Home page

16 de setembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Curso de Tarô com Betoh Simonsen
    [< voltar]

Número 4 – Câncer – Água – Cardeal

    Associado com Câncer, que é um signo cardeal e de água, portanto ligado às emoções e sentimentos. Mas por ser do ritmo cardeal, são emoções em movimento e bem ativas, como cuidar, proteger e alimentar em diversos níveis. Muito ligado àquilo que é bastante familiar. Esta sensação de familiaridade pode acontecer até com uma pessoa que acabamos de conhecer, mostrando-nos nossa família espiritual ou tribo.
    O I-Ching, no hexagrama da família, nos fala que quando somos feridos exteriormente, procuramos nossa família; buscamos colo. Representa e esfera de expressão mais próxima de nossa criança interior, que nem sempre é manifestado por nossa família natural. Esta energia pode ser passada por uma igreja em que nos sentimos confortáveis e acolhidos, um clube em que nos passa uma sensação semelhante ou a Natureza para as pessoas que se harmonizam com ela.
 
Quatro de Copas
[Tarot Crowley]
      Nos tempos antigos, os peregrinos eram acolhidos para dormir ou para participar da comensalidade e esta era sua família do momento.
    O caramujo leva sua casa nas costas e nosso verdadeiro lar pode ser a base orgânica de nossa presença, desde que tenhamos a elevação vibratória necessária, resolvendo uma antiga charada da busca de nosso lar verdadeiro.
    As palavras-chave podem ser proteção, acolhimento, nutrição, cuidado e sensação de pertencer, que podemos propiciar ou receber. Em nível mais profundo, é a energia que recebemos de nossa mãe cósmica e planetária, e em menor escala de nossa mãe humana quando somos bem pequenos.
    4 de Copas cuidado, carinho, proteção, conforto emocional, nutrição e encontro com pessoas ou situações que nos passam uma grande sensação de familiaridade e intimidade.
    4 de Ouros – como tem muito afinidade com o elemento água, aproxima-se bastante de seu significado, mas desta vez com maior foco no plano concreto, podendo nos mostrar algo estruturado e estável que nos passa a sensação de conforto, segurança e confiança.
    4 de Espadas – como tem uma afinidade apenas razoável com a água, já é um pouco mais difícil. Precisamos simplificar ou criar limites para alguns aspectos de nossa vida, às vezes por cortes de despesas sobre o que somos responsáveis ou fazer modificações, reformas,ou mesmo um regime. Chegamos a uma conclusão lógica, que é necessário nos colocar algum tipo de limite ou a quem ou ao que depende de nós e operarmos mudanças importantes, mas não radicais.
    4 de Paus – aqui já passamos por uma completa transformação. Às vezes simplesmente não dá mais. Precisamos sair da situação em que nos apoiávamos e simplesmente partir para outra. É quando o pássaro sai da casca do ovo ou do ninho que até então o protegia e parte para o mundo. É uma carta intensa (o fogo não combina com a água). Uma completa revolução no sentido de evoluir em uma outra forma e em um outro contexto.
 
Número 5 – Leão – Fogo – Fixo
    Relacionado com Leão, signo fixo e de fogo. É o fogo solar, o centro. Procura segurança em si mesmo, naquilo que pode demonstrar. Nossas capacidades criativas e tudo em nossa vida que nos dá alegria e prazer. O objetivo principal da energia leonina está em como podemos despertar para nossa real vocação e como fazer para que esta vocação seja colocada em pratica e beneficie nosso grupo (eixo Leão-Aquário). A simples presença de uma energia leonina bem balanceada ajuda a equilibrar o ambiente.
    Nos mitos medievais, quando o rei estava ferido ou doente seu território também se encontrava desequilibrado, tal a estreita relação que era atribuída ao rei e seu reino. Podemos usar como tema central a demonstração do próprio ser ou auto-expressão.
    5 de Paus – auto-expressão, confiança, presença magnética e liderança natural.
    5 de Espadas – mostra o valor da expressão criativa com uma certa dose de interatividade e flexibilidade (ao ar é úmido, portanto adapta-se). Ênfase na comunicação e atividade mental como ferramenta de auto-expressão.
    5 de Ouros – auto-expressão com esforço e dificuldade, pelo fato da terra ser apenas medianamente compatível com fogo e elemento de Leão. Com firmeza e perseverança (seco) poder-se-á alcançar a capacitação desejada.
 
Cinco de Paus
[Tarot Crowley]
 
    5 de Copas – dúvidas emocionais sobre a própria capacidade; conflito entre a própria necessidade de auto-expressão e as necessidades dos outros. Período de reflexão e avaliação, não sendo aconselhável a tomada de nenhuma decisão enquanto não se tiver certeza do caminho a seguir.
 
Número 6 – Virgem – Terra – Mutável

    Em nossa dimensão, uma das maneiras de escolhermos é comparar as diversas características do que estamos verificando junto com algumas alternativas para alcançar o que buscamos. Quando temos muito a fazer, procuramos agendar nosso tempo para que cada aspecto de nossa vida que nos pareça importante seja atendido.

 
Seis de Ouros
[Tarot Crowley]
      Se dois caminhos de ação estão em conflito, não hesitamos em seguir o que nos parece ser o mais importante. Procuramos nos organizar física, emocional, mental ou espiritualmente para não nos sentirmos atrapalhados. Podemos ajudar os outros nestes caminhos.
    Todos estes são aspectos do signo de Virgem, signo de terra e mutável, lembrando que todos os signos mutáveis procuram alguma coisa, e neste caso a influência virginiana procura separar o joio do trigo.
    A palavra-chave do número 6 nos arcanos menores poderá ser escolha.
    6 de Ouros – escolhas práticas, organização, ordem, deixar os diversos assuntos em dia, tudo direitinho.
    6 de Copas – o padrão determinante das escolhas é o coração, os sentimentos. Escolhas feitas pelo conforto, pelo acolhimento, pela simpatia.

    6 de Paus – uma escolha que exige determinação e coragem. Não é uma escolha fácil de ser feita nem de ser mantida até o final, mas precisamos ser firmes em algumas decisões. Esforço para se organizar.
    6 de Espadas
– o elemento ar pode ser entendido como espaço e movimento. Por ser o elemento que se opõe ao elemento do signo, é o que mais se afasta da escolha como processo integrativo. Às vezes, quando já esgotamos todas as possibilidades, é necessário virarmos as costas. Não temos mais nada a fazer nestas paragens. Tchau e bênção.

    
Para continuar nos Arcanos Menores com Betoh Simonsen escolha os links:
 
4
5
6
 
 
 
 
Contato com o autor
Betoh Simonsen
- betohsimonsen@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
out.07
 
 
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil