Home page

18 de novembro de 2019

Responsável: Constantino K. Riemma


 
 
Hexagrama 18
Trabalhar o que se corrompeu
 
  Montanha
  Vento, Madeira
O oráculo
Trabalhar o que se corrompeu. Sublime sucesso!
É favorável atravessar o grande rio.
Três dias antes do começo, três dias depois do começo.
Interpretação
Todo fim é seguido por um novo começo – é esse o recado essencial do oráculo nesse hexagrama que também pode ser traduzido por Deterioração, Desacerto ou O Trabalho sobre o que se corrompeu. Sua mensagem se volta para os princípios da renovação possível após o processo de decadência. Tudo o que se deteriorou por culpa dos homens – por preguiça, indiferença, inércia ou desordem – pode ser restaurado pelo trabalho dos próprios homens.
Não se trata de ficar lamentando o desgaste das coisas ou mergulhar em arrependimentos. O momento é oportuno para empreender a renovação, a transformação do que se encontra decadente ou estagnado. Somos encorajados a enfrentar os desafios com lucidez e criatividade.
"Três dias antes do começo, três dias depois do começo" indica o caminho para o sucesso. Significa que, antes de tomar qualquer iniciativa ("três dias antes do começo"), devemos compreender bem as razões da decadência para podermos atuar de modo adequado. É preciso ouvir conselhos e preparar todos os envolvidos na situação. Uma vez iniciados os trabalhos é indispensável persistir nos objetivos e acompanhar atentamente seu desenvolvimento ("três dias depois do começo") para não correr o risco de que a própria restauração entre em decadência e não produza resultados.
Conselho
O homem nobre estimula o coração das pessoas e alimenta suas virtudes.
Interpretação
Todo trabalho para restaurar os desgastes do tempo e os estragos provocados pelos erros e ações inadequadas deve começar pela retificação das próprias pessoas. Aquele que deseja corrigir o rumo dos acontecimentos precisa tocar o coração das pessoas despertando nelas suas boas qualidades e disposições.
Linhas móveis
Linha móvel (seis) na primeira posição significa:
Corrigindo o que foi deteriorado pelo pai.
Se há um filho,
nenhuma culpa permanecerá sobre o pai que partiu.
Perigo. Ao final, boa fortuna.
O rígido apego à tradição provocou a decadência. Porém, essa deterioração não está ainda profundamente enraizada, não sendo, por isso, difícil a recuperação. É como se um filho compensasse a deterioração que seu pai deixou que se instalasse. Nenhuma culpa afetará então a memória do pai. Porém, não se deve ignorar o perigo ou abordar a questão de modo superficial. Somente se o homem permanece consciente do perigo que toda reforma implica é que tudo irá bem ao final.
Linha móvel (nove) na segunda posição significa:
Corrigindo o que foi deteriorado pela mãe.
Não se deve ser demasiado perseverante.
Isso se refere a erros provocados pela fraqueza e que levaram à decadência; por isso o simbolismo do que foi deteriorado pela mãe. Neste caso, ao se corrigirem os erros, deve-se proceder com uma certa consideração e amabilidade. Para não causar ferimentos, é necessário evitar uma atitude rude.
Linha móvel (nove) na terceira posição significa:
Corrigindo o que foi deteriorado pelo pai.
Haverá um pouco de remorso.
Nenhuma grande culpa.
Descreve-se aqui um homem que age com excesso de energia ao corrigir os erros do passado. Por isso, vez ou outra surgirão, sem dúvida, pequenas discordâncias e aborrecimentos. Mas em ações corretivas é preferível o excesso de rigor à insuficiência. Portanto, mesmo tendo, às vezes, algum motivo de remorso permanecerá livre de qualquer culpa séria.
Linha móvel (seis) na quarta posição significa:
Tolerante para com o que foi deteriorado pelo pai.
Continuando assim encontrará humilhação.
Isso indica a situação de um homem que por fraqueza não enfrenta a deterioração que vem do passado e que agora começa a se manifestar. Ele permite que a deterioração siga o seu curso. Se isso prosseguir, a conseqüência será a humilhação.
Linha móvel (seis) na quinta posição significa:
Corrigindo o que foi deteriorado pelo pai.
Encontram-se elogios.
Um homem está diante da deterioração nascida da negligência em épocas passadas. Ele não possui a força para afastar sozinho a corrupção. Encontra, porém, auxiliares capazes com cujo apoio, ainda que sem poder criar algo inteiramente novo, conseguirá realizar uma reforma profunda. Isso também é louvável.
Linha móvel (nove) na sexta posição significa:
Ele não está servido de reis e príncipes.
Propõe para si objetivos mais elevados.
Nem todo homem é obrigado a envolver-se nos assuntos do mundo. Há alguns cujo desenvolvimento interior lhes permite deixar que o mundo siga seu rumo, sem se envolverem em reformas na vida pública. Mas isso não implica no direito a uma atitude passiva ou meramente crítica. Tal recolhimento é justificado apenas quando o homem se dedica a realizar em si mesmo os ideais mais elevados da humanidade. Pois ainda que distante, o sábio cria para o futuro valores humanos incomparáveis.
Atualizado: janeiro.11
 
 

  Baralho Cigano
  Tarô Egípcio
  Quatro pilares
  Orientação
  O Momento
  I Ching
Publicidade Google
 
Todos os direitos reservados © 2005-2019 por Constantino K. Riemma  -  São Paulo, Brasil