Home page

07 de dezembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


 


União. Boa sorte!
Aqueles que não estão felizes se reúnem.
Os retardatários encontrarão infortúnio.
O segredo está em buscar o verdadeiro
ponto de comunhão de interesses.
 
8 - A União (Solidariedade)


O oráculo

União. Boa sorte!
Uma nova consulta ao oráculo fornecerá um presságio de grande valor:
se sua virtude é grande, constante e firme.
Se assim for, não haverá erro.
Aqueles que não estão felizes se reúnem.
Os retardatários encontrarão infortúnio porque suas reservas se esgotam.

Interpretação

O oráculo indica que o caminho da boa fortuna se encontra na união de esforços, no espírito de solidariedade, na complementação e ajuda mútuas. Para haver uma união sólida é preciso que aqueles que se reúnem tenham clareza das metas em comum. A solidariedade só será duradoura se se constituir em torno de um ideal que resista ao tempo e seja respeitado por todos os participantes.
De modo geral, a união de grande número de pessoas requer uma figura central, em torno da qual organizem as atividades. Tornar-se o centro de influências para congregar pessoas é uma tarefa de grande responsabilidade.
Aquele que pretende coordenar outras pessoas está convidado a realizar nova consulta para saber se está à altura, se dispõe da persistência e força indispensáveis. Preenchidas essas condições, não há perigo de erros.
Quando alguém reconhece a necessidade da união, mas não encontra em si próprio a força suficiente para ser o centro, seu caminho natural é tornar-se membro de algum grupo ou comunidade.
Se aqueles que dirigem e aqueles que seguem estão de acordo, cria-se um ponto de convergência, que dá lugar para todos os que se encontram hesitantes no início. Mas tudo tem seu momento oportuno. A boa sorte está reservada para aqueles que logo se põem em movimento. Os que chegam tarde encontram o infortúnio.


O conselho estratégico

Os antigos governantes fortaleciam o reino estabelecendo boas relações com os senhores feudais.

Interpretação

Para o reino manter-se forte e próspero, deve o rei sustentar uma relação próxima com seus príncipes. É esse o mesmo modelo para lidarmos com grupos, associações ou empreendimentos coletivos. A união só pode ser mantida quando se estabelece uma verdadeira comunhão de interesses, na qual cada membro encontre o seu lugar e se sinta como parte do todo.


consultar novamente

 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil