Home page

16 de outubro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


Painel com diferentes técnicas e linguagens simbólicas: espaço aberto para troca de experiências.
Os artigos são assinados e não representam necessariamente o ponto de vista dos organizadores
do site. O conteúdo, indicação de fontes e de direitos são responsabilidades de cada Autor.
@ Permitida a reprodução. Basta manter o nome do Autor e indicar a fonte: site Clube do Tarô
A Crise Brasileira no Outono de 2016
Flávio Alberoni : Momento Brasil
Visualização de símbolos e arcanos do tarô
apontam caminhos alternativos
Betôh Simonsen : As energias do Brasil
O outono de 2016, o caminho e a resposta
Rui Sá Silva Barros : Fim de festa
O historiador e astrólogo avalia os impasses
políticos e econômicos
Guilherme de Carli : O Tarô em análise política
Considerações sobre pontos de vista na leitura
Crise brasileira no outono de 2016
Cintia Cristina Doula : O outono brasileiro
   Cartas para os principais personagens
Cláudia Hauy : O momento do Brasil
   21.março - Lula, Dilma, Moro e a economia
Flávio Versannio : Tarô para a Política
   A situação de Lula - gravação no Youtube
I Ching : Estagnação e Reunião
   Oráculo Chinês com os hexagramas 12 e 45
Kelma Mazziero : O Povo reflete o Governo
   A continuacão do cenário de 2015
Rui Sá Silva Barros : A Torre de Babel
   Indicações do ingresso do Sol em Áries
As energias do Brasil no outono de 2016
Betôh Simonsen
Fiz a seguinte leitura sobre o momento atual, que gostaria de compartilhar: Como estará o caminho do Brasil neste outono de 2016?
A primeira carta fala sobre o tema geral desta leitura:
A Morte, que significa uma transformação profunda, onde todas as energias que estavam ocultas vêm à tona, onde haverá perdas e danos para aquilo que já estava em decomposição. O processo de putrefação, mas que finalmente poderá trazer um processo de fertilização e renascimento. Em realidade, o processo total é vida-morte-vida. Momento de passagem.
Morte, Cavaleiro Espadas e Roda da Fortuna
Morte, Cavaleiro de Paus e Dez de Espadas
Cartas do Tarô de Balbi
Segunda carta: o caminho que estaremos percorrendo.
Cavaleiro de Espadas- a essência do elemento ar, que é expansivo, significador do mental, novas ideias, que ocupa novos espaços e que se adapta. É um significador de liberdade. Um aspecto da liberdade é quando nos libertamos de algo que estava nos prendendo, liberdade “de”; outro aspecto da liberdade é quando nos direcionamos para novos caminhos, liberdade ”para”, lembrando-me de um livro que li há décadas do Erich Fromm, “O Medo à Liberdade”.
Terceira carta: a resposta.
Dez de Espadas. O dez sempre completa um ciclo, e espadas pode significar que o ciclo que se completa é de antigas crenças ou de fatores que estavam bloqueando as mudanças. Lembra-me de uma mensagem que recebi no Face, dizendo que as mudanças nem sempre são dolorosas, mas a resistência às mudanças é.
Resumindo, me parece uma etapa preparatória para novos caminhos e provavelmente novas lideranças.
Que as forças dos céus nos protejam.
Betôh Simonsen - betohsimonsen@uol.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Edição CKR - 1º/04/2015
O I Ching reafirma : Obstrução e Reunião
Consulta por
Constantino K. Riemma
Para nos ajudar a esclarecer a crise brasileira no outono de 2016, o I Ching oferece neste painel do Clube do Tarô uma clara indicação: o momento é de 12. Obstrução - Estagnação. A ocorrência de linha móvel na sexta posição desse hexagrama aponta uma trajetória que poderá resultar em 45. Reunião (os textos completos dos hexagramas podem ser acessados clicando os respectivos links).
12. Estaganção e 45. Reunião explicam a crise do Brasil em 2015-16
O texto 12. Obstrução-Estagnação confirma que se trata de um momento em que as pessoas mal intencionadas não favorecem a persistência dos homens corretos. Não há o que fazer diretamente para corrigir a situação: o gesto recomendado em momentos como esse é o de recolher no próprio íntimo para escapar às más influências e sair das dificuldades.
Já a sexta linha móvel do hexagrama 12 aponta para o fato de que a estagnação não dura para sempre e que abre espaço para a boa fortuna. No entanto, essa conversão não é automática: requer esforço e atitude criativa do homem nobre para alcançar a ordem.
O hexagrama 45. Reunião, que aponta para um desfecho favorável, fala do "rei que se aproxima do templo e realiza grandes sacrifícios". Para que possibilidades favoráveis se cumpram "é aconselhável encontrar o grande homem que assegurará o sucesso".
Fica em pé a questão de quem seria esse grande homem que ajudaria a superar a crise? Algum deputado ou senador? Algum membro do poder executivo? Alguém fora da política? Algum membro do poder judiciário?
Essa mesma questão surgiu com relação à resposta do I Ching no painel da Primavera de 2015! E, de modo surpreendente, os hexagramas sorteados há meio ano, guardam um forte paralelo com os que saíram agora. Confira a resposta obtida em novembro último: 39. Obstruções-Dificuldades e linhas móveis na segunda e quinta posições, do que resultou 46. Crescimento, Ascensão.
A repetição do tom nas duas respostas, permite reconhecer que estamos num período muito difícil, mas que, se um homem correto tomar a liderança e dedicar muito esforço e persistência, os impasses poderão ser superados. Tudo indica que o processo será demorado, pois só se agravou nesses últimos seis meses, sem vislumbres ainda de uma saída próxima.
Só o tempo dará a conhecer os fatos que poderão ser alinhados às indicações do I Ching.
20/03/2016
Constantino K. Riemma - ckr@clubedotaro.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
Tiragem de Cinthia Dhoula
 
Outono Brasileiro - cenário e personagens
  Tiragem de Cinthia Dhoula
O momento do Brasil em 21 de março de 2016
Cláudia Hauy
Algum pronunciamento do governo em sua defesa na figura da Presidente, ou Presidenta, da República, Dilma Rousseff terá maior impacto e repercussão. As investigações da Lava Jato buscam encontrar bens muito maiores do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva, mas não têm provas. Lula tem muito poder e dinheiro, o tríplex no Guarujá e o sítio em Atibaia são muito pouco para o que ele realmente tem, distribuído entre pessoas de sua família.
Digo isto diante de uma jogada em que a primeira carta é O Imperador, representado o Estado, enfrentando a oposição do Dois de Paus como desafio, agindo com a celeridade do Oito de Paus, apesar do medo do Sete de Paus em seu aspecto negativo, conseguindo resultados através do carisma dO Mago.
O Juiz Sérgio Moro aparece representado pela Sacerdotisa, com todo o seu saber teórico e fundamentado, enquanto Lula aparece como A Imperatriz, mostrando seu poder real no chão da vida.
Dilma está em conflito e se posicionará de forma mais incisiva, como o Ás de Espadas, apresentando um novo recorte da situação. Lula então aparece como o Rei de Paus, impondo e determinando seus pontos de vista, defendendo seu jeito popular de se expressar. Muito o defenderão, mas não com os melhores argumentos.
A História do Brasil está se passando em alta velocidade. Devemos acompanhar dia a dia para entender e nos posicionar a respeito dos fatos com lucidez, sem apegos a ideias limitativas pois o momento requer agilização dos processos para que o país volte a crescer o mais rapidamente possível, o que é plenamente viável, pois o jogo se encerra com a carta do Mundo, mostrando o quanto podemos nos desenvolver como Nação, com tudo isto que estamos passando.
Precisamos pensar na macroeconomia, representada pelo Nove de Ouros, e em como o Brasil está sendo visto pelos outros países do mundo; aumentar nossa autoestima e amor próprio, representado pelo Ás de Copas, valores afetivos em relação ao nosso país precisam deixar de ser mal vistos, nacionalismo não significa fascismo, amor pelas cores de seu país não pode ser considerado como pensamento “de direita”. Aliás, quanto menos se pensar de forma polarizada sobre os fatos, melhor. Tudo o que se nutre com amor cresce melhor, sentir amor pelo Brasil pode ser um fator que freie impulsos do Quatro de Ouros, que são de avareza, de usura, de ganância, de vaidade e de apego ao dinheiro, que fazem com que o ser humano seja corruptível.
Que vençam os que forem movidos pelos mais nobres sentimentos e pela mais alta Justiça.
21/03/2016
Cláudia Hauy - www.claudiahauy.com.br 
Outros trabalhos seus no Clube do TarôAutores
Visualizações de Flavio Alberoni
 
Momento Brasil
  Visualizações de Flavio Alberoni
Tarô para a política - Brasil e Lula
Previsões de Flávio Versannio para 2016 - [7 min]
3/03/2016
Flávio Versannio - tarologoonline.blogspot.com.br
Outros trabalhos seus no Clube do Tarô: Autores
A Crise Brasileira no Outono de 2016
 
Um povo que reflete seu Governo
  A Crise Brasileira no Outono de 2016
Rui Sá Silva Barros
 
O passado bate á porta
  Rui Sá Silva Barros
Partilhe seus comentários ou deixe questões para o Autor responder
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil