Home page

23 de agosto de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


ARCANOS MAIORES / As 22 cartas / 11. A Força < voltar  
  Mensagens:  0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21  
A semana da Força
 
Valéria Fernandes
 
 
    Dica: no momento em que sorteamos o arcano XI para direcionar nossas ações por uma semana ou por um mês, somos instigados a vivenciar toda disposição e vigor que existe em nós, com o desafio de intuirmos e captarmos a intensidade melhor suportada pelo corpo físico, de forma que possamos aliar com nossas capacidades psíquicas do momento, a fim de
que não haja prejuízo no equilíbrio da saúde em sua totalidade.
     Quando A Força surge para nos reger, pode ser um sinal que precisamos unir os diferentes pólos que habitam em nosso ser, trabalhá-los, sintonizá-los, para usufruirmos então com confiança e segurança destes opostos, sem os temores das disparidades nos rondando desordenadamente.
    Ponderação: a vibração emitida por este arcano é de luta entre espírito e matéria, razão e instinto, força e delicadeza; trata-se de um excelente desafio que devemos nos permitir para exercitar nossa suposta estabilidade emocional, no qual temos oportunidade de testar o autocontrole, a autoconfiança e a autodisciplina.
    O arcano A Força faz um convite a nos confrontamos com o espelho de nossa alma, mostrando-nos as impulsividades contidas, os anseios reprimidos e os desejos abafados. Durante este período é aconselhável tentarmos nos manter como boa companhia de nós mesmos, pois ao nos redescobrir, algumas características que nos são desconhecidas costumam se apresentar de modo mais acentuado, e até nos apropriarmos deste novo Eu, é essencial mantermos o foco em nosso próprio ser.
    Alerta: esta carta anuncia uma fase de grande magnetismo pessoal, no qual o carisma, a sensualidade e as impressões da aura ficam mais evidentes, atraindo mais facilmente aqueles que nos rodeiam. E quem deseja levar a sério esta prática de equilíbrio emocional, terá que usar de muita sutileza e perspicácia para na hora que precisar, ter facilidade de neutralizar o poder de atração e de encantamento nitidamente realçados pela energia deste arcano, e assim voltar-se somente para as questões peculiares desta experiência.
 
11. A Força - La Forza em I Tarocchi Classici
I Tarocchi Classici
Rocca e Gumppenberg - 1835
Alligo e Spadoni - 2006
    Mãos à obra: arme-se de coragem, não use de resistência para se descobrir tal como é, permita-se ficar à vontade diante de suas dualidades, deixe a intuição e a sensibilidade serem as guias desta pequena viagem ao seu âmago. Em casos de grande acumulo de raiva e rancores adormecidos, é bom lembrar que está a sós, e que pode manifestar ou mesmo extrapolar seus sentimentos sem medo de censuras, e assim aprender sabiamente como controlá-los.
    Meditação: diante da carta A Força, preste atenção na sutileza com que uma mulher domina uma fera e reflita sobre seu comportamento prático quando as situações emocionais fogem totalmente de controle, tente dominar a situação sem perturbar seu corpo e sua mente, e faça o possível para abstrair um bom resultado deste exercício, repetindo quantas vezes for necessário.
Dicas para preparar o ambiente:
Local: aberto e tranqüilo.
Incensos: Jasmim, Lírio e Pêssego.
Cores de velas: vermelha e azul, amarela e marrom.
Símbolos: Leão ou Dragão
Letra hebraica: Kaph
Elementos da Natureza: Fogo e Água.
outubro.08
Contato com a autora:
Valéria Fernandes - www.taroetaro.blogspot.com
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
  Mensagens:  0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21  

ARCANOS MAIORES / As 22 cartas / 11. A Força

< voltar  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil