Home page

23 de fevereiro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


ARCANOS MAIORES / As 22 cartas / 8. A Justiça < voltar  
  Mensagens:  0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21  
A semana da Justiça
 
Valéria Fernandes
 
 
    Dica: ao retiramos o arcano VIII para orientar a semana ou o mês, podemos considerar como indicativo da ocasião adequada para realizar nossos objetivos que requerem planejamento e método, mesmo quando ainda não foram expostos aa terceiros ou não estão ordenados fora da mente. É o momento em que o uso da lógica e da racionalidade ficam latentes, favorecendo os propósitos de cunho prático.
    Com a influência da carta da Justiça, até aquela papelada de caráter extremamente burocrático, há muito guardada, deve ser considerada como uma prazerosa aliada, devido sua real serventia para tempos utilitários. A organização e a disciplina são fundamentais quando saímos do âmbito das idéias para o universo da praticidade.
    Ponderação: uma boa oportunidade para exercitar a flexibilidade, seja com nós mesmos ou com quem nos cerca, visto ser uma carta que revela muito rigor e, por vezes, traz a tona todo o autoritarismo que nos é inerente. Não raro, o encontro com a Justiça vem nos lembrar que somos os únicos responsáveis pelos nossos atos, e nos leva a repensar até que ponto o que chamamos de “convicção” já é fato consumado, ou seja, se é realmente algo concreto e bem trabalhado, ou ainda pode ser lapidado.
    O distanciamento do sentimentalismo ajuda bastante a encontrar a compreensão para obter dados objetivos, muito embora a razão e a emoção devam trabalhar conjuntamente para se chegar ao bom senso.
    Alerta: a energia que emana deste arcano deve ser considerada como uma faca de dois gumes, pois quando conseguimos equilibrar pensamentos, fatos e situações gerais de dualidades,  a sensação  de  severidade  quase sempre se faz presente. É o momento em que nos tornamos críticos e exigentes demais, e esquecemos que a harmonia das forças conflituosas é fundamental para alcançar o desejado.
    Mãos à obra: seja qual for o propósito, mantenha suas virtudes sobre alcance, pois a força moral e a integridade são de grande valia para  fortalecer  o espírito  e combater
 
8. A Justiça - La Giustizia no I Tarocchi Classici
I Tarocchi Classici
Rocca e Gumppenberg - 1835
Alligo e Spadoni - 2006
qualquer adversário externo. Agir com firmeza, responsabilidade e imparcialidade é meio caminho andado para controlar os pesos diferentes que nos são impostos durante nossa caminhada na terra.
    Meditação: ao desejar refletir sobre uma situação que requer uma decisão imparcial e um julgamento equilibrado, a carta da Justiça pode ajudar na leitura das proporções de cada ponto de vista. O ideal é ficar diante de uma imagem de tarô mais tradicional, em que aja a balança com os dois pratos vazios, dessa forma, tente visualizar cada aspecto da questão nos pratos da balança e veja o que acontece.
Dicas para preparar o ambiente:
Local: tranqüilo, de preferência fechado
Incensos: Cânfora, Cedro, Flor de Laranjeira e Menta
Cores de velas: Azul e Branca
Símbolos: Balança
Letra hebraica: Chet
Elementos da Natureza: Ar e Terra
outubro.08
Contato com a autora:
Valéria Fernandes - www.taroetaro.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  Mensagens:  0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21  
ARCANOS MAIORES / As 22 cartas / 8. A Justiça < voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil