Home page

23 de fevereiro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


  APLICAÇÕES / Leituras & Previsões / Painéis temáticos < voltar  
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
A sexualidade e sua representação nas cartas
 
Dez tarólogos, sob diferentes pontos de vista, criam um diversificado painel
para responder à questão de Vera Lúcia - RJ: “Gostaria do tema sexualidade,
bem esclarecido, porque dificilmente se encontra na literatura sobre tarô.
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Uma breve apresentação das polaridades
  Constantino K. Riemma  
    O tópico das relações amorosas já foi tocado em outro painel [O amor, o trabalho] e pode ser colocado em paralelo ao tema da sexualidade. E para estabelecer uma ponte simbólica para outros ângulos menos imediatos, tocarei no significado das polaridades.
    Se examinarmos a distribuição de personagens masculinos e femininos nos arcanos maiores, obteremos um resultado bastante significativo. Sete cartas têm uma figura central masculina e, outras sete, figuras femininas, o que evidencia um equilíbrio preciso entre as polaridades yin (feminina, receptiva) e yang (masculina, ativa).
   Os personagens masculinos dominam sete arcanos e, as femininas, outros sete:
O Mágico O Imperador O Papa O Carro O Eremita O Pendurado O Louco
1. O Mágico   4. O Imperador     5. O Papa     7. O Carro      9. O Eremita    12. Pendurado    O Louco
A Papisa A Imperatriz A Justiça A Força A Temperança A Estrela O Mundo
2. A Papisa    3. A Imperatriz    8. A Justiça   11. A Força   14. Temperança  17. A Estrela   21. O Mundo.
Cartas do Tarot de Jean Noblet (1650)
    Os conjuntos de sete nos remete à Lei das Oitavas (tudo no cosmo se manifesta numa sucessão de sete passos) e permite estabelecer incontáveis correlações simbólicas.
    No quadro montado acima, salta aos olhos um vínculo sutil entre os pares: 1. Mágico e 2. Papisa; 3. Imperatriz e 4. Imperador; 5. Papa e 8. Justiça; e assim por diante. Podemos associar cada um desses "casais" às faces yin (feminina) e yang (masculina) do Setenário dos Planetas, bem como a outros tradicionais, como por exemplo, as Sete Virtudes ou os Sete Pecados Capitais. Aqueles que têm familiaridade com a chamada "Lei de Sete" podem realizar o exercício de associar o Mago e a Papisa ao Dó inicial, o Imperador e a Imperatriz ao Ré, até à conclusão com a última nota da escala, o Si, representado pelo Louco e o Mundo.
    Os demais cartas, sob o ângulo da sexualidade, podem ser repartidas em três blocos:
quatro cartas com figuras de ambos os sexos
e sem personagem humano dominante,  
duas com sexualidade indefinida ou ambígua e duas com figurações apenas de animais.
6. Os Namorados 16. A Torre 19. O Sol 20. O Julgamento
13. A Morte 15. O Diabo
10 A Roda da Fortuna 18. A Lua
Namorados,  Torre,  Sol  e  Julgamento   Morte  e  O Diabo Roda da Fortuna  e  Lua
    Esses três blocos oferecem particularidades que trataremos em outra oportunidade.
O sentido das polaridades
    Certamente, no passado, orientados pelos antigos mestres, teríamos critérios mais seguros para reconhecer a expressão da Lei de Três, que nos ensina sobre a presença indispensável de três forças para que a manifestação se realize: uma força masculina, yang, positiva, ativa, uma força feminina, yin, negativa, receptiva, e uma terceira força neutralizadora para estabelecer a mediação ou re-união das polaridades.
    Hoje temos uma grande dificuldade para reconhecer a diferenciação entre masculino e feminino num plano mais sutil que não o da sexualidade no plano físico. Se a tendência coletiva neste final da Era de Peixes prega a justa igualdade social e cultural entre as pessoas, arrasta por outro lado importantes lacunas no reconhecimento das particularidades inerentes a cada um dos sexos. E isso, muitas vezes, acaba por negar ou violentar necessidades próprias a cada pólo.
    Se os sexos fossem iguais, como defendem alguns, seria o cáos no sentido bíblico da palavra: retornaríamos à massa inerte anterior à Criação do Mundo. Na linguagem simbólica do Gênesis está claramente indicado o gesto criador na polarização dos elementos, separando a luz das trevas; as águas do firmamento; os continentes das águas. Dois pólos, dois mundos.
    Os conceitos de animus e anima da psicologia junguiana podem ajudar a reconhecer as polaridades no interior de cada ser, sejamos nós homens ou mulheres.
agosto.09
Contato com o autor:
Constantino K. Riemma - contato-ct@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Atenção aos detalhes
  Kelma Mazziero  
 
O Louco no Rohrig Tarot
Rohrig Tarot
      Para a sexualidade é preciso trabalhar com detalhes. Caso o interesse seja saber como está uma relação sexual ou a libido do consulente deve-se analisar pela manifestação física do Arcano que saiu em jogo. Por exemplo: numa casa que indique libido, relacionamento ou interação sexual, saindo o Arcano XV (O Diabo), é possível avaliar como essa carta se manifesta no plano físico (de forma possessiva, dominadora) e assim elaborar essa manifestação para que a leitura seja explicativa (esse direcionamento pode ser feito com todas as cartas).
     Caso haja interesse em avaliar sexualidade para saber se há bissexualidade ou homossexualidade é importante, antes de tudo, saber que o trabalho com “cartas marcadas” delimita entendimento e interpretação de jogo. Definir se há uma carta para indicar isso ou aquilo pode interferir na compreensão da situação geral, acabando por desconsiderar o indivíduo como uma criatura única e que possui experiências personalizadas, esquecendo a história de cada um e deixando a leitura com um tom imperativo, além de tratar assuntos de ordem pessoal e profunda de modo enfático e delimitado (quando o assunto requer maior amplitude para que haja compreensão e aconselhamento correto).
agosto.09
Contato com a autora:
Kelma Mazziero: www.kelmamazziero.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
 
Sexualidade em imagens simbólicas
  Ricardo Pereira  
 
O texto de Ricardo Pereira, historiador e tarólogo, sobre
Sexualidade e manifestações sexuais em imagens simbólicas:
O Mago, A Sacerdotisa, A Imperatriz e O Imperador
,
traz ainda exemplos apoiados nos arcanos menores.
Por se tratar de um texto mais longo, foi editorado à parte.
Para ler, clique: Sexualidade em imagens simbólicas
  Marte desarmado por Vênus, detalhe da pintura de Jacques Louis David (1822-24)  
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
As muitas cartas (caras) do sexo!
  Luiz Felipe Pinheiro  
 
    Antes de qualquer coisa acredito que seja importante entender, num sentido mais profundo, o sexo e tudo aquilo que ele envolve. Sexo é algo profundamente humano e por ser tão humano é algo tão peculiar, que não deve ser entendido de uma maneira simplista.
 
Sex Devil de Scruttachel
Devil Sex
ilustração de Scruttachel
in www.photobucket.com
  Digo isso, pois percebo que muitas vezes as pessoas associam o sexo ao ato sexual e só! Esquecem-se do quanto existe de sexo na paquera, na troca de olhares, no arrepio decorrente do encontro dos olhares e até mesmo no beijo.
    Também se esquecem o quanto existe de sexo na história de vida e das relações afetivas, nos gostos, dificuldades, nos puritanismos e nas libertinagens, mesmo quando não estamos na cama. Alguém aí dúvida do quanto existe de sexo nestes atos?  Para olhar para o sexo devemos estar abertos a entender não só o sexo, mas tudo que a sexualidade, como um todo nos conta.
    Creio que podemos entender a questão da sexualidade de duas maneiras no tarô. Uma mais simples e outra, um pouco mais elaborada. Vamos começar pela forma mais simples, que no meu entendimento, seria a construção de associações entre a sexualidade e os arcanos (maiores ou menores) que se apresentam dentro de um jogo. Ou seja, em cima das cartas que se apresentam e de suas características exploramos detalhes sobre a sexualidade.
    Não faço distinções entre uma ou outra carta, pois creio que

todas as cartas do tarô podem trazer  aspectos, associações e ampliações sobre a sexualidade, desde seus estados mais passivos até os mais ativos. Neste sentido o tarô nos fornece imagens o suficiente e com estas imagens podemos entender como a questão da sexualidade se engrena na vida daquela pessoa. Mas este seria um jeito mais simples de falar tanto do tarô como da sexualidade.
     Como disse anteriormente, existe uma maneira mais elaborada de entender esta combinação.  Devemos nos lembrar que o tarô nos oferece a oportunidade de entender o funcionamento da personalidade como um todo, não somente uma engrenagem, mas todo o complexo e engenhoso funcionamento das engrenagens vivas que nos movimentam em nosso cotidiano. Neste sentido, creio que o sexo e a sexualidade sejam algumas dessas engrenagens e que estão associados  a todo o complexo sistema. É a personalidade de cada um de nós e que por fim é regida e regente de nossa sexualidade. Ou seja, sexo é uma pequena parte da sexualidade, que por fim é uma parte (justiça seja feita, uma parte das grandes) da personalidade. Neste sentido, creio que ao se ler tarô devemos olhar para a personalidade, sabendo que em muitos momentos vamos nos encontrar com as múltiplas engrenagens da sexualidade. Devemos simplesmente saber dar a devida importância e respeito ao encontrá-las.

agosto.09
Contato com o autor:
Luiz Felipe Pinheiro: www.titividal.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Três arcanos e os naipes
  Jaime E. Cannes  
    A sexualidade é tema controverso, raramente discutido em consulta, pois ou todo mundo se acha normal e bom demais, ou é reprimido!
    Costumo dizer que os arcanos O Diabo, A Força e A Imperatriz representam bem os três níveis da sexualidade humana. O Diabo é o sexo biológico, intenso e animal.
    A Força é o poder do erotismo, que se traduz em performances sensuais, roupas elaboradas e gestos de cinema. Já a Imperatriz fala de algo belo e sutil que algumas pessoas tem naturalmente. É algo elegante, mas paralelamente instigante e excitante.
    Os naipes também trazem informações. Paus é o naipe da paixão, do tesão, da química sexual em ebulição! É o fogo do sexo biológico do Diabo. Copas é o naipe das fantasias sexuais, da sedução e do desejo que enebria. Espadas é o naipe da sexualidade virtual, aquela que fica mais na mente do que na ação, onde o sexo é visto apenas como uma descarga de energia mais do que uma interação humana. E, por fim, o naipe de Ouros possui toda a intensidade do fogo e o envolvimento da água. É muito sensorial e envolvente, aprecia o toque, as formas e a exploração dos sentidos tanto do outro como de si mesmo.
    Quando me perguntam qual arcano representa a masturbação eu respondo: O Eremita. Muito embora a masturbação tenha um caráter de brincadeira e auto-erotismo que não coaduna muito bem
 
Antonella Castelli
Os Amantes
de Antonella Castelli
 
com a sobriedade de O Eremita, eu o relaciono com essa prática por devolver o homem a si mesmo, que é um dos atributos deste arcano.
agosto.09
Contato com o autor:
Jaime E. Cannes - www.jaimeecannes.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
  O Carro no Lovers Path Tarot  
Amor e sexo no relacionamento
  Valéria Fernandes  
Esse texto, já incluído em outro painel [O amor, o trabalho],
foi editorado à parte por se tratar de uma apresentação mais longa
com ilustrações de todos os arcanos maiores. Para ler, clique:
Amor e sexo no relacionamento
 
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Sexualidade e gravidez vistas pelo tarô
  Giancarlo Kind Schmid  
    Muitas das motivações que estão por trás de uma consulta de tarô levam a ampliar e desenvolver uma dinâmica especial quanto às interpretações. Alguns assuntos delicados requerem maior observação e sensatez ao serem explanados como é o caso dos temas sexualidade e gravidez.
    Hoje é muito mais fácil abordar tais assuntos de frente, sem reservas ou preconceitos, uma vez que o mundo, acerca de duas décadas atrás, se viu forçado a reavaliá-los em
função da chegada da própria AIDS e da elevada liberação de informações sobre os temas (os veículos de comunicação utilizam muitos desses temas como carro-chefe, sabendo da curiosidade que o ser humano nutre em relação aos mesmos). Não é a toa que o tema "sexualidade" é o que mais rende milhões no mercado (através da internet, sexshops, vídeo pornografia, etc.).
    O tarô por permitir diversas configurações e combinações simbólicas abre as portas para um vivo universo de interpretações. Embora a qualidade das abordagens dependa necessariamente da boa observação, intuição e familiarização com as lâminas, a grande habilidade de redimensionar a básica leitura dos arcanos é a chave para uma consulta que requeira cuidados na análise. Procurando encontrar vias de acesso no tarô quanto aos temas relacionados com a sexualidade e gravidez, desenvolvi alguns parâmetros:
    1. O Mago – (o espermatozóide) - em geral representa a força fecundadora e criativa, a sexualidade pueril. A masturbação. Se sair junto à Papisa ou Lua, fico de olho em uma possível gravidez. É o símbolo infantil do pênis.
    2. A Papisa – (o óvulo) - a virgindade, timidez, o puritanismo, o pudor, sexo convencional. Voyeurismo. Está ligada ao período de fertilidade da mulher. É o símbolo da vagina.
 
The Lovers in Witch Tarot
Os Amantes
Witch Tarot
 
    3. A Imperatriz – sensualidade, prazer, sedução, princípio feminino ativo, ciclo menstrual. Confirma gestação ou gravidez. Fertilidade em alta.
    4. O Imperador – natureza corpórea, virilidade, princípio masculino ativo, potencialidade sexual.
    5. O Papa – moralismo que pode afetar o bom desempenho sexual. Sexo só no casamento. Acompanhamento médico durante a gravidez.
    6. Amantes – relação direta com o amor, escolha do (a) parceiro (a), insegurança sexual. Relação com filhos, às vezes gêmeos.
    7. Carro – impulso sexual, conquistas. Já vi casos do arcano sinalizar ejaculação precoce. Parto por cesariana.
    8. Justiça – frieza sexual, desinteresse, equilíbrio ou moderação quanto ao apetite sexual. Já vi casos que essa lâmina sinalizou frigidez. Gravidez ou parto tranqüilo.
    9. Eremita – baixo desempenho sexual, impotência, inferioridade que prejudica o rendimento sexual. Infertilidade. Também sexo seguro ou maduro. Demora em engravidar.
    10. Roda da Fortuna – mudanças e busca de novas experiências sexuais, gang bang (sexo em grupo) ou swing. Ciclo de fertilidade alterado ou falsa gravidez.
 
Ilustração by La Diosa Del Mar
A mulher grávida
Design by La Diosa Del Mar
      11. A Força – magnetismo sexual, atração, excitação ou tesão. Refere-se ao estímulo da própria sexualidade.
    12. O Pendurado – seqüelas físicas ou psicológicas que prejudicam a sexualidade. Masoquismo. Também está associado à sublimação da sexualidade. Problemas no parto, cordão umbilical enrolado na criança, dificuldades durante a gravidez.
    13. A Morte – corte súbito da eficácia sexual, "morte" do desejo, medo da sexualidade. Pode prenunciar aborto.
    14. A Temperança - sexo anti convencional, homossexualismo, sexo bizarro. Uso de medicamentos que aumentam o vigor sexual. Alquimia sexual. Aparelhos que estão ligados ao prazer. Inseminação artificial. Checar o lado hormonal.
    15. O Diabo – compulsão sexual. Controle pelo sexo. Desejos e paixões. Magia sexual. Prazer exacerbado. Fetiches. Doenças venéreas. Sadismo. Taras. Gravidez ou parto problemático.
    16. A Torre – Acidentes que afetam a sexualidade. Crise sexual. Perda da criança por algum acidente ou doença.
    17. A Estrela – pureza sexual, nudez, reorientação sexual. Parto normal.
    18. A Lua – confusão acerca da sexualidade. Medos ou receios de expor-se na relação. Concepção.
    19. O Sol – sexualidade aberta. Consciência positiva do corpo. Confiança no seu desempenho. Criatividade sexual. Filhos, muitos filhos!
    20. O Julgamento – nova trajetória sexual. Libertar-se das culpas sexuais. Gravidez tardia ou criança temporã.
    21. O Mundo – sexualidade destituída de preconceitos. Fusão dos conceitos sexuais. Pode confirmar gestação.
    22. O Louco – sexualidade precoce. Sexo "sem regras". Imaturidade sexual. Tendência a parto prematuro.
    Dentro de alguns exemplos que foram expostos, é importante considerar a combinação das lâminas. Uma lâmina sozinha pode confirmar ou dar importantes "pistas" quanto aos temas que devem ser analisados pormenorizadamente. A própria avaliação do tarólogo verifica-se como importante canal de visualização da resposta em relação às dúvidas do tema em questão. Refletir é primordial e experimentar novas ampliações nas interpretações. Sempre é preciso ter muito cuidado ao confirmar uma gravidez ou analisar um problema sexual do cliente. Com sensatez, o portal do saber se manterá sempre aberto!
agosto.09
Contato com o autor:
Giancarlo Kind Schmid: www.taroterapia.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
 
A sexualidade e a cartomancia
  Emanuel J. Santos  
 
Essa apresentação faz uma incursão pelos tarôs eróticos
criados nos últimos anos. Focaliza alguns dos arcanos maiores
e examina a cartomancia que utiliza as cartas de jogar.
Editorado à parte por trazer várias ilustrações.
Para ler, clique: A Sexualidade e a Cartomancia
  O Ás de Copas no Manara Tarot  
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Pode o Tarô revelar uma traição?
  Randler Michel  
    Boa pergunta! Recebi por e-mail na semana que passou... Entre as mulheres, 99% vão em busca do tarô para descobrir algo a respeito do seu relacionamento amoroso, querem um direcionamento para a sua vida afetiva. E quase sempre inclui a pergunta básica. Estou sendo traída?
    Óbvio que o tarô irá mostrar tudo que está no campo energético da consulente, aliás para quem não sabe, no nosso campo energético mais conhecido como aura fica armazenado todas as nossas informações, quando um parceiro o traí, mesmo que você ainda não tenha consciência do ato, o seu campo já toma consciência e registra o fato, pois vocês estão ligados por um cordão energético que se cria no 4º campo de sua aura, no seu Chakra emocional. Esse cordão é a memória da relação, alí , ficam registrado tudo e mesmo as coisas (energias ocultas) que ambos tentam esconder um do outro.
    O tarô, através de suas lâminas, com sua rica energia (arquétipica) e seu simbolismo, irá apresentar à sua consciência, através de um mito ou das infinitas combinação entre seus sinais. Deve-se ter em mente que mesmo antes de confirmar numa consulta de tarô, ou de outro modo, a pessoa acaba sentindo que tem lago de errado no ar, algo com a sua relação, mesmo que a principio, não encontre nenhuma prova. Pois no simples ato de se encontrarem esses campos, trocam informações. Pessoas mais sensíveis conseguem perceber as coisas no ar, com mais facilidade. Tem mulheres que são bem mais intuitivas que as outras, elas tem acesso fácil a esse campo.
O Diabo - Ancient Italian Tarot
A Torre - Ancient Italian Tarot
Os Amantes - Ancient Italian Tarot
A Temperança - Ancient Italian Tarot
O Diabo A Torre Os Amantes A Temperança
Ancient Italian Tarot - I Classici Tarocchi
    Um dos tipos da energia de traição e descoberta de algo oculto no tarô, pode ser visto num exemplo. Esta leitura deve ser considerada para as pessoas casadas ou namorando: Os Enamorados, O Diabo, a Torre, a Temperança, estes se seguidos de dois a três Reis num jogo de tarô para um homem. Um rei, o simboliza, é a sua energia e os outros dois? Caso esteja presente um ou mais cavalheiro, este se trata de homem mais jovem. No jogo de uma mulher, (casada, ou namorando) não pode aparecer mais de duas rainhas, pois uma é ela e outra de quem se trata? Os pajem ou valetes, assumem o papel de moça ou sexo feminino.
    No jogo podemos encontrar o Diabo, ou a Torre (algo oculto, sexo, desejos ocultos). Os Enamorados (o arquétipo de dúvida, entre duas pessoas, dois caminhos). A Temperança (um arquétipo sinalizador, para envolvimentos com pessoas do mesmo sexo, quando a traição passa ser uma relação homossexual). Exemplo: uma consulente, do sexo feminino, apresenta no seu jogo após perguntar sobre seu atual companheiro: O Diabo, A Torre, A Temperança e Três Reis. Ela (a consulente garante que não está envolvida com outro homem) neste caso, a energia dos arcanos sinalizam que ela está sendo traída por outro homem, já que não apresentam figuras do sexo feminino, após tais combinações.
 
agosto.09
Contato com o autor:
Randler Michel - http://arquetiposdotaro.blogspot.com.
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
Dores de amores, um pequeno relato
  Nadia Greco  
 
Temperance by Laura Osborne
A Temperança
desenho de Laura Osborne
      Não dá outra, quando sai a carta do Diabo é sempre a mesma história,  a paixão arrasta o consulente, deixando-o a deriva das emoções. O Diabo vem acompanhado de sensualidade, poder mental, manipulação da pessoa amada, pode ser um amor complicado ou uma paixão proibida, e mesmo que você compre um megafone para alertar o consulente do perigo ele não vai ouvir. Na verdade ele foi lá ouvir que o diabo é na realidade um anjo disfarçado. E você dispara todos os alarmes, não adianta, resta esperar o consulente voltar para juntar os cacos do que sobrou. Ou o consulente tem uma vocação para anjo guerreiro e sabe que vai vencer a batalha, ou acabará mesmo no prejuízo e em lágrimas.
    Com a Temperança ocorre o contrário. É um sopro perfumado, um encontro de almas gêmeas que muitas vezes eu presenciei acabar em casamento, filhos e amor verdadeiro.
agosto.09
Contato com a autora:
Nadia Greco -www.nadiagreco.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
 
Para conhecer outros tópicos do mesmo tema clique nas opções abaixo:
  1. Constantino | 2. Kelma Mazziero | 3. Ricardo Pereira | 4. Luiz Felipe | 5. Jaime Cannes  
  6. Valéria Fernandes | 7. Giancarlo | 8. Emanuel Santos | 9. Randler | 10. Nádia Greco  
APLICAÇÕES / Leituras & Previsões / Painéis temáticos < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil