seus sonhos ou fantasias!
Como já disse o poeta: "O melhor lugar do mundo é aqui, e agora".
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  22.abril.2022
Lua em Capricórnio
Tereza Kawall
No céu estelar temos a Lua em Capricórnio em bom aspecto com Vênus, Netuno e Júpiter e trígono com Mercúrio que está em Touro. Nesse signo temos também a presença de Sol e Urano.
Observamos assim a predominância dos elementos água e terra na atual configuração planetária. São considerados elementos passivos ou femininos (yin) na astrologia ao contrário do fogo e do ar que são apreendidos como masculinos ou ativos (yang).
Ceu do momento - 22 de abril - Lua em Capricórnio
Nascente do Rio Tocantins, arte de Antonio Peticov
Terra e água são compatíveis entre si, se harmonizam, se interpenetram e isso é bastante visível quando olhamos para a natureza e sua intrínseca harmonia no mundo das formas, seja no mar, nas cachoeiras, florestas ou nos rios. A água precisa de um elemento sólido para se formatar e criar seu movimento; a terra precisa da umidade da água para fazer brotar as flores, crescer a vegetação, produzir as frutas e o nosso alimento em geral
No plano psicológico a terra se relaciona com as raízes, a estrutura e o chão no qual pisamos, o trabalho, as realizações, a inteligência pragmática, o mundo visível e sólido. Nesse contexto, a água se expressa como emoções, sensibilidade, delicadeza, subjetividade, alma, fantasia, depuração, necessidade de proteção.
Cada elemento representa um determinado tipo de frequência e consciência. Um ótimo momento para colocarmos nossa atenção nessas energias criativas, belas e curadoras que podem ser acessadas pelo nosso toque ou olhar, estejamos ou não próximos da natureza, uma vez que essas energias estão dentro de cada um de nós!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  20.abril.2022
O Sol ingressa em Touro
Tereza Kawall
Dia 20de abril assinala a entrada do Sol no signo de Touro. O segundo signo zodiacal pertence ao elemento terra e ao modo fixo. É graficamente representado por um touro, por vezes ao lado de elementos da natureza tais como a terra cultivada, as flores ou uma mulher jovem e bela. Temos neste arquétipo o universo criado, a energia vital de Áries se condensa agora na matéria.
O Sol ingressa em Touro - Céu do Momento - abril.2022
Arte: Jake Baddeley.
Touro é um arquétipo de fertilidade, dos alimentos, daquilo que é a base de sustentação da vida. O ser que nasceu (Áries) agora precisa de comida, proteção e de segurança física para poder sobreviver.
É a energia da estabilidade, da força terrena, da continuação da vida. Touro se relaciona com os cinco sentidos, e com o prazer que deles advém, em especial o olfato e o paladar.
Touro está relacionado com a segunda casa zodiacal, que nos fala de talentos e recursos materiais, o dinheiro, finanças. Com a combinação do elemento terra e modo fixo, este signo possui um ritmo lento, estável e constante. Expressa o apego ao mundo material, às formas tangíveis, a subordinação ao que é estável e seguro. É regido por Vênus, a deusa da beleza, da sensualidade, dos desejos e do amor.
Recorte do Livro: Astros & Arquétipos, de minha autoria. Para mais informações acesse o blog: www.blissnow.com.br
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  18.abril.2022
Música das Esferas
Tereza Kawall
Temos bons aspectos para esse início de semana, pois a Lua faz um trígono com a conjunção de Jupiter e Netuno em Peixes, e ainda temos Mercúrio conjunção a Urano em Touro em sextil com a Vênus, também em Peixes.
Música das Esferas - o Céu do Momento
Foto-arte de Fiona Watson
Sem dúvida esse balé planetário é auspicioso para as relações em geral, em especial para tudo que deseja diagnosticar, limpar e esclarecer Não deixe para amanhã suas pendências afetivas ou familiares, expresse seus sentimentos e desejos sem grandes preocupações com acertos ou erros. A sinceridade e espontaneidade tem sua força própria, e muitas vezes o maior erro é o orgulho ou a vergonha de mostrar nossa fragilidade emocional.
Não espere que o outro tome a iniciativa, seja você o protagonista dos seus desejos, levando em conta que todos têm lá suas inseguranças. Falamos tanto em gratidão e empatia, mas não aproveitamos a hora certa para exercitá-las. O amor e o interesse genuíno pelo outro, seja na vida pessoal, profissional, familiar, ou no setting terapêutico já tem, em si mesmo um efeito curador e regenerativo. Quem não quer ser aceito de forma incondicional?
Mercúrio e Urano juntos propiciam inovação e criatividade mental, para reformular e propor coisas novas de forma pragmática e realista. Quando ouvir algum sussurro interno, não muito óbvio, mas sutil, entenda que é uma intuição, um recado que chega sem aviso e que pode conter a solução de alguma equação emperrada para esse momento.
Os sonhos também cumprem essa função, de serem mensageiros do Self e do nosso inconsciente que, sim, desejam nos ajudar e esclarecer. Esteja aberto e receptivo para outras maneiras e de pensar e avaliar a realidade. Pense em sintonia, ou num rádio, em que você tem que ajustar o botão da estação que deseja para ouvir uma seleção de músicas que alegram a sua alma.
Positividade e otimismo são as estações mais acertadas, fique atento!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  16.abril.2022
Lua Cheia no eixo Áries-Libra. Decida: guerra ou paz?
Tereza Kawall
Na Lua Cheia do dia 16, o Sol se encontra em Áries e a Lua em Libra, fazendo um ângulo de 180 graus entre si, o que vem a ser uma 'oposição' na terminologia astrológica.
O eixo Áries/Libra no zodíaco representa o indivíduo e a sociedade, o "eu" e o "tu", a imposição da verdade individual em oposição aos direitos da coletividade, ou do grupo social.
Palas Athena - Lua cheia no eixo Áries- Libra
Estátua de Palas Athena na Áustria.
Áries é regido por Marte, o soldado, o guerreiro que precisa ir à luta para vencer seu inimigo para não ser morto por ele; necessita de coragem, destemor, audácia e obstinação para lutar por seu reino ou sua pátria.
O signo de Libra é regido por Vênus, que para mim tem uma estreita relação com Palas Athenas, divindade da sabedoria a justiça, temas fundamentais para os deuses olímpicos da Grécia antiga; era a patrona dos guerreiros e das estratégias de guerra, o que em poucas palavras significa a inteligência de saber ponderar, recuar e esperar para um novo ataque. Nas narrativas míticas, Palas Athena era também a protetora dos navegantes, tecelões e artesãos.
Nesse momento de intensa polarização social, o momento torna-se
benéfico para para exercitarmos o discernimento, a moderação e sobretudo, a inteligência de metabolizar interna e externamente as adversidades da vida e das relações. Li outro dia a frase: eu não quero ter razão, quero ser feliz.
Pode parecer um dizer simplório, no entanto essa frase abarca uma realidade que afeta muitos de nós, que é sobrepujar o outro com a minha gloriosa verdade, sem ouvir e compreender que ele é realmente diferente de min, e que sua visão de mundo de fato não combina com a minha.
Deveríamos ser todos iguais? Certamente não; no entanto a tática de cancelar e excluir o diferente tem sido nefasta e pouco produtiva no âmbito social.
Falar em democracia pressupõe valores éticos e morais, e isso não implica em desrespeito ao próximo. Se não existem convergências, ainda sim existem o silêncio e o afastamento como recursos mais sutis ou adequados para que evitemos "trombadas" inúteis" e desgastantes, que roubam nossa preciosa energia vital.
Em nome de nossa saúde mental, podemos tornar esse momento oportuno para lidarmos com essas questões com mais criatividade e jogo de cintura.
Vale dizer, falar menos em tolerância, e sim, colocá-la em prática é uma boa pedida!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  14.abril.2022
Lua em Virgem oposta a Júpiter-Netuno
Tereza Kawall
No céu estelar, vemos a Lua em Virgem, em trígono a Plutão e também oposição a Júpiter e Netuno que estão juntos em Peixes. De um lado podemos estar num estado mental meio nebuloso, em que a vida subjetiva ou emocional interfere em decisões mais realistas, pois a visão interna está mais turva que o habitual.
O discernimento entre o que é real ou fantasioso custa a chegar, e assim deixamos a porta aberta para não agirmos, ou cairmos em estados de procrastinação. As desculpas esfarrapadas de sempre fazem fila em nossa mente para que a inércia tome conta do cotidiano. Deixar para amanhã aquilo que poderíamos fazer no aqui e agora é um ato certeiro de auto sabotagem que, por vezes, passa desapercebido. Vamos abrir os olhos...
Há uma tendência a projetarmos nos outros os defeitos ou imperfeições que nos pertencem; essa atitude é conhecida como um mecanismo de defesa do ego, que não quer ou consegue perceber o que é doloroso ou ruim dentro de si mesmo. Vale dizer, expele para fora, e geralmente com raiva, aquilo que não consegue suportar em si mesmo.
Evite polêmicas e discussões inúteis, recolha-se, e procure olhar para dentro, e uma bela hora encontrará no porão de sua alma aquilo que está precisando ser revisitado com mais luz ou mesmo curado, e que tanto compromete e dificulta suas relações de modo geral. A energia anteriormente gasta para esconder certas coisas poderá finalmente ser usada a seu favor e de forma bem mais criativa!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  12.abril.2022
Mais previsões sobre Júpiter-Netuno em Peixes
Tereza Kawall
Netuno em conjunção a Júpiter em Peixes ocorreu em 1856, ou seja, há 166 anos atrás. E agora temos o retorno dessa configuração no céu estelar.
Netuno é o planeta que está associado a várias coisas: ao mundo não material ou invisível, ao misticismo, a devoção, aos sonhos e visões, ao escapismo, a sensibilidade, à psique, à espiritualidade, ao mundo das imagens, das ilusões e decepções, das ideologias, das utopias, dos estados alterados de consciência, entre outros.
Ceu do Momento - Anima Mundi
Anima Mundi, de Robert Fludd, 1617.
No final do século XIX, entre outros eventos, observamos a surgimento de movimentos religiosos expressivos como a Sociedade Teosófica na Inglaterra, o acentuado interesse por filosofias orientais, o espiritualismo em geral. Com Freud e Jung, a psiquiatria se desenvolveu largamente tendo em vista as primeiras experiências com a hipnose, que explorava os fenômenos da vida inconsciente, o que propiciou o surgimento da chamada psicologia profunda.
Em nosso momento atual, creio que muitas revelações estão por chegar, e poderemos descobrir de forma surpreendente que a história da nossa civilização que nos foi contada sofreu várias distorções, várias omissões e tudo o que ficou oculto ou mal explicado aparecerá, uma vez que a verdade é uma força da natureza.
Com a quebra de paradigmas de dados históricos inverídicos que definiram anteriormente nossos valores, iremos em breve, desfrutar de experiências de libertação deveras importantes. Vemos agora um renovado e crescente interesse por antigas tradições herméticas e religiosas; muitos estão buscando as práticas meditativas e a espiritualidade como um caminho ou corrimão para enfrentar, e sobretudo, compreender esse novo mundo que está se apresentando para todos nós.
O mundo de Maya, ou da ilusão, está perdendo seus véus, propiciando novas visões e novo entendimento da vida de dos homens. Na medicina em geral, os tratamentos holísticos ou complementares encontrarão muito mais espaço, as terapias holísticas e vibracionais farão parte de nosso dia a dia. Novas tecnologias para curas (que foram escondidas) devem chegar; uma delas serão as Medical Beds, cuja tecnologia está pautada nesses princípios vibracionais; elas têm a capacidade de detectar imperfeiçoes genéticas no corpo humano para assim corrigi-las rapidamente; retardam o envelhecimento, e também curam transtornos psíquicos e doenças fatais.
Estudiosos afirmam que nesse tipo de configuração planetária há o nascimento de seres especiais, visionários e mais evoluídos espiritualmente, com inteligência emocional e maior consciência da unidade e harmonia da nossa Anima Mundi, que está presente em todos os seres vivos, sejam eles do mundo aquático, vegetal, mineral ou humano. Ao que parece Jupiter e Netuno em Peixes são os arautos da nova era que está chegando, e que será estruturada com a entrada de Plutão no signo de Aquário, no início de 2024.
Quem viver, verá!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  9.abril.2022
Com a palavra: Júpiter e Netuno em Peixes
Tereza Kawall
Nesse ciclo temos a Lua crescendo no signo de Câncer, fazendo trígono com Jupiter e Netuno em Peixes, e também uma quadratura com Mercúrio.
O elemento água se faz presente nesse momento, facilitando a expressão dos sentimentos de proteção, acolhimento, cumplicidade e intimidade com aqueles que amamos. A compaixão e a empatia podem certamente permear nossas atitudes. E tudo muda a partir dessa visão mais suave e compreensiva do que nos cerca, quando guardamos nosso ego, que adora fazer julgamentos e ter opiniões sobre tudo, bem fechado, numa gaveta à prova de ruídos.
Júpiter e Netuno em Peixes
Netuno em foto da NASA
Jupiter e Netuno agora juntinhos em Peixes estão assinalando um ciclo muito relevante, cujos símbolos se desdobram quase ad infinitum, e estão convergindo para eventos externos e internos que são, em essência, bastante semelhantes.
As leis universais da sabedoria e do amor ao próximo das quais todos os mestres falam, aí estão para serem compreendidas e metabolizadas, e cada um o fará de acordo com a sua estatura emocional e espiritual. Vale dizer, estão disponíveis para a consciência, pois o grande espelho cósmico reflete ao um só tempo que aquilo que está nos céus em termos arquetípicos, está igualmente pulsando também na terra e na consciência humana.
Esses planetas expandem a capacidade de abstração, com a qual podemos escapar um pouco das tarefas da vida ordinária e nos lançarmos em direção à transcendência, da busca do sentido da vida e da visão teleológica, que abrem as cortinas dos nossos olhos e espírito.
As perguntas que nos trazem, são adequadas para que possamos exercitar a atitude simbólica e entender a função transcendente das quais Jung falava. Afinal, o que viemos mesmo fazer aqui? Como interpretar ou vislumbrar um outro patamar de entendimento mais sutil e criativo da vida que nos foi dada a viver?
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  6.abril.2022
Vênus em Peixes
Tereza Kawall
Nesse momento temos no céu a Lua em Gêmeos, em sextil ao Sol e Mercúrio que estão em Áries.
A efeméride mais relevante é a entrada de Vênus em Peixes, até 3 de maio, signo esse muito confortável para receber a divindade astrológica que representa o amor, a sensualidade, o desejo, as artes.
Vênus em Peixes - Céu do Momento
Nascimento de Vênus, de Adolph Hirèmy Hiersch
Em seu mito, contam que depois de nascer das espumas do mar, foi levada numa grande madrepérola, por Zéfiro, o Vento, até o Olimpo. Depois de devidamente vestida e enfeitada foi apresentada a todos os deuses que ficaram extasiados com sua beleza e doçura.
Esse arquétipo expressa o impulso para a vida social, a necessidade de ser desejado, a atração, a sedução, o amor , os romances, o prazer, a simpatia. Expressa também os dons da diplomacia, da cooperação, do ritmo, da estética e amabilidade. Os artistas em geral, os pacifistas e o seres românticos estão sob a proteção de Vênus.
Em Peixes, o signo que simboliza o amor universal e a sensibilidade psíquica, esse planeta torna esse ciclo auspicioso para o exercício do amor incondicional e do perdão.
Nosso planeta necessita urgentemente desses atributos venusianos, que possam ser lembrados e incluídos em nosso cotidiano: a escuta saudável, a empatia, a tolerância, o não julgamento, a boa vontade para unir, agregar e ser solidário, vale dizer, formas de convivência mais pacíficas e com mais alegrias compartilhadas.
E claro, de um abraço bem apertado!
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  3.abril.2022
Os elementos e a tipologia de Jung
Tereza Kawall
Nesse dia astral verificamos a ênfase de planetas em signos do elemento fogo e ar, que são Áries e Aquário. Fazemos um paralelo desses dos elementos astrológicos com a tipologia que Jung criou com a sua teoria dos quatro tipos psicológicos, também entendidos como as quatro funções da consciência humana.
Em sua visão a psique possui uma estrutura quaternária, e ela mostra a maneira como o ser humano interage com o mundo. É importante que se diga que essas tendências podem se alterar durante a vida. As quatro funções são: intuição, sensação, sentimento e pensamento.
os quatro elementos - Jung - Ceu do momento
Assim o indivíduo que possui a predominância do elemento fogo seria considerado um intuitivo, uma vez que está sempre animado com novos projetos e ideais, se antecipando ao que está por chegar. Como todo visionário, pode sofrer com o descrédito daqueles que se orientam por uma visão mais pragmática, imediata e realista da vida.
Quando vemos a ênfase do elemento ar, observamos indivíduos mais voltados para uma postura racional e lógica das coisas e dos eventos; ele gostam de compreender tudo à luz da razão, da ciência, da visão mais causal dos fenômenos e do encadeamentos dos fatos reais e palpáveis. Suas dificuldades podem estar no campo das relações interpessoais, pois estas são movidas por sentimentos, subjetividade e emoções, temas com os quais ele não tem muita intimidade. Esse é considerado o tipo pensamento na psicologia analítica.
Nesse momento é possível haver êxito em atividades que demandem da inspiração e do entusiasmo pelo vir a ser, que é a a criatividade colocada em ação, e cujos frutos virão no futuro. E também em ações pautadas pelo pragmatismo, lógica e senso de perspectiva, em que os eventos vão se encadeando conforme aquilo que é planejado com começo, meio e fim
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  1ª.abril.2022
Lunação em Áries
Tereza Kawall
O mês tem início com a lunação em Áries, ou seja, Sol e Lua estão juntos neste signo do elemento fogo. No final do dia, a Lua fará sextil com Marte em Aquário, regente desse mesmo signo.
Os antigos diziam que nesse momento havia o "casamento sagrado" dos dois luminares; os princípios masculino e feminino por eles representados estariam nesse dia fecundando uma nova vida, vale dizer, um novo ciclo soli-lunar, que tem seu auge na lua cheia, quando Sol e Lua estão em oposição. Durante o mês a Lua vai, gradualmente, distribuindo o potencial da luz solar, energia de consciência e da vida espiritual para toda a natureza.
Lunação em Áries - Céu do Momento - 1º de abril
Nesse momento temos uma energia ariana bastante concentrada, que impulsiona ações e decisões importantes, o movimento de seguir adiante, de lutar por aquilo que falta ou que também contraria nossos desejos.
É uma frequência de força, superação do medo e da apatia, em que podemos direcionar nossa libido, que é a nossa energia vital e psíquica, para vencermos uma situação.
Muitas vezes, é bom que se diga, o inimigo é interno, e por isso a consciência dessa ação destemida é essencial para chegar onde se deseja. No mito de herói solar, vemos o guerreiro lutando contra dragões e monstros, que são os nossos complexos, neuroses e crenças limitantes que tolhem nosso desenvolvimento.
De um lado podemos ouvir e seguir as demandas do nosso coração, e por outro, precisamos erguer a espada e lutar por elas, pois ninguém poderá fazer isso por nós.
"Relacionamos ao signo de Áries tudo o que está associado à ação, impetuosidade, iniciativa, liderança, o entusiasmo pela vida. O elemento que corresponde a Áries é o fogo, seu modo é cardinal e seu planeta regente é Marte. Na mitologia grega encontramos essa divindade em meio a muitas atribulações e lutas, uma vez que é representado pelo guerreiro ou pelo soldado, cujas armas são uma espada e seu escudo."
"Marte é o deus senhor das guerras e, nas batalhas, precisa vencer um inimigo, animais ferozes, defender seu rei e seu território, ou sua própria vida. Sua expressão fundamental se refere à coragem audácia, assertividade, à imposição da vontade. Como arquétipo de herói, Marte representa a necessidade de conquistar algo ou alguém que é importante para ele e para o mundo. Mas a natureza desse arquétipo pode ser também a agressividade como instinto de sobrevivência, a violência, a crueldade, a arrogância, a ausência de ponderação e reflexão".
Extraído do livro de minha autoria: Astros e Arquétipos, capítulo II: A astrologia é arquetípica.
Tereza Kawall
Tereza Kawall
Astróloga, psicóloga clínica com orientação junguiana,
pós graduada em psicossomática.
Participou da Revista Planeta com temas variados.
Colabora no Almanaque do Pensamento desde 2014.
Autora de Astros e Arquétipos - Ed. Casa do Escritor
www.instagram.com/terezakawall/
www.facebook.com/JUNG-online-1099583936733346/
www.facebook.com/ecosdeurania/photos/
  www.blissnow.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
As postagens anteriores do Céu do Momento estão em:
2022:  mar  fev 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil