Home page

18 de agosto de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Previsões para as eleições brasileiras de 2010
Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva
Os três candidatos mais fortes à Presidência: Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva
É permitida a reprodução dessas previsões em sites, blogs e veículos de comunicação,
desde que citado o autor e a fonte: www.clubedotaro.com.br.
Os autores podem ser contatados diretamente pelos endereços exibidos no final de cada texto.
 
Links para as previsões:
Abelard Gregorian: A favor da oposição   Angélica Lavenir: Só pode dar PT...
Benedita Rodrigues: Serra ganha   Flávio Alberoni: Tanto faz...
Giancarlo K. Schmid: Não é para as mulheres   Karen Araujo (Karussa): Segundo turno
Ricardo Pereira: Dinâmica da eleição   Titi Vidal e Luiz Felipe Camargo Pinheiro: Força feminina e reviravoltas
E mais: um Fórum-Mural para você deixar seus comentários.
Veja ainda as atualizações: O Segundo Turno e seu respectivo Mural.
 
 
A Eleição Presidencial corre a favor da oposição
  Abelard Gregorian  
Rainha de Espadas
Rainha Espadas
 
Para avaliar os resultados das eleições presidenciais de 2010, fiz uma tiragem no final do ano passado, para quatro ângulos da questão.
Uma única carta foi virada para traduzir ambiente que cercará a disputa. Saiu a Rainha de Espadas que, no contexto eleitoral, entendi como representativa de um cenário reativo, com muitos debates e armadilhas criadas pelas empresas publicitárias envolvidas. Risco de cair para um cenário de vale-tudo quando a disputa estiver acirrada nas proximidades da votação.
Para examinar a eleição do novo Presidente, mantive os mesmos ângulos de avaliação aplicados ao partido da situação (PT) e aos partidos de oposição vistos como um todo.   
Para o PT - Partido dos Trabalhadores as cartas sorteadas foram as seguintes:
 
PT: Os prós
Valete de Copas
Valete de Copas
 
PT: Os contras
Ás de Espadas
Ás de Espadas
 
PT: Resultado
A Papisa
Papisa
 
Cartas do tarô de Jean Noblet (1650), restauradas por Jean-Claude Flornoy.
Entendi que o PT tem a seu favor a aprovação do povo brasileiro ao Presidente Lula (Valete de Copas) e ao seu apelo emocional. Erros na avaliação estratégica com relação aos atos da oposição (Ás de Espadas) pesarão negativamente para o partido no poder. O resultado dessas eleições para o PT será o retorno aos bastidores (a Papisa ou Madre Superiora da congregação, com baixa visibilidade pública). Curiosamente, a mesma Papisa saiu para indicar o desfecho da Copa para o Brasil que, de fato, não chegou às finais [confira] e o resultado das eleições para o PT.
Para avaliar o desempenho conjunto dos partidos de oposição saíram:
 
Os prós
Cavaleiro de Paus
Cavaleiro de Paus
 
Os contras
Rainha de Copas
Rainha de Copas
 
O resultado
Rainha de Paus
Rainha de Paus
 
A oposição, contará com grande mobilidade e poder de ataque (Cavaleiro de Paus), mas tem contra si a falta de carisma e de envolvimento popular (Rainha de Copas). Receberá, porém, uma decisiva adesão de poderosos que desejam a mudança de mãos no Poder Executivo (Rainha de Paus). Por se tratar de uma figura feminina, poderíamos entender que
Ás de Paus
Ás de Paus
 
outra mulher, que não Dilma Rousseff, assumiria o poder? Marina Silva? Tal hipótese, nas perspectivas atuais (agosto de 2010), parece remota e só os resultados traduzirão, na minha tiragem pessoal, o verdadeiro sentido da Rainha de Paus nas eleições presidenciais.
Uma última carta foi retirada para revelar o significado das eleições para o Brasil como um todo: saiu o Ás de Paus, que indica muito agito e lances inesperados.
O Ás de Paus parece endossar um resultado final das apurações a favor dos oponentes ao PT, pois carrega a força do naipe que está presente nos pontos fortes da oposição (Cavaleiro de Paus) e do resultado esperado para ela (Rainha de Paus).
Atualização: agosto 2010
Oito meses após as tiragens acima, o panorama levantado pelas empresas de pesquisa da opinião pública apontam um quadro relativamente modificado: a Dilma lidera um pouco à frente de Serra e Marina está bem atrás dos dois. Resolvi, por isso, tirar mais uma carta para cada um dos três candidatos que estão com maior índice nas pesquisas. Pedi uma indicação do que se pode esperar do resultado das Eleições para cada um deles. Sairam as seguintes cartas:
 
Dilma
Cavaleiro de Paus
Cavaleiro de Paus
 
Serra
Rei de Pausas
Rei de Paus
 
Marina
O Carro
O Carro
 
Os resultados, surpreendentemente, corroboram o cenário geral descrito no final do ano anterior, apesar de algumas alterações na ênfase. Dilma está representada por um Cavaleiro de Paus, ou seja, está na luta, empenhada. Curiosamente, é a mesma carta que representou anteriormente os prós para a oposição. Isso permite confirmar que a Dilma deixou o gabinete e partiu para a arena da luta eleitoral. Mas, se ela cresceu, o seu principal oponente, de acordo com as cartas, também ganhou mais força: para ele saiu o Rei do mesmo naipe de Paus que saiu para Dilma. A personagem do Rei, que saiu para o Serra, está assentada no trono do mando, do executivo (Paus): é muito mais poderosa que o Cavaleiro. Nessa comparação podemos sem qualquer dificuldade afirmar que as cartas indicam de modo muito claro que o Serra alcançará supremacia em relação a Dilma. Mas, como encaixar, aí, a previsão para Marina, representada pelo Carro, o arcano da Vitória?!
Será que Marina, nas reviravoltas das campanhas, ganhará grande importância? Chegaria à vitória? Seja como for, quanto mais ela crescer, mais dividirá votos com a Dilma (é o que sugerem os cavalos das duas candidatas femininas: um para Dilma e dois para Marina). Os dois personagens de Paus olham para ela. E ela encara os dois, sugerindo alguma parceria para o segundo turno.
Acho que devo dar a mão à palmatória e arriscar uma interpretação clara: as cartas indicam que Serra poderá ganhar a eleição para o primeiro turno da Presidência (Rei de Paus, o mais alto executivo). Já no segundo turno, o desempate será dado pelo apoio de Marina. Ela, por sua vez, será a candidata que mais crescerá em visibilidade e alinhamento pessoal, sem precisar recorrer a provocações (Carro, o vitorioso equilibrado, sem manipulações, mas no embalo).
3.agosto.2010
Contato com o autor:
Abelard Gregorian - gregorian.abelard@gmail.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Só pode dar o PT
  Angélica Lavenir  
Após o desafio que lancei, em dezembro.09, aos amigos do Clube do Tarô, fiz um sorteio. Para o vencedor das eleições presidenciais, saiu  O Imperador (IV).  Ri alto: alguma dúvida, com
O Imperador   Presidente Lula  O Julgamento
O Imperador, o Presidente Lula e o Julgamento
 
aquele rei barbudo e decidido segurando o cetro? Por isso eu disse "o candidato do Lula", não "o do PT". Mas daí me acometeu, sim, uma dúvida: afinal, idéias de nobreza e elite acometem o outro partido, o dos sociólogos.
Então tirei uma segunda carta que me dissesse quais as origens ou bases do partido desse vencedor das eleições. Saiu O Julgamento. 
Com todas as suas conotações de terra,  chão,  julgamento de mérito,  prova que se repete e tal,
só pode ser o PT, neste momento. Portanto, lá vem Dilma, cujo nome começa com a letra 4 do alfabeto.
Veja também a atualização feita em outubro: Segundo Turno
dezembro.09/janeiro.10
Contato com a autora:
Angélica Lavenir - ange-l@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
 
Serra ganha por falta de opção
  Benedita Rodrigues  
No final de 2009, escrevi para o Clube do Tarô: uma única frase sobre as eleições de 2010:
"Na política só temos que rezar para o Serra não ganhar, pois se isso acontecer nosso Brasil vai saber o que é guerra. Muitas trapaças vindas de países vizinhos, com isso prejudicando a imagem do final de governo do Lula."
Agora (julho de 2010) acrescento o seguinte:
Nossa casa chamada Brasil está sem rumo, as pessoas descrentes. Quem acha que vai ganhar e nem está fazendo tanto esforço, pois acha que já levou, não vai levar. É um momento difícil para o nosso pais: se ficar o bicho pega, se correr o bicho come.
Dilma não vai ser a primeira presidente do nosso pais. Bem apertado Serra ganha por falta de opção melhor e nosso pais terá anos de dificuldades por falta de diplomacia social amigável. Tem horas que vale mais a pena um sábio popular do que um catedrático sem alma.
Já para governador de Brasília, estaremos perdidos e com possibilidades de intervenção. O melhor mesmo é o povo saber impor o voto para a pessoa certa, mas o que está acontecendo é que a casa vai ter grandes surpresas, quase uma brincadeira de jogo de cadeira. Mesmo eleito vai ter mudanças.
Acho que a maldição da vassoura de Janio vai entrar para fazer faxina na casa: os dirigentes têm que guardar boas reservas para ajuda ao povo brasileiro. Seria melhor pararem de ser ambiciosos, pois ninguém leva nada para o caixão e o povo vai estar precisando muito e cada vez mais de ajuda
O melhor é desacelerar o consumismo material e ir atrás de consumir sabedoria, amor, amizade, na esfera da elite que está sofrendo cada vez mais de solidão e tristeza interna.
julho.2010
Contato com a autora:
Benedita Rodrigues - benedita@netlivre.net
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
 
Tanto faz...
  Flávio Alberoni  
Não consigo isenção suficiente para perceber pelo tarô quem vencerá a eleição próxima para a Presidência da República. Assusta-me uma vitória da Dilma.
De qualquer modo tirei um arcano para o Serra. O Arcano 21 lhe é favorável, apesar das avaliações dos "data-folha" da vida. Conseguirá uma energia adicional que lhe dará um sucesso inesperado.
 
Serra
O Mundo
 
Dilma
O Julgamento
 
Marina
Roda da Fortuna
 
Brasil
Estrela
 
Cartas do Tarô de Wirth
O Arcano 20, invertido, de Dilma não é nada favorável. Talvez pelo passado controvertido.
Mas... interferi? Dificilmente poderia dizer que não.
O Arcano 10 também invertido para a Sra Marina, também diz não. Seu enfoque meio messiânico deverá esperar outra oportunidade.
O Arcano 17 para o Brasil, apesar de invertido, me diz que... tanto faz. E é profundamente otimista. 
1º.novembro.2009
Contato com a autora:
Flávio Alberoni - alberoni@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Não é um ano para as mulheres
  Giancarlo Kind Schmid  
 
Giancarlo, em seu texto "2010: a Imperatriz e o ciclo gestacional terrestre", elaborado em dezembro.09, dedicou duas frases assertivas às Eleições:
 
A Imperatriz de Luanae
A Imperatriz
Full Moon Dreams Tarot
by Lunaea Weatherstone
 
Na política, mesmo sendo o ano das mulheres, não será uma delas que conseguirá se eleger. Certamente, o político que melhor sensibilizar e atender as necessidades (ou exigências) da mulher brasileira será o eleito.
Dilma se apresenta como o “Imperador” do tarô, arrogante e presunçosa, com atitudes “pouco femininas” – isso lhe garantiria as eleições se estas acontecessem no ano de 2011 (ano do arcano 4). Porém, será o presidente aquele que demonstrar maior sensibilidade e delicadeza no trato com a população.
Atualização: agosto 2010
A pouco mais de 2 meses das eleições, os ânimos já se apresentam exaltados, com trocas de acusações e joguetes políticos. As propagandas eleitorais nem foram oficialmente ao ar e já existe a promessa de uma eleição difícil (apertada), basta vermos hoje as últimas pesquisas (Datafolha,VoxPopuli e Ibope) onde Serra e Dilma apresentam-se tecnicamente empatados (em torno de 36 a 37% – com leve vantagem para a candidata do governo). Porém, pesquisas nunca são a realidade num todo, apenas estatísticas e estimativas e, creio que até lá (nas eleições) "muita água passe debaixo da ponte política desse nosso país".
Para assegurar minhas observações realizadas no final do ano passado (dez/2009), baseadas somente no arcano regente do ano (03 - Imperatriz), decidi tirar um par de arcanos para cada um dos principais concorrentes à Presidência da República e seu desempenho final:
DILMA ROUSSEFF
A candidata do governo é apresentada pelo arcano 14 - "A Temperança" - em junção com o arcano menor "2 de Ouros". O aparecimento do arcano 14 para Dilma confere a ela a sensação de "proteção" (conferida pelo atual presidente Lula), e seu papel de "conciliadora política" (não desejando envolver-se em escândalos e rixas políticas) a torna um ser aparentemente moderado, cuja postura será levada até o último dia da eleição.
Temperança no Old English Tarot   Dois de Ouros no Old English Tarot
Temperança e Dois de Ouros
Old English Tarot
 
Uma tentativa de transparecer firmeza sem abandonar a gentileza e liderança sem abandonar a leveza a levará à contradições. Isso é marcado na figura do "2 de Ouros" onde a candidata terá que lidar com rachas dentro do próprio partido e, com a falta de preparo para enfrentar tais situações, seu discurso se tornará enfadonho, tedioso, sem demonstração de novidades e/ou originalidade. Uma combinação como essa, onde o equilíbrio e concentração são a chave do sucesso, esconde a armadilha do "cair em contradição ou tropeçar nas próprias pernas". A impressão que tal combinação me transmite, é de um esvaziamento (pronunciado pela insegurança da candidata), uma tentativa de "por e repor algo no lugar quando este está vazio" (apontar para temas de pouca importância para o eleitorado), tornando seu discurso nada objetivo e redundante,
fazendo com que alguns eleitores fiquem sonolentos diante da TV. Resultado final: a candidata titubeante poderá se tornar uma figura confusa ao final, apelando para o seu protetor (Lula) de tal forma, que sugerirá muito mais propaganda para o terceiro mandato do atual presidente, do que para a sua própria candidatura (isso protelará sua vitória para uma outra ocasião).
JOSÉ SERRA
O candidato da oposição se apresenta pelo arcano 9 – "O Eremita" - em companhia do arcano menor "6 de Ouros". Bem, se comparado ao arcano da oponente, creio que por si só
isso já acuse um segundo turno. Dois arcanos lentos que não propiciam realizações a curto prazo. O lema do Eremita é "devagar se vai ao longe" e creio que essa seja a estratégia de Serra. Cuidando de cada passo que der, o candidato seguirá "solitário" (já que não contará com apoios tão significativos quanto os de Dilma). Mas, o Eremita é sábio, maduro, detém experiência e isso faz uma grande diferença. Expressando certa timidez inicialmente, Serra avançará cuidando de cada palavra que proferir. Porém, o que há de decidir sua provável vitória, é o aparecimento do arcano "06 de Ouros" – creio que o segundo turno será decisivo para o candidato. Neste caso, a ajuda virá finalmente de quem ficou de fora (os outros candidatos à presidência: Marina Silva e Plínio de Arruda Sampaio). Por si só, o arcano "Eremita" (que é realizador e lento
 
O Eremita no Old English Tarot   O Seis de Ouros no Old English Tarot
O Eremita e o Seis de Ouros
Old English Tarot
em sua condução), encontrará no "6 de Ouros" terreno para se estabelecer. Resultado: vitória apertada, com pouca diferença percentual, com a ajuda dos candidatos "rejeitados".
MARINA SILVA
A candidata surge com o arcano 20 – "O Julgamento" - seguido pelo arcano menor "As de Espadas". A primeira coisa que me vem à cabeça, é que essa candidata surpreenderá. Os números que definem sua posição no ranking eleitoral crescerão nos próximos dois meses, e muitos indecisos ou pretensos "votos nulos" poderão mudar de idéia ao simpatizarem com as
O Julgamento no Old English Tarot   O Ás de Espadas no Old English Tarot
O Julgamento e o Ás de Espadas
Old English Tarot
 
suas propostas. Um arcano como "O Julgamento" sempre se apresenta como algo aparentemente sem importância, e que ganha status de repente. A franzina candidata trará um discurso forte e inovador e despontará politicamente. Ganhar a eleição não é aqui marcado, mas sua experiência nessa eleição, em particular, a catapultará politicamente. Poderá, quem sabe, até ser chamada para incorporar algum Ministério do futuro presidente. O fato é que Marina "não passará em brancas nuvens" e convencerá. O "Ás de Espadas" é muito forte e, quando Marina abrir a boca na TV, muita coisa mudará para ela. Tanto o arcano maior como o arcano menor são representações do "logos divino" – o "chamado e a mente cósmica operante". "Os mortos deixando seus túmulos" (figurados no arcano 20) são aqueles que ainda hoje não tem candidato definido (ela resgatará
esse nicho de eleitores). Resultado: Marina ganha com a experiência, se destaca e, de quebra, define as eleições.
Enfim, não vejo uma vitória ou consagração significativas. Ao final, ficará parecendo que quem chegou lá, chegou sem grande prestígio ou sem grande destaque popular. Essa será uma eleição em que muitas dúvidas perdurarão ao final, pois uma grande maioria ainda sentirá saudades do atual governo e uma outra parte assumirá seu voto por não encontrar candidato melhor. Ou seja, o velho axioma popular do "se não tem Tu, vai tu mesmo!".

Votemos com consciência! Decisões equivocadas custarão 4 anos a todos nós. Sejamos sensatos!

Veja também a atualização feita em outubro: Segundo Turno
4.agosto.2010
Contato com o autor:
Giancarlo Kind Schmid: www.taroterapia.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Dilma Rousseff x José Serra
  Karen Araujo (Karussa)  
Após a decisão de que Aécio Neves não seria candidato [veja], acrescento nesta leitura somente os dois nomes com  reais chances para Presidente em 2010.
Dilma Rousseff: Vejo uma vaidade enorme nesta pessoa e situação. Um certo gosto por provar que podem fazer o que querem e como querem, mas existem jogos de interesses. 
Acredito  que  ela  acabou tendo seu nome escolhido por causa dos problemas de saúde que
A Imperatriz no Tarô de Papus   O Imperador (invertido) no Tarô de  Papus   O Louco no Tarô de Papus
Imperatriz, Imperador (inverso) e Louco
Tarô de Papus
 
viveu e de como acabou suportando a situação. Vejo um apelo, uma forma de chamar atenção por parte do partido e ao mesmo tempo não colocarem nomes que com certeza seriam usados contra o partido, devido a denúncias anteriores.
Devem conseguir nomes para senado e vejo que dessa forma, por mais que o partido não esteja  seguro no comando do país, acabam acreditando que devem mudar a formula para construir um partido mais forte e assim, vão arriscar cada vez mais nas próximas eleições...
Sem duvida tem o saldo positivo, o partido acaba tendo uma imagem mais sólida nas campanhas e com uma imagem mais elaborada, com candidatos mais preparados e prontos para poderem representar o Brasil como um país em pleno desenvolvimento.
Me chama atenção uma piora na saúde da candidata, podendo piorar muito nos próximos meses devido ao estresse e a sua entrega total ao sonho da Presidência.  Ela deixou  muitos de seus interesses de lado e ate mesmo pessoas especiais mais este será um fardo pesado e afetará seu corpo. Este quadro pode ser evitado sim, desde que comece a se cuidar energeticamente com terapias holísticas e um acompanhamento medico.  Mas pelas cartas a possibilidade maior seria que mesmo que conseguisse se eleger teria de abandonar o mandato para se tratar.
José Serra: Vejo o partido dividido, bastante amedrontado e fragilizado.  Enquanto o PT cresce e se fortifica o de Serra acaba não inovando e exatamente por isso começa a cair em vários aspectos.
Definitivamente não deveria ter sido o  escolhido, pois vejo claramente a divisão e o medo dentro do partido. Sim, é apoiado por muitos que acreditam que sua vida política poderia
Enamorados no Tarô de Papus   O Papa (invertido) no Tarô de Papus   A Lua (invertida)  no Tarô de Papus
Enamorados, Papa (invertida) e Lua (inv.)
Tarô de Papus
 
unir forças, mas ao mesmo tempo vejo Serra como um homem não muito flexível e que não vai aceitar muitos dos acordos propostos.
Claro que teremos 2º turno e as eleições vão ser definidas realmente ali, quando os acordos vão ser feitos e os apoios estabelecidos. Existe sim a possibilidade de Serra ganhar, mais vai depender muito de sua flexibilidade. Se ele conseguir não se deixar levar por seu orgulho e a  crença de que o partido ainda está bem forte pode conseguir se eleger. 
Mas, a Candidata do PT neste aspecto tem uma vantagem porque não se preocupa com quem irá se aliar para alcançar o que deseja.
Para que Serra ganhe vai ser necessário aceitar que cargos políticos importantes sejam destinados aos seus aliados e que outros partidos tenham benefícios no apoio oferecido.  Se fizer isso, acredito que consiga. Vejo uma diferença pequena que lhe garantiria a vitória.
5.agosto.2010
Contato com a autora:
Karen Araujo (Karussa) - http://karussatarot.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Dinâmica da Eleição para Presidente
  Ricardo Pereira  
 
Em "A Imperatriz no Ut Universi e as previsões para o Brasil em 2010", de dezembro.09, Ricardo Pereira dedicou um dos tópicos às Eleições:
 
O Louco + 7 de Copas: A campanha eleitoral, em 2010, para presidente promete um cenário bem descontraído, humorado, conforme previsto pelo arcano maior “O Louco”, com um leque de opções bem amplo de promessas, que será oferecido pelos candidatos, muitas delas, até,  bem extravagantes, fantasiosas, como destaca o menor “7 de Copas”.
A Roida
O Louco e o Sete de Copas
O Louco no "Universal Wirth Tarot" de Giordano Berti;
Sete de Copas no "Universal Waite Tarot" de Mary
Hanson-Roberts.
 
O caráter eleitoreiro deverá se manifestar significativamente nos discursos políticos utópicos, demagógicos, superficiais, incoerentes e completamente desfocados da realidade vivida atualmente pelo País e pela população brasileira.
Claro, não muito diferente das campanhas eleitorais e eleitoreiras históricas de outrora.
Muitas promessas (grande parte não terá condições de ser cumprida pelo próximo Governo) e palavras, dos candidatos, serão “jogadas ao vento”, por se constituírem em objetivos sem perspectiva alguma de materialização, o que será sentido pelos eleitores, os quais ficarão com muitas dúvidas em quem depositar os seus votos.
A indecisão será marcante nas pesquisas eleitorais, podendo ser gerado um cenário de incerteza, sobre quem será a próxima pessoa
a governar o Brasil, até a finalização da contagem dos votos.
A falta de firmeza e de propostas concretas e factíveis, por parte dos candidatos, poderá gerar uma taxa significativamente elevada de votos nulos.
E, como conseqüência da indecisão em se votar em um suposto candidato ideal, é possível se colocar no poder o candidato errado.
dezembro.09
Contato com o autor:
Ricardo Pereira: http://substractumtarot.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
 
Força feminina e reviravoltas
  Titi Vidal e Luiz Felipe Camargo Pinheiro  
 
 
Para examinar as eleições presidenciais para 2010 fizemos tiragens de sete cartas:
1. o regente do jogo; 2. o negativo, 3. a questão em si, 4. o positivo;
5. a resposta e mais duas cartas, 6 e 7, que confirmam e complementam a resposta.
 
2 (-)   3   4 (+)   5   6   7
Cinco de Copas   Imperatriz   A Temperança   Pagem de Espadas   Seis de Ouros   Ás de Copas
5 Copas   Imperatriz   Temperança   Pajem Espadas   6 de Ouros   Ás de Copas
 
Regente
Seis de Copas
6 de Copas
 
Haverá um forte apelo emocional nas campanhas. A disputa tende a ser muito acirrada, sendo que um candidato tentará afetar o outro emocionalmente e todos tentam pegar o povo pelas questões emocionais.
As figuras femininas aparecem com muita força, havendo a busca por algo maternal por todos candidatos, com a promessa de serem a “mãe do povo”. A briga permanece até o último instante, podendo haver reviravoltas. Pode haver muita comparação com políticos anteriores e é preciso saber diferenciar.
É preciso olhar isoladamente para estas eleições. Candidatos podem remexer em coisas do passado, mas o povo não deve prestar atenção nisso, pois é um novo momento.
As cartas reproduzidas acima são do Tarot of the Old Path By Howard Rodway & Sylvia Gainsford
Tarot Deck - 78 Cards - Published by US Games 1990
dezembro.09
Contato com os autores:
Titi Vidal e Luiz Felipe Camargo Pinheiro - www.titividal.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Titi Vidal e Luiz Felipe Camargo Pinheiro
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil