Home page

21 de abril de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Previsões para 2008
 
 
O Brasil e o Mundo em 2008
  10. A Roda da Fortuna como síntese de 2008 (2+0+0+8=10) e sua redução (1+0=1) ao 1. O Mago, estão entre os símbolos mencionados nas leituras de:  
  > [1] Ana Correa, [2] Bete Torii, [3] Flávio Alberoni, [4] Isabel Cristina Roveda,  
  > [5] Mariane Schneesche, [6] Sérgio Schiefler, [7] Vanessa Mazza Furquim  
  E mais prognósticos para 2008 em textos à parte:  
  > [8] Sopram os ventos da mudança, por Cristina Britto  
  > [10] O ano da fortuna, por Cláudio Carvalho  
  > [11] Reavaliações, destinações e consertos, por Giancarlo Kind Schmid  
  > [12] Golpes de sorte ou armadilhas, por Valéria Fernandes  
Para acessar os diferentes artigos clique sobre os links acima, em azul
De olho em 2008
    A Papisa + O Louco + O Louco + A Justiça = 2 + 0 + 0 + 8 = 10 (A Roda).
              
    Segue o trem da vida em direção ao futuro, tendo como locomotiva o Arcano número dois, também denominado A Papisa. Uma liderança exigente no desenvolvimento real do conhecimento. O conhecimento de um mundo cujas polaridades encontram-se na unidade da criação, proporcionando o aparecimento do novo. Símbolo também de gestação e, por tanto, da delicadeza embrionária onde todo cuidado é pouco na garantia de uma formação saudável do que está por nascer.
    No ano 3000, o Arcano número três, também denominado A Imperatriz, entra na liderança milenar, trazendo a força do parto e do nascimento. Até lá, estamos todos na ordem fetal de um novo tempo.
    Puxados pela locomotiva seguem dois vagões centrais, preenchidos pelos valores do Arcano zero ou vinte e dois, também denominado O Louco. No seu impulso primordial, ele aciona o movimento de busca. Caminha jogando de um lado para outro as possibilidades dos encontros e das adversidades; hora elevando os seres aos pícaros celestes, hora os empurrando para os precipícios mundanos! Esses vagões seguem viagem acumulando bagagens úteis e inúteis, num vai e vem, até que o livre-arbítrio, nas escolhas temporais, encontre um lugar no firmamento.
    No último vagão vem o tempo mais próximo. Nesta feita o Arcano número oito, também denominado A Justiça, marca a tendência de um ano voltado para as formatações no equilíbrio da balança. A Justiça não admite a regência da emoção. Ela exige no prato medidor a unidade entre a razão e o sentimento. Se a razão estiver na ordem do Ser Amoroso, no outro prato, com certeza a “mercadoria” também virá no formato amoroso. Assim, a emoção será resultado e não válvula impulsora, do positivo ou do negativo da questão colocada. Nesse raciocínio, o oito, no embrião da nova era, traz a contribuição para um estado de vida mais equilibrado ou de maiores penas universais, dependendo do maior ou menor número de seres vibrando no peso e na medida do amor ou do ódio.
    O Arcano número dez, também denominado A Roda da Fortuna, vem fechar a somatória de 2008 trazendo no seu movimento, a magia e a busca de um novo tempo. Tomara seja verdadeiramente amoroso o impulso de contribuição dos humanos, na direção da nova roda, pois somente dessa forma poderemos almejar um Feliz Ano Novo.
Cartas para o Mundo e para o Brasil
    Para o mundo ocidental cristão (e o calendário mundial oficial), este é o ano 2008, portanto está ligado ao arcano 10, Roda da Fortuna (2+0+0+8 = 10). O número 10, por sua vez, pode ser reduzido a 1, o Mago.
          Podemos imaginar, sob esses símbolos, que o mundo estará frente a evidência de que os ciclos se sucedem e a roda da história humana gira, levando alguns povos/ situações ao apogeu e outros à ruína. Esse é o clima geral. Por dentro dele haverá tentativas de conjurar “mágicas” com a intenção de controlar os elementos, ou de fazer prestidigitação com os dados (sobre os elementos, i.e., o clima) nas mesas de discussão sobre o meio ambiente.
    Para o Brasil, nascido em 1500 para o mesmo mundo ocidental cristão, este será o ano 508 e, portanto, estará ligado ao arcano 13, Sem Nome (5+0+8= 13). Este, por sua vez, pode ser reduzido ao 4, o Imperador.
    Uma possibilidade para este ano é que o Brasil estará fazendo ou sofrendo cortes, finalizações, colheitas e transformações que resultarão em (ou serão limitadas por) uma organização do “reino” sob regime estável e autoridade forte.
     
    É possível comparar esse interessante quarteto de cartas de duas formas:
Se compararmos os arcanos obtidos com a primeira redução do número do ano – A Roda para o mundo e A Morte para o Brasil – veremos que a energia básica, em cada um dos casos, é impessoal e muito “maior” e mais poderosa
 
 
  do que a energia do arcano que representa a redução final do número.
    No entanto, esse segundo arcano – O Mago para o mundo e O Imperador para o Brasil – parece indicar a atitude humana que pode fazer face à energia do primeiro, ao menos temporariamente, pois, embora “menor” e do âmbito humano, é também muito forte. E ambos os arcanos da direita consideram (olham ou confrontam) o que está à esquerda; não se tratará de atitude desavisada ou desconectada do que ocorre ao redor.
    Se compararmos o par superior com o inferior, será muito interessante observar que as duas cartas tiradas para o mundo parecem lidar mais com o que está “no ar” (na atmosfera?); a ênfase de ambas as cartas parece se situar na sua metade superior, e o “tempo” das cartas parece ser o presente com uma certa expectativa com relação ao futuro.    
    Já as duas cartas tiradas para o Brasil se referem bastante à terra, ao chão, às riquezas deste nosso solo e ao que é cultivado e organizado nele; enquanto o “tempo” tem alguma referência ao passado: romper com ele e transformar o que já cumpriu seu ciclo, ou manter e estabilizar uma herança.
O ressurgir e as quebras
Flávio Alberoni
alberoni@uol.com.br
    A Roda da Fortuna, arcano 10, é bastante favorável em termos de tônica para um ano completo no mundo. Isso porque indica uma energia de assunção das suas responsabilidades por um lado e, de outro, uma energia destrutiva que possibilita a quebra de formas velhas, para que novas formas ressurjam. Particularmente aqui eu me refiro à oposição com o arcano 13, que é ventilada por Oswaldo Wirth.
 
[Tarot de Michaël Bellon]
      Gostaria de estudar também a relação desta energia do arcano 10 com nosso país: o arcano 20 - O Julgamento (invertido).
    A soma dos arcanos nos levam ao 3. A Imperatriz (arcanos 10 + 20). Observem que há uma oposição entre esses arcanos (Arcano 3, oposto ao 20), se seguirmos ainda a relação binária de Wirth. Isso é favorável. De qualquer o modo o aparecimento de nossas fragilidades, de nossas fraquezas, de nossos pontos obscuros, que tolhem o crescimento em vários níveis, aparecerão com sua força maior (20), mas com uma tônica onde se busca aprender com esses conhecimentos e se adaptar a eles.
    Usei o termo ressurgir propositalmente, pois parece-me que esses momentos são cíclicos e obedecem um padrão (característica da Roda), que nem sempre conseguimos observar. A tétrade com o apoio (13, 10, 19 e 4) favorece imenso este padrão.
    Não creio que os ditos causadores de problemas sejam localizados, presos, ou o que o valha. Creio bem mais num processo de abertura onde toda a máquina hipócrita em termos sociais em que nos baseamos, tenha neste ano o seu ponto alto em termos de derrocada, exigindo um novo modelo. E rápido para que o descontrole social não chegue ao irremediável. Mas, como disse, é bem favorável, pela oposição/complementação entre o 20 e 3, com a conseqüente subida de energia causada pelo arcano 5 - O Papa, que encontramos naturalmente entre o 20 e 3.
    O símbolo de nosso país, para o ano: uma bela árvore, imensa, que acolhe muitos. Esta árvore está se descascando. Placas de seu tronco saem (como essas árvores que produzem cortiça) e a deixam nua. A parte despida, é um embrião, um "molde" para um outro tronco, que já está se formando. O problema é que essa modificação não é uniforme. Outra coisa bem interessante é que à medida que a árvore vai se modificando, algo acontece com o local onde ela está. Vale dizer que se projetarmos mentalmente um ambiente favorável, a árvore se modificará mais rapidamente e de uma maneira mais favorável. Bom para os místicos de plantão.
Os movimentos: o centro e o equilíbrio
Isabel Cristina Roveda
isaroveda@hotmail.com
    O ano de 2008 será de muitas mudanças e somente quem estiver centrado e equilibrado poderá crescer e ter sucesso. Para aqueles que estiverem fora do centro, há tendência para quedas, perdas, separações, falências.
    Após o ano do Arcano 9, o Ermitão, a Roda da Fortuna inaugura uma nova etapa cheia de mudanças. Se vivenciarmos na prática essas mudanças, os movimentos serão bem mais rápidos que os do Ermitão.
    Com o número 10 da carta da Roda da Fortuna certamente inauguramos uma nova fase, pois é a volta à unidade. A ação desse Arcano é a de imprevisibilidade, que opera para nos oferecer as oportunidades necessárias à criação de novos e mais amplos vínculos com as idéias e as pessoas
    Esse Arcano tem também como função permitir saltos gigantes e não lineares de evolução e criatividade. A Roda da Fortuna favorece que as coisas tornem-se realidade.
    Teremos energia disponível para criar, para o sucesso ou para destruir por catástrofes e depressões. Nossa sábia ação é que fará a definição. Esse Arcano está carregado de conotações ligadas ao movimento e às mudanças, mas por outro lado simboliza a solidariedade entre as pessoas e a natureza.
    É melhor aceitar as mudanças e renunciar ao velho e ao medo. Para isso temos que buscar energia no centro, único ponto estável (dentro de cada um de nós). No centro nunca se perde o controle e, assim equilibrados, podemos ter uma visão global. O centro da roda simboliza a capacidade de analisar e de discernir o equilíbrio e a coragem.
 
[Tarot
Denys-Raffarin]
 
    Será um ano para fazer uma restauração profunda nas nossas crenças, que nos deixam resistentes para novas posturas internas e externas. Retirada do velho para a entrada do novo. Muita flexibilidade será necessária para essa nova fase.
    Aproveite e cuidado, pois seus anseios podem ser realizados. Afaste os pensamentos negativos. Mentalize todos os dias: “Eu agora estou pronto para o milagre da minha vida.”
Mudanças e progressos
Mariane Schneesche
www.marianetarot.psc.br
    Altos e baixos fazem parte de todos os ciclos e o destino sempre realiza as transformações necessárias para conseguirmos, assim, alcançar a vitória. É isso que a Roda da Fortuna nos mostra para o ano de 2008.
    Desanimar, jamais, pois é  assim que evoluímos, tirando proveitos de todas as situações, sejam elas positivas ou não,aprendendo com cada uma dessas experiências.
    O ano de 2008 será de novos impulsos, um anos de aprendizado através de nossas próprias atitudes. Anime sempre seu coração e lembre-se: a inconstância e o desanimo só tomarão conta do seu caminho se você assim determinar. O grande crescimento será continuar firme em meio as contrariedades...
 
[enviado pela autora]
 
    Seguindo a Boa sorte e os Bons pensamentos encontrará o êxito e a felicidade.
    O verdadeiro equilíbrio só depende de sua paz interior!
    Mude suas atitudes e vença!
Um ano do Mago-Marte
Sergio Schiefler
sastral@uol.com.br
    O ano de 2008 é um ano de ação, de novas situações ou de transformação e inovação das situações antigas.
    Os arcanos 10 (Roda da Fortuna) e 1 (O Mago), o número 1, na numerologia e o planeta regente do ano: Marte, reforçam tais afirmativas.
    É o momento para cultivar uma nova atitude, iniciando uma nova fase de vida. A preguiça e a acomodação não têm lugar. A coragem será necessária  para realizar as mudanças que se deseja. É um momento para fazer tudo aquilo que estava sendo adiado.
    A crença em si mesmo e a escuta da voz interior são importantes para as realizações.
 
Aries-Marte
[http://www.tqnyc.org/NYC063035/PhotoGallery.html]
      O individual prevalecerá sobre o coletivo, o que torna muito perigoso o surgimento de novos líderes carismáticos de massa agindo em nome de seu próprio interesse, de forma agressiva, impulsiva e belicosa.
    É um período propicio para começar novos negócios ou iniciar projetos importantes.
    Nos relacionamentos a ocasião é excelente para envolvimentos com novas pessoas, do tipo diferente das que lidamos, detentoras de autoridade ou mesmo de faixa etária inferior.
    É um ano favorável para pessoas que tenham ligação com advocacia, escritos, capacidade de liderança, pioneirismo. Para aquelas ligadas à direção ou supervisão. Para médicos, executivos, produtores, gerentes, instrutores, chefes, empresários, cientistas, bem como para atividades autônomas.
    No âmbito mundial pode ocorrer o aparecimento de ações defensoras e agressivas, com agitações e confrontos com a polícia. Infecções, febres e epidemias, bem como  risco de acidentes, principalmente com materiais pontudos e cortantes são previstos.
    Vermelho, amarelo, laranja e nuances do marrom são as cores mais adequadas para 2008. O melhor dia da semana é a terça-feira (dia de Marte).
    Os animais representativos do ano são o lobo e todos os grandes animais carnívoros, e entre as aves, a águia e todas aquelas possuidoras de presas.
    Rubi, ametista e diamante são as pedras do ano.
    Um ótimo início de ciclo é o que desejo a todos.
Ano de renovação
Vanessa Mazza Furquim
www.vanessamazzafurquim.com
    Se desmembrarmos o número do ano de 2008, veremos que ele pode ser representado pela junção de dois Arcanos Maiores: O Julgamento (20) e A Justiça (08).
 
 
20. O Julgamento   8. A Justiça
[Tarô Mitológico]
      Estas duas cartas, uma ao lado da outra, têm enorme significado simbólico, pois demonstram que, finalmente, estamos terminando uma fase de sofrimentos e desvios.
    O momento do Julgamento chegou, afinal, demonstrando que está na hora de observarmos com lucidez e muita honestidade tudo aquilo que praticamos nos últimos tempos.
    A Justiça também não nos permite mentir para nós mesmos ou sermos auto-indulgentes, pois sua moral impecável exige de nós
a análise coerente e justa de nossas ações. Podemos então perceber que o mundo todo, inclusive o Brasil, passará por uma fase de grande renovação e tomada de consciência.
    Muitas verdades, boas e más, convenientes e inconvenientes virão à tona, e todos nós teremos que aceitá-las, aprendendo com elas.
    Já a carta síntese, resultado da somatória entre O Julgamento (20) e a Justiça (08) revelará a Roda da Fortuna (10), carta da mudança, do ciclo natural da vida, nos informando que, assim como as altas e baixas marés e os movimentos das estações, aqueles que estavam por cima, em vantagem, passarão a estar embaixo e vice-versa.
    Desse modo, poderemos esperar grandes revelações, transformações e mudanças surpreendentes para o ano que vem, além do surgimento de novas oportunidades e a própria dissolução de diversos karmas que, a partir de 2008, começarão a ser sanados.
 
10. A Roda da Fortuna
[Tarô Mitológico]
 
    
dez.07
 
 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil