Home page

13 de dezembro de 2018

Responsável: Constantino K. Riemma


  fevereiro.2017
A Folia dos Sabidos
Rui Sá Silva Barros
Historiador e Astrólogo
Como esperado, Lula foi condenado pelo TRF de Porto Alegre, as surpresas ficaram por conta dos 3 desembargadores que chegaram com os votos prontos (as intervenções da acusação e defesa foram parte do teatro de sombras brasileiro) e com as mesmas penas. Agora haverá uma tediosa batalha jurídica até agosto, pelo menos, e talvez além. Pela legislação atual (Ficha Limpa), Lula estaria inelegível, mas a própria lei garante o registro sub judice. Como o surrealismo é coisa nossa podemos chegar ao impensável: ele concorre, se elege e é impugnado na posse, seria uma boa abertura para o Carnaval de 2019. As consequências são várias.
Eleições — Sem Lula, o número de candidatos subirá. Especula-se para onde irão os votos dele, provavelmente divididos entre o PT, PC do B, PSOL, Marina e Ciro. Bolsonaro perde um alvo e pode estacionar, mas de qualquer jeito 20% do eleitorado é significativo. Ele tem o Sol (21de março) em conjunção ao Plutão brasileiro e agora suas perorações encontram eco no setor agropecuário para desespero de Alckmin já acabrunhado pelo apoio de FHC a Luciano Huck. Álvaro Dias surpreende no sul com boa margem de intenção de votos. Na época da eleição Júpiter estará no MC, o que significa a presença da Justiça, Netuno em posição ao Sol, só Deus sabe o resultado e Urano em oposição ao Marte do país, reviravoltas no horizonte.
Batalha de Sam Romano - pintua de Paolo Ucello
"A batalha de San Romano" - pintura de Paolo Ucello (1440)
Judiciário — Meses atrás Júpiter ingressou na casa 9 do país e eu manifestei a esperança de maior agilidade e rapidez nos processos contra os políticos, em vão, ser otimista por aqui é operação de alto risco. Veio muita confusão, os ministros do STF batendo boca em público e tomando decisões contraditórias, depois veio a revelação da ineficiência e demora com a explosão dos presidiários, logo a seguir a imprensa começou a divulgar os salários nababescos com dezenas de penduricalhos. Agora só falta tomar coragem e começar a mostrar a corrupção: venda de liminares e habeas corpus. E ainda há quem acredite que os juízes salvarão o país!
A reponsabilidade do PT — O partido está numa situação lamentável podendo ver sua bancada federal minguar e poucas chances para os governos estaduais. Até agora nada de autocrítica. Durante 13 anos os governos petistas incrementaram a renda popular com valorização do salário mínimo e crédito, acreditaram que isto traria apoio político. Apoio eleitoral certamente ocorreu, ganharam 4 eleições, mas quando precisaram de gente na rua para barrar a deposição de Dilma, a lei trabalhista e a condenação de Lula, pouca gente apareceu. O sindicalismo estava anêmico, acomodado ao governo, e agora descobrem que a posse de smartphones não politiza ninguém.  No momento, Júpiter está em quadratura ao Sol do partido (os dirigentes), Saturno em quadratura à Vênus, regente do Ascendente, e Plutão quadrado a sua própria posição original (veja o mapa do PT).
O astral de 2018 — O mapa do início do ano astrológico para o Brasil, neste ano, oferece dados significativos.
Ingresso do Sol em Áries - 2018
Ingresso do Sol em Áries - março de 2018
Calculado para São Paulo
Mapa marcado pela concentração, seis planetas nos setores 9 (Judiciário) e 10 (Executivo) e 3 planetas em Capricórnio no setor 7, balança comercial e relações diplomáticas. O governo Temer tem se revelado como um circo de horrores, toda semana um decreto ou nomeação e logo meia volta volver, nada surpreendente para quem só pensa em se livrar das grades. O último ano será mercurial, diante do provável adiamento da reforma da Previdência, o governo pensa nas miudezas como em controlar o preço da gasolina nas bombas.
O Ascendente Câncer está em oposição direta à conjunção Urano/Netuno do mapa do país, a Lua, seu regente está em trino a Saturno e em conjunção com o Saturno do país, a atual melancolia popular. Economistas e jornalistas se exaltaram nas boas perspectivas econômicas para este ano. O Sol rege a casa 2 e está na 9 (câmbio e investimentos esternos) em quadratura a Marte, o que significa complicações a partir do cenário externo (ver economia mundial abaixo) e a possível repercussão internacional em caso de prisão de Lula
Covil por Besssinha
Charge de Bessinha
Congresso — Há algo ainda não posto em evidência. O baixo clero assumiu o poder na Câmara com Severino Cavalcanti, foi uma cochilada e resultou em passagem anedótica e nota no rodapé. Com Eduardo Cunha o jogo mudou e o baixo clero descobriu o poder que tinha se minimamente organizado, eles depuseram Dilma. Cunha foi destituído e preso, mas Maia continuou o jogo e a quantidade de chantagem feita com Temer foi imensa e custou bilhões. O próximo presidente enfrentará o desafio. O tamanho da bancada federal tornou-se uma questão fundamental, pois determina o volume de dinheiro do Fundo Partidário e o tempo de TV, isto explica por que tantos partidos pequenos lançam candidatos à Presidência.
Caixa Econômica — Meses atrás surgiu a notícia que a CEF estava subcapitalizada e começou o jogo de empurra para ver quem arcaria com 20 bilhões necessários, o Tesouro está no aperto e sugeriu usar o FGTS. Enquanto isto ocorria, 4 vices da CEF apareceram nas investigações da Polícia Federal e foram destituídos para grande contrariedade dos deputados, a maioria ligada ao PP de Maluf. Agora estourou outra bomba, governadores e prefeitos tomaram empréstimos na CEF no ano passado para cobrir despesas correntes, o que é proibido por Lei. O Ministério da Fazenda paralisou estas operações e há uma pressão enorme para retomá-las, afinal é ano eleitoral. Quando serão pagos estes créditos só Deus sabe. Mesmo diante de todas as investigações em curso, o governo ainda consegue patrocinar ilegalidades!
Mundo afora
EUA — Saturno fez oposição à conjunção Vênus/Júpiter e agora começa a fazer ao Sol do país (veja o mapa dos EUA). Trump cortou impostos e planeja fazer investimentos na infraestrutura, o resultado disto será déficit no Orçamento e aumento da dívida pública. O desemprego está baixo (4%) e os salários subiram um tico gerando preocupação sobre uma futura inflação, o que levaria ao aumento dos juros. A recente queda na bolsa acionária foi o efeito destas políticas e preocupações, Além disto, o governo quer modernizar seu arsenal nuclear, cujo estoque pode destruir o planeta se utilizado, uma demonstração de força num período em que as iniciativas militares no Afeganistão e Síria fracassam redondamente.
União Europeia — Meses depois de reeleita, Merkel ainda não conseguiu formar um governo. O partido nacionalista e xenófobo AfD (Alternativa para a Alemanha) ficou em terceiro lugar nas últimas eleições legislativas. A CDU de Merkel descarta esta coalização, as propostas aos partidos menores resultaram em nada, então sobra a Social Democracia que apresenta suas exigências para compartilhar o novo governo. A solução técnica seria convocar novas eleições com perigo de ver a votação da AfD crescer. A burocracia alemã funciona e este impasse não atrapalha o andamento da vida, mas esta indefinição tem um custo, pois a Alemanha é importante na UE. Júpiter em oposição a Marte e Saturno quadratura à Lua, regente do MC, dificultam a saída. (Veja o mapa da Alemanha)
A Itália vive uma situação partidária instável desde a operação Mãos Limpas de 25 anos atrás. Fará eleições em março e as pesquisas indicam um quadro nebuloso. O país também tem um partido xenófobo e separatista (Liga Norte) e o novato 5 Estrelas cuja definição programática é bastante ambígua. O sistema bancário do país inspira cuidado e suas cinco mil municipalidades tragam uma dinheirama. Júpiter está sobre o Ascendente do país o que deveria ajudar, mas Mercúrio, o regente do MC, está em Câncer, embora em trino com a Lua, há pouco tempo recebeu a oposição de Saturno. (Veja mapa da Itália).
O governo da Polônia continua a fazer patriotadas deixando os dirigentes da UE em polvorosa. Agora passaram uma lei dizendo que os poloneses não tiveram nenhuma responsabilidade pelas agruras dos judeus durante a Segunda Guerra, tudo foi responsabilidade dos alemães. O governo de Israel reagiu na hora e com razão, no início da Segunda Guerra a Polônia abrigava uma considerável população judaica que só era perturbada em época de crises econômicas, mas com a chegada dos alemães isto mudou e muitos poloneses acossaram judeus, o que está bem atestado. Alterar o passado através de Lei é mais uma inovação política de regimes autoritários.
Oriente Médio — O Irã no centro do conflito. Em 2009, Plutão ingressou em Capricórnio e a população saiu às ruas protestando contra a corrupção nas eleições. Agora foi Saturno (veja o mapa do Irã) e as pessoas começaram reclamando da inflação e desemprego, rapidamente criticando o governo por gastar dinheiro na Síria e até mesmo o aiatolá Khomenei foi alvo da ira dos manifestantes. Depois do acordo nuclear o governo conseguiu baixar a inflação e o desemprego, mas a população pensa que isto está indo devagar demais, muitos profissionais abandonam o país em busca de alternativas e o desemprego entre jovens continua alto.
Construção de um terceiro templo
Uma associação arrecada fundos para construir um novo templo no lugar das atuais mesquitas.
De www.blogaultimatrombeta.wordpress.com
Recentemente um drone lançado da Síria invadiu o território de Israel e foi abatido, ato contínuo a base aérea síria foi bombardeada e o governo israelense alega que o drone era iraniano, a presença do Irã na vizinhança é um pesadelo para os israelitas. No norte, um batalhão turco está em território sírio acossando os curdos e até mesmo tropas americanas. A situação da Síria continua incerta e a reconstrução do país levará anos. Saturno faz oposição à Vênus, regente do Ascendente de Israel (veja o mapa).
Trump anunciou que mudaria a embaixada americana para Jerusalém, isto significa que ele reconhece a cidade como capital de Israel, o que provocou protestos por todo o mundo árabe. Agora Netanyahu anuncia a anexação dos assentamentos na Cisjordânia com o apoio do governo americano que desmentiu o fato. Está mais que evidente que o governo israelense abandonou qualquer ideia de paz e dois Estados, espera o momento propício para tomar a Cisjordânia e se possível empurrar a população palestina para a Síria ou Jordânia. A sociedade israelense já é militarizada e se levar este plano adiante teremos mais uma democracia de vitrine no mundo.
Economia mundial — Os prognósticos para o ano são bons e, por isto, surpreendeu a queda das bolsas no início de fevereiro. Depois de 2008 os juros estiveram muito baixos nos países ricos levando muito dinheiro para ações, cujos índices subiram muito além dos lucros das empresas, uma situação insustentável no correr do tempo. Se a queda não contamina os bancos não há maiores problemas exceto para quem perdeu com a queda, principalmente os fundos de pensão. Não há qualquer previsão de surto inflacionário e subida abrupta dos juros.
Mas a situação é anômala mesmo a partir dos anos 1980, quando o volume de ativos financeiros – ações, títulos públicos e privados, derivativos etc. - avançou velozmente e atualmente representa quase 10 vezes o PIB mundial.  Só a partir disto é possível entender que a economia atual é marcada por bolhas, estouros e endividamento crescente. Os recursos que fluem para o sistema financeiro são riqueza acumulada e líquida, se taxados poderiam melhorar os serviços públicos estatais e não fluem para o setor produtivo porque a renda popular estagnada não consegue absorver mais produção. A instabilidade tornou-se o novo normal.
Verduras sem terra — Para terminar uma boa notícia, pesquisadores japoneses conseguiram cultivar verduras usando como base um filtro de polímero com água e nutrientes por baixo. As verduras se desenvolveram e criaram raízes, podendo ser viradas sem cair. Não foi à toa o local da pesquisa, o Japão não tem mais terra arável, situação de muitas populações pelo mundo afora.

Rui Sá Silva Barros é historiador, astrólogo e
estudioso da Cabala: rui.ssbarros@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição: CKR – 15/02/2018
Fórum: partilhe seus comentários ou deixe questões para o Rui responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2018 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil