Home page

25 de outubro de 2021

Responsável: Constantino K. Riemma


  Santos do Dia: jan | fev | mar | abr | mai | jun | jul | ago | set | out | nov | dez  
Os Santos do Dia : Julho
3 de julho: São Tomé, da dúvida à conquista da fé
Simone Gomes Omega
Tomé foi um dos doze Apóstolos escolhidos por Jesus. Era judeu, da Galileia e provavelmente pescador. Seu nome significa "gêmeo". No grego, a palavra equivalente é Dídimo. Seu nome está ligado à expressão "ver para crer", pois ele estava ausente e duvidou da ressurreição de Jesus. Ele acompanhou Jesus como discípulo durante os três anos de vida pública do Mestre. Após a morte de Jesus, sabe-se que ele foi pregar o Evangelho na Índia.
Uma história muito emblemática que envolve Tomé é o fato de ele ter duvidado de seus companheiros, quando estes lhe afirmaram terem visto Jesus ressuscitado. Ele quis "ver para crer".
Por isso, um dos momentos mais importantes na vida de Tomé teria sido o episódio em que tocou nas feridas de Cristo ressuscitado, pois até aquele momento continuava incrédulo da ressurreição de Jesus, quando disse: "Se eu não vir em suas mãos o lugar dos cravos e se não puser o meu dedo no lugar dos cravos e minha mão no seu lado, não crerei" (Jo 20,26). E Jesus, ao aparecer para ele e seus discípulos disse: "Põe o teu dedo aqui e vê minhas mãos!… Não sejas incrédulo, crê!" (Jo 20,27). Nesse momento, Tomé faz sua profissão de fé: "Meu Senhor e meu Deus!" (Jo 20,28) e é considerado "Tomé, o Crente".
São Tomé tocando as feridas de Jesus
Ícone de São Tomé tocando as feridas de Cristo e pintura com o livro, símbolo da
pregação do Evangelho, com a lança que mostra como o santo foi martirizado.
Após a crucificação e a ressurreição, pregou entre os medos e os partas, povos que habitavam a Pérsia. Há também indícios de que tenha levado o Evangelho à Índia, segundo as pistas encontradas por são Francisco Xavier no século XVI e também pelos navegadores portugueses, que encontraram suas relíquias e seus restos mortais em Malabar. Cultuado na Índia há dois mil anos, foi martirizado pelos hindus que o feriram com lanças enquanto orava. A pregação de Tomé converteu muitos na região, fato que desagradou os líderes religiosos hindus, culminando no seu martírio.
Uma das igrejas de Kerala, na índia, foi construída diante de poste fixado ali por São Tomé. Na ocasião, São Tomé profetizou que as águas do mar nunca chegariam até ali. E, de fato, no tsunami recente de 2004, quando toda a região foi devastada pelas ondas gigantes, a Igreja de São Tomé, onde estão suas relíquias, permaneceu intacta. As águas chegaram somente até o poste – que existe até hoje – fixado pelo santo.
Na cultura popular há um ditado: "Sou como São Tomé: só acredito vendo".
São Tomé é o padroeiro dos pedreiros, dos arquitetos e dos cegos. Ele é venerado pela Igreja Católica, Igreja Ortodoxa, Igreja Anglicana e algumas Igrejas Protestantes. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 3 de julho.
São Tomé e o Pendurado no Tarô
No Tarô, O Pendurado é o arcano da fé e da mudança de perspectiva. Da incredulidade – "Se eu não vir em suas mãos o lugar dos cravos e se não puser o meu dedo no lugar dos cravos e minha mão no seu lado, não crerei" até a confirmação de sua fé – "Meu Senhor e meu Deus!", São Tomé percorreu um caminho que muitos de nós temos percorrido: só conseguimos acreditar naquilo que podemos ver ou tocar. Assim, como São Tomé, muitas vezes somos pegos pela incerteza, pela dúvida e pela melancolia que nos impedem der ver as coisas de maneira clara e objetiva e duvidemos da nossa própria fé. Muitas vezes é preciso ver as coisas de outro ângulo, sob uma perspectiva que nos faça compreender o que vem do mais Alto. Da mesma forma que Pedro negou Cristo três vezes, também São Tomé não acreditou na ressurreição de Cristo. Contudo, longe de serem condenados, ambos foram transformados, receberam o perdão e a missão de levar a Palavra pelo mundo. Compreenderam que os milagres estão aí, mesmo que muitas vezes não consigamos enxergá-los e compreendê-los. O Pendurado nos convida a sermos nós mesmos, ainda que as pessoas pensem que vejamos tudo pelo avesso; que nossa incredulidade seja transformada em fé. Só assim encontraremos paz e a iluminação que povoa a mente desse arcano da fé e da mudança.
São Tomé o o arcano do Pendurado
O Pendurado no Rider-Waite Tarot e São Tomé Apóstolo.
Assim, como São Tomé, muitas vezes somos pegos pela incerteza, pela dúvida e pela melancolia que nos impedem der ver as coisas de maneira clara e objetiva e duvidemos da nossa própria fé. Muitas vezes é preciso ver as coisas de outro ângulo, sob uma perspectiva que nos faça compreender o que vem do mais Alto. Da mesma forma que Pedro negou Cristo três vezes, também São Tomé não acreditou na ressurreição de Cristo. Contudo, longe de serem condenados, ambos foram transformados, receberam o perdão e a missão de levar a Palavra pelo mundo. Compreenderam que os milagres estão aí, mesmo que muitas vezes não consigamos enxergá-los e compreendê-los.
O Pendurado nos convida a sermos nós mesmos, ainda que as pessoas pensem que vejamos tudo pelo avesso; que nossa incredulidade seja transformada em fé. Só assim encontraremos paz e a iluminação que povoa a mente desse arcano da fé e da mudança.
Edit. CKR -9/07/2021
14 de julho: São Camilo de Léllis
Simone Gomes Omega
Camilo de Léllis nasceu em 25 de maio de 1550, no vilarejo de Bucchianico, região de Chieti, ao sul da Itália. Ficou órfão de pai e mãe muito cedo, tornando-se um jovem rebelde, violento e briguento. Filho de pai militar, também seguiu essa carreira, mas não pode prosseguir devido a um tumor em um dos pés.
Camilo, assim como o pai, tinha o vício do jogo, onde perdeu tudo e ficou na miséria total. Saiu do hospital devido ao seu temperamento rebelde. Andou de hospital em hospital na tentativa de cuidar de sua ferida, até bater na porta dos franciscanos capuchinhos, e ali sentiu que queria trabalhar na obra de Deus.
Orientado pelos franciscanos, recorreu ao hospital de São Tiago dos Incuráveis em Roma, que detectou o tumor incurável, onde viveu sua compaixão pelos outros doentes e aos 25 anos, teve a inspiração de começar o seu serviço às pessoas enfermas. Camilo, além de tratar a eterna ferida passou a cuidar dos outros enfermos, como voluntário. Mas preferia assistir aos doentes mais repugnantes e terminais, pois percebeu que os funcionários, apesar de bem remunerados, abandonavam-nos à própria sorte, deixando-os passar privações e vexames. Como não tinha dinheiro para fazer o tratamento, ofereceu-se para trabalhar como servente e enfermeiro. Mesmo com a ferida em seu pé que não cicatrizava e todo sofrimento decorrente dela, conseguiu trocar sua força de trabalho pelos cuidados médicos. Aos 30 anos chegou a ser administrador do hospital.
São Camilo - dia 14 de julho
São Camilo de Léllis
Aos 32 anos, São Camilo decidiu tornar-se padre tendo em vista que, como sacerdote, poderia fazer mais pela missão. Com a ajuda espiritual do amigo São Felipe Néri e de pedreiros voluntários, criou a Companhia dos Ministros dos Enfermos (1586). São Filipe Néri incentivou e ajudou São Camilo de Léllis a estudar e a vestir o hábito da própria congregação, um hábito negro com a cruz vermelha. Depois do nome, as primeiras regras desta companhia foram escritas e aprovadas e, o que antes era congregação, virou, em 1591, uma Ordem Religiosa: a Ordem dos Padres Enfermeiros. Camilo dirigiu a ordem por 20 anos.
Com 67 de idade, em 1607, São Camilo já estava muito cansado, visto todo esforço físico e intelectual desprendido para desempenhar a missão. Sem contar que, a ferida em seu pé que lhe acompanhava desde a juventude, estava piorando. Com isso, ele decidiu renunciar ao cargo de direção da Ordem, mas permaneceu firme na assistência aos enfermos.
Recebeu o dom da cura pelas palavras e orações, logo a sua fama de padre milagreiro correu entre os fiéis, que, ricos e pobres, procuravam sua ajuda. Era um homem muito querido em toda a Itália. Era tido por todos como santo em vida.
Camilo profetizou o dia de sua morte. Segundo ele, sua morte seria em Roma, no dia de São Boaventura em 14 de julho. Seu féretro foi marcado por muita comoção e acompanhado por uma multidão. Mas um milagre era visto naquele dia: enquanto preparavam o corpo de Camilo para o funeral, os médicos, estarrecidos, notaram que a chaga havia desaparecido. Suas últimas palavras foram: "Haja entre vós uma grande união e muito amor. Amai, e muito, a nossa Ordem, e dedicai-vos ao apostolado dos enfermos".
São Camilo de Léllis, presbítero, junto com São João de Deus, é o patrono dos doentes, dos hospitais e dos profissionais que trabalham na área da saúde do mundo inteiro. É considerado o protetor contra o vício do jogo. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 14 de julho.
Curador físico-espiritual e condutor da saúde
Desde a infância, passando pela adolescência, até chegar à vida adulta, a vida de Camilo não foi fácil. Órfão muito cedo de pai e mãe, herdou da mãe a educação religiosa – à qual não dava a menor importância –, do pai, o vício do jogo – muito mais atraente – e da vida, uma úlcera no pé que o acompanhou até o dia de sua morte, quando então, milagrosamente cicatrizou.
Depois de tantos percalços, Camilo sente o chamado divino: cuidar dos doentes que ninguém mais queria cuidar, valendo-se de sua força física para carregá-los – se fosse preciso, apesar da úlcera eterna, que muitas vezes era por ele esquecida enquanto assistia aos doentes que vinham de vários lugares em busca de cura –, e de uma palavra de conforto. Camilo tinha como modelo, Cristo, o Divino Médico.
Para os doentes e os necessitados que o procuravam, São Camilo tornou-se o Sol, a iluminá-los física e espiritualmente. Isso porque, no tarô, do ponto de vista da saúde, o Sol traz a cura, um conselho e um esclarecimento e iluminação onde não há. É a carta da energia, da força e da vitalidade. O Sol representa excelente condição física e muita energia vital (como as que São Camilo possuía, apesar da ferida no pé), tudo aquilo que São Camilo tentava proporcionar aos enfermos; traz equilíbrio e regeneração. Não seria mesmo São Camilo o Sol a iluminar a vida de tantas pessoas que não viam mais a esperança senão naquele santo enfermeiro?
O Sol e o Carro, arcanos que podem ser associados à vida e obras de São Carmilo
Arcanos que podem ser associados à vida e obra de São Camilo:
O Sol no The Hudes Tarot e O Carro no Tarot Art Noveau
Podemos também ver o arcano Carro associado à pessoa de São Camilo. De acordo com Adriana Carneiro, "O Carro vem com a esperança, o alento à dor. Todo o movimento que é preciso para buscar a saúde, tanto interna quanto externa".
[Cf: www.clubedotaro.com.br/p55_1saude_Adriana.asp ]
Além disso, O carro indica recuperação da saúde, pela qual São Camilo lutou com dedicação para que os enfermos pudessem encontrar Paz e esperança diante de tanto sofrimento; disposição e força, características daquele enfermeiro incansável que foi capaz de colocar sua dor de lado para se dedicar à dos que encontravam em seus cuidados, a atenção, a afeição e forças necessárias para seguir em frente.
Edit. CKR - 9/07/2021
22 de julho: Santa Maria Madalena e a Papisa
Santa Maria Madalena é descrita no Novo Testamento como uma das discípulas mais dedicadas de Jesus Cristo. É considerada santa pelas diversas denominações cristãs e sua festa é celebrada no dia 22 de julho.
Santa Maria Madalena - Dia 22  de julho
Imagens: antigo icone da Santa Maria Madalena
e 2. A Papisa no Tarô dos Santos de Robert Place.
Robert Place, o autor do Tarô dos Santos, no qual relacionou Maria Madalena ao arcano 2. A Papisa, escreve: "Os gnósticos saudaram Maria Madalena como a companheira de Cristo e a viam acima dos demais apóstolos. Os primeiros escritores cristãos a chamaram de "A Noiva de Cristo" e de "Apóstolo dos Apóstolos". Entretanto, outra imagem sua é a de uma prostituta arrependida e penitente, uma ex-pecadora que chora e cobre seu corpo com os próprios cabelos".
Santa Maria Madalena em pinturas de George Romney e Giovanni Girolamo Salvodo
Maria Madalena em pintura de George Romney (1790) e de Giovanni Girolamo Savoldo (1540)
Os Evangelhos relatam que Maria Madalena foi a primeira entre as mulheres a seguir Jesus. Na crucificação, ela estava proeminente entre um grupo que mulheres que o contemplavam. Particularmente no Evangelho de São João, ela é a primeira pessoa a assumir a proclamação da mensagem da ressureição de Cristo.
21/07/2020
25 de julho: São Cristóvão e o Carro
Simone Gomes Omega
São Cristóvão é um santo venerado por Católicos Romanos, Ortodoxos e Umbandistas no sincretismo afro-brasileiro. São Cristóvão é um dos santos mais populares do mundo, mas muito pouco se sabe ao certo sobre sua vida.
Com aparência de um gigante e com extrema força física, alto e musculoso tinha a profissão de guerreiro. A sua simples presença era garantia de vitória para o exército do qual participasse.
São Cristóvão - arte sacra
Ícone ortodoxo de São Cristóvão
Orientado por um eremita, abandonou sua condição de guerreiro e começou a praticar a caridade e ajudar os viajantes em uma instituição de caridade à qual se filiou. De dia ou de noite, ficava às margens de um rio onde não havia pontes e onde várias pessoas se afogaram por causa da profundidade, transportando os viajantes, em seus ombros, de uma margem a outra.
Orientado por um eremita, abandonou sua condição de guerreiro e começou a praticar a caridade e ajudar os viajantes em uma comunidade de ajuda à qual se filiou. De dia ou de noite, ficava às margens de um rio profundo, transportando os viajantes, em seus ombros, de uma margem a outra.
Certo dia, Cristóvão fez o mesmo com um menino. Mas conforme atravessava o rio, a criança ia ficando mais pesada e só com muito custo e sofrimento ele conseguiu depositar com segurança o menino na outra margem. Então perguntou: "Como pode ser isso? Parece que carreguei o mundo nas costas". O menino respondeu: "Não carregou o mundo, mas sim seu Criador". Assim Jesus se revelou a ele e o convidou a ser seu apóstolo.
São Cristóvão é o padroeiro dos barqueiros, motoristas e dos condutores, dos viajantes e dos peregrinos; o patrono dos caminhoneiros. São Cristóvão é o responsável por proteger e guardar aqueles que precisam fazer alguma viagem ou necessitam de direção na vida. Ele ajuda a caminhar em segurança e paz, sem perder o foco no caminho e a fé em Deus.
Sua festa é celebrada no dia 25 de julho pela Igreja Católica Romana, dia em que foi martirizado em 25 de julho em Anatólia, na Lícia (atual Turquia), flagelado, golpeado com flechas, jogado no fogo e por fim decapitado. Por todo o Brasil, neste dia são feitas diversas carreatas como agradecimento à sua proteção no trânsito.
Apesar da Igreja Católica ainda aprovar a devoção a ele, entre os mártires romanos venerados em 25 de julho, ela removeu seu dia festivo do calendário católico de santos em 1969. A Igreja Católica argumenta que quase nada de histórico é conhecido sobre a vida e a morte de São Cristóvão, apesar de várias lendas serem atribuídas a ele. A mais popular se origina da Legenda Áurea, uma compilação de histórias de santos do século XIII. [ https://pt.wikipedia.org/wiki/Cristóvão_da_Lícia]
São Cristóvão e o Carro no Tarô dos Santos
Robert Place, o autor o autor do Tarô dos Santos, relata: "nesta carta o Menino Jesus guia São Cristóvão como se ele fosse o seu carro. São Cristóvão atravessa o rio com segurança, utilizando o cajado como apoio. Este arcano representa viagens, segurança, proteção e disciplina".
São Cristóvao - dia 25 de julho
Ícone de São Cristóvão e 7. O Carro no Tarô dos Santos de Robert Place.
No tarô, O Carro, sob o título de "Criança dos Poderes das águas", tem como significados simbólicos a esperança, o triunfo e a vitória. Seu objetivo é realizar coisas grandes. Em seu lado sombra, significa desumanidade, desejo de destruição, pessoa impiedosa.
Ao dominar a si mesmo, suas emoções e sentimentos, ao superar obstáculos e adversidades, Cristóvão pôde realizar grandes feitos em benefício do próximo, conquistar seu equilíbrio espiritual, tornando-se motivado, altruísta, capaz de segurar as rédeas de sua vida e vencer o próprio destino destrutivo. Na caminhada espiritual São Cristóvão associado ao arcano O Carro, representa aquele que atravessou as águas revoltas, escolheu o seu caminho firme e está pronto para seguir em frente no cumprimento de suas etapas evolutivas.
São Cristóvão e a Força
No tarô, a Força, como o próprio nome indica, significa força, energia vital, coragem, resistência da energia da natureza. No tarô de William Blake, "todos os animais nesta carta representam instintos e intuições que são mediados e dominados pela figura humana". Neste caso, mais do que usar a força bruta é preciso usar a força mental e emocional para superar dificuldades e se colocar a serviço dos mais fracos e necessitados.
São Cristóvão e os arcanos da Força e do Carro
A Força no The William Blake Tarot e o Carro no Tarot of Old Path
Foi exatamente isso o que aconteceu com Cristóvão: deixou para trás aquela vida violenta e perversa, em que era guiado pela fúria e pela raiva, para se transformar numa fonte de força benéfica e positiva, fazendo triunfar sua inteligência sobre a brutalidade, o autocontrole sobre a impulsividade. Transformado pela fé em Cristo, utilizou sua força por meio da Palavra, convertendo a muitos pelos lugares por onde passou. Finalmente pôde colocar sentimentos mais elevados em suas atitudes e encontrar a felicidade no serviço prestado aos mais fragilizados e aflitos que a ele recorressem pedindo sua proteção.
Edit. CKR -23/07/2021
25 de julho: São Tiago
São Tiago é também chamado Santiago Maior, Tiago, filho de Zebedeu e Santiago Apóstolo o Maior. Um dos doze apóstolos de Jesus Cristo, foi martirizado no ano 44. É chamado Maior (mais velho) para o diferenciar de outro discípulo de Jesus de mesmo nome, conhecido como Santiago Menor.
São Tiago e o Cavaleiro de Paus
São Tiago
São Tiago (St. James) Cavaleiro de Paus no Tarô dos Santos de Robert Place
e num 'santinho' católico de autor desconhecido.
Os nomes Tiago e Jaime derivam indiretamente do latim Iacobus, por sua vez uma latinização do nome hebraico Ya'akov (aportuguesado em "Jacó"). Com o decorrer do tempo, o nome tomou diversas direcções conforme as línguas: manteve-se Jakob em alemão e em outras línguas nórdicas, James em inglês, Giacomo em italiano e Jacques em francês.
*   *   *
Escreve Robert Place, o autor do Tarô dos Santos: "De acordo com a lenda, quando Tiago estava sendo levado para a morte, o soldado que o acompanhava ficou tão impressionado com a sua dignidade e compostura, que caiu aos seus joelhos e confessou-lhe que era, secretamente, cristão. Tiago o perdoou com um beijo na teste, por ele não ter se apresentado antes, e disse: Que a paz esteja convosco. Os dois foram então martirizados".
"São Tiago, o Maior, é padroeiro dos peregrinos, ferreiros, cavaleiros e sofredores de artrite. É também o padroeiro da Espanha, Chile, Guatemala e Nicarágua".
25/07/2020
  Santos do Dia: jan | fev | mar | abr | mai | jun | jul | ago | set | out | nov | dez  
  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2020 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil