Home page

16 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


 


O Poço. Pode-se mudar uma cidade, mas
não um poço. Se antes de a corda alcançar
a água, o cântaro se quebra, isso traz infortúnio.
O segredo está em encorajar as pessoas em
seu trabalho e incentivar a ajuda mútua.
 
48 - O Poço


O oráculo

O Poço. Pode-se mudar uma cidade, mas não um poço.
O poço não aumenta nem diminui.
As pessoas vão e vêm e recolhem a água.
Se antes de a corda alcançar a água, o cântaro se quebra,
isso traz infortúnio.


Interpretação

O poço representa a fonte que atende as necessidades mais primordiais dos seres, e que permanece inalterada desde a mais remota antigüidade. Mudam-se os usos e os costumes, os estilos de comportamento e as expressões culturais, mas a forma do poço continua a mesma, simbolizando as necessidades imutáveis da existência humana.
O poço também representa a sustentação inesgotável da vida, que persiste pelas gerações sucessivas. É uma fonte estável, confiável, sempre disponível. Simboliza igualmente os talentos ocultos, numa pessoa ou na sociedade, que exigem algum tipo de esforço e atenção para virem à tona e se desenvolverem.
A menção ao cântaro que se quebra representa uma enérgica advertência do Livro quanto à atenção a ser dada ao momento em que nos encontramos. Todo cuidado é pouco. Gestos precipitados, ou o descuido de não cumprir inteiramente as obrigações assumidas, podem comprometer irremediavelmente a situação em que nos encontramos.


O conselho estratégico

O homem nobre encoraja o povo em seu trabalho e incentiva a ajuda mútua.

Interpretação

O modelo que o Livro nos oferece para fazer face à situação do momento é buscarmos uma totalidade orgânica, incentivando que cada parte conheça o melhor possível as necessidades do conjunto. A visão do todo favorece o espírito de solidariedade em benefício do todo e de todos.


consultar novamente

 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil